Anda di halaman 1dari 36

IMAGENOLOGIA

ou
IMAGINOLOGIA
ou
IMAGIOLOGIA
Pode-se relacionar o estudo do
corpo humano através de exames
de imagem, com a descoberta dos
raios X em 1895 por Roentgen.
08 de novembro 1895

Wilhelm Conrad Roentgen


(1845-1923)
Instituto de Física em
 Pesquisas da época:
Wurzburg, em 1888. Descargas elétricas em
tubos de gás;
 Instituto: foram levados
ampolas, uma bobina de
Rumkorff, uma bomba
vácuo, tubos Hittorff-
Crookes, tubos Lenard
Instituto de Física em Wurzburg, em 1888. (equipamentos para
pesquisa)
 Evolução da tecnologia e diversos tipos de
detecção de ondas sonoras, magnéticas,
radioativas → novos métodos de
diagnóstico por imagem são colocados a
disposição dos profissionais de saúde.

A evolução nesta área é muito rápida e em


pouco tempo alguns destes métodos se
tornarão obsoletos.
RADIOLOGIA
É uma ciência que estuda as radiações e a
aplicação delas nas áreas Industrial e Médica:
- Radiodiagnóstico;
- Radioterapia.
RADIAÇÂO

É um tipo de energia, que vai de um ponto


ao outro e divide-se em corpusculares e
eletromagnéticas.
 Tipos de Radiações:

- Corpusculares: São a propagação de energia sob a


forma de corpúsculos ou partículas, ou seja, possuem
massa;

- Eletromagnéticas: Propagação de energia se transmite


através de uma combinação de um campo elétrico e
um campo magnético que variam em função do tempo
e do espaço;

Energia na forma de fótons que se propagam através


de ondas.
É uma onda eletromagnética, como a luz
visível, as ondas de rádio, os raios infra-
vermelhos e os raios ultra-violetas. Tem
características:

- Energia (alta);
- Freqüência (1016 Hz);
- Comprimento de onda.
 RADIAÇÃO IONIZANTE
Raios X
Tomografia
Medicina Nuclear
 RESSONANCIA MAGNÉTICA
 ULTRASSONOGRAFIA

A radiação ionizante em grandes doses:


Pode causar formação de câncer ou
destruição tecidual.
Atuais métodos permitem que os exames seja
inócuos para o paciente.
 A obtenção de radiografias consiste na reação que causam
os raios X em uma película fotográfica.

 Os Raios X consistem → ondas de radiação ionizantes


formadas a partir de um ampola de vácuo, na qual existe
um terminal que ao ser aquecido após receber uma
descarga de alta voltagem, emite elétrons que ao se
chocarem com um anteparo metálico, produzem os raios.

 Estes raios tem a propriedade de atravessar facilmente os


objetos.
 Direcionamento destes raios através dos objetos,
corpo humano, faz com que os mesmos sejam
atenuados de forma diferenciada por cada
tecido.

 O tecido ósseo é o que mais atenua os raios no


corpo. Ao impressionar o filme fotográfico,
aparecem então as ”sombras” dos tecidos, em
diversos tons de cinza, negro e branco na
radiografia, formando uma imagem em um
plano e permitindo o diagnóstico.
A interceptação abrupta de elétrons
animados com grande velocidade por um
alvo metálico, transformam a sua energia
cinética em calor (99%) e Raios X.
Produção de Raios X

alvo Filamento
Produção de Raios X

Efeito Termoiônico
Produção de Raios X

- - -
- - -
- -
-

Carga Espacial
Produção de Raios X

- - -
- - -
- -
-

kV - Tensão Aplicada ao Tubo de Raios X


Produção de Raios X

- - -
- - -
- -
-

kV - Tensão Aplicada ao Tubo de Raios X


Produção de Raios X

99% calor e 1% Raios X

Radiação X
Tubo de Raios-x
Sistema Receptor de
Imagem

Processamento

operador

comando
 Propagam-se em linha reta e em todas as direções;

 Velamento das emulsões fotográficas;

 Promovem fluorescência de certos sais minerais. São


capazes de atravessar corpos opacos;

 Produzem radiações secundárias nos corpos


atravessados;

 Durante a travessia sofrem atenuação dependente da


espessura e densidade do corpo considerado.
ESPESSURA DENSIDADE
Atenuação dos
Raios X
RADIODENSIDADES
(DERRAME PLEURAL)
Radiodensidades
RADIODENSIDADE
(PNEUMOTÓRAX)