Anda di halaman 1dari 3

PRÓ-REITORIA ACADÊMICA

COORDENAÇÃO GERAL DE CURSOS DE GRADUAÇÃO


PROGRAMA DE APRENDIZAGEM

1. IDENTIFICAÇÃO
• Campus: Curitiba
• Centro: CCET
• Curso: 2351 - Engenharia Elétrica (Ênfase em Telecomunicações)
• Habilitação: Engenharia Elétrica
• Programa de Aprendizagem (PA): EE991 – Eletricidade I
• Ano Letivo: 2011 Período: 1o Semestre: 1o
• Turma: U
• Carga Horária Total: 54
• Carga Horária Semanal: 3 aulas
• Professor Responsável: James Alexandre Baraniuk

2. APTIDÕES A DESENVOLVER NESTE PROGRAMA


• Transformar resultados de grandezas em potências de dez
• Estabelecer a correspondência entre as potências de dez e o prefixos métricos em
eletricidade
• Utilizar a definição de tensão, corrente e resistência em circuitos de uma malha ou de um

• Aplicar o conceito de divisor de tensão e de corrente em circuitos com mais de uma malha
ou nó
• Reconhecer os conceitos de divisor de tensão ou de corrente como casos particulares das
Leis de Kirchoff de tensão e de corrente
• Obter tensão ou corrente em um circuito contendo uma só fonte DC, através do uso das
Leis de Kirchoff
• Utilizar os teoremas de malhas, superposição e nodal para encontrar tensões ou correntes
em um circuito contendo mais de uma fonte DC
• Utilizar os teoremas de Thevenin e Norton para encontra tensões ou correntes em um
circuito contendo mais de uma fonte DC

3. EMENTA
Grandezas fundamentais em eletricidade. Lei de Ohm e Leis de Kirchoff. Identificação de
componentes eletro-eletrônicos. Manuseio de equipamentos de medição. Osciloscópio
Analógico. Teoremas de análise de circuitos. Montagem e teste de circuitos resistivos. Fontes
dependentes ou controladas. Teorema. Teoremas de redes. Capacitor. Indutor.

4. TEMAS DE ESTUDO
• Sistema SI e prefixos métricos, código de cores, exercícios
• Corrente Contínua (CC) e Corrente Alternada (CA)
• Resistência, tensão, Lei de Ohm
• Circuitos resistivos séries – Divisor de tensão
• Circuitos resistivos paralelos- Divisor de corrente
2

• Lei de Kirchoff das Tensões e Leis de Kirchoff das Correntes


• Teorema da Superposição
• Análise Nodal
• Análise de Malhas
• Teorema de Thévenin
• Teorema de Norton
• Capacitores e Indutores – comportamento em CC

5. AVALIAÇÃO

1ª Nota
Prova escrita – 8,0 pontos
Atividades de Laboratório – 1,0 ponto
Prova Teórico-prática – 1,0 ponto
Trabalho Integrador – 1,0 ponto adicional

2ª Nota
Prova escrita – 8,0 pontos
Atividades de Laboratório – 1,0 ponto
Prova Teórico-prática – 1,0 ponto
Trabalho Integrado – 1,0 ponto adicional

Observações:
- A média para ser aprovado sem exame final da disciplina é 7 (sete) e a média para realizar
exame final é 4 (quatro);
- Caso seja necessário eventual alteração neste procedimento, os alunos serão comunicados
com antecedência.

6. TRABALHO INTEGRADOR DE DISCIPLINAS

Ao longo do ano, os estudantes deverão realizar um trabalho teórico/prático relacionando a


disciplina de eletricidade e as demais disciplinas do curso, segundo regras estabelecidas no
“MANUAL DO PROJETO INTEGRADOR”.

7. BIBLIOGRAFIA
Bibliografia Básica
ALEXANDER, Charles K.; SADIKU, Matthew N.O. Fundamentos de circuitos elétricos.
Rio de Janeiro: Mc Graw-Hill, 2008.

Bibliografia Complementar (NÃO SERVEM COMO LIVRO TEXTO)


JOHNSON, David E.; HILBURN, John L.; JOHNSON, Johnny R. Fundamentos de análise
de circuitos elétricos. Rio de Janeiro: Prentice Hall, 1994.
BOYLESTAD, Robert L. . Introdução à análise de circuitos. Rio de Janeiro: Pearson
Prentice Hall, 2004.
GUSSOW, Milton. Eletricidade Básica: Coleção Schaum. São Pauto: Bookman, 2008.
EDMINISTER, Joseph A.; NAHVI, Mahmood. Circuitos Elétricos – Coleção Schaum. São
Paulo: Bookman, 2007.
3

Anexo I – Lista de Material para os Estudantes de


Engenharia Elétrica
Os alunos deverão trazer os materiais em todas as aulas práticas, inclusive nos dias de
provas.

Resistores:
3 unidades de cada resistor, na faixa de 10 Ω a 3,3 MΩ, potência de 1/8W, com os valores
nominais de:
10, 12, 15, 18, 22, 27, 33, 39, 47, 56, 68, 82;
100, 120, 150, 180, 220, 270, 330, 390, 470, 560, 680, 820
1,0 k, 1,2 k, 1,5 k, 1,8 k, 2,2 k, 2,7 k, 3,3 k, 3,9 k, 4,7 k, 5,6 k, 6,8 k, 8,2 k
10 k, 12 k, 15 k, 18 k, 22 k, 27 k, 33 k, 39 k, 47 k, 56 k, 68 k, 82 k
100 k, 120 k, 150 k, 180 k, 220 k, 270 k, 330 k, 390 k, 470 k, 560 k, 680 k, 820 k
1 M, 1,2 M, 1,5 M, 1,8 M, 2,2 M

1 unidade de resistor de 1 kΩ, ½ W


1 unidade de resistor de 1 kΩ, 5 W

1 x potenciômetro de 10 kΩ

Capacitores
Capacitores de Poliéster (duas unidades de cada)
10 nF, 22 nF, 33 nF, 47 nF, 100 nF, 220 nF, 330 nF, 470 nF

Capacitores Eletrolíticos para 50V (duas unidades de cada):


1,0 µF, 2,2 µF, 4,7 µF, 10 µF, 47 µF, 100 µF, 470 µF, 1000 µF

Indutores
2 unidades de indutor de 1 mH

Diversos:
Circuito Integrado 555 – 1 unidade
Led (qualquer cor ) – 5 unidades
Alicate de pinça – 1 unidade
Alicate de corte – 1 unidade
Placa de Fenolite Face Simples – 5 x 5 cm
2 folhas de Papel Glossy, ou Papel Couchê, tamanho A4
Fios para proto-board – 2 ou 3 metros
Protoboard (não é obrigatório – o laboratório disponibiliza para uso interno)
Caixa para componentes

OBS: Não adquirir o mini resistor, e sim o da potência indicada para uso em proto-board.