Anda di halaman 1dari 45

Orientações Curriculares

Maria Elisa Leandro


elisal@eselx.ipl.pt
Princípios

• “ (...) a educação pré-escolar é a primeira


etapa da educação básica no processo de
educação ao longo da vida (…)”

• “(…) complementar da acção educativa da


família com a qual deve estabelecer
estreita relação(…)”
Princípios
• Igualdade de oportunidades no acesso à
escola e para o sucesso da aprendizagem.

(...) mas não é papel da educação no pré-


escolar antecipar a escolaridade obrigatória..

..e sim preparar a crianças para abordar


a próxima etapa,sempre com sucesso
Princípios
• Escola inclusiva- exigência de dar resposta a todas as
crianças

Pedagogia diferenciada, centrada na cooperação, que


inclua todas as crianças, aceite as diferenças, apoie a
aprendizagem e responda às necessidades individuais

Construção cooperada do saber, em que a criança se


desenvolve e aprende, contribuindo para o desenvolvimento
e aprendizagem de outras.
Objectivos
• Estimular o desenvolvimento global da criança no respeito
pelas suas características individuais
Favorecer aprendizagens
significativas e diversificadas

• Proporcionar à criança ocasiões de bem-estar e


segurança,nomeadamente no âmbito da saúde individual
e colectiva
Planear e organizar
cuidadosamente o
ambiente educativo
Objectivos

• Desenvolver a expressão e a comunicação através de


linguagens múltiplas como meios de relação, de informação,
de sensibilização estética e de compreensão do mundo

• Despertar a curiosidade e o espírito crítico

Articular as áreas de experiência


Objectivos

• Fomentar da inserção da criança em grupos sociais


diversos, no respeito pela pluralidade das culturas
favorecendo uma progressiva consciência como membro
da sociedade

• Promover o desenvolvimento pessoal e social da criança


com base em experiências de vida democrática numa
perspectiva de educação para a cidadania
Fundamentos
Reconhecimento da intencionalidade e da
continuidade educativas como condições
de sucesso presente e futuro

Exige uma pedagogia estruturada,uma organização


intencional e sistemática no processo pedagógico
Abordagem sistémica e ecológica

Esta perspectiva assenta no pressuposto que o


desenvolvimento humano constitui um processo dinâmico
de relação com o meio, em que o indivíduo é influenciado,
mas também influencia o meio em que vive.

Considera que o indivíduo em desenvolvimento interage


com diferentes sistemas que estão eles próprios em
evolução.
Família

Objectivos

Comunidade
Pressupostos básicos derivados
desta teoria
• Sujeito
É encarado não como uma tábua rasa, moldada por
acção do meio, mas como um sujeito dinâmico que
interage com o ambiente.

• Interacção
Caracterizada pela reciprocidade, interacção mútua.

• Ambiente
Não se limita ao contexto imediato, mas engloba inter-
-relações entre vários contextos.
Características do Desenvolvimento e da
Aprendizagem:
• Desenvolvimento e aprendizagem como vertentes
indissociáveis

• Reconhecimento da criança como sujeito activo do


processo de aprendizagem

• Construção articulada do saber

• A importância do apoio à construção da identidade


das crianças e às suas relações sociais

• Actividade lúdica como fonte de aprendizagem


Intencionalidade Educativa

Planear
Observar

Comunicar
Concretizar Articular

Avaliar
Observar e Registar
Para obter maior conhecimento sobre a criança e
o grupo, compreender as suas características e
permitir adequar o processo às suas necessidades
educativas.

• Recolher informações sobre o contexto familiar


e o meio em que as crianças vivem

• Perceber interesses, capacidades, dificuldades


Planeamento do Educador
Caracterização da situação sócio-educativa
Diagnóstico e Análise de Necessidades

Orientações Curriculares

Projecto Curricular Projecto Educativo

Currículo
Planear com as crianças
A participação das crianças no planeamento permite ao
grupo:

• Beneficiar da sua diversidade: todas as crianças são


diferentes, todas elas fornecem diferentes
contribuições.

• Beneficiar das capacidades e competências de cada


criança

• Desenvolve competências de iniciatva e de


autonomia
Agir
o Fomentar a participação dos pais,
auxiliares de acção educativa, outros
membros da comunidade, na realização
de oportunidades educativas

O Agir do educador não pode consignar-se


o

apenas à sala, deve abranger outras


instituições funcionando em parceria
Avaliar
• Avaliar o processo e os efeitos para adequar o processo
educativo às necessidades das crianças e do grupo e á
sua evolução

• É um processo continuo e formativo

• Exige diferenciação pedagógica: ser capaz de


individualizar processo educativo atendendo às
necessidades pedagógicas de cada criança

• Pressupõe reflexão
Avaliar com as crianças

• É um meio de desenvolvimento cognitivo, social


e da linguagem

• É uma base de avaliação para o educador

• É um processso pedagógico que visa


desenvolver a autonomia do pensamento, a
capacidade crítica e o “aprender a a aprender”
Comunicar
• Partilhar o conhecimento que o educador
adquire da criança, com a equipa educativa

• Participação dos pais permite um melhor


conhecimento da criança e também dos
sistema que influência a sua educação
(família e comunidade)

• Deve existir comunicação entre os pares,


respectivamente J.I. e 1º Ciclo
Articular
• Promover a continuidade educativa e uma
transição sem rupturas

• Proporcionar as condições para que cada


criança tenha uma aprendizagem com sucesso
na escolaridade obrigatória.

• Compete ao educador em colaboração com os


pais e colegas do 1ºCiclo, facilitar a transição da
criança
Contexto Educativo: Espaço e Materiais

Qualidade Estética Permitir a supervisão

Reflectir sobre
a sua funcionalidade Seguro e Saudável
Facilitador da Estimulante
aprendizagem

Adequado ao desenvolvimento
Autonomia e
responsabilização
ORGANIZAÇÃO DO TEMPO
Prever os acontecimentos Dá Segurança

Flexivel
Respeitar o Tempo da criança

Deixar a criança expressar as suas intenções

Proporcionar actividades diversificadas

Alternar: Actividades, Espaços e Interacções


ORGANIZAÇÃO DO GRUPO
E CLIMA RELACIONAL
Segurança Relação individualizada

Disponibilidade Grande Grupo


Pequeno Grupo
Empatia
Pares
Aprendizagem da vida democrática

Regras, normas construídas com as crianças


respeito, partilha, cooperação
ORIENTAÇÕES GERAIS
Aprendizagem Activa
Globalizante

Lúdica Adequada ao Desenvolvimento

Significativa
Descoberta

Relação afectiva
Aprender a aprender
positiva
ÁREAS DE CONTEÚDO

Expressão
Desenvolvimento
Comunicação
Pessoal e Social

Conhecimento
do Mundo
Domínios Científicos
Domínio da linguagem e da
Área da
literacia
Expressão
e Comunicação
Conversas

Histórias Registos:
Passeios
Poesias
Experiências
Lengalengas Novidades
Área da Expressão
E Comunicação

Área da Expressão
E Comunicação
™Desenvolver uma planificação, registo e avaliação do
trabalho desenvolvido em comum com o grupo de crianças

Domínio da linguagem
e Literacia
Área da Expressão Domínio da linguagem
E Comunicação e Literacia

* Promover a utilização da linguagem escrita e oral, como


forma de expressão de mensagens.

Conversar
Contar histórias Incentivar a
Registos de Comunicar as expressão oral
acontecimentos experiências de cada criança
(inter salas, aos
pais)
Área da Expressão Domínio da matemática

e Comunicação Material adequado às


necessidades e interesses
das crianças
Actividades inseridas na
vida do grupo

Seriação e
Classificação
Formar conjuntos
Contagem
Noção do número
Noção tempo
Noção de espaço
Área da Expressão Domínio da
E Comunicação matemática

* Promover o desenvolvimento do raciocínio lógico,


através da resolução de problemas simples.

Propor actividades
* Promover o desenvolvimento do de medição de
conhecimento de grandezas de comprimento,
capacidade, peso,
medição, mediante processos de
etc.
percepção ou utilizando um padrão
de referência arbitrário.
Área da Expressão Domínio das expressões
E Comunicação

* Promover o desenvolvimento das expressões plástica,


dramática, musical e motora.

Desenvolver as várias linguagens


da criança e formas de
representar o mundo.
Expressão Dramática
Área da Expressão
e Comunicação

Brincar ao Faz de Conta


Jogo dramático
Fantoches
Sombras Chinesas
Área da Expressão
Expressão Plástica
e Comunicação

Desenhar, Pintar, Recortar e Colar, Modelar


Área da Expressão
E Comunicação

Trabalhar com materiais


Utilização de
diversos de Desperdício
materiais
Área da Expressão Expressão Musical
e Comunicação

Cantar, Tocar,
Movimentar-se ao som da música

Expressão Motora

Gincanas
Jogos, Estafetas,
Sessões de educação
físico-motora
Área do Ciências Naturais
Conhecimento do
Mundo
Ciência Sociais

Descobrir o meio
envolvente
Sensibilizar-se
para o
conhecimento de
outras realidades
Ciências Naturais
Área do
Conhecimento Ciências Sociais
do Mundo

Área do
Conhecimento do
Mundo
Actividades/Projectos:
Visitas de Observação
Representar o Vivido
Área do Ciências Naturais
Conhecimento do
Mundo Ciências Sociais

Entrevista/ Visita de Estudo


ao…
conversa com o….

Projecto/actividades

Experiências Tarefas
com.. para cuidar
Desenvolver a observação e o gosto pela
descoberta do meio físico e social

Área do
Conhecimento do
Mundo
Área da Formação
Pessoal e Social

Boa organização
espaço-temporal

Rotina bem
definida Autonomia
Ambiente Respeito pelo outro
Relacional Positivo
Área da Formação
Pessoal e Social

Organização das
Relações

* Educação para os Valores


As crianças vão assumindo
responsabilidades e tarefas
Propocionar a tomada de decisões em grupo

Promover o desenvolvimento da cidadania


através da aquisição de hábitos de participação
activa e responsável
Trabalho com as Famílias

Informação Implicação

Complementar da acção educativa da família


com a qual deve estabelecer estreitar a relação