Anda di halaman 1dari 4

Geometria molecular

A geometria de uma molécula depende do número de átomos participantes e,


quando existe um átomo central, da quantidade de elétrons não envolvidos em
ligações na última camada deste (os elétrons exercem repulsão entre si). As
ligações covalentes são formadas por pares de elétrons. Ocorre então repulsão
entre ligações, entre elétrons livres e entre ligações e elétrons livres.

Teoria da repulsão dos pares eletrônicos

Baseia-se na idéia de que pares eletrônicos da camada de valência de um átomo


central, estejam fazendo Ligação química ou não, se comportam como nuvens
eletrônicas que se repelem, ficando com a maior distância angular possível uns dos
outros. Uma nuvem eletrônica pode ser representada por uma ligação simples,
dupla, tripla ou mesmo por um par de elétrons que não estão a fazer ligação
química. Essa teoria funciona bem para moléculas do tipo ABx, em que A é o átomo
central e B é chamado elemento ligante. De acordo com essa teoria, os pares de
elétrons da camada de valência do átomo central (A) se repelem, produzindo o
formato da molécula.

Assim, se houver 2 nuvens eletrônicas ao redor de um átomo central, a maior


distância angular que elas podem assumir é 180 graus. No caso de três nuvens, 120
graus etc., sendo que é de extrema importância analisar se a ligação é covalente ou
iônica.

1) Molécula de H2:
Linear: Acontece em toda molécula diatômica (que possui dois átomos) ou em toda molécula
em que o átomo central possui no máximo duas nuvens eletrônicas em sua camada de
valência. Exemplo: gás hidrogênio (H2)

2) Molécula de Dióxido de Carbono (CO2):

Note que o átomo de carbono estabelece duas duplas ligações, uma dupla ligação
com cada átomo de oxigênio. A molécula de CO2 também pode ser representada
conforme abaixo:
Se a molécula possui duas duplas ligações, possui também duas zonas de repulsão,
que tendem a se afastar uma da outra, fazendo com que a molécula assuma a
disposição geométrica linear, conforme a seguinte figura:

Representação esquemática da
molécula de dióxido de carbono, que
apresenta geometria linear.

3) Molécula de Trifluoreto de Boro (BF3):


Como vemos, o átomo de boro forma três ligações simples, uma com cada átomo
de flúor. Assim temos três zonas de repulsão e a geometria molecular é triangular
plana, conforme a figura:

4) Molécula de SiH4:

As quatro ligações se distribuirão no espaço de maneira a diminuir ao máximo a


repulsão entre elas e a estrutura será um tetraedro com o átomo central ocupando
o centro do sólido geométrico.
5) Exceções: Octeto Expandido:
1 •PCl5:Cinco nuvens ligantes ao redor do átomo central. Geometria:
bipirâmide trigonal ou bipirâmide de base triangular.

1 •SF6:Seis nuvens ligantes ao redor do átomo central. Geometria: bipirâmide


de base quadrada ou octaédrica.
Nome: Gabriela Paula de Souza
Téc. em Química
Turma: Noite
Professora: Valéria