Anda di halaman 1dari 2

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR DESEMBARGADOR PRESIDENTE DO

EGRÉGIO TRIBUNAL

João Lucas Jaire, qualificação completa, inconformado com a decisão proferida que
indeferiu liminar em MANDADO DE SEGURANÇA, em trâmite na 21ª Vara da
comarca de CAMPO GRANDE/MS , autos n.º 5558, impetrado em face de ato
praticado pelo Sr. PREFEITO, vem, por seu advogado, nos termos do artigo 522 do
Código de Processo Civil *, interpor RECURSO DE AGRAVO DE INSTRUMENTO
com pedido de TUTELA ANTECIPADA RECURSAL, pelo que expõe e requer o
seguinte.

I. DA DECISÃO AGRAVADA
(resumo dos fatos)
O Impetrante, ora Agravante, promoveu mandando de segurança com a finalidade de
ser garantia a sua aposentadoria no serviço público.
Por sua vez, o magistrado indeferiu a liminar, sob o argumento de não estar presente a
fumaça do bom direito. No entanto, como será demonstrado a seguir, a decisão merece
ser reformada.

II. DO CABIMENTO DO AGRAVO DE INSTRUMENTO

Resta claro que a aposentadoria possui caráter alimentar, dessa feita não há como o
agravante quedar-se esperando até o provimento do quanto aqui se pleiteia.

III. DAS RAZÕES PARA A REFORMA


(TESE)
IV. DO CABIMENTO DA TUTELA ANTECIPADA RECURSAL
O artigo 527, inciso III, do Código de Processo Civil, autoriza o relator conceder efeito
suspensivo ou a tutela antecipada recursal no agravo de instrumento.
Para tanto, o artigo 558 do mesmo Código, estabelece que a liminar no agravo poderá
ser concedida se estiverem presentes os requisitos do perigo de dano irreparável ou de
difícil reparação e fundamento relevante.
No presente caso, como restou amplamente demonstrado, o Agravante tem direito à
aposentadoria, justificando a relevância dos fundamentos.
Além disso, a questão é relativa a direito alimentar do servidor público e,
consequentemente, a demora na prestação da tutela jurisdicional, acarreta grave
prejuízo, cabível a tutela antecipada para evitar dano grave.
Infere-se, portanto, presentes os requisitos que autorizam a concessão da tutela
antecipada no recurso de agravo de instrumento.
V. DO REQUERIMENTO E INFORMAÇÕES

Desde logo, requer a concessão da tutela antecipada recursal, nos termos do inciso III,
do
artigo 527 do Código de Processo Civil, para seja a agravada obrigada a promover o
pagamento das aposentadoria pleiteadas.
Por todo o exposto, requer que o recurso de agravo seja CONHECIDO e PROVIDO,
para reformar a decisão agravada no sentido de ser concedida a liminar no mandado de
segurança para garantir o pagamento de aposentadoria.
Por oportuno, informa que o recurso de agravo está sendo instruído com as seguintes
cópias, nos termos do artigo 525 do Código de Processo: a) Cópias obrigatórias: decisão
agravada, certidão de intimação da decisão agravada e procurações; b) cópias
facultativas.
Informa, ainda, que estão constituídos nos autos os seguintes advogados:

JAIME DE ZANCS OAB/MS 09872

Informa, por fim, que segue acostada a guia do preparo.

Termos em que,
pede deferimento.

Campo Grande, 07 de abril de 2.011.

Thiago Tadashi Uechi


OAB/MS 29811