Anda di halaman 1dari 10

UNIVERSIDADE DE CUIABÁ

SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
SISTEMAS

TEORIA DOS CONJUNTOS

Cuiabá-MT

2011

Prof. Marcus Vinicius


2

TEORIA DOS CONJUNTOS


Símbolos
pertence existe

não pertence não existe

está contido para todo (ou qualquer que seja)

não está contido conjunto vazio

contém ℕ conjunto dos números naturais

não contém ℤ conjunto dos números inteiros

/ tal que ℚ conjunto dos números racionais

implica que Ir conjunto dos números irracionais

se, e somente se ℝ conjunto dos números reais

Pertinência.

a ∈ A → lê-se: a pertence a A
a ∉ B → Lê-se: a não pertence a B
Exemplo: Dado o conjunto A={0,1,2,3,4,...}, temos: 3 ∈ A e −3 ∈ A .
Representação:
Um conjunto pode ser representado entre chaves de duas
maneiras: por extenso, enumerando elemento por elemento ou
abreviadamente, destacando uma propriedade comum apenas aos
seus elementos.

Exemplo: Os elementos do conjunto A são os divisores positivos de 24.


A representação entre chaves pode ser feita:

Por extenso: A={1,2,3,4,6,8,12,24} ou


Abreviadamente: A={x / x é divisor positivo de 24}

Diagrama de Venn.
É a representação de um conjunto com auxílio de uma linha fechada e
não entrelaçada e seus pontos interiores.

Exemplo: seja o conjunto A dos números primos menores que 30.

2 3 5

11 7 13 29

17 19 23 Prof. Marcus Vinicius


3

Igualdade entre conjuntos.


Dois conjuntos são iguais quando possuem os mesmos elementos.
A = B → Lê-se A é igual a B
Exemplo: Dados os conjuntos:
A={1,3,5} e B={x / x é impar, positivo, menor que 7}
Logo, A = B

Desigualdade entre conjuntos.


Dois conjuntos são diferentes quando existe pelos menos um elemento
que pertence a um dos conjuntos e não pertence ao outro.
A ≠ B → Lê-se A é diferente de B

Ex: Dados os conjuntos:


A={9,11,13,...} e B={x / x é impar, positivo, maior ou igual 7}
Portanto, A ≠ B

Inclusão – Subconjuntos.

Um conjunto A está contido em um conjunto B quando cada elemento


de A, também pertence a B. Neste caso dizemos que A é subconjunto
de B.

A ⊂ B ⇔ (∀x)( x ∈ A ⇒ x ∈ B)

A ⊂ B → Lê-se: A está contido em B.

Exemplo: Dados os conjuntos A={1,3,5} e B={0,1,2,3,4,5},


Temos: {1,3,5} ⊂ {0,1,2,3,4,5} ou A ⊂ B .

A negação da inclusão é representada por:


A ⊄ B → Lê-se: A não está contido em B.
Exemplo: Dados os conjuntos A={0,2,4} e B={1,2,3,4,5}
Temos: {0,2,4} ⊂ {1,2,3,4,5} ou A ⊂ B , pois 0 ∈ A e 0 ∈ B.

Dizer que “A contém B” equivale a dizer “B está contido em A”.


A ⊃ B → Lê-se: A contém B.

Exemplo: Dados os conjuntos A={-1,0,1,2,3} e B={-1,1,3},


Temos: {-1,0,1,2,3} ⊃ {-1,1,3} ou A ⊃ B .

Prof. Marcus Vinicius


4

Dizer que “A não contém B” é o mesmo que dizer “B não está


contido em A”.
A⊃B → Lê-se: A não contém B.

Exemplo: Dados os conjuntos A={-5,-3,-1} e B={-5,-4,-3,-2,-1},


Temos: {-5,-3,-1} ⊃ {-5,-4,-3,-2,-1} ou A ⊃ B.
• Todo o conjunto A é subconjunto dele próprio, ou seja ;
• O conjunto vazio, por convenção, é subconjunto de qualquer conjunto,
ou seja ∅ ⊂ A

Conceitos de conjuntos
Conjunto vazio.

É um conjunto que não possui elementos.


O conjunto vazio é representado por { } ou ∅.

Diferença de Conjuntos.

Dados os conjuntos A e B, define-se como diferença entre A e B (nesta


ordem) ao conjunto representado por A – B, formado por todos os
elementos pertencentes a A, mas que não pertencem a B, ou seja:

Exemplo: Dados os conjuntos A={-4,-3,-2,-1,0} e B={-2,-1,0,1}, Temos:


A – B = {-4,-3}.

Complementar entre conjuntos.

O conjunto complementar de B em relação a A é dado por:


B
C A
=A–B
B
C A
→ Lê-se: complementar de B em relação a A.

Exemplo: Dados os conjuntos A = { -4,-3,-2,-1,0} e B = { -2,-1,0}, temos:


B
C A
= A – B = { -4,-3 }

Prof. Marcus Vinicius


5

União de Conjuntos.

Dados os conjuntos A e B, define-se como união dos conjuntos A e B ao


conjunto representado por A ∪ B, formado por todos os elementos
pertencentes a A ou B, ou

Seja:

Exemplo: Dados os conjuntos A={-3,-2,-1,0} e B={-1,0,1}, Temos:

A U B ={-3,-2,-1,0,1}.

Intersecção de Conjuntos.

Dados os conjuntos A e B, define-se como intersecção dos conjuntos A


e B ao conjunto representado por A ∩ B, formado por todos os
elementos pertencentes a A e B, simultaneamente, ou seja:

Exemplo: Dados os conjuntos A={-3,-2,-1,0} e B={-1,0,1,2,3,4}, Temos:


A ∩ B = {-1,0}.

Prof. Marcus Vinicius


6

Conjuntos Numéricos

i) Conjunto dos Números Naturais ( IN ).

IN ={0,1,2,3,4,5,6,7,8,...}
IN*={1,2,3,4,5,6,7,8,...}=IN – {0}
No conjunto dos números naturais são definidas duas operações
fundamentais a adição e multiplicação.
Já a subtração entre dois números naturais nem sempre é um número
natural. Por exemplo, a equação x + 4 = 3 não tem solução em IN,
pois x = 3 – 4 não pertence ao conjunto IN.
Daí a necessidade de ampliar o conjunto IN, introduzindo os números
negativos.

ii) Conjunto dos números Inteiros ( ℤ ).


ℤ = {... , -3 , -2 , -1 , 0 , 1 , 2 , 3 , ...}
Subconjunto de ℤ :

ℤ * ={..., -3,-2,-1,1,2,3,...}= ℤ –{0}(conjunto dos números inteiros não nulos )


ℤ += {0,1,2,3,...}, ( conjunto dos números inteiros não negativos )
ℤ *+ = {1,2,3,...}, ( conjunto dos números inteiros positivos )
ℤ − = {..., -3,-2,-1,0}, ( conjunto dos números inteiros não positivos )
ℤ *− = {..., -3,-2,-1}, ( conjunto dos números inteiros negativos )

No conjunto ℤ são definidas também as operações de adição,


multiplicação e subtração.
Já a divisão de dois números inteiros nem sempre resulta um número
inteiro. Por exemplo, a equação 2x = 7 não tem solução em ℤ ,
pois x = – 7/2 não pertence a ℤ .
De um modo geral, não é possível resolver, em ℤ , nenhuma equação
da forma ax = b, com a ≠ 0 e com b não sendo múltiplo de a. Daí a
necessidade de ampliar o conjunto ℤ , introduzindo as frações não
aparentes.

Prof. Marcus Vinicius


7

iii) Conjunto dos números Racionais ( ℚ ).


Quando acrescentamos as frações não aparentes positivas e
negativas aos números inteiros, obtemos os números racionais.
a
ℚ = {x / x = ⇔ a ∈ ℤ eb ∈ ℤ *} .
b
Observação:
• A restrição b ≠ 0 é necessária, pois
a representa a divisão de a por
b
b e isso só tem significado quando b ≠ 0;
a
• O nome racional surgiu porque pode ser visto como uma razão
b
entre os inteiros a e b;
• A letra ℚ é a primeira letra da palavra quociente de a por b.

Subconjunto de ℚ
ℚ *= ℚ - {0}= conjunto do números racionais não nulos

ℚ += conjunto dos números racionais não negativos


ℚ *+ = conjunto dos números racionais positivos
ℚ − = conjunto dos números racionais não positivos
ℚ *− = conjunto dos números racionais negativos
Agora, nos racionais ( ℚ ), as quatros operações fundamentais são
possíveis, menos a divisão por zero.

iv) Conjunto dos números Irracionais

Consideremos por exemplo os números 2 e 3 , e vamos determinar


a sua representação decimal:
• 2 = 1,44142135...
• 3 = 1,7320508...
Observamos, então, que existem decimais infinitas não periódicas, as
quais damos o nome de números irracionais que não podem ser escritos
na forma a/b.
Observação: O número irracional mais famoso é o número π , que se
obtém dividindo o comprimento C de qualquer circunferência pelo seu
respectivo diâmetro, e que apresentamos abaixo, com suas 50 primeiras
casas decimais:
π = 3,141592653589793238846264338327950288419716939937510...
Prof. Marcus Vinicius
8

v) Conjunto dos números Reais (ℝ)

A reunião do conjunto dos números racionais com o conjunto dos


números irracionais nos dá um novo conjunto numérico denominado
conjunto dos números reais.

ℝ = ℚ ∪ I = {x / x é número racional ou x é número irracional}

Com o conjunto ℝ , a reta numérica fica totalmente preenchida, ou seja:


• a cada ponto da reta corresponde um único número real;
• Reciprocamente, a cada número real corresponde um único ponto
da reta.

ℕ ⊂ ℤ ⊂ ℚ ⊂ ℝ e Ir ⊂ ℝ

ℚ ∪ Ir = ℝ

Subconjunto de ℝ ( além de ℕ , ℤ, ℚ e II ):
IR*= IR – {0}= conjunto dos números reais não nulos.
IR+= conjunto dos números reais não negativos.
IR *+ = conjunto dos números reais positivos.
IR −= conjunto dos números reais não positivos.
IR *− = conjunto dos números reais negativos.

Prof. Marcus Vinicius


9

EXERCÍCIOS CONJUNTOS NUMÉRICOS

1) Utilizando os símbolos ∈ ou ∈ , relacione os elementos com os conjuntos


A = { 1 , 3 , 5 , 7 , ...} e B = { -1 , -3 , -5 , -7 , ...} .

a) 3 ____ A b) 5 ____ B c) -1 ____ A d) 7 ____ A

e) 9 ____ A f) – 11 ____ B g) – 13 ____ A i) – 8 ____ B

2) Represente abreviadamente e por extenso, o conjunto A dado que:


a) Os elementos de A são múltiplos negativos de 3.

b) Os elementos de A são números não-negativos cuja escrita termina em 0 ou 5, na


ordem das unidades simples.

3)Utilizando os símbolos ⊂ ou ⊂ , relacione os conjuntos A = { 0,-1,-3,-5},


B = { -3,-5} e C={ 0,-1}.

a) A____B b)B____A c) A____C d) C____A

4) Utilizando os símbolos ⊂ ou ⊂ , relacione os conjuntos


A = {x/x é um estado físico da matéria}, B = {sólido, líquido} e C={líquido e gasoso}.

a) A____B b) B____A c)A____C d)C____A

5) Dados os conjuntos A={0,1,2,3,4,5}, B={0,2,4} e C={1,3,5}, determine os seguintes


conjuntos:
a) AU B = b) A U C = c) B U C=

d) A ∩ B= e) A ∩ C = f) B ∩ C=

6) Dados os conjuntos A = {-2,-1,0,1,2}, B={0,1,2} e C={0,-1,-2}, obter os conjuntos:

a) A – B= b) A – C= c) B – A= c) C – A=

7) O conjunto A tem 20 elementos; A ∩ B tem 12 elementos e A U B tem 60


elementos. O número de elementos do conjunto B é:

a) 28 b) 36 c) 40 d) 48 e) 52

Prof. Marcus Vinicius


10

8) Se A e B são dois conjuntos não-vazios tais que:


A U B = { 1,2,3,4,5,6,7,8}, A – B ={ 1,3,6,7} e B – A ={ 4,8} então , A ∩ B é o conjunto:

a) Ø b) { 1 , 4} c) { 2 , 5} d) {6,7,8} e){1,3,4,6,7,8}
9) Determinar o valor das expressões:

a) (2 + √2 )² e) ( 3 + 2 )² + ( 3 − 2 )²
3
b) ( 3√5 − 2√3 ).( 3√5 + 2√3 ) f) 216 + 4
81 − 3 125
c) 3 27 − 81 + 1 g) 1, 44
d) ( 5 − 2 )² h) 2,16

10) Represente os seguintes conjuntos por extensão de seus elementos:

a) A = { x ∈ ℕ / x ≤ 4}

b) B = { x ∈ ℕ /1 < x < 6}
c) C = { x ∈ ℤ * / − 3 ≤ x ≤ 1}

11) Racionalize os denominadores das frações:

3 2+ 3 4
a) b) c)
2 2− 3 2

1 6 7+ 2
d) e) f)
3+ 2 1− 5 7− 2

12) Calcule os valores racionais de:

3 1 2 1 1 2 1 1
a) + b) − + c) ⋅ −
4 6 5 6 2 5 4 10

3 1 2 5 3 6 37
d) − + e) ⋅ ⋅ f) +6
6 4 5 2 4 7 45

13) Encontre a fração geratriz, das dízimas abaixo:

a) 1,32 b) 0,77777... c) 0,24242424...

d) 2,13566666... e) 23,43333... f) 9,14255555...

g) 13,24 h) 5,042131313... i) 37,50322222...

Prof. Marcus Vinicius