Anda di halaman 1dari 12

ProJETO Minas Gerais.

Terra das Capitais


ProJETO Minas Gerais. Terra das Capitais Apresentação 2
Objetivos 4
Justificativas 6
Roteiro e Capitais 11
Produtos 12
Cronograma 14
Proposta 15
Equipe 18
INVESTIMENTO 19
Apresentação
As capitar

“Mineiro do interior, de cidade pequena, a quantidade de cidades mineiras


especializadas em algum tipo de produção
estudado o assunto, e que venham
acompanhando o desenvolvimento dessas
não é de lugar nenhum. É de perto. Por isso,
industrial. Normalmente em atividades cidades. Os pesquisadores do Cedeplar, da
dizem, pra saber onde ele nasceu, tem-se
que ocupam bastante mão de obra (setor UFMG, serão a fonte.
que fazer quatro perguntas:
de confecções e artefatos de couro, por
É importante também observar que algumas
1) De onde você é? exemplo).
das capitais se encaixam em atividades
Ele vai responder: “Duma cidadezinha.” Daí termos a capital da bucha, a da carne tradicionais, enquanto uma, pelo menos, está
seca, a do abacaxi, a da sela de cavalos, num segmento de ponta. Trata-se de Santa
2) Qual?
a do pé de moleque, a dos bruxos, a do Rita do Sapucaí. A cidade vive o “boom”
R: “Lá das bandas do Sur.” pequi... E mais de 40 outras! da eletrônica. O início, há décadas, foi
modesto, marcado pelo desenvolvimento de
3) Qual cidade? “As capitar”, uma série de histórias, é um
fabriquetas de antenas para TV, a partir de
projeto que documentará, de forma bem
R: “Perto de Pó de Carda.” uma escola técnica de eletrônica.
humorada e ilustrada, como cada cidade se
4) Onde você nasceu? tornou a “capitar”. Em cada uma delas vamos Já Salinas, no Norte, vive da cachaça.
achar personagens que contem a vida local, Contudo, ali acaba de ser inaugurada
R: “Nos Boteio.”
“causos” engraçados e outros aspectos de uma faculdade de química, voltada para a
Bom, o mineiro responde assim apenas relevância histórica e cultural. A fonte para cachaçaria. A cachaça é a terceira bebida
oralmente e longe do seu habitat. Se alguém indicarmos uma cidade como “capitar”, destilada no ranking mundial. E Minas tem
“Canta a tua aldeia e serás universal” escrever numa grande revista ou jornal quando não for de domínio público, serão dedicado atenção especial ao produto.
Tolstoi coisa do tipo “na pequena Botelhos” (os entidades como a Emater-MG, o IMA e outros.
Enquanto isso, em algumas cidades, a
Boteio), não será pequena a quantidade de
Não vamos nos limitar a aspectos divertidos, produção é realizada por meio de técnicas
impropérios que chegará à redação.
burlescos e folclóricos, claro. A proposta artesanais. É o caso de Poço Fundo – a
Isso tem uma razão de ser: na maioria das é levantar um pouco da história de cada “capitar” do fumo de corda, ou fumo de rolo,
cidades do interior, as pessoas tendem a uma, ouvindo os pioneiros quando for produto tradicional, possivelmente em vias de
aumentar a importância da sua terrinha natal. possível, para tornar claros os motivos da desaparecer. Se essa for a perspectiva, que
Ninguém quer que ela seja desconhecida especialização, e como se deu o processo. futuro terá Poço Fundo?
– leia-se desvalorizada. É justo. Se Tolstoi
Deveremos levantar o máximo de informações A série de matérias vai analisar as perspectivas
todos fossem, diriam: “Canta a tua aldeia e
de caráter econômico e social. Quantidade de de cada um desses modelos. E essa análise
aumentarás a tua importância”.
empresas instaladas, sistemas de produção, será um dos pontos fortes da série.
Por isso, os habitantes dessas localidades mercados atendidos, suprimento de matérias-
querem que elas sejam capitais. Se não -primas, pessoal empregado, estimativa de
pode ser a capital política, então que seja a renda gerada e outros.
“capitar” de alguma coisa, de forma a tornar
A idéia é ouvir empresários, gerentes de
a cidade mais importante e conhecida de
bancos, prefeitos, secretários municipais,
todos. Marketing melhor do que esse, caipira,
representantes de entidades como o Sebrae,
para valorizar a cidade, não parece existir.
historiadores locais. Com eles, vamos mostrar
E é por causa disso que elas, aparentemente,
o crescimento econômico, político e social de
têm conseguido se desenvolver.
cada uma das cidades retratadas.
De fato, embora não seja uma exclusividade
Para a abertura da série de matérias
de Minas Gerais, chama a atenção
ouviremos analistas mineiros que tenham

2 Minas Gerais. Terra das Capitais 3


Objetivos
Frutal: capital nacional do abacaxi

O objetivo principal é valorizar a cidadania


mineira de uma forma leve e moderna, além
de ser um documento de preservação da
memória do Estado.

A série contribuirá também para atrair


turistas em termos regionais e mesmo
nacionalmente. Vamos explorar o fato de
Minas Gerais ser um estado mediterrâneo
e estar a meio caminho entre o Sul e o
Nordeste, para tornar essas cidades mais
conhecidas do resto do país.

Ela ainda incentivará as trocas entre as


regiões mineiras, as vendas para outros
estados – quiçá exportações semiartesanais
–, proporcionando consequentemente o
fortalecimento das marcas, dos produtos e
da microeconomia local.

Nas “capitais” onde não houver uma ligação


direta com uma atividade econômica –
caso de Jequitibá, que se autodenomina
Capital do Folclore, o objetivo contemplará o
aumento do número de turistas.

4 Minas Gerais. Terra das Capitais 5


Justificativas
SALINAS: CAPITAL NACIONAL DA CACHAÇA

A maior parte das “capitais” tem pouca


importância econômica fora das suas
microrregiões de origem; mesmo assim têm
grande potencial turístico – ainda mais agora,
quando a maioria também está inserida
dentro de algum dos Circuitos Oficiais
turísticos de Minas Gerais.

A divulgação de suas atividades, cultura e


modo de vida vai contribuir eficazmente para
a atração de novos turistas, que por sua vez
vão gerar, paulatinamente, mais produto,
renda e emprego.

Por isso, acreditamos, esse projeto, inédito


e criativo – trata-se de uma nova maneira
de apresentar os antigos e bons valores de
Minas –, seja de total interesse do Governo
de Minas.

6 Minas Gerais. Terra das Capitais 7


8 Minas Gerais. Terra das Capitais 9
Roteiro e
Capitais
S ugerimos que a série deva mostrar
alternadamente cidades de todas as regiões
do Estado.

Uma primeira lista, contempla as seguintes


cidades:

CIDADE CAPITAL CIDADE CAPITAL


Aiuruoca (a verificar) dos bruxos Maria da Fé do frio
Andradas do vinho Mariana da música
Araçuaí da manga Matias Cardoso das Gerais
Arcos do calcário Monte Sião do tricô
Bambuí (a verificar) do carro de boi Nepomuceno do ovo
Barbacena das rosas Nova Serrana do tênis
Belo Horizonte dos bares Ouro Preto da pedra sabão
Bonfim da bucha Pará de Minas do frango
Borda da Mata do pijama Paraopeba do quiabo
Claúdio da fundição Patos de Minas do milho
Conceição dos Ouros do polvilho Papagaios da ardósia
Conceição do Mato Poço Fundo do fumo de rolo
do ecoturismo
Dentro Salinas da cachaça
Consolação (a verificar) do morango Santa Rita do Sapucaí da eletrônica
Divinópolis da moda Santo Antônio do Monte dos fogos de artifício
Frutal do abacaxi São João Del Rey do estanho
Ipuiuna da batata São João Nepomuceno do vestuário
Itajubá do canto coral Serro do queijo artesanal
Jacutinga do agasalho Teófilo Otoni da pedra preciosa
Japonvar do pequi Timóteo do inox
Jequitibá do folclore Uberaba do zebu
Juruáia da lingerie Uberlândia do atacado
Lagoa Dourada do rocambole Varginha do café

10 Minas Gerais. Terra das Capitais 11


Produtos
VARGINHA: CAPITAL DO E.T.

Como produtos do projeto Minas Gerais.


Terra das Capitais, inicialmente será
produzido uma série de matérias, a serem
publicadas gradativamente em veículos de
comunicação de circulação nacional.

Como suporte às reportagens, sugerimos


um Website totalmente interativo, com o
conteúdo das reportagens, podcasts com
as entrevistas e personagens, blogs, material
fotográfico produzido pelo projeto e por
leitores, além espaços para comentários,
pensando na total interatividade com os
leitores. Serão inseridas ferramentas de última
geração como imagens georeferenciadas,
mapas interativos, ferramentas de
comunicação do tipo RSS e outros.

Ao final do projeto, será montada uma


exposição, com uma coletânea de fotos
e textos do projeto. Serão ainda incluídas
instalações audiovisuais e conteúdo interativo
nesta exposição.

Sugerimos em seguida a edição de um livro


que, além dos textos e fotos originais, poderá
incorporar outros, inéditos, que por qualquer
motivo não tenham sido aproveitados.

12 Minas Gerais. Terra das Capitais 13


Cronograma Proposta
Nossa proposta inicial inclui a documentação
de 30 “capitais”, em rotas pré definidas.
A proposta da Agência Nitro para Minas ∏∏ Editar e compilar as reportagens, com
Gerais. Terra das Capitais é ser a textos e fotos, entregando-as prontas para
Maio/2011 . Pesquisa e pré produção produtora executiva que desenvolverá todo o publicação;
projeto, desde o planejamento de execução ∏∏ Criar e administrar o Website de suporte ao
Junho/2001 . Início das viagens de campo até a coordenação editorial do conteúdo final. projeto, durante o período de execução;
Outubro/2011 . Edição das histórias Sua atuação será: ∏∏ Confeccionar, montar e executar toda a
Novembro/2011 . Veiculação das histórias ∏∏ Planejar toda a estrutura de produção de exposição do conteúdo do projeto;
Fevereiro/2012 . Exposição Final conteúdo; ∏∏ Editar o livro final do projeto, cuidando de
∏∏ Coordenar e executar toda a produção de todo o processo de criação, diagramação,
conteúdo editorial (textos, fotos, entrevistas revisão de textos e fotos, e do acompanha-
e outros); mento gráfico do mesmo.

ITAJUBÁ: CAPITAL DO CANTO CORAL Monte Sião: CAPITAL DO tricÔ

14 Minas Gerais. Terra das Capitais 15


16 Minas Gerais. Terra das Capitais 17
Equipe INVESTIMENTO
Fotografia e produção executiva Jornalista
Agencia Nitro (Belo Horizonte/MG) Rogério Furtado (Itapeva/MG). LEI ESTADUAL DE INCENTIVO À CULTURA DE MINAS GERAIS

A Nitro Imagens é o resultado da parceria Em 33 anos de profissão, trabalhou na Folha CA 0625/001/2010 . R$ 259.956,00
entre quatro fotógrafos mineiros: Bruno de São Paulo, Gazeta Mercantil, Globo Rural e
Magalhães, Marcus Desimoni, Leo Drumond Guia Rural. É consultor da Unesco/Programa
e João Marcos Rosa. Eles compartilham Monumenta. Autor dos seguintes livros sobre CONCEIÇÃO DO MATO DENTRO: CAPITAL DO ECOTURISMO
a estrutura física e institucional, fazendo a recuperação do patrimônio histórico em
desta união um fortalecimento de seus vários municípios brasileiros: Jóias Artesanais
contatos e possibilitando um intercâmbio de de Natividade, TO; Aula Patrimônio, Alfândega
experiências e equipamentos. e Madre de Deus, RE; Casa dos Objetos
Mágicos, Salvador, BA; Praça da Alfândega,
Fundada em 2002, a Nitro atua no
Porto Alegre, RS; Praça Tiradentes, Calendário
mercado fotográfico corporativo, editorial e
Cultural,RJ; Festival de Poesia de Goyaz, GO;
documental. Além da prestação de serviços
Pelotas, RS; São Francisco do Sul, SC; Icó,
de fotografia, a Nitro desenvolve projetos
CE; Paraty, RJ; Lençóis, BA, Ouro Preto, MG.
fotográficos autorais e customizados,
Autor também do livro Agribusiness Brasileiro:
administra e disponibiliza seu banco de
A História. É detentor dos prêmios BNB de
imagens e edita e distribui livros de fotografia.
Jornalismo, 2003/2004; ABIC de Jornalismo,
Seus fotógrafos já foram agraciados com 1998/1999, ABIC de Jornalismo, 1997/1998,
os prêmios New Holland, Instituto Ayrton Agricultura Real, Ministério da Agricultura,
Sena, Itaú BBA, Banco do Nordeste e 1996/1997, ABIC de Jornalismo, 1995/1996.
National Geographic Brasil, alguns dos mais
importantes do País. Jornalista
Decca Furtado (Belo Horizonte/MG).
A Nitro conta com total estrutura de
atendimento, pesquisa e arquivo, e está Durante 30 anos, José Maria Furtado,
pronta para os desafios a que se propôs, o Decca Furtado, foi sucessivamente
desde quando foi fundada. Mais informações: pesquisador, repórter, editor assistente,
http://www.agencianitro.com.br correspondente e editor da Revista Exame,
para a qual trabalhou, em dois períodos, em
São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Recife.
Também foi um dos fundadores do jornal
Primeira Hora, de Uberlândia, assessor de
imprensa do Governo de Minas e editor
do DOM Belo Horizonte (Diário Oficial do
Município). Atualmente edita a Revista da
Contatos
SET, além de colaborar em publicações
como PIB-Presença Internacional do Brasil e Nitro Imagens . Bruno Magalhães
Revista Época. É detentor de vários prêmios + 55 31 3297-7848 . 31 9112 7166
Abril de Jornalismo. www.nitroimagens.com.br
nitro@agencianitro.com.br . bruno@agencianitro.com.br
Twitter: @nitroimagens
Rua Marquês de Paranaguá, 364 - Santo Antônio
30350-080 / Belo Horizonte - MG

18 Minas Gerais. Terra das Capitais 19