Anda di halaman 1dari 5

Mat.

p Economia -- Prof Luciane Grossi - Assunto: Limites


Limites
Noção intuitiva de limite
Seja a função f(x)=2x+1. Vamos dar valores a x que se aproximem de 1, pela sua direita (valores maiores que
1) e pela esquerda (valores menores que 1) e calcular o valor correspondente de y:

x y = 2x + 1
x y = 2x + 1
1,5 4
1,3 3,6 0,5 2
1,1 3,2 0,7 2,4
1,05 3,1 0,9 2,8
1,02 3,04 0,95 2,9
1,01 3,02 0,98 2,96
0,99 2,98

Notamos que à medida que x se aproxima de 1, y se


aproxima de 3, ou seja, quando x tende para 1 (x 1), y
tende para 3 (y 3), ou seja:

Nem é preciso que x assuma o valor 1. Se f(x) tende para 3 (f(x) 3), dizemos que o limite de f(x) quando
x 1 é 3, embora possam ocorrer casos em que para x = 1 o valor de f(x) não seja 3.

De forma geral: se, quando x se aproxima de a (x a), f(x) se aproxima de b (f(x) b).
Exemplo:

Como x² + x - 2 = (x - 1)(x + 2), temos:

Quando x se aproxima de 1 (x 1), f(x) se aproxima de 3, embora para x=1 tenhamos f(x) = 2. o que ocorre é
que procuramos o comportamento de y quando x 1. E, no caso, y 3. Logo, o limite de f(x) é 3.
Escrevemos:
Exemplos:
3 2
Analise da equação f ( x ) = x − 2x
3x − 6

Ilustração Gráfica

Antes de 2 depois de 2

4
Quanto mais próximo de 2 está x, mais próximo de 1,3333, ou seja, 3
está f(x).

x 3 − 2x 2 x 2 ( x − 2) x2 4
Se x≠ 2 temos que limx → 2 = lim x →2 = lim x →2 =
3x − 6 3( x − 2) 3 3

Então:
Notação Significação intuitiva Interpretação gráfica
lim f ( x ) = L Podemos tornar f(x) tão
x →a
próximo de L quanto
quisermos, escolhendo x
suficientemente próximo de a
e x≠ a

Operações com limites:

Supondo que limx →f a( x ) = f e lim g(x) = g , onde ( f e g são finitos), verificam-se para os limites as
x →a

seguintes propriedades:

a) lim [ f ( x) + g ( x)] = lim f ( x ) + lim g ( x) = f + g


x →a x →a x →a

b) lim [ f ( x) − g ( x)] = lim f ( x) − lim g ( x) = f − g


x →a x →a x →a

c) lim [ f ( x) × g ( x)] = lim f ( x) × lim g ( x ) = f × g


x →a x →a x →a

d) lim [ f ( x) ÷ g ( x)] = lim f ( x) ÷ lim g ( x) = f ÷ g com g ≠ 0


x →a x →a x →a

e) lim [ f ( x)]n = [lim f ( x)]n = f n


x →a x →a
Exemplos:
1) limx → 4 (2 x − 3) = 2(4) − 3 = 8 − 3 = 5 4) lim x →25 6 = 6

2) lim x →−3 ( x 2 + 1) = (−3)2 + 1 = 9 + 1= 10


5) limx →1
x 2 + x − 2 ( x − 1)( x + 2)
= =3
x −1 x −1
3) limx →7 x + 2 = 7 + 2 = 9 = 3

Obs. importante: O limite de f(x) para x a existe se, e somente se, os limites laterais à direita a esquerda
são iguais, ou seja:

• Se lim f ( x ) = lim f ( x ) = L ⇒ lim f ( x ) = L


x→a− x →a + x→a

• Se lim f ( x) ≠ lim f ( x) ⇒ ∃/ lim f ( x )


x → a− x → a+ x→ a

 x + 2 se x ≤3
Exemplo: Seja f ( x) = 
2 x + 2 se x >3

Verifique que:

lim f ( x ) = 5 é diferente de lim f ( x) = 8


x →3− x →3+

O esboço gráfico ao lado ajuda a concluir


sobre a inexistência do limite da função no
ponto x = 3

Obs: No caso em que um dos limites laterais não existe ou no caso de ambos existirem porém com valores
diferentes, diremos que a função não tem limite no ponto em questão.

Exercícios: Calcule os limites das funções abaixo

1 − x 2 s e x < 2  3x − 2 s e x > − 1
 
a) f(x)=  0 s ex = 2 b) f(x)=  3 s ex = − 1
 x − 1 s ex > 2  5 + 1 0x s e x < − 1
 
Exercícios: Calcule os limites abaixo

a) lim12 = x 3 + 2 x 2 − 3x + 2
x→3 j) lim 3 =
x →−2 x 2 + 4x + 3
b) lim 5x =
x →2
x2 − 4
k) lim =
(5 x + 12 ) =
x →2 x 2 − 2x
c) xlim
→−3

x+4
l) lim =
d) lim (3 x 2 − 5 x + 2) = x →− 1 2x + 1
x →2

m) xlim (− x ) =
e) lim ( 1 + x −1) = →− 3
x →3

lim π = x2 − 4
f) n) lim =
x →−3 x →2 x − 2

g) lim( −1) = r2 − r
x →π
o) lim =
r →1 2 r 2 + 5 r − 7

x 2 + 2x −3
h) lim =
x →−1 4x −3 1+ x −2
p) lim =
x →3 x −3
2
 2 x 2 − x +1 
i) lim   =
x →1 
 3x − 2 

3.7 Continuidade

Dizemos que uma função é contínua no número c se forem satisfeitas as condições:


i) f(c) está definida;
ii) lim f ( x) existe;
x→c

iii) lim f ( x) = f (c)


x→c
Se uma ou mais dessas condições não forem satisfeitas em c, a função f é dita descontínua em c.

Exemplos:
Verifique se as funções abaixo são contínuas:
 2x + 1, s ex ≠ 1  x + 1, s ex ≤ 1
a) f ( x) =  b) f ( x) = 

 4, s ex = 1  1 − x, s ex > 1