Anda di halaman 1dari 9

DESENHO BÁSICO

ESCALAS
Escala Numérica - é a relação que existe entre o tamanho do desenho de
um objeto e o seu tamanho real.

· A necessidade de usarmos a escala surgiu com a impossibilidade de


apresentarmos os objetos em verdadeira grandeza, cujas dimensões eram
muito grandes ou pequenas, existindo a necessidade de guardar as
proporções entre as medidas apresentadas no papel com as medidas que
apresentam as dimensões reais. Imagine você representar graficamente
uma casa com suas dimensões reais em um papel de tamanho A4 por
exemplo!!!

· No desenho técnico, todo objeto deve ser desenhado o mais proporcional


possível, isto é, toda medida de determinada peça, contida no desenho,
deverá manter uma certa relação com a medida do objeto real.

· Escala é a relação entre o tamanho de uma dimensão no desenho e a


sua respectiva medida real.
DESENHO BÁSICO

ESCALAS

Por exemplo, um objeto em forma de placa quadrada tendo 50 cm de lado


é representado num desenho por um quadrado com 20 mm de lado. Neste
caso, dizemos que a escala do desenho é:

Escala = medida do desenho = 20 mm = 20 mm = 1 ou 1:25


medida do objeto 50 cm 500 mm 25

Esta então é uma escala de redução. Por outro lado, quando o desenho e
o objeto têm o mesmo tamanho, a escala é dita natural. A NB-8 recomenda
as seguintes escalas:

- Para redução - 1:2; 1:2,5; 1:5; 1:10; 1:20; 1:25; 1:50; 1:100; 1:200;
1:500; 1:1000; 1:2000; etc.
- Para ampliação - 2:1; 5:1; 10:1; 20:1; etc.
DESENHO BÁSICO
ESCALAS
Tipos de escalas
Existem três tipos de escala: natural, de redução e de ampliação.
Tipos de escala Notação da Escala Emprego
(ABNT)
Natural 1:1 (lê-se escala um por/pra um) Em desenhos que são
representados em seu
tamanho real
Redução 1:2 (lê-se escala um por/pra dois) Usadas para o desenho de
1:2,5 ; 1:5 ; 1:10 objetos de dimensões maiores.
1:50 ; 1:100
1:200 ; 1:500

Ampliação 2:1 (lê-se escala dois por/pra um) Usadas para desenho de
5:1 ; 10:1 objetos de pequenas
dimensões

Obs: Nos desenhos de construção civil ou mobiliário, as escalas são quase


sempre, de redução, e para detalhes pode-se chegar a usar escalas naturais.
DESENHO BÁSICO
ESCALAS
Fórmulas para cálculos de escalas

1) Fator de redução – forma 1/x , onde x é o fator de redução.

medida do objeto = medida do desenho


fator de redução

1/10 = Numa escala de 1:10, toda a peça foi reduzida a uma décima parte da
sua medida real.
1/50 = Numa escala de 1:50, toda a peça foi reduzida 50 vezes em relação
ao tamanho natural.

2) Fator de ampliação – forma x/1, onde x é o fator de ampliação.

medida do objeto x fator de ampliação = medida do desenho

10/1 = Significa que numa escala de 10:1, a peça foi ampliada dez vezes em
relação ao seu tamanho real.
50/1= Significa que numa escala de 50:1, a peça foi ampliada cinqüenta
vezes em relação ao tamanho natural.
DESENHO BÁSICO

ESCALAS
A escala deve constar na legenda, obrigatoriamente. Quando
numa mesma folha houver desenhos com várias escalas, elas devem ser
indicadas em cada um deles.

Usam-se as seguintes notações: ESCALA 1/20 ou ESCALA 1: 20. A palavra


"escala" pode ser escrita abreviada - ESC. 1:20

Lembretes:
- A escala diz respeito apenas ao tamanho do desenho, é na cotagem
que colocaremos suas medidas reais.
- Não existe escala nas medidas angulares, apenas nas lineares.
- A escala pode mudar, mas as medidas reais NUNCA MUDAM.
DESENHO BÁSICO

ESCALAS

Escala = Distância Gráfica = Tamanho do Desenho


Distância Real Tamanho real do objeto

Exemplo: Escala 1/100

O exemplo significa que cada (1) unidade do desenho corresponde a


100 unidades reais, ou seja, 1 cm do desenho corresponde a 100 cm
reais (1 metro).

1m na escala 1:100 corresponde a 1 m = 0,01m (ou 1 cm)


100
Aplicando a fórmula pode-se descobrir:
1. Qual a escala na qual foi desenhado o objeto.
2. Qual o tamanho do desenho de um objeto em uma determinada
escala.
3. Qual o tamanho real do objeto.
DESENHO BÁSICO
ESCALAS
Exemplos de cálculos de escalas:

1) Qual a escala que se encontra uma medida representada na distância gráfica por 6cm e
tem uma distância real de 3m.

Med.des. = medida do objeto - 6 cm= 3m - 0,06m=3m - x= 3 = 50 (escala 1:50)


fator de redução x x 0.06
2) Para uma escala de 1:50, que tamanho teria uma casa de 15,00 por 25,00?

Med.des. = medida do objeto = 15 = 0,30m


fator de redução 50
Med.des. = medida do objeto = 25 = 0,50m
fator de redução 50
Logo a construção desenhada na escala 1:50, teria 0,3 x 0,5m ou 30 x 50 cm
3) Qual a medida real de uma porta que tem uma distância gráfica de 3,2cm e está
representada na escala 1:25?

Med.des. = medida do objeto , então: 3,2cm = x = 80cm


fator de redução 25
DESENHO BÁSICO

ESCALAS

Uso do escalímetro

Na prática o uso do escalímetro dispensa os cálculos. O


escalímetro é uma régua graduada em metros segundo fatores de redução
indicados ao lado de cada graduação. Para uso em desenho de
arquitetura e design de móveis o mais comum é o de número 1, que
contém as escalas 1:100, 1:125, 1:50, 1:75, 1:20 e 1:25.

O escalímetro pode ser usado para outras escalas, para isso


basta usar um artifício simples:
· Escala 1:10 – usa-se a escala 1:100 dividindo os valores por 10 (10cm
passam a valer 1cm).
· Escala 1:5 – usa-se a escala 1:50 dividindo os valores por 10 (5cm
passam a valer 0,5cm).
e assim sucessivamente...
DESENHO BÁSICO

ESCALAS

Referências Bibliográficas

DENCKER, Kelly Loureiro. Desenho Básico. UDESC, 2009

ARRUDA, Carlos Kleber. Apostila de Desenho Técnico Básico. 2004