Anda di halaman 1dari 6

Centro Universitário de Rio Preto

TRABALHO: FSK (FREQUENCY SHIFT -


KEYING) MODULAÇÃO POR CHAVEAMENTO
DE FREQÜÊNCIA

Alunos: David Pereira Amador Júnior RA: 20031005


Denivon José dos Santos RA: 20050891
Edilson Carlos Doimo RA: 20063474
João Renato de Macedo RA: 20092016
Turma: 54341-1
Disciplina: Princípios de Comunicação
Curso: Engenharia Elétrica
Professor: Silvio M. A. Malzone
São José do Rio Preto, 20 de Outubro de 2010.
FSK-Chaveamento por desvio de frequência
DEFINIÇÃO:

Em FSK (bastante usado em sistemas de radio), o chaveamento altera a frequência da onda


portadora do modem, mantendo a mesma amplitude e a continuidade da fase. assim, a
portadora assume dois valores de frequências (tons de áudio), um para o bit 1 e outro para o
bit 0.

O modulador FSK é formado por dois moduladores ASK, sendo que um deles produz
pulsos modulados na frequência F1 para cada bit 1, enquanto que o outro produz pulsos
modulados na frequência F0 para cada bit 0. A saída dos moduladores é combinada e
transmitida.

1) MODULAÇÃO:
DEFINIÇÃO SINAL MODULANTE E ONDA PORTADORA:

O sinal modulante é o próprio sinal que se deseja transmitir, mas, que devido a suas
características de baixa freqüência, deve ser superposto a uma onda portadora de freqüência
mais alta de tal forma que possa se propagar através dos meios físicos de transmissão.

Para facilitar a transmissão do sinal através dos meios físicos, e adequar as freqüências aos
sistemas de comunicação, se utiliza a chamada onda portadora, em cima da qual viaja o
sinal a ser transmitido.

A onda portadora é um sinal senoidal caracterizado por três variáveis: Amplitude,


Freqüência e Fase. Por definição este sinal existe ao longo de todo o tempo, ou seja, com
"t" variando de menos infinito a mais infinito.
O SINAL:
DIAGRAMA DE BLOCO DO MODULADOR:

A modulação FSK atribui frequências diferentes para a portadora em função do bit que é
transmitido. Portanto, quando um bit 0 é transmitido, a portadora assume uma frequência
correspondente a um bit 0 durante o período de duração de um bit. Quando um bit 1 é
transmitido, a frequência da portadora é modificada para um valor correspondente a um bit
1 e analogamente, permanece nesta frequência durante o período de duração de 1 bit, como
mostrado na figura a seguir.
A modulação FSK aumenta a redundância da informação transmitida, portanto reduz a
probabilidade de erro na demodulação.

2) DEMODULADOR:

DIAGRAMA DE BLOCO DO DEMODULADOR:

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

O demodulador FSK o amplificador limitador tem a finalidade de amplificar o sinal FSK,


aplicado na entrada do demodulador e eliminar as variações de amplitude e ruídos
eventualmente presentes. É formado por um divisor de sinais cujas saídas são aplicadas a
filtros passa-faixa centrados em F1 e F0 e posteriormente seguidos de demoduladores ASK.
Os sinais de baixa frequência são somados com a polaridade adequada a fim de obter como
resultado um sinal BK.

O formato de modulação FSK é o que ocupa a maior largura de faixa de todos, pois os
espectros centrados em F0 e F1 não podem ser superpostos a fim de que a informação seja
preservada.

APLICAÇÃO:

A modulação FSK é utilizada em modens de baixa velocidade (com velocidade de


transmissão igual ou menor que 2400 bps); transmissão via radio (na transmissão de sinais
de radiocontrole).
FSK conseguiu manter o seu uso durante os tempos modernos e se adaptou bem ao domínio
digital, e continua a servir aqueles que precisam de transferência de dados via computador,
de cabo ou fio. Não há dúvida de que será o sinal usado desde que haja a necessidade de
transmitir informações em uma forma altamente eficaz e barato.

Tem como principal característica a boa imunidade a ruídos, quando comparado com a
modulação ASK. E como ponto negativo apresenta maior largura de faixas dentre as
modulações chaveadas.