Anda di halaman 1dari 30

PLANEJAMENTO DIDÁTICO-

PEDAGÓGICO
EDUCADORES DE LARANJAL
DO JARI E REGIÃO
AMAPÁ E PARÁ
O CONFERENCISTA
21 livros
VOZES, DPA, RECORD, NARRATIVAS, HW.
07 DVDs
Traduções no México e Argentina
1231 CONFERÊNCIAS NO BRASIL.
REVISTA ABC EDUCATIO
REVISTA PROFISSÃO MESTRE
www.hamiltonwerneck.com.br
hamilton@netflash.com.br
Drdo. em Educação
BIBLIOGRAFIA
• Pulso Forte e coração que ama
• O cotidiano da sala de aula – DVD
• Avaliar ou Examinar, eis a questão – DVD
• Reflexão Pedagógica e auto-estima –
DVD.
• Realizando-se como educador – DVD
• Professor acredite em si mesmo.
A CONFERÊNCIA
• Ressignificar e entender linguagens evita
garante melhor planejamento.
• O bom planejamento considera o contexto.
• Adequar conteúdos à idade psicológica do
educando faz parte do planejamento.
• Educar pobre para continuar pobre é fingimento.
• Cuidado com o fingir trabalhar e fingir receber
salário.
• Planejar para transformar; ensinar para o aluno
aprender.
Ressignificação e Linguagens
• A criança encontrou uma dentadura em
cima da mesa de cabeceira ao lado da
cama do casal.

• “Encontrei uma gargalhada; é da vovó”


Ressignificação e Linguagens
• A história do tio e sobrinhos sobre o Rio
Preto no Estado de São Paulo:

• O que disse a menina de 9 anos?

• O que disse o menino de 4 anos?


Ressignificações e Linguagens
• Uma criança que sempre viveu numa
metrópole brasileira e desconhecia aves,
ao ver uma galinha num sítio, durante as
férias, exclamou:

• “OLHA UMA KNORR”!!!


Ressignificações e Linguagens
• O pai, passeando com o filho pela cidade,
parou diante de um prédio que fora
implodido. Afirmou para a criança:

• Meu filho, implodiram o prédio!

• Não, papai, construíram um terreno!


• (aluno de pré-escola).
Por que o avião voa?
• Uma experiência científica, cara, com
materiais importados.

• Uma ressignificação simples que leva ao


mesmo objetivo.

• Veja o resultado!
A lógica dos números
• Sobre o porquê da simbologia dos
algarismos arábicos.
• Há uma lógica na construção.
• Perdeu-se o significado através dos
tempos.
• Vamos ressignificar.

• Então, por que zero é escrito assim: 0


POR QUE?
• PORQUE ZERO NÃO TEM ÂNGULO !

• 0
O que perdeu o significado ?
• 1
• Z
• 7
• 8
• 4
• Por que o 7 deve ser cortado?
CONTEXTO
• Analise o filme, verifique o que o diretor
desejou transmitir e, em seguida, avalie
quais as perversidades foram transmitidas
aos telespectadores.

• Coca cola e Pepsi Cola.


ADEQUAÇÃO DE CONTEÚDOS
• A permanência do “modelito” do início do
século XX ( 1900...)
• 50 metros quadrados.
• 50 alunos.
• 50 minutos.
• Nota 50.
• “Fabricação em série e linearidade”
O modelo cartesiano
• Segmentação do estudo em disciplinas.
• Segmentação de disciplinas em sub
disciplinas.
• Separação quase absoluta entre os
conteúdos.
• Distorção da visão sistêmica do mundo.
• Atraso científico de 64 anos!
O modelo sistêmico
• Permite a multidisciplinaridade.
• Há experiência de interdisciplinaridade.
• Já se permite falar de trans e metadiscipli-
naridade.

Exemplo do cavalo romano e os foguetes


interplanetários.
Outros exemplos
• História conectada à matemática.
• Biologia desconectada da química (DNA).
• A experiência da interdisciplinaridade
entre ciências e inglês na 7ª série:
• As dúvidas das famílias eram cartesianas.
A experiência vivida em 1974
• Primeiro ano do ensino médio:
• Biologia (antropologia)
• Ensino religioso
• História
• Geografia
• Química (orgânica)
• Duração de UM BIMESTRE !
A QUESTÃO DA RESILIÊNCIA
• Origem da palavra
• O que é na prática
• Nas ciências humanas
• Na sala de aula
• Nas adaptações diárias
• Ainda é possível, mesmo em
circunstâncias adversas.
PORTANTO
• Rever conteúdos e adequá-los.
• Considerar contextos.
• Usar a capacidade de ser resiliente.
• Avaliar sem burocracias.
• Cuidar que os alunos aprendam.
• Compreender as linguagens.
ENCERRANDO...
• A prática pedagógica os aguarda. Tenham
coragem para transformar, deixando de
lado o costume de ser “piloto” de livro
didático.

• Confie no potencial de vocês, sejam


capazes de ensinar para os alunos terem
a capacidade de aprender.
• Um bom dia a todas e a todos!
Lembra da foto que circulou pela
internet, de um feto que, numa
cirurgia, pegou na mão do médico?

Bom, agora você pode ver o caso


por inteiro, (o bebê se chama
Samuel Alexander Armas).
A mãe do pequeno Samuel diz que eles “choraram por
dias” quando viram a foto.

Ela disse:

“A foto nos lembra que minha gravidez nada teve há


ver com deficiência ou doença, mas sim com o dom
de dar a vida a um pequeno ser humano.”

Samuel nasceu com perfeita saúde no dia 02/12/1999.


A operação foi 100% bem sucedida.
PIERRE LÉNA E OS JOVENS
• Os jovens esperam que a ciência tenha
um significado porém é difícil encantar os
jovens com educadores... Porque, estes,
conhecem muitas vezes, apenas
fragmentos da ciência. (Léna, 1999).
• Ensinar fragmentos desligados da
realidade leva à frustração pela falta de
significado. (Werneck,2003).