Anda di halaman 1dari 2

Endomenbranas são:

envoltório nuclear, retículo endoplasmático rugoso, retículo endoplasmático liso, complexo de


golgi, lisossomos, peroxissomos, vacúolo digestivo, vacúolo sulco celular, vacúolo pulsátil,
glioxissomos (mitocôndrias e cloroplastos)
o envoltório nuclear compartimentaliza o núcleo, segrega o DNA é formado por uma dupla
menbrana com poros. Esses poros servem para controlar a troca de substâncias entre o núcleo e o
citoplasma.
O retículo endoplasmático rugoso é um conjunto de cisternas localizadas na periferia do núcleo, que
apresentam o aspecto rugoso sob microscopia, pois possuem ribossomos em sua superfície. Sua
função é sintetizar proteínas. As proteínas que são sintetizadas por ribosomos livres, não necessitam
ser modificadas. Já as proteínas que são sintetizadas na por ribossomos na superfície do retículo
endoplasmático rugoso necessitam ser modificadas. O peptídeo sinal é uma sequência de
aminoácidos que vai indicar se a proteína precisa ser modificada. Terminada a síntese, o reticulo
endoplasmático rugoso sofre invaginação e libera inúmeras vesículas, denominadas vesículas de
trasnporte, que se fundem e formam o retículo endoplasmático liso.
O retículo endoplasmático liso é um conjunto de cisternas formadas a partir de vesículas de
trasnporte, oriundas do reticulo endoplasmático rugoso. As funções do retículo endoplasmáticpo
liso é: trasnporte de vesículas entre retículo endoplasmático rugoso e complexo de golgi;
detoxicação celular; metabolismo de carboidratos; síntese de lipídios; fabrica os peroxissomos (que
são vesículas que não se encaminharam ao complexo de golgi) e manutenção de gradientes iônicos.
O complexo de golgi é uma endomenbrana formada pelo conjunto de sáculos achatados,
denominados golgiossomos. Potem ter de 3 à 7 golgiossomos. Possui face cis e trans.
Suas funções são: modificação de proteínas sintetizadas no retículo endoplasmático rugoso, com
finalidade de ativá-las; controle do tráfego de vesículas; fabrica os lisossomos; realiza o controle de
secreção celular e o armazenamento de substâncias.
• lisossomos: endomenbranas formadas a partir de vesículas de secreção, oriundas do
complexo de golgi, que armazenam enzimas digestivas. Sua função é a digestão ntracelular,
autofagia e autólise.
• Peroxissomo: endomenbranas formadas a partir do retículo endoplasmático liso, que
armazena enzimas oxidasescoma função de detoxificação celular e a degradação de ipídios.
• Vacúolo digestivo: endomenbvrana formada a partir da fusão entre fagossomo e lisossomo.
• Vacúolo sulso celular: armazenamento de substâncias e é largamente encontrado em
vegetais.
• Vacúolo puls´til: eliminação de água dos protozoários de água doce.
• Glixiossomos: endomenbranas formadas a paretir do retículo endoplasmático liso
encontrados apenas em vegetais, que participam do ciclo do grioxilato (via metabólica em
que a célula transforma em que a célula transforma lipídio em carboidrato.

Endomenbranas são:
envoltório nuclear, retículo endoplasmático rugoso, retículo endoplasmático liso, complexo de
golgi, lisossomos, peroxissomos, vacúolos digestivos, vacúolo sulco celuar, vacúolo pulsátil,
glioxissomos...mitocôndrias e cloroplastos.

O envoltório nuclear compártimentaliza o núcelo, segraga o dna e é formado por dupla menbrana
com poros. Esses poros servem para controlar a troca de substâncias entre o núcleo e o citoplasma.
O retículo endoplasmático rugoso é formado pelo conjunto de cisternas localizadas na periferia do
núcleo. Sua função é sintetizar proteínas. As proteínas sintetizadas por ribossomos livres não
precissam ser modificadas. Já as proteínas sintetizadas por ribossomos na superfície do retículo
endoplasmático rugoso, necessitam ser modificadas. O peptídio sinal é uma sequência de
aminoácidos que vai indicar se a proteína precisa ser modificada.
Terminada a síntese, o retículo endoplamsático rugoso sofre invaginação, liberando vesículas,
denominadas vesículas de transporte, que se fundem e formam o reticulo endoplasmático liso.
O retículo endoplasmático liso é um conjunto de cisternas formadas a partir de vesículas de
trasnporte, oriundas do retículo endoplasmatico rugoso.

Endomenbranas são:
envoltório nuclear, retículo endoplasmático rugoso, retículo endoplasmático liso, complexo de
golgi, lisossomos, peroxissomos, glioxissomos, vacúolos(digestivo, sulco celular e
pulsátil)...mitocôndrias e cloroplastos.
O envoltório nuclear, acredita-se que foi formado a partir de invanginações da menbrana plasmática
ao longo da evolução celular. Ele compartimentaliza o núcleo, segrega o dna e é formado por uma
dupla menbrana com poros. Os poros tem a função de controlar a troca de substâncias entre o
núcleo e o citoplasma.
O retículo endoplasmático rugoso é um conjunto de cisternas localizadas na priferia