Anda di halaman 1dari 3

MODELO DE RESUMO DE PROJETO

A- PROJETO

1-Título: Grupo de Apoio ao Pré-vestibular (GAP)

2-Centro: Filosofia e Ciências Humanas 3- Departamento: História

4- Nome (Professor Coordenador): Prof. Pós Dr. Antônio 5- Fone: 88545253/32686225 6-Fax:21268292
Paulo de Morais Rezende
7- E-mail: professoresdogap@yahoo.com.br

B– EQUIPE DE TRABALHO

8- Professor(es) participante (es) (nome/titulação/e-mail):


José Batista Figueredo/ pós- Doutor
Antônio Montenegro/ pós- Doutor

9- N° de técnico (s): 10-N° de alunos de graduação: 11-N° de alunos de Pós-Graduação ( especificar nome, curso e função no projeto):
11 1

12- Área atuação:

[ ] Comunicação [X] Educação [] Saúde

[ ] Cultura [ ] Economia e Administração [] Trabalho

[ ] Tecnologia e Produção [ ] Meio Ambiente [] Direitos Humanos e Justiça

13- Local: Praça de Casa Forte, 365, Bairro Casa Forte 14- Período:
Inicio: janeiro de 2006.
Término: março 2007
15-Público Alvo:
• Toda a região Metropolitana do Recife, tendo como foco principal as comunidades e bolsões de pobreza
próximos a sua sede, excluídos de uma educação competitiva e humana;
• Tendo faixa etária diversa, desde que esteja incluída na demanda para o vestibular;
• Em situação de baixa e média renda, incapaz de pagar cursos de qualidade preparativos para o 3ª grau
público.

Av. Moraes Rego1235|Cidade Universitária|50670-901|Recife PE Brasil|Tel 21268130 Fax 21268132|e-mail proext@proext.ufpe.br


1
16- Objetivos:

Objetivos
16.1 geral
Aos servidos pelo projeto
• Assisti as comunidades da Ilha das Cobras, Cabocó, Vila Vintém, Mangabeira e outras Zonas Especiais
de Interesse Social (ZEIS);
• Auxiliar os bairros de Casa Forte, Poço da Panela, Santana, Nova Descoberta Alto do Mandu, Alto Santa
Isabel, Linha do Tiro, Morro da Conceição, Córrego do Euclides, Corrego do Butijão, Alto Nossa Senhora
de Fátima (Alto da Foice), Macaxeira, Alto do Eucalipto, Vasco da Gama, Guabiraba, Corrego do
Inácio, Córrego do Abacaxi, entre outras Regiões Político Administrativas (RPAs) do Recife.
• Criar um fluxo multidisciplinar de conhecimentos entre a universidade e as comunidades que a
cercam, efetuando a extensão e criando acesso aos conhecimentos produzidos na UFPE e no mundo
com o qual estes cidadãos são marginalizados.
• Incentivar a população a exercer sua cidadania;
Aos promotores do projeto
• Promover a extensão universitária, desenvolvendo um projeto piloto de caráter socio-educacional para
a universidade, pois esta não pode ficar como centro detentor do saber científico.

16.2 específicos
Aos servidos pelo projeto
• Trabalhar auto- estima do aluno; através de orientação pedagógica, planejamento de estudo,
orientação educacional e lazer, contextualizado com o conteúdo dado em sala de aula.
• Atuação em outros espaços - aulas: visitas a museus e Espaço Ciência.
• Oferecer educação voltada ao ingresso nas universidades públicas no período de 10 (dez) meses,
contando com 3 turmas de 20 alunos, totalizando 60 alunos;
• Ocupar tempo ocioso dos estudantes de segunda a sábado, estabelecendo espaços-aula para a
realização dos momentos pedagógicos: oferecer oficinas e dinâmicas de leitura, história e arte;
• Envolver a comunidade nas atividades expositivas;
• Acompanhamento pedagógico nas disciplinas dos alunos envolvidos, além de proporcionar também
orientação vocacional e planejamento de estudo.
Aos promotores do projeto
• Aprimorar as políticas didático - pedagógicas de sala de aulas;
• Desenvolver o acompanhamento e a avaliação sócio- econômico do aluno;
• Elaborar novas formas de autosustetabilidade do projeto;
• Ampliar o acesso aos meios de comunicação
Enquadrar na legislação vigente as formas de atuação do GAP, baseando-as nas Leis de Diretrizes e Base (LDB),
no Estatuto da Criança e do Adolescente, no Direto Cível como um todo.
17- Parcerias:
6 Escolas Públicas do Gere Norte
Programa Escola Aberta (MEC/UNESCO).
Projeto professor Futuro (Proext- UFPE)

Av. Moraes Rego1235|Cidade Universitária|50670-901|Recife PE Brasil|Tel 21268130 Fax 21268132|e-mail proext@proext.ufpe.br


2
18- Resumo do projeto ( ate 200 palavras):
Grupo de Apoio Pré-vestibular é um projeto com o intuito de capacitar indivíduos de baixa renda excluídos de
vagas nas instituições de ensino superior, mais acessível ao estudante com estrutura familiar privilegiada,
principalmente quando se trata de cursos tradicionais ou de projeção mercantil. Mesmo subsidiados com
recursos públicos, seus vinculados não prestam normalmente serviço às comunidades carentes a fim de corrigir
as diferenças sociais alargadas dentro do processo histórico. A iniciativa não visa à educação de resultados
imediatos, aprovação no vestibular, mas ao acompanhamento psico - pedagógico do indivíduo, compreendo-o
como agente social e elemento substancial no exercício da cidadania. Para isso, a preparação de uma
estrutura adequada: ambiente favorável ao estudo, material humano capacitado, número reduzido de alunos
em sala de aula, acompanhamento didático, material de estudo, planejamento familiar e acesso ao lazer são
indispensáveis à formação humana e técnica. Entendendo o ensino como construção mútua entre educador e
educando, possibilitando via alternativa e crítica a instrução profissional. Como bem escreveu Paulo Freire, “a
leitura do mundo precede sempre a leitura da palavra e a leitura desta implica a continuidade da leitura
daquele”, a extensão universitária, portanto, torna-se instrumento fundamental no diálogo com a sociedade.
19- Palavras chaves (5):
Ensino,
Planejamento,
Capacitação,
Orientação e
interdisciplinaridade
20- Referências Bibliográficas:
FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. 2 Ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995
FREIRE, Paulo. A importância do Ato de ler. São Paulo, Cortez/ autores associados, 1982
LIBÂNEO, Carlos José. Didática. São Paulo. Cortez, 1994
LIBÂNEO, Carlos José. Democratização da escola pública (a pedagogia crítico social dos conteúdos). São Paulo, Loyola, 1989
LUCKESI, Cipriano C. Et alii. Fazer universidade: uma proposta metodológica. São Paulo, Cortez, 1986
VIGOTSKY, L. Semenovich. A formação social da mente. São Paulo, Martins Fontes, 1984
ZAIDAN, Michel. A História como Paixão. Recife. Ed. Universitária, 1996

Av. Moraes Rego1235|Cidade Universitária|50670-901|Recife PE Brasil|Tel 21268130 Fax 21268132|e-mail proext@proext.ufpe.br


3