Anda di halaman 1dari 2

Histria 10 ano Ficha formativa 5 N______ Aluno _________________________________________________

Tratamento da Informao utilizao das fontes Compreenso Histrica Pesquisa selecciona e organiza a informao de forma autnoma e planificada para transformar em conhecimento mobilizvel Infere conceitos histricos a partir da interpretao de diferentes tipos de documentos e informaes Formular hipteses explicativas de factos histricos Localiza e situa eventos e processos no espao e tempo Compreende os fenmenos em termos de relatividade, multicausalidade e multiplicidade temporal Estabelece relaes Compreender o papel dos indivduos e grupos na dinmica social Exprime ideias histricas em termos de relatividade cultural Utilizar correctamente o vocabulrio especfico da disciplina

Comunicao Histrica

1) Explica os motivos do conflito surgido em 1054 entre a Igreja Crist Romana e a Igreja Bizantina Ortodoxa.

2) A partir da leitura da Fonte 10 da pgina 131 refere motivos de disseno e disputa entre as duas

igrejas crists.

3) As cruzadas foram conhecidas pelos ataques dos cristos do Ocidente aos territrios bizantinos. D

exemplos desses ataques e tenses.

4) Contra o avano dos muulmanos surgiram as cruzadas. Explica outras motivaes dessas expedies que se dirigiram para oriente e ocidente.

5) A partir da leitura dos documentos das pginas 137 a 139 possvel observar um ressurgimento econmico a partir do sculo XI mais notado no sector agrcola. Expe as principais mudanas registadas nesse sector ao longo dos sculos XI a XIII.

6) As feiras foram um dos melhores instrumentos de desenvolvimento econmico das populaes e territrios. Analisa a fonte 44 e explica de forma sinttica e clara os benefcios e obrigaes a que ficavam sujeitos os habitantes daquela povoao.

7) Caracteriza o novo tipo de mercador europeu da poca assinalando as zonas de comrcio mais importantes da Europa Ocidental.

8) Refere as principais consequncias demogrficas da crise ocorrida no sculo XIV relacionando-as

com as ocorrncias polticas e naturais que na poca sobrevieram.