Anda di halaman 1dari 1

introdução

moacyr scliar*

existem muitas razões para saudar o aparecimento, entre nós, do importante


“traumatismos na dentição decídua”, de autoria dos doutores paulo floriani kramer e
carlos alberto feldens, com a colaboração de vários profissionais da área. em
primeiro lugar por causa do tema. lesões traumáticas têm alta prevalência na
infância e suas repercussões são graves no estado geral e na própria estabilidade
emocional da infância. É um problema que tende a aumentar, em função do próprio
incremento da violência e dos acidentes, eventualidades cada vez mais freqüentes,
sobretudo nas grandes cidades. em segundo lugar pela abordagem dada ao referido
tema, baseada numa visão de saúde pública. É preciso dizer, entre parênteses, que,
na história da saúde pública no rio grande do sul, os odontólogos sempre
desempenharam um papel importante. a própria prática odontológica o favorece:
aborda problemas objetivos, mensuráveis e, em grande medida, preveníveis. este é o
enfoque adotado no presente texto, começando pela abordagem epidemiológica, um
capítulo que, além de úteis esclarecimentos gerais, abrange um cuidadosa e
exemplar estudo do problema.
a este capítulo segue-se outro, igualmente transcendente, sobre a prevenção
do traumatismo na dentição decídua. de novo, temos aqui a continuidade de uma
tradição pioneira. afinal, estamos falando de uma área da saúde que sempre deu
ênfase às medidas de higiene oral e à fluoretação como medidas preventivas
importantes. no caso das prevenção do traumatismo dentário este trabalho tem
importante conotação ao conscientizar as pessoas sobre as medidas de segurança que
implicam não apenas proteção mas uma atitude de atenção e respeito em relação ao
corpo. uma atitude que, diga-se de passagem, tornou-se dramaticamente necessária
diante dos repetidos relatos de violência contra crianças, que ganham espaço na
mídia e caracterizam uma grave problemática – sanitária e social. neste sentido, a
referência ao estatuto da criança e do adolescente é extremamente pertinente e
completa a detalhada análise feita nesse capítulo sobre a gênese das lesões
traumáticas.
por todas estas razões traumatismos da dentição decídua já tem o seu lugar
assegurado na literatura sobre saúde oral em nosso país. seu aparecimento dá
testemunho do alto nível atingido pela odontologia gaúcha – e representa uma
importante contribuição para a melhora das condições de vida de nossa gente.

* médico, especialista em saúde pública, doutor em ciências pela escola nacional de saúde
pública. professor do departamento de medicina preventiva da fundação faculdade federal de
ciências médicas de porto alegre. escritor, autor de, entre outros, do mágico ao social: a trajetória
da saúde pública (são paulo, senac, 2002).