Anda di halaman 1dari 7

Exus – Um estudo introdutório à luz da Umbanda e do livro Libertação.

Devemos começar afirmando que os Exus não são e nunca foram nada do que se parece com
o demo e qualquer associação a eles dessa forma é incidência em erro. Infelizmente, essa
errônea concepção ainda existe em muitos terreiros, resultado do sincretismo.
O termo Exu é sinônimo de Guardião e, como tais, temos os mais superiores (Cósmicos) que
fizeram descer à Terra 7 Exus Planetários, chamados “Exus Coroados” por integrarem a “Coroa
da Encruzilhada”. Os Exus Planetários são Guardiões dos Orixás, no sentido de assessores
diretos na execução “para baixo”. Por aí, vemos que nenhum orixá teria um “diabo” como seu
assessor direto. Os Exus Planetários jamais encarnaram na Terra e seguramente não
encarnarão, pois não estão afetos ao sistema cármico-evolutivo do planeta. Ao fim de sua
missão, cada Exu Planetário retorna à sua Pátria Sideral Original.
A função da falange de exus é ser agente da justiça cármica e agente de magia e, quando
libertarem-se dela, daqui há milênios, serão Guardiões Superiores de planetas mais evoluídos
que o nosso

Estes 7 Exus Planetários estão diretamente ligados aos 7 Orixás, da seguinte forma:

Exu Planetário 7 Encruzilhadas – serventia direta de Oxalá


Exu Planetário Tranca-Ruas – serventia direta de Ogum
Exu Planetário Marabô – serventia direta de Oxossi
Exu Planetário Gira-Mundo – serventia direta de Xangô
Exu Planetário Pinga-Fogo – serventia direta de Yorimá
Exu Planetário Tiriri – serventia direta de Yori
Exu Planetário Pomba-Gira – serventia direta de Yemanjá

Cada Exu Planetário dirige 7 Falanges chefiadas por um Exu de Lei. Os Exus de Lei são seres
que estão em fase de libertação dessa função, para assumir a função de Guardião em locais
mais evoluídos, até que um dia fiquem livres de tal função. Eles não se tornam caboclos por
evolução. Hierarquicamente, são 49 Exus de Lei que estão subordinados aos Chefes de
Falange (Orixás Menores) das 7 Linhas de Umbanda.

Os Exus de Lei fiscalizam a Quimbanda (Umbanda significa o conjunto de Leis Divinas e


Quimbanda significa o “oposto da Lei”). A Quimbanda faz o equilíbrio da Umbanda com a
Quiumbanda (reino dos Quiumbas, desequilíbrio ostensivo da Lei).

A Quimbanda combate o mal representado pela Quiumbanda, com seus planos e subplanos,
também atuando na cobrança do Karma, precipitando o choque do retorno. Os verdadeiros
Exus estão executando uma tarefa, acima dos conceitos de Bem ou de Mal, mas ligados a
conceitos como de Justiça e sua execução. Portanto, são Executores da Lei, estando mais
relacionados às vibrações telúricas.

Assim se compõe, então, a hierarquia da Quimbanda (Ki-Banda)

Linha de OXALÁ: Exu Planetário 7 Encruzilhadas

Exu 7 Encruzilhadas Urubatão da Guia representante direto de


Oxalá
Exu 7 Poeiras Guaraci intermediário para Ogum
Exu 7 Capas Guarani intermediário para Oxossi
Exu 7 Chaves Aymoré intermediário para Xangô
Exu 7 Cruzes Tupi intermediário para Yorimá
Exu 7 Pembas Ubiratan intermediário para Yori
Exu 7 Ventanias Ubirajara intermediário para
Yemanjá

Linha de OGUM: Exu Planetário Tranca-Ruas

Exu Tranca-Ruas Ogum de Lei representante direto de


Ogum
Exu Veludo Ogum Rompe-Mato intermediário para Oxossi
Exu Tira-Toco Ogum Beira Mar intermediário para Xangô
Exu Porteira Ogum de Malé intermediário para Yorimá
Exu Limpa-Tudo Ogum Megê intermediário para Yori
Exu Tranca-Gira Ogum Yara intermediário para
Yemanjá
Exu Tira-Teima Ogum Matinata intermediário para Oxalá

Linha de OXÓSSI: Exu Planetário Marabô

Exu Marabô Arranca-Toco representante direto de


Oxossi
Exu Capa Preta Cobra Coral intermediário para Xangô
Exu Lonan Tupynambá intermediário para Yorimá
Exu Bauru Jurema intermediário para Yori
Exu das Matas Pena Branca intermediário para Yemanjá
Exu Campina Arruda intermediário para Oxalá
Exu Pemba Araribóia intermediário para Ogum

Linha de XANGÔ: Exu Planetário Gira-Mundo

Exu Gira-Mundo Xangô Kaô representante direto de


Xangô
Exu Meia-Noite Xangô Pedra Preta intermediário para Yorimá
Exu Quebra Pedra Xangô 7 Cachoeiras intermediário para Yori
Exu Ventania Xangô 7 Pedreiras intermediário para Yemanjá
Exu Mangueira Xangô Pedra Branca intermediário para Oxalá
Exu Corcunda Xangô 7 Montanhas intermediário para Ogum
Exu das Pedreiras Xangô Agodô intermediário para Oxossi

Linha de YORIMÁ: Exu Planetário Pinga-Fogo

Exu Pinga-Fogo Pai Guiné representante direto de


Yorimá
Exu Lodo Pai Congo D´Aruanda intermediário para Yori
Exu Brasa Pai Arruda intermediário para Yemanjá
Exu Come Fogo Pai Tomé intermediário para Oxalá
Exu Alebá Pai Benedito intermediário para Ogum
Exu Bara Pai Joaquim intermediário para Oxossi
Exu Caveira Vovó Maria Conga intermediário para Xangô

Linha de YORI: Exu Planetário Tiriri

Exu Tiriri Tupãnzinho representante direto de Yori


Exu Mirim Yariri intermediário para Yemanjá
Exu Toquinho Ori intermediário para Oxalá
Exu Ganga Yari intermediário para Ogum
Exu Manguinho Damião intermediário para Oxossi
Exu Lalu Doum intermediário para Xangô
Exu Veludinho Cosme intermediário para Yorimá

Linha de YEMANJÁ: Exu Planetário Pomba-Gira

Exu Pomba-Gira Cabocla Yara representante direto de


Yemanjá
Exu carangola Cabocla Sereia do Mar intermediário para Oxalá
Exu Má-Cangira Cabocla do Mar intermediário para Ogum
Exu Nanguê Cabocla Indayá intermediário para Oxossi
Exu Maré Cabocla Yansã intermediário para Xangô
Exu Gererê Cabocla Nanã Burukum intermediário para Yorimá
Exu do Mar Cabocla Oxum intermediário para Yori

André Luiz e o Estudo da Lei da Justiça:

Referências:

1) Descrição das zonas inferiores e dos seres

Livro Página Citação


Libertação página 14 A rigor, portanto, não temos círculos infernais, de
acordo com os figurinos da antiga teologia, onde se
mostram indefinidamente gênios satânicos de todas
as épocas e, sim, esferas obscuras em que se
agregam consciências embotadas na ignorância,
cristalizadas no ócio reprovável ou confundidas no
eclipse temporário da razão. Desesperadas e
insubmissas, criam zonas de tormentos reparadores.
Semelhantes criaturas, no entanto, não se
regeneram à força de palavras. Necessitam de
amparo eficiente que lhes modifique o tom
vibratório, elevando-lhes o modo de sentir e
pensar.
Libertação página 18 Mas... além do principado humano, para lá das
fronteiras sensoriais que guardam ciosamente a alma
encarnada, amparando-a com limitada visão e
benéfico esquecimento, começa vasto império
espiritual, vizinho dos homens. Aí se agitam
milhões de Espíritos imperfeitos que partilham,
com as criaturas terrenas, as condições de
habitabilidade da Crosta do Mundo. Seres
humanos, situados noutra faixa vibratória,
apóiam-se na mente encarnada, através de
falanges incontáveis, tão semi-conscientes na
responsabilidade e tão incompletas na virtude,
quanto os próprios homens.
Libertação página 20 Incapacitados de prosseguir além do túmulo, a
caminho do Céu que não souberam conquistar, os
filhos do desespero organizam-se em vastas
colônias de ódio e miséria moral, disputando,
entre si, a dominação da Terra. Conservam,
igualmente, quanto ocorre a nós mesmos, vastos
e valiosos patrimônios intelectuais e, anjos
decaídos da Ciência, buscam acima de tudo, a
perversão dos processos divinos que orientam a
evolução planetária.
Libertação Página 52 A vegetação exibia aspecto sinistro e angustiado. As
árvores não se vestiam de folhagem farta e os galhos,
quase secos, davam a idéia de braços erguidos em
súplicas dolorosas. Aves agoureiras, de grande
tamanho, de uma espécie que poderá ser situada
entre os corvídeos, crocitavam em surdina,
semelhando-se a pequenos monstros alados espiando
presas ocultas.
Libertação Página 55 E aquelas corujas diferentes, cujos olhos brilhavam
desagradavelmente nas sombras, seriam homens
desencarnados sob tremendo castigo das formas? (...)
De quando em quando, grupos hostis de entidades
espirituais em desequilíbrio nos defrontavam. (...)
Apresentavam-se em trajes bisonhos e conduziam
apetrechos de lutar e ferir.
Libertação Página 57 Música exótica fazia-se ouvir não distante... Em
minutos breves, penetramos vastíssima aglomeração
de vielas, reunindo casario decadente e sórdido.
Rostos horrendos contemplavam-nos furtivamente, a
princípio, mas à medida que varávamos o terreno,
éramos observados, com atitude agressiva, por
transeuntes de miserável aspecto. Alguns
quilômetros de via pública, repletos de quadros
deploráveis... mutilados às centenas, aleijados de
todos os matizes...
Libertação Página 60 Exemplares inúmeros de pigmeus, cuja natureza em
si ainda não posso precisar, passavam por nós aos
magotes. Plantas exóticas, desagradáveis ao nosso
olhar, ali proliferavam, e animais em cópia
abundante, embora monstruosos, se movimentavam
a esmo, dando-me a idéia de seres acabrunhados que
pesada mão transformara em duendes. (...)

2) Hierarquia

Libertação Página 32 (Os espíritos tirânicos) são conservados e respeitados na


obra evolutiva do mundo, pelas qualidades apreciáveis e
dignas que já conquistaram, embora as paixões violentas que
lhes assinalam a vida íntima, e são utilizados então por
gênios superiores, no serviço do aprimoramento
planetário, em que vigiam e reajustam os mais fracos,
sendo vigiados e reajustados pelos mais fortes... Em tal
posição, auxiliam e são auxiliados, dão e recebem,
impulsionam o progresso e progridem a seu turno.
Libertação Página 55 Qual ocorre na esfera carnal, a direção, neste domínio, é
concedida pelos Poderes Superiores, a título precário. Na
atualidade, este grande empório de padecimentos
regenerativos permanece dirigido por um sátrapa de
inqualificável impiedade, que aliciou para si próprio o
pomposo título de Grande Juiz, assistido por assessores
políticos e religiosos, tão frios e perversos quanto ele
mesmo. Grande aristocracia de gênios implacáveis aqui
se alinha, senhoreando milhares de mentes preguiçosas,
delinqüentes e enfermiças...
Libertação Página 62 Subimos, dificilmente, a rua íngreme e, em pequeno planalto,
que se nos descortinou aos olhos espantadiços, a paisagem
alterou-se. Palácios estranhos surgiam imponentes,
revestidos de claridade abraseada, semelhante à auréola de
aço incandescente. Praças bem cuidadas, cheias de povo,
ostentavam carros soberbos, puxados por escravos e
animais. O aspecto devia, a nosso ver, identificar-se com o
das grandes cidades do Oriente, de duzentos anos atrás.
Libertação Página 63 Liteiras e carruagens transportavam personalidades
humanas, trajadas de modo surpreendente, em que o
escarlate exercia domínio (...) Respeitável edifício
destacava-se diante de uma fortaleza, com todos os
característicos de um templo, e o orientador confirmou-me as
impressões, asseverando que a casa se destinava a
espetaculoso culto exterior.

3) Justiça Divina

Libertação Página 23 E estejamos convencidos de que se o diamante é lapidado


pelo diamante, o mau só pode ser corrigido pelo mau.
Funciona a Justiça, através da injustiça aparente, até que
o amor nasça e redima os que condenaram a longas e
dolorosas sentenças diante da Boa Lei. (...) realmente, nunca
faltou proteção do Céu contra os tormentos que as almas
endurecidas e ingratas semearam na Terra e os numes
guardiões não se despreocupam dos tutelados; no entanto,
seria ilógico e absurdo designar um anjo para custodiar
criminosos.
Libertação Página 34 Nem sempre o melhor juiz pode ser o homem mais doce.

4) As falanges
Libertação Página 20 Mentes cristalizadas na rebeldia, tentam solapar, em
vão, a sabedoria Eterna, criando quistos de vida
inferior, na organização terrestre, entrincheiradas nas
paixões escuras que lhes vergastam as consciências.
Conhecem inumeráveis recursos de perturbar e
ferir, obscurecer e aniquilar. Escravizam o serviço
benéfico da reencarnação em grandes setores
expiatórios e dispõem de agentes da discórdia contra
todas as manifestações dos sublimes propósitos que o
Senhor nos traçou às ações.
Libertação Página 26 Para muitas criaturas, é difícil compreender a arregimentação
inteligente dos espíritos perversos. Entretanto, a lógica é
natural. Se ainda nos situamos distantes da santidade, não
obstante os propósitos superiores que já nos orientam, que
dizer dos irmãos infelizes que se deixaram prender, sem
resistência, às teias da ignorância e da maldade? (...) Os
gênios da impiedade lhes traçam diretrizes, enfileirando-as
em comunidades extensas e dirigindo-as em bases escuras
de ódio aviltante e desespero silencioso. Organizam, assim,
verdadeiras cidades, em que se refugiam falanges
compactas de almas que fogem, envergonhadas, de si
mesmas, ante quaisquer manifestações da divina luz.
Libertação Página 27 O objetivo essencial de tais exércitos sombrios é a
conservação do primitivismo mental da criatura
humana, a fim de que o Planeta permaneça, tanto
quanto possível, sob seu jugo tirânico.
Libertação Página 34 Formam associações enormes e compactas, com base
nas emanações da Crosta do Mundo, onde milhões de
homens e mulheres lhes sustentam as exigências
mais baixas; fazem vida coletiva provisória à força de
sugarem as energias da residência dos irmãos
encarnados, qual se fossem extensa colônia de
criminosos, vivendo às expensas de generoso rebanho
bovino.
Libertação Página 55 Centenas de milhares de criaturas aqui padecem
amargos choques de retorno á realidade, sob
vigilância de tribos cruéis, formadas de espíritos
egoístas, invejosos e brutalizados.
Libertação Página 61 E por que não visse crianças, exceção feita das raças
de anões (...) Se a compaixão humana separa as
crianças dos criminosos definidos, que dizer do
carinho com que a compaixão celestial vela pelos
infantes?

5) Origens

Libertação Página 27 Tais colônias perturbadoras devem ter começado com as


primeiras inteligências terrestres entregues á insubmissão e à
indisciplina, ante os ditames da Paternidade Celestial.(...)
Inabilitados para a jornada imediata, rumo ao Céu, em virtude
das paixões devastadoras que os magnetizam, arrebanham-
se de conformidade com as tendências inferiores em que se
afinam, ao redor da Crosta Terrestre, de cujas emanações e
vidas inferiores ainda se nutrem, qual ocorre aos próprios
homens encarnados.
Libertação Página 35 Há milhões de almas humanas que se não afastaram,
ainda, da Crosta Terrestre, há mais de dez mil anos.

6) Como trabalham

Libertação Página 33 A colheita de personalidades desequilibradas é sempre


inquietante, conservando quase inalteradas as fileiras escuras
dos insensatos cultivadores da satisfação egoística a
qualquer preço. Loucos perigosos, por voluntários,
dirigidos por inteligências soberanas, especializadas em
dominação, constituem hordas terríveis que, a bem dizer,
vigiam as saídas das esferas inferiores em todas as
direções.
Libertação Página 62 Quase todas as almas humanas, situadas nestas furnas,
sugam as energias dos encarnados e lhes vampirizam a
vida, qual se fossem lampreias insaciáveis no oceano do
oxigênio terrestre.

7) Exemplos Concretos:

Libertação Página 46 Gregório: Impressionados pelos imensos recursos do poder,


no passado distante, cometeu hediondos crimes de
inteligência. Internado em perigosa organização de
transviados morais, especializou-se, depois da morte, em
oprimir ignorantes e infelizes. Pelo endurecimento do
coração, conquistou a confiança de gênios cruéis,
desempenhando a detestável função de grande sacerdote
em mistérios escuros. Chefia condenável falange de
centenas de outros espíritos desditosos, cristalizados no mal,
e que lhe obedecem com deplorável cegueira e quase
absoluta fidelidade.
Libertação Página 63 Era um homem alto, de nariz adunco e olhos felinos, com
todas as maneiras do policial desrespeitoso, a identificar-nos.

8) Elementares
Libertação Página 60 Pigmeus (...), Duendes (...) Quem não cumpre aqui
dolorosa penitência regenerativa, pode ser
considerado inteligência sub-humana. Milhares de
criaturas, utilizadas nos serviços mais rudes da
natureza, movimentam-se nestes sítios de posição
infraterrestre. A ignorância, por ora, não lhes
confere a glória da responsabilidade. Em
desenvolvimento de tendências dignas, candidatam-se
á humanidade que conhecemos na Crosta. Situam-se
entre o raciocínio fragmentário do macacóide e a idéia
simples do homem primitivo na floresta. Afeiçoam-se
a personalidades encarnadas ou obedecem,
cegamente, aos espíritos prepotentes que dominam
paisagens como esta. Guardam, enfim,
ingenuidade do selvagem e a fidelidade do cão.
O contato com certos indivíduos inclina-os ao bem ou
ao mal e somos responsabilizados pelas Forças
Superiores que nos governam, quanto ao tipo de
influência que exercemos sobre a mente infantil
de semelhantes criaturas.