Anda di halaman 1dari 4

Ao amigo Gérson, espero contribuir p/teu êxito

Exemplo –exerc.ger
1 - Foi aplicada para um grupo de alunos uma prova de matemática e se obteve os seguintes
resultados:
3,5 2,0 5,0 6,0 7,0 4,5 5,5 6,0
4,0 5,5 7,0 6,5 6,0 8,0 7,5 8,0
4,5 6,5 7,5 8,0 9,0 8,5 8,0 7,0
6,5 7,0 6,5 5,5 4,5 5,0 6,0 7,0

calcule:
a)A média aritmética ou média;
b) A mediana;
c) A Moda;
d)O desvio padrão.
e)A variância

O que se observa?
Que os dados não foram organizados numericamente. Estão na forma bruta.
Portanto, há necessidade de arranjá-los em ordem de grandeza(crescente ou decrescente), isto é,
rol.

Como há vários dados a ser colocados na tabela, vamos verificar o significado de cada um deles.
A diferença entre o maior e o menor número do rol chama-se amplitude.
Como notas vão do valor zero ao valor 10, portanto têm-se:
limite inferior= l = 0
limite superior = L =10
Escolhe-se uma amplitude conveniente para a classe(isto é, o comprimento das classe), por
exemplo
amplitude= c =2

Como começar?
Primeiramente, monte uma tabela com todos os dados possíveis.
Dado que há de se resumir os dados brutos e distribuí-los em classes e determinar o número de
indivíduos pertencentes a cada uma das classes, nós estamos definindo freqüência(fi), ou seja
quantas vezes aconteceu tal nota.

Também calcular-se-á as freqüências relativas(fr) de cada uma das classes. Ou seja a


porcentagem. A freqüência acumulada(fac).

O nº de classes= i =5 ,pois (L- l )/c=(10-0)/2=5 e ponto médio das classes = xi( i.e., notas de zero a
dois, vem que : (2-0)/2=1
Agora, pode-se montar a tabela
i classes notas fi fr % fac xi=pm fi.xi xi²=(pm)² fi.(xi)²
1 0 |....... 2 0 0,00 0% 0,00 1 0,00 1 0,00
2 2 |....... 4 2 0,06 6% 0,06 3 6,00 9 18,00
3 4 |....... 6 9 0,28 28% 0,34 5 45,00 25 225,00
4 6 |....... 8 15 0,47 47% 0,81 7 105,00 49 735,00
5 8 |....... 10 6 0,19 19% 1,00 9 54,00 81 486,00
TOTAL 32 1,00 100% 210,00 1464,00

Agora, é fácil efetuar os cálculos:


a) média ⇒ x m =
∑ f .x i i
⇒ xm =
210,00
≅ 6, 6
∑f i 32
A média é um valor típico ou representativo de um conjunto de dados.
Com esse valor tende-se a localizar um ponto central, dentro de um conjunto de dados ordenados.

b) A mediana;
A mediana de um conjunto de números, ordenados em ordem de grandeza é o valor médio ou a
média aritmética de dois valores centrais.
Por ex.: dado cjto :: 5, 6, 8, 9, 9, 10, 3 , 4, 5.
Primeiramente ordene o conjunto :3 , 4, 5, 5, 6, 8, 9, 9, 10.
Têm-se um total de nove números(quantidade ímpar), portanto, o número central é 6(i.e. divide o
cjto ao meio, há 4 números antes e 4 depois do nº 6).

E quando a quantidade for par?


Por ex.: 5, 5, 7, 9, 11,12,15,18.
Têm-se um total de oito números(quantidade par), portanto, não existe um número que divide o
conjunto ao meio.
Para achar a mediana , soma-se o quarto e o quinto v e divide por dois.
(9+11)/2=10.

Para valores agrupados(nosso exemplo) , a mediana é dada por:


Como a mediana é uma medida central, vem que:
Esta está localizada na classe em que se tem 50%, no nosso exemplo, a classe destacada em cor
amarela
Das classe anteriores têm-se: 0%(0)+6%(2)+28%(9)=34%(11), logo faltam16%(5) para
50%(32:2=16)
A classe é:
4 6 |....... 8 15 0,47 47%

47% 16% 31%

3 =

6 8 6 x 8
observe o retângulo, faça a proporcão entre as áreas do retângulo primitivo e o retângulo onde se
localiza a mediana

campl . da classe
8−6 x −6 2 x−6  2   32 
b) mediana ⇒ = ⇒ = ⇒ 16   = x − 6 ⇒   = x − 6
47% 16% 47 16  47   47 
 32 
⇒ x = me = 6 +   ⇒ x = m e = 6 + 0, 68 ⇒ x = m e ≅ 6, 68 ≅ 6, 7
linf da classe me
 47  linf da classe me
Ou pela fórmula
  ∑ fi 
 − ∑ f i < med  
2
mediana ⇒ m e =linf da classe me +     .c
 ampl . da classe
f med
 
 

  32 
  2 − (11)  
m e =6+     .2 ⇒ m =6+  (16 − 11)  .2 ⇒ m =6+  ( 5 )  .2
e   e  
 15   15   15 
 
10 
⇒ m e =6+   ⇒ m e ≅ 6+ [ 0, 67 ] ⇒ m e ≅ 6+ [ 0, 7 ] ⇒ m e ≅ 6, 7
15 
c) A Moda;
Moda de um conjunto de números é o valor que ocorre com maior freqüência.
Pode ser:
1)Amodal, isto é, não possui elemento repetido. Não tem moda.
Conjunto : 1, 3, 5, 7, 9

2) Modal
Conjunto : 1, 1, 3, 5, 7, 9, 9, 9
Possui elemento repetido?
Sim. Embora, haja dois elementos repetidos,1 e 9, lembre-se: moda é o elemento de maior
freqüência, logo, a moda é o número 9. Portanto, modal e não bimodal.

3) Bimodal
Conjunto : 1, 1, 1, 3, 5, 7, 9, 9, 9
Possui elemento repetido?
Sim. Agora, há dois elementos repetidos,1 e 9, com a mesma freqüência, logo, a moda são os
números 1 e 9. Portanto, bimodal.

4) Trimodal
Conjunto : 1, 1, 1, 3, 5,5, 5, 7, 9, 9, 9
Sim. Agora, há dois elementos repetidos,1 , 5 e 9, com a mesma freqüência, logo, a moda são os
números 1,5 e 9. Portanto, trimodal.

4) Polimodal
Conjunto : 1, 1, 1, 3, 5,5, 5, 7,7, 7, 9, 9, 9
Sim. Agora, há mais de 3 elementos repetidos (isto caracteriza o polimodal), 1 , 5, 7 e 9, com a
mesma freqüência, logo, a moda são os números 1,5,7e 9. Portanto, polimodal.
d) O desvio padrão
Medida de dispersão. Indica em média qual será o “erro”(desvio) cometido ao tentar substituir cada
observação pelo resumo do conjunto de dados(no caso, a média)

 ∑ ( fi . ( xi ) ² )   ∑ ( fi . ( xi ) )  
2

d) O desvio padrão Dp ⇒ Dp=   −   


 ∑ fi   ∑ fi  
 (1464 )   ( 210 )  
2
1464 44100 46848 − 44100
Dp=   −   = − =
 32   32   32 1024 1024

46848 − 44100 2748 52, 42


Dp = = ≅ ≅ 1, 63 ⇒ Dp ≅ 1, 6
1024 1024 32

O que é a variância ?
Outra medida de dispersão. É o quadrado do desvio padrão.
Var=Dp²

2 2
e)var = ( Dp ) ⇒ var = (1, 6 ) = 2, 56 ≅ 2, 6

Odilthom ES Arrebola