Anda di halaman 1dari 2

AFTAS

Sinnimos:
Estomatite aftosa ou aftide-recorrente

O que ?
um distrbio comum, caracterizado por leses ulceradas (abertas, profundas, ovais, sem cobertura) e dolorosas da mucosa da boca, de carter recorrente (em surtos), no traumtica, em geral com durao de at 2 semanas. Predomina em mulheres, em qualquer idade, podendo ter um padro familiar. Afeta mais indivduos da classe mdia e alta.

Como se desenvolve ou se adquire?


A causa muito controversa, mas , sem dvida, mltipla, havendo uma alterao das respostas imunolgicas. Os fatores desencadeantes incluem estresse (pesquisar ansiedade, depresso), hematolgica (baixa de leuccitos), (nutricional, deficiente de ferro e vitamina B12), gastro-intestinal, endcrina (desaparece na gravidez, vai da menarca menopausa), infecciosa, alrgica e alimentar. Parece ter importncia a hereditariedade e fator auto-imune.

O que se sente?
A leso comea com vago desconforto por at 48 horas, surgindo uma lcera avermelhada, pequena e oval. A dor intensa e a lcera arredondada e bem definida com 2 a 5mm, profunda e com base amarelada. A rea em torno avermelhada, durando de 5 a 7 dias com desaparecimento completo em at 14 dias, podendo nos casos graves ser de tamanho maior e durar mais. A cicatrizao comea pelas bordas da leso. As lceras curam espontaneamente, mas so comuns episdios de recorrncia, com 1 a 5 lceras em cada surto. As leses maiores que 1 cm em geral deixam cicatrizes. As leses menores (1mm - 1cm) em geral no atingem a gengiva e palato duro e no deixam cicatrizes.

Como o mdico faz o diagnstico?


O diagnstico em geral feito pela histria clnica e aspecto das leses. As leses nicas devem ser diferenciadas das lceras traumticas. As leses mltiplas devem ser diferenciadas do herpes simples (pode ser feito exame da base da lcera para auxiliar no diagnstico). Exames de sangue muitas vezes auxiliam a detectar alguma anormalidade ou deficincia que possa ser corrigida para melhora do quadro.

Como se trata?
O tratamento tem resultado bastante individual. No surto, podem ser usados agentes protetores, anti-spticos, analgsicos tpicos - todos para aliviar os sintomas e inflamao e prevenir infeco secundria. Devem ser suspensos alguns alimentos para observar menos recidivas.

Nos casos mais graves, medicaes orais so preconizadas para prevenir recidivas, atuando na melhora do quadro imunolgico.

Como se previne?
importante detectar fatores desencadeados para evitar as recidivas.