Anda di halaman 1dari 20

A GRAVIDADE DO

PROBLEMA DAS ÁGUAS

 Escassez
 Mau uso
 Poluição

☛ Caso não sejam combatidos, podem inviabilizar


sociedades e mesmo nações inteiras. A água em quantidade
e qualidade é fator de saúde pública, evitando-se 80% das
doenças humanas.
Ciclo da Água

* A água circula entre o meio físico e os seres vivos,


continuamente
* Quantitativamente, a água representa o constituinte
inorgânico mais abundante na matéria viva
(aproximadamente 63% do peso de um homem - até
98% em alguns animais aquáticos
* A água evaporada dos mares, lagos, rios, pântanos,
vegetais e animeis, formam a nuvens, as quais
alcançando as regiões mais frias, condensam-se e
caem na forma de chuvas (precipitação)
* A água precipitada pode escoar sobre a
superfície (Escoamento Superficial), formando os
oceanos, lagos e rios, ou infiltrar-se no solo
(infiltração) recarregando os mananciais
* Nesse percurso a água pode evaporar diretamente
para a atmosfera ou ser captada pelos seres vivos
* Os vegetais absorvem a água do solo pelas raízes e a
perdem pela transpiração
* Os animais obtém a água diretamente do meio físico
ou através dos alimentos, e a perdem por
transpiração, respiração e excreção
* O homem tem interferido no Ciclo da Água, através
de mudanças no seu escoamento, desmatamentos,
impermeabilização do solo, entre outras atividades
O Estado do Planeta em Alguns Números
* O oceano recobre dois terços do Planeta e representa mais de 94% da
água sobre a Terra. Com o aquecimento global do planeta, a elevação do
nível dos mares poderá chegar a um metro ou mais no fim do próximo
século
* 73% da água doce é utilizada na agricultura, 21% na indústria e 6%
como água potável
* 60% da água de irrigação se perde antes de atingir a planta
* Quase 1,5 bilhões de pessoas não tem água potável e quase 2 bilhões
não dispõe de instalações sanitárias, dos quais 330 milhoes de países da
OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico)
* Nos países em desenvolvimento, mais de 80% das doenças e mais de um
terço da taxa de mortalidade se devem á ingestão de água contaminada
* Um europeu consome 70 vezes mais água do que um ganense e um
norte-americano 300 vezes mais
* Nos países da OCDE, onde aumenta a poluição dos rios e dos lençóis
subterrâneos pelos nitratos, metais e pesticidas, a maioria das despesas
ambientais é destinada à água
FONTES DE POLUIÇÃO DE
RECURSOS HÍDRICOS

De águas superficiais:

❖ esgotos domésticos;
❖ esgotos industriais;
❖ águas pluviais, carreando impurezas da superfície do solo ou
contendo esgotos lançados nas galerias;
❖ resíduos sólidos (lixo);
❖ pesticidas;
❖ fertilizantes;
❖ detergentes;
❖ precipitação de poluentes atmosféricos (sobre o solo o a água);
❖ alterações nas margens dos mananciais, provocando o
carreamento do solo, como conseqüência da erosão.
De águas subterrâneas:

❖ infiltração de esgotos a partir de sumidouros ou valas de


infiltração (fossas sépticas);
❖ infiltração de esgotos depositados em lagoas de estabilização
ou em outros sistemas de tratamento usando disposição no solo;
❖ infiltração de esgotos aplicados no solo em sistemas de
irrigação;
❖ percolação do chorume resultante de depósitos de resíduos
sólidos no solo;
❖ infiltração de outras impurezas presentes no solo;
❖ infiltração de águas superficiais poluídas;
❖ vazamentos de tubulações ou depósitos subterrâneos;
❖ injeção de esgotos no sub-solo;
❖ intrusão de água salgada;
❖ resíduos de outras fontes: cemitérios, minas, depósitos de
material radioativo, etc.
CONSEQÜÊNCIAS DA POLUIÇÃO DA ÁGUA A
PARTIR DE DIVERSAS ALTERAÇÕES E
RESPECTIVAS FONTES
➨ ELEVAÇÃO DA TEMPERATURA
Principais fontes:
❖ águas de resfriamento;
❖ despejos industriais;

Conseqüências:
❖ aumento das reações químicas e biológicas, podendo
ocorrer a elevação da ação tóxica de alguns elementos e
compostos químicos;
❖ redução do teor de oxigênio dissolvido, com reflexos sobre a
vida aquática aeróbia;
❖ diminuição da viscosidade da água, ocasionando o
afundamento de organismos aquáticos.
➨ SÓLIDOS

Principais fontes:
❖ erosão do solo;
❖ esgotos domésticos;
❖ esgotos industriais;
❖ resíduos sólidos;
❖ mineração.

Conseqüências:
❖ assoreamento de recursos hídricos - diminuição de vazões de
escoamento e de volumes de armazenamento - inundações;
❖ soterramento de animais e ovos de peixes;
❖ aumento da turbidez da água - redução da transparência da
água - diminuição da atividade fotossintética - redução do
oxigênio dissolvido - impactos sobre a vida.
➨ MATÉRIA ORGÂNICA

Principais fontes:
❖ chorume (resíduo sólido);
❖ esgotos domésticos;
❖ esgotos industriais;
❖ despejos de animais;
❖ decomposição de vegetação submersa;
❖ proliferação de algas e plantas aquáticas.
Conseqüências:
❖ redução dos teores de oxigênio dissolvido, devido à
decomposição de bactérias aeróbias - prejuízos à vida
aquática;
❖ maus odores quando a decomposição for anaeróbia.
➨ NUTRIENTES
Principais fontes:
❖ esgotos domésticos;
❖ esgotos industriais;
❖ fertilizantes;
❖ decomposição de vegetais.

Conseqüências:
❖ eutrofização da água - proliferação de algas e de vegetação
aquática - sabor e odor;
❖ coloração, toxidez e corrosão;
❖ redução da penetração solar - redução do oxigênio
dissolvido;
❖ entupimentos, danos a bombas e turbinas e aspecto estético
desagradável.
➨ COMPOSTOS TÓXICOS

Principais fontes:

❖ pesticidas;
❖ fertilizantes;
❖ esgotos domésticos;
❖ esgotos industriais;
❖ resíduos sólidos industriais;
❖ garimpo e mineração.

Conseqüências:

❖ danos à saúde huimana;


❖ danos aos animais aquáticos.
➨ SUBSTÂNCIAS TENSO-ATIVAS

Principais fontes:

❖ sabões e detergentes;
❖ esgotos domésticos;
❖ esgotos industriais.

Conseqüências:

❖ redução da viscosidade;
❖ redução da tensão superficial;
❖ danos à fauna;
❖ espumas;
❖ sabor e toxidez.