Anda di halaman 1dari 14

MUTAÇÕES

•O genoma dos indivíduos, em


circunstâncias diversas, experimenta
alterações chamadas mutações.
•As alterações permanentes do genoma
dos indivíduos chamam-se mutações (do
latim mutare = mudar). Os indivíduos que
as apresentam designam-se mutantes
GÉNICAS:
Numa mutação génica, um alelo de um gene muda, tornando-se um
alelo diferente. Ocorreu mudança ao nível de um determinado locus.
As mutações génicas ocorrem quando se dá uma alteração pontual
ao nível dos nucleótidos de um gene, constituindo-se, deste modo,
um alelo desse gene, isto é, uma nova versão do gene.
São consequência da alteração do número, tipo ou posição de
nucleótidos.

CROMOSSÓMICAS:
Afectam porções maiores do genoma, incluindo porções de
cromossomas, cromossomas completos ou mesmo conjuntos de
cromossomas.
Podem ser:
•Numéricas;
•Estruturais
GERMINAIS:
Mutações que ocorrem ao nível dos gâmetas.
Podem ser transmitidas à geração seguinte.

SOMÁTICAS:
Têm lugar nas outras células e não
são transmissíveis à descendência.
Hemofilia

É uma anomalia resultante da alteração de um gene que


regula a síntese de uma proteína sanguínea necessária à
sequência de reacções que ocorrem na coagulação do
sangue. Esta doença tem efeitos patológicos graves, pois
um pequeno traumatismo ou ferimento de vasos
sanguíneos pode ser perigoso, em virtude de a coagulação
do sangue se efectuar com grande lentidão.
ALBINISMO

Resulta de uma hipopigmentação geral. Os indivíduos


afectados têm os cabelos brancos, a pele muito clara, são
muito sensíveis ao sol. A íris e a retina são igualmente
despigmentadas: a reflexão da luz sobre os vasos
sanguíneos dá, por vezes, uma cor vermelha às pupilas.
Todas as formas de albinismo são devidas a alterações do
material genético, que conduzem à ausência de um pigmento
– a melanina.
Drepanocitose ou Anemia
Falciforme

Resulta de uma alteração do material genético que


conduz à formação de uma hemoglobina anormal , a
Hemoglobina S, provocando deficiência no transporte
de oxigénio. Num indivíduo com drepanocitose as
hemácias tomam a forma de foice . As hemácias em
foice são mais rígidas e mais frágeis do que as
hemácias normais experimentando uma destruição
mais rápida. Os doentes manifestam anemia grave e
crises dolorosas, em particular ao nível das
articulações.
Consequências de uma
mutação
• Tendo em conta a redundância do código
genético, uma substituição nucleotídica pode
codificar o mesmo aminoácido; neste caso,
diz-se que se trata de uma mutação
silenciosa, pois não conduz a qualquer
alteração da cadeia polipeptídica.
• A substituição de um nucleótido na cadeia
polipeptídica pode resultar na criação de um
codão de terminação. Neste caso, verifica-se
a terminação precoce da tradução, originando
proteínas incompletas ou truncadas.
Consequências das
mutações
• As mutações podem também ser
extremamente úteis, produzindo
proteínas com novas capacidades
• As mutações são então fonte de
diversidade dos genes o que permite
a evolução das espécies
Causas das mutações
• Grande número de mutações ocorrem
espontaneamente sem que surja qualquer causa
aparente, no entanto, conhecem-se um conjunto
de factores – agentes mutagénicos que
induzem o aparecimento de mutações tais como,
os raios-X, radiações ultra-violetas, vários
tipos de agentes químicos como o gás de
mostarda (usado na 2.ª guerra mundial), alguns
pesticidas, aditivos e conservantes, etc.