Anda di halaman 1dari 14

PENSAMENTO ECONÔMICO

E SOCIAL DO SÉCULO XIX


 Liberalismo
 Socialismo Utópico
 Socialismo científico
 Anarquismo
 Catolicismo Social

Prof. Felippe Amorim – IAENE


HISTÓRIA DAS IDÉIAS
POLÍTICAS
Forças de Conservação x Forças de Transformação

Século XVIII
Clero e Nobreza x Burguesia e Proletariado

Século XIX
(Consolidação do capitalismo / Segunda Revolução Industrial)

Burguesia x Proletariado
LIBERALISMO

Expressão dos ideais da Burguesa, que


justificava através dele a democracia, sua
atuação socioeconômica e suas aspirações
políticas.
A Burguesia apoiava-se na Democracia,
pois esta, garantindo os direitos “naturais” do
individuo, assegurava constitucionalmente a
propriedade privada.
SOCIALISMO UTÓPICO

Representou a primeira corrente do pensamento


socialista e a denominação de utópico ou romântico foi
dada porque seus teóricos, após criticarem a
sociedade de sua época, expunham os princípios de
uma sociedade futura ideal, sem indicar os meios
para torna-la legal.
O homem possui uma natureza boa assim se
livrara dos apelos de uma sociedade capitalista ,
podendo livrar-se e estabelecer a justiça social e a
igualdade.
SOCIALISTAS UTÓPICOS

SAINT- CHARLES ROBERT


SIMON FOURIER OWEN
SOCIALISMO CIENTÍFICO
Assim denominado porque não procura construir abstratamente
uma sociedade ideal, mas, baseando-se na análise das realidades
econômicas, da evolução histórica e do capitalismo, formula leis e
princípios determinantes da história em direção a uma sociedade
sem classes e igualitária.
Nos escritos de Karl Marx e Friedrich Engels , particularmente em
“O manifesto do partido comunista,Crítica a Economia Política e O
Capital” encontram-se as idéias básicas do socialismo Científico.
Suas idéias são influenciadas pelo pensamento de Hegel,
dominante na Alemanha, pelas doutrinas radicais de pensadores
franceses, e se inspira em estudos de economistas ingleses ( David
Ricardo).
SOCIALISMO CIENTÍFICO

Criticam a sociedade capitalista e rejeitam o Socialismo Utópico,


considerando que a sociedade de cada época é determinada pelas
condições econômicas ; sustentam que a sociedade capitalista se
transformará na sociedade socialista, onde as massas trabalhadoras
possuem os meios de produção e assumem o poder político e
econômico.
Para esses pensadores alemães, não se deve confiar
exclusivamente na evolução natural das forças econômicas ,
devendo a classe operária se organizar como força revolucionária a
fim de tomar o poder político , organizando a ditadura do proletariado
, fase de transição para abolir as desigualdades de classes ,
socializar a economia e atingir a sociedade igualitária.
KARL MARX (1818-1883)
Filósofo, economista e militante
revolucionário alemão de origem judaica
exilado em Paris conhece Engels com
quem manteria relação ate o fim da vida.
Em 1848 o inicio de revoluções na França
e na Alemanha coincide com a publicação
do Manifesto comunista, em que Marx e
Engels afirmam que a solidariedade
internacional dos trabalhadores em busca
de sua emancipação supera o poder do
Estados nacionais. Junto com Engels prega
uma revolução internacional que derrube a
burguesia e implante o comunismo, nova
sociedade sem classes.
Sua obra mais importante foi “O Capital”
FRIEDRICH ENGELS (1820-1895)

Filho de um rico industrial de Barmen


(Alemanha), é o principal colaborador de
Karl Marx na elaboração das teorias do
materialismo histórico.Na juventude, fica
impressionado com a miséria em que
vivem os trabalhadores das fabricas de
sua família. Quando estudante, adere a
idéia de esquerda, o que leva a
aproximar-se de Marx. Assume por
alguns anos a direção de uma das
fabricas do pai em Manchester e suas
observações neste período formam a
base de uma das suas obras principais,
“A situação do das classes trabalhadoras
na Inglaterra”, publicada em 1845.
ANARQUISMO
O Anarquismo foi um movimento revolucionário que surgiu no século
XIX, o principal pensador anárquico foi o russo Mikhail Bakinin (184-
1876)
O anarquismo não quer dizer bagunça, mas sim ausência de
governo.Na verdade, anarquistas e marxitas concordam num ponto
importante: o capitalismo é desumano e deve dar lugar a uma
sociedade comunista. O que seria o comunismo, uma sociedade
onde não existe Estado, isto era a proposta dos anarquistas e do
socialismo cientifico.
Viveríamos onde não houvesse propriedade privada, ninguém fosse
dono de nada e a organização social fosse feita a partir da auto-
gestão.
ANARQUISTAS

BAKUNIN PROUDHON KROPOTKIN


ANARCOSINDICALISMO

Aceitava uma única espécie de organização:


os sindicatos que seria uma organização
operaria sem interferências do Estado, dos
partidos burgueses. Através da organização
sindical os operários derrubariam o poder e
fariam surgir uma nova sociedade sem estado
e auto gerida pelos sindicatos e operários
CATOLICISMO SOCIAL

O Movimento ganhou amplitude a partir do pontificado do Papa


Leão XIII, que expôs na encíclica rerum novarium (1891) a doutrina
social da igreja. Reconheceu a gravidade da questão social,surgida
com o capitalismo, mas rejeitou as soluções socialistas, pregou a
divisão mais justa da propriedade e acreditou em um pacto entre
patrões e empregados
O socialismo cristão exprime o desejo da igreja de humanizar e
por um freio ao capitalismo sem atacar os seus fundamentos e sua
estrutura, tem significado mais ético-social do que político
O Socialismo e o Socialista.