Anda di halaman 1dari 25

Marketing Digital:

A importância do e-mail
marketing para os consumidores
de treinamento
Marcos Raul de Oliveira - RA 404101903
Orientadora: Profa. Mestre Marcia Michelotti Sampaio

Apresentação da monografia para Conclusão de Curso como exigência para


a obtenção do título de Bacharel em Administração com ênfase em
Marketing - Turma 8o A do ano de 2007 Período Noturno

Centro Universitário Nove de Julho – Unidade Vergueiro


Objetivo

Definir no ambiente do marketing digital a importância, como


ferramenta de marketing direto, do uso do e-mail marketing
junto aos consumidores de treinamento bem como a sua
percepção e eficiência parametrizado no seguinte problema:

“Como é a percepção do cliente ao


receber em sua caixa postal um e-
mail da empresa sobre um
treinamento e sua reação àquela
comunicação?”

Centro Universitário Nove de Julho – Unidade Vergueiro


Justificativa

Move este estudo o conhecimento de que a Internet


hoje é uma grande e poderosa aliada das empresas
que empenham esforços para se fixarem diante do
seu público digital ou analógico. (ALCALDE, 2007
online)

"Tem momentos em que você vai ter recursos analógicos e digitais. Por
exemplo: sou um consumidor analógico porque fui consumir no ponto de
venda? Não. Posso ter pesquisado antes na internet, online, e comprado
off-line. O consumidor chega na concessionária sabendo sobre carros mais
do que o vendedor, porque já pesquisou antes.”
Gerente de vendas do Google Brasil.
Marketing Show 2007, painel "Marketing digital - consumidor
analógico.

Centro Universitário Nove de Julho – Unidade Vergueiro


Justificativa
INFLUÊNCIA DA MÍDIA NOS
CONSUMIDORES AMERICANOS QUE INICIAM
BUSCAS PARA COMPRAS ON-LINE EM
NOVEMBRO-DEZEMBRO DE 2006 (% DOS
ENTREVISTADOS)
Uma pesquisa no e-
Marketer, um site sobre
pesquisas relacionadas a
marketing eletrônico,
mostra que uma parte das
buscas on-line, para compra
de um produto nos EUA,
começa em outros canais
de marketing porém indica
que aproximadamente duas
categorias de marketing
por e-mail têm cerca de
29% de influência sobre
eles.

Somadas, atingem 57,4% Fonte: BIGresearch and Retail Advertisin


and Marketing Association (RAMA) as cited in press release, 7 de Março de 200
de impactação, mais que o Veiculação: e-Marketer - Online Product Searches Begin Offline MARCH 14, 200
http://www.emarketer.com/Article.aspx?id=100468
top of list.
Centro Universitário Nove de Julho – Unidade Vergueiro
Justificativa
Outra pesquisa, realizada pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil
mostra que em 2006, os brasileiros usaram 82,84% do seu tempo na
Internet trabalhando com e-mail, pesquisa também confirmada pelo
IBOPE, que identificou que 78% dos entrevistados utilizaram a maior
parte do seu tempo na Internet da mesma forma.
PERFIL DO INTERNAUTA E ATIVIDADES REALIZADAS
Pessoas com 16 anos ou mais, com acesso de qualquer local*
Fonte: GNETT - IBOPE//NetRatings - http://www.cetic.br/usuarios/ibope/tab02-05.htm

Ano 2005 2006 2007

Trimestre 2º Tri. 3º Tri. 4º Tri. 1º Tri. 2º Tri. 3º Tri. 4º Tri. 1º Tri. 2º Tri.

Email 73% 73% 73% 73% 75% 76% 78% 79% 80%

Chat 32% 32% 33% 33% 35% 35% 36% 36% 35%

Mensagem
42% 43% 47% 48% 53% 56% 59% 61% 62%
Instantânea

Conteúdo
30% 30% 31% 32% 36% 38% 40% 43% 44%
audiovisual
Ouviu rádio via
33% 33% 36% 36% 38% 40% 41% 43% 44%
Web
Base: Total da população com 16 anos ou mais que mora em domicílios com linhas telefônicas fixas
Base: Total da população com 16 anos ou mais que mora em domicílios com linhas telefônicas fixas, e que utilizaram a rede
nos últimos 6 meses
Obs.: Percentuais referentes à penetração em cada estrato da população, considerando que cada célula da tabela totaliza
100%
Exemplo: Dentre o total de homens com 16 anos ou mais, com acesso de qualquer local, 58% usaram a Internet no 2º
trimestre de 2005. Centro Universitário Nove de Julho – Unidade Vergueiro
Justificativa
Treinamentos
“ A facilidade da tecnologia da informação proporciona aos alunos
acesso a uma quantidade imensurável de informação (...). Os alunos
como internautas podem acessar as informações disponíveis na rede.
Os bancos de dados, os sistemas especializados, os programas
educativos e os recursos de multimídia proporcionam informações e
experiências que podem complementar, enriquecer, instigar os
processos de aprendizagem. A necessidade de entre - ajuda e a
maneira colaborativa podem desenvolver autonomia, espírito crítico
e atitude de trabalho coletivo.” (BEHRENS apud. VARELLA, et al.,
2002:4)

“Apresenta-se como um valioso e imprescindível recurso de gestão


de recursos humanos (...) levando em conta o aumento na
qualidade e produtividade do trabalho, sendo igualmente um fator
de auto-satisfação do empregado.” (CARVALHO, 1999:102)

MCGEHEE e THAYER, psicólogos organizacionais caracterizam o


treinamento como: “(...) um somatório de atividades que vão
desde a aquisição de habilidade motriz até o desenvolvimento de
um conhecimento técnico complexo, à assimilação de novas
atitudes administrativas eà
Centro evolução de
Universitário comportamento
Nove emVergueiro
de Julho – Unidade face
de problemas sociais complexos.” (apud. CARVALHO, 1999)
Pesquisa
• Definição do eixo da amostra
– 1o Eixo: Revisão bibliográfica
• Livros, material on-line, artigos, projetos de
lei e pesquisas.
– Primeiro item de fundamentação teórica para
explanação do conceito de Marketing para
Marketing Digital afunilando para o objeto de
estudo e-mail marketing, vantagens e
desvantagens, enveredando para a conceituação
de SPAM e definições do parâmetros de estudo.
– Abordam-se formatos de treinamentos e práticas
brasileiras baseadas em pesquisa e treinamentos
comumente utilizados e seu vínculo ao mundo
“eletronic”

Centro Universitário Nove de Julho – Unidade Vergueiro


Pesquisa
• Definição do Eixo da Amostra
– 2o Eixo: Pesquisa on-line
• Questionário Quantitativo Conclusivo
Descritivo
– Site hospedado em domínio particular na Internet
com questionário desenvolvido para obter
informações dos “internautas” procurando atingir
uma amostragem de população infinita com
sugestão de margem de erro de 5% e desvio-
padrão de 68%, isto é, amostra mínima de 300
questionários completos.

Centro Universitário Nove de Julho – Unidade Vergueiro


Pesquisa
• Definição do Eixo da Amostra
– 3o Eixo: Disparo de e-mail
marketing/spam
• Desenvolvimento e disparo de e-mail
– Foi disparado um e-mail com uma campanha
ambígua definida pelo assunto : “Preciso da sua
ajuda...” mesclando-se conceitos de e-mail
marketing e spam como convite a uma ação click-
through para uma lista não segmentada de 2316
endereços de e-mail visando a impactação,
percepção e validação da ferramenta em estudo:
o e-mail marketing.
• Acompanhamento evolutivo e retorno da
campanha
– Ao inícioCentro
do disparo dos e-mails
Universitário manteve-se
Nove de Julho – Unidade o
Vergueiro
Pesquisa
• Resultados
• 1o Eixo: Revisão bibliográfica
Obtiveram-se informações base para ligação do objeto
pesquisado a partir do relacionamento tecnologia,
marketing e consumidor e ferramentas de uso.

Centro Universitário Nove de Julho – Unidade Vergueiro


Pesquisa
• Resultados
• 2o Eixo: Pesquisa on-line
– Objetivo: 300 questionários respondidos
– Obtido: 172 questionários respondidos
– Percentagem de sucesso: 57,33%
– Margem de erro prevista: 5%
– Margem de erro obtida: 8%

Centro Universitário Nove de Julho – Unidade Vergueiro


Pesquisa
• Resultados
• 2o Eixo: Pesquisa on-line
– Resultados obtidos na questão dos entrevistados que
participaram de treinamento nos últimos 6 meses.

» 102 entrevistados não participaram de nenhum


treinamento nos últimos 6 meses
» 67 realizaram

Centro Universitário Nove de Julho – Unidade Vergueiro


Pesquisa
• Resultados
• 2o Eixo: Pesquisa on-line
– Dos entrevistados que realizaram treinamento, o tipo
de treinamento mais comum identificado:

Centro Universitário Nove de Julho – Unidade Vergueiro


Pesquisa
• Resultados
• 2o Eixo: Pesquisa on-line
– Da diferenciação real do que é o e-mail marketing e
o que é spam com a afirmação do conhecimento da
diferença

Centro Universitário Nove de Julho – Unidade Vergueiro


Pesquisa
• Resultados
• 2o Eixo: Pesquisa on-line
– Da relevância do e-mail de comunicação para a
decisão na aquisição do treinamento

Centro Universitário Nove de Julho – Unidade Vergueiro


Pesquisa
• Resultados
• 2o Eixo: Pesquisa on-line
– Do hábito de encaminhar e-mails

Centro Universitário Nove de Julho – Unidade Vergueiro


Pesquisa
• Resultados
• 3o Eixo: Disparo de e-mail marketing/spam
• Desenvolvimento e disparo de e-mail

Dias 06/11 08/11 09/11 10/11 11/11 12/11 13/11 15/11

Lista de e-mails 1.300 2.100 2316 2316 2316 2316 2316 2316
Emails enviados no
800 737 20 0 0 0 0 0
dia
Emails Devolvidos 350 395 14 1 19 0 0 0
Evolução de
48 66 126 152 156 167 171 172
Respostas
Leads 20 4 22 13 0 3 0 0

Centro Universitário Nove de Julho – Unidade Vergueiro


Pesquisa
• Resultados
• 3o Eixo: Disparo de e-mail marketing/spam
• Acompanhamento evolutivo e retorno da
campanha

Centro Universitário Nove de Julho – Unidade Vergueiro


Considerações Finais
• Comprovação da tênue linha existente entre o SPAM e e-mail marketing no
conhecimento público e sua diferenciação, ainda que com falhas, de que um é a
comunicação por e-mail desejada (e-mail marketing) e outro indesejado (SPAM).

• Certificou-se parcialmente a visão que o e-mail marketing mesmo sendo interpelado


como uma ferramenta útil para a empresa, no ponto de vista do cliente já não é
mais considerado SPAM. Contrariando a hipótese inicial que ambos teriam o mesmo
efeito de impactação no cliente.

• Mensurou-se o aproveitamento do e-mail marketing diante dos clientes de


treinamento e a sua abrangência, com retorno baixo, porém superior ao da mala
direta tradicional em papel, garantido veracidade as principais forças da ferramenta
(custo e agilidade), confirmada na pesquisa e no paralelo com a bibliografia utilizada
como referência.

• Verificou-se que o fator decisório é baixo para o consumo de treinamentos através do


e-mail marketing, mas demonstrou que o e-mail cresce como método de divulgação
e que entretanto, ainda não consegue atingir 50% dos consumidores deste tipo de
produto, sugerindo que outra forma de comunicação tenha melhor aproveitamento
do que a ferramenta objeto deste estudo ou ainda que se deva utilizar a
comunicação integrada entre canais para reforçar o objetivo final do consumo de
treinamento, tendo o e-mail marketing como ferramenta complementar de
toda uma campanha de divulgação integrada.
Centro Universitário Nove de Julho – Unidade Vergueiro
Bibliografia
ABTD - Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento. 2007. O Retrato do Treinamento no
Brasil 2006 / 2007. São Paulo : s.n., 2007.
ALBRECHT, Karl. 2000. Revolução nos serviços: como as empresas podem revolucionar a maneira de tratar os
seus clientes. São Paulo : Thomson Learning Ibero, 2000. ISBN 8522101361.
ALCALDE, Tatiana. 2007. Digital e Analógico. Revista Consumidor Moderno. [Online] Padrão Editorial, 05 de
Abril de 2007. [Citado em: 07 de Abril de 2007.]
<www.consumidormoderno.com.br/web/interna.asp?id_canais=4&id_subcanais=5&id_noticia=11780&coluni
sta=1>.
BATISTA, Adriano Augusto Vallado. 2007. METODOLOGIA EXPERIENCIAL APLICADA A VIDA ORGANIZACIONAL.
Monografia apresentada como requisito parcial para a obtenção de título no curso de MBA em Gestão
Empresarial da Universidade Anhembi Morumbi. São Paulo : s.n., 2007.
BECHARA, Marco. 2001. Cuidado: e-Marketing XE "e-Marketing" não é só Webmarketing. WideBiz -
Relacionamento e Negócios. [Online] 26 de Julho de 2001. [Citado em: 10 de Abril de 2007.]
<http://www.widebiz.com.br/gente/bechara/cuidado.html>.
CARVALHO, Antônio Vieira de. 1999. Aprendizagem organizacional em tempos de mudança. São Paulo :
Thomson Learning Ibero, 1999. ISBN 8522101949.
CASTELLS, Manuel. 2000. La Era de la información : economía, sociedad y cultura. Madrid : Alianza, 2000.
ISBN: 8420644943.
CELESTINO, Silvio. 2005. Marketing Pessoal e a Experiência do Consumidor. ISAE/FGV - Fundação Getúlio
Vargas. [Online] ISAE/FVG, 16 de Março de 2005. [Citado em: 05 de Outubro de 2007.]
<http://empresario.com.br/artigos/artigos_html/artigo_a_160305.html>.
CHAVES, Carolina de Albuquerque Valentim. 2006. As diversas faces do spam. Jus Naviganti. [Online] Jus
Navigandi Ltda, ? de Junho de 2006. [Citado em: 23 de Março de 2007.]
<http://jus2.uol.com.br/doutrina/texto.asp?id=4451. ISSN 1518-4862>.
CHIAVENATO, Idalberto. 2003. Administração de recursos humanos - fundamentos básicos. São Paulo : Atlas,
2003.
CHLEBA, Márcio. 1999. Marketing Digital: novas tecnologias e novs modelos de negócios. São Paulo : Futura,
1999. 85-7413-015-x.
CIA. 2007. The online Factbook. Central Intelligence Agency Web site. [Online] Central Intelligence Agency, 16
de Agosto de 2007. [Citado em: 24 de Agosto de 2007.] https://www.cia.gov/library/publications/the-world-
factbook/rankorder/2153rank.html. Centro Universitário Nove de Julho – Unidade Vergueiro
ISSN 1553-8133.
Bibliografia
—. 2006. E-mail marketing para quem está chegando agora. Webinsider. [Online] 02 de Março de 2006. [Citado
em: 8 de Outubro de 2007.] <http://webinsider.uol.com.br/index.php/2006/03/02/e-mail-marketing-para-
quem-esta-chegando-agora/>.
FERRANTE, Agustin Juan e RODRIGUES y RODRIGUES, Martius Vicente. 2004. Tecnologia de Informação e
Gestão Empresarial. Rio de Janeiro : E-papers Serviços Editoriais Ltda, 2004. ISBN 85-87922-03-3.
FILHO, João Severo. 2006. Administração de Logística Integrada: Materiais, PCP e Marketing. [A. do livro]
Willian H DAVIDOW e Bro UTTAL. Total Costumer Service: The ultimate weapon. Rio de Janeiro : Editora E-
papers, 2006.
GHEDINE, Tatiana e FREITAS, Henrique. 2006. Um estudo exploratório sobre a utilização da Educação à
Distância via Internet XE "Internet" em organizações brasileiras. Moems. Rio de Janeiro : EADI - European
Association of Development Research and Training Institutes, 2006.
GOMES, Eduardo. 2007. Projeto de Lei 1227. 2007.
GROUP, Peppers and Rogers. [200- ?]. 1to1.com.br. Faça uma campanha de marketing por email livre de
spam. [Online] Carlson Marketing Group, [200- ?]. [Citado em: 20 de Outubro de 2007.]<
http://www.1to1.com.br/spam/spam4.php3>.
HENRIKSEN, Helle Zinner e DAMSGAARD, Jan. 2004. Networked Information Technologies: Diffusion and
Adoption. Boston : Kluwer Academic, 2004. ISBN: 1402078625 9781402078620.
HOUAISS, Antônio. 1986. DICIONÁRIO ELETRÔNICO HOUAISS. [Online] Editora Objetiva, 1986. [Citado em: 23
de Novembro de 2007.] http://houaiss.uol.com.br/busca.jhtm?verbete=treinar&cod=183952.
JACKSON, Paul J, et al. 2003. E-business Fundamentals. London : Routledge, 2003. ISBN 0415255945.
JUNIOR, Amadeu Nosé. 2004. Marketing Internacional - Uma estratégia empresarial. São Paulo : Thomson
Learning Ibero, 2004. ISBN 8522104514.
JÚNIOR, Stamatios Stamou. 2002. Informativo Camara-e.net. Camara-e.net. [Online] Câmara Brasileira de
Comércio Eletrônico – Camara-e.net, 25 de 03 de 2002. [Citado em: 20 de Outubro de 2007.]
<http://www.camara-e.net/templates/newsletter/informativo_25mar02.htm>.
JURVETSON, Steve. 2000. What is Viral Marketing? Draper Fisher Jurvetson. [Online] 1 de Maio de 2000.
[Citado em: 6 de Outubro de 2007.]
<http://www.dfj.com/cgi-bin/artman/publish/steve_may00.shtml>.
KERWIN, Katie, et al. 2000. Customizing for the masses. 2000, 20 de março.
KOTLER, Philip. 2003. Marketing deCentro
A a Z. SãoUniversitário Nove
Paulo : Campus, 2003. de8535211659.
ISBN: Julho – Unidade Vergueiro
Bibliografia
—. 1999. Marketing para o Século XXI - Como criar, conquistar e Dominar Mercados. São Paulo : Futura,
1999.
LEE, Ook. 2001. Internet XE "Internet" Marketing Research: Theory and Practice. Hershey, Pa - USA :
Idea Group Inc (IGI), 2001. ISBN 1878289977.
NACINOVIC, Helena. 2003. Especial: Tudo o que você queria saber sobre spam. INFO Guerra. [Online]
Torque Comunicação e Internet XE "Internet" , 03 de Novembro de 2003. [Citado em: 11 de
Novembro de 2007.]
<http://64.233.169.104/search?q=cache:bWVgjjavpHQJ:www.infoguerra.com.br/infonews/viewnews.
cgi%3Fnewsid1067911200,31554,/+O+que+é+e+como+surgiu+o+spam%3F&hl=pt-
BR&ct=clnk&cd=1&gl=br>.
O'BRIEN, Jim. 2000. The Pitch is In the Mail. ComputerShopper. 2000. Vol. Junho.
OLIVEIRA, Otávio J. 2003. Gestão da Qualidade - Tópicos Avançados. São Paulo : THOMSON PIONEIRA,
2003. ISBN-13: 9788522103867.
Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômicos. 2003. Perspectivas da tecnologia
da informação as tecnologias da comunicação e da informação e a economia da informação. São
Paulo : SENAC, 2003. 8573593873.
PADRON, Juliana. 2007. 10 mitos do e-mail marketing XE "e-mail marketing" . Outrolado: Criação e
Tecnologia na WEB. [Online] Z Editores Ltda, 22 de Outubro de 2007. [Citado em: 8 de Novembro de
2007.] <http://outrolado.com.br/Artigos/10_mitos_do_email_marketing>.
PAZGAL, Amit e SIKKA, Sandeep. 2001. 4I: A new premise for Marketing Online. Internet XE
"Internet" Marketing Research: Theory and Practice. London : Idea Group Publishing, 2001. 1-
878289-97-7.

Centro Universitário Nove de Julho – Unidade Vergueiro


Bibliografia
PERISCINOTO, Alexandra, et al. [200- ?]. Glossário de Marketing Direto. ABEMD. [Online] Associação
Brasileira de Marketing Direto, [200- ?]. [Citado em: 20 de Outubro de 2007.]
<http://www.abemd.org.br>.
PIMENTEL, Marta Outeiro Moutinho Teixeira. 2006. Gestão da Marca no Contexto da Experiência
do Consumidor: O Caso edp. Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Gestão de Empresas.
Porto : EGP - Escola de Gestão do Porto - Universidade do Porto, 2006.
PINE, Joseph e GILMORE, James. 1998. Welcome to the Experience Economy. Harvard Business
School Press. 1998, Vol. v. 76, 4.
PINHO, José Benedito. 2000. Publicidade e vendas na Internet XE "Internet" : técnicas e estratégias.
São Paulo : Editora Summus, 2000. ISBN 8532307469.
RANGEL, Jamenson. 2002. Marketing. Web Marketing XE "Web Marketing" . [Online] 02 de Outubro
de 2002. [Citado em: 20 de Maio de 2007.] <http://www.webmarketing.ppg.br/marketing.htm>.
RAPP, Stan e MARTIN, Chuck. 2002. Maxi-e-Marketing XE "e-Marketing" no Futuro da Internet XE
"Internet" – Estratégias para vencer a concorrencia na economia da Internet. São Paulo : Makron
Books, 2002.
RATTO, Luiz. 2004. TELEMARKETING. São Paulo : SENAC, 2004. ISBN: 8574581569.
ROBERTS, Stevan, FEIT, Michelle e BLY, Robert W. 2001. Mala-direta via Internet XE "Internet" .
[ed.] Bazán Tecnologia e Lingüística. São Paulo : Futura, 2001.

Centro Universitário Nove de Julho – Unidade Vergueiro


Bibliografia
ROGERS, Don Peppers e ROGERS, Martha. 2004. AMA REDEFINE O MARKETING: O QUE IMPORTA É O
CLIENTE. 1to1Weekly. [Online] Rogers&Rogers Group, 11 de Novembro de 2004. [Citado em: 17 de Agosto
de 2007.] http://www.1to1.com.br/newsletter/newsletter.php3?data=2004-11-11.
ROLDAN, Malu. 2001. The Evolution of Web Marketing XE "Web Marketing" Practice. [A. do livro] Oak Lee.
Internet XE "Internet" Marketing Research: Theory and Practice. Londres : Idea Group Publishing, 2001.
ROSINI, Alessandro Marco e PALMISANO, Angelo. 2003. Administração de Sistemas da Informação e a
gestão do conhecimento. São Paulo : Thomson Learning Ibero, 2003. ISBN 8522103127.
SANNA, Paulo. 2002. Internet XE "Internet" e MD: enfim, juntos ou quase. Portal da Propaganda. [Online] 30
de Setembro de 2002. [Citado em: 19 de Agosto de 2007.]
<http://www.portaldapropaganda.com/marketing/mkt_direto/2002/09/0002>.
SARQUIS, Aléssio Bessa. 2003. Marketing para pequenas empresas: a indústria da confecção. São Paulo :
Senac, 2003. ISBN 8573593296.
SILVA, F. E. da e TOSCANO, W. 2006. Técnicas de detecção e classificação de spam. Exacta. 2, 2006, Vol. 4,
pp. 333-342.
SNYDER, P. 2004. Wanted: standards for viral marketing. Brandweek. 26, 2004, Vol. v. 45.
STRAUBHAAR, Joseph e LAROSE, Robert. 2003. COMUNICAÇAO, MIDIA E TECNOLOGIA. s.l. : THOMSON
PIONEIRA, 2003. ISBN-13: 9788522103768.
TOFFLER, Heidi e TOFFLERr, Alvin. 1984. Criando uma nova civilização. São Paulo : Record, 1984.
VARELLA, Péricles Gomes, et al. 2002. Aprendizagem colaborativa em ambientes virtuais de aprendizagem: a
experiência inédita da PUCPR. Revista Diálogo Educacional. 6, 2002, Vol. 3.
VASCONCELLOS, Ronaldo. 2003. PROJETO DE LEI Nº 2186. 2003.
VAZ, Gil Nuno. 2003. Marketing institucional: o mercado de idéias e imagens. s.l. : Thomson Learning, 2003.
ISBN 852210025X.
WAYLAND, Robert E e COLE, Paul M. 1997. Customer connections: new strategies for growth. Boston :
Harvard Business Scholl Press, 1997.
WILSON, Dr. Ralph F. 2000. The Six Simple Principles of Viral Marketing. WebMarketing Today. [Online] 2 de
Janeiro de 2000. [Citado em: 4 de Outubro de 2007.] <http://www.wilsonweb.com/wmt5/viral-principles-
clean.htm>.
ZEFF, Robbin e ARONSON, Brad. 2000. Publicidade na Internet XE "Internet" . Rio de Janeiro : Campus, 2000.
ZUFFO, Jõao Antônio. 1997. A INFOERA:Centro Universitário
O Imenso Nove
Desafio do Futuro. Sãode Julho
Paulo : – Unidade
Editora Saber Ltda, Vergueiro
1997.
Centro Universitário Nove de Julho – Unidade Vergueiro