Anda di halaman 1dari 18
O sucesso de qualquer promoção imobiliária está no conhecimento do mercado, na oferta e na procura

O sucesso de qualquer promoção imobiliária está no conhecimento

do mercado, na oferta e na procura imobiliária, assim como

nos

métodos utilizados para a promoção do seu imóvel. Face ao decréscimo da actividade registado nos últimos tempos e

à forte concorrência a que se assiste no mercado interno, a RE/MAX têm aprofundado o seu conhecimento e método de trabalho, com o intuito da venda do seu imóvel ser um processo cada vez mais célere e com o menor dos transtornos para si. Como principais condicionantes à venda do seu imóvel, podemos

referir

o

preço errado

de

lançamento no

mercado;

a

forte

concorrência, não

na promoção e métodos de trabalho, mas sim no

elevado número de imóveis no mercado; e, a falta de capitais iniciais, entre outros.

Pelos

factores

acima referidos

e

outros

que

vão

sempre

aparecendo durante a promoção do seu imóvel, é de primordial

importância que o mesmo se encontre com um preço competitivo logo no inicio da sua comercialização no mercado.

Carlos Silva e Dália Simões

Rua Quinta das Palmeiras, 31 B Garantidenigma- Soc. Med. Imob., Lda AMI 10511 Oeiras e São Julião da Barra, Oeiras, Portugal 2780-149 OEIRAS

2

3

RE/MAX em Portugal

Estamos presentes em Portugal desde 2000, somos comprovadamente líderes de mercado com mais de 220 agências e 3000 agentes. As Agências e Agentes Independentes, formam uma força própria ao criar o seu negócio pessoal, dentro da nossa Rede. A RE/MAX dá ao seu franchisado a oportunidade de criar o seu próprio negócio de forma independente mas, em simultâneo, com o apoio de uma estrutura consolidada e ferramentas que o orientam na sua actividade, com base num sistema de cooperação e partilha, que favorece a concretização de negócios onde todos ganham.

As ferramentas do Franchising RE/MAX estão assentes sobre os pilares do negócio:

Marca Publicidade Rede Tecnologia Formação Modelo de Gestão Ninguém no mundo vende mais imóveis que a RE/MAX. A RE/MAX em Portugal, com apenas 13 anos, foi nomeada, em 2002, como a mediadora do ano, em 2007, 2009, 2010, 2011, 2012 e 2013 classificou-se como a melhor empresa para se trabalhar.

RE/MAX em Portugal Estamos presentes em Portugal desde 2000, somos comprovadamente líderes de mercado com mais
RE/MAX em Portugal Estamos presentes em Portugal desde 2000, somos comprovadamente líderes de mercado com mais
RE/MAX em Portugal Estamos presentes em Portugal desde 2000, somos comprovadamente líderes de mercado com mais

4

PROCESSO DE COMPRA DO SEU IMÓVEL

PROCESSO DE COMPRA DO SEU IMÓVEL 5

5

TempoMédiodeconclusão

paraaCompradeumImóvel

ComprasemfinanciamentoBancário

1DIA 1a5DIAS 15a25 DIAS VISITA RESERVA CPCV Escritura
1DIA
1a5DIAS
15a25 DIAS
VISITA
RESERVA
CPCV
Escritura

CompracomfinanciamentoBancário

1DIA 1DIA 60DIAS VISITA RESERVA CPCV PROCESSO Escritura BANCO
1DIA
1DIA
60DIAS
VISITA
RESERVA
CPCV
PROCESSO
Escritura
BANCO

6

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

PARA

A

COMPRA

DO

SEU

IMÓVEL

COM

RECURSO A FINANCIAMENTO BANCÁRIO

COMPRADORES

1.Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão 2.Número de Contribuinte (NIF) 3.Recibos de Vencimento dos últimos três meses 4.IRS (último) com Nota de Liquidação 5.Extractos bancários dos últimos três meses 6.Carta da entidade patronal

FIADORES (PARA CRÉDITO BANCÁRIO)

1.Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão 2.Número de Contribuinte (NIF) 3.Recibos de Vencimento dos últimos três meses 4.IRS (último) com Nota de Liquidação 5.Extractos bancários dos últimos três meses 6.Carta da entidade patronal

DOCUMENTOS PARA A COMPRA QUE ENVOLVEM CUSTOS

1.Contrato de Promessa de Compra e Venda (CPCV) 2.Reconhecimento de assinaturas 3.Registos provisórios

4.IMT

7

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

PARA A COMPRA DO SEU IMÓVEL COM RECURSO A FINANCIAMENTO BANCÁRIO

CADERNETA PREDIAL

Documento que funciona como Identidade” do imóvel.

uma espécie

de

“Bilhete de

É emitido pelo Serviço de Finanças e comprova a sua inscrição na matriz. Identifica a sua localização, a composição, a

área, o proprietário e o valor tributável.

CERTIDÃO

DE

TEOR

DA

CONSERVATÓRIA DO REGISTO

PREDIAL

Documento emitido pela Conservatória do Registo Predial que certifica todos os registos efectuados em relação ao imóvel:

localização, composição, proprietários, ónus, transmissões, encargos, etc.

LICENÇA DE UTILIZAÇÃO/HABITAÇÃO

Documento emitido pela Câmara Municipal autorizando que uma casa seja habitada, após ter sido verificado que reúne as

condições exigidas dimensões, etc.)

e

para

o

está

efeito

(segurança, salubridade,

em

conformidade

com

o

projecto

aprovado. É exigido pelo notário ou conservador na realização

da escritura.

CONTRATO POR DOCUMENTO

Documento que regula a compra e venda de um imóvel destinado

a habitação,

através

de

um empréstimo

concedido por

uma

instituição bancária autorizada. Esta modalidade substitui a

escritura pública na compra

com

recurso

ao

crédito,

dispensando a intervenção do notário público.

8

PROCESSO DE COMPRA

CONTRATO de PROMESSA DE COMPRA E VENDA

O

objectivo deste

contrato

é

celebrar

a

intenção

de

compra/venda do imóvel e, as condições (financeiras e outras)

em que esse negócio será realizado.

Nele deverá constar:

1.Identificação completa dos intervenientes comprador(s) e vendedor(s).

2.A identificação do imóvel de forma tão elucidativa quanto possível (incluindo morada, descrição predial e matricial).

3.Preço – estipular o valor global objecto do contrato e,

SINAL

como subcategoria o sinal.

Trata-se de uma quantia habitualmente entregue na celebração deste contrato, que funciona como princípio do pagamento acordado para a transacção.

Caso não disponha de quantia para o sinal, poderá recorrer a um financiamento específico para estas situações: Crédito final.

9

PROCESSO DE COMPRA

OUTROS ASPECTOS A CONSIDERAR…

PRAZO PARA ESCRITURA

Estabeleça um prazo que seja exequível para a realização da

escritura e acrescente uma margem de segurança para qualquer

imprevisto.

Não

se

esqueça

que

a

data

de

marcação da

escritura depende de vários factores, assim convém informar-

se sobre o tempo médio de espera das entidades públicas,

correspondente às da área do imóvel que adquirir (Finanças,

Câmara, Conservatória do registo Predial,

Notário).

Se

o

proeminente vendedor

tiver um empréstimo a decorrer conte

ainda com pelo menos 15 dias (em média), para o distrate. De

qualquer

modo

exija

que

seja

incluída

uma

cláusula

a

salvaguardar, segundo a qual não perderá nenhum dos direitos,

se um eventual atraso relativamente ao prazo estabelecido não

lhe for imputável.

DIVIDAS RELATIVAS AO IMÓVEL

Antes

de

comprar casa

deve

averiguar se existem dívidas

relativas ao imóvel, que tenham implicações para si, enquanto

novo proprietário nomeadamente em relação ao condomínio.

SITUAÇÃO DO IMÓVEL

CONSERVATÓRIA DO REGISTO PREDIAL, informe-se:

Antes de celebrar o contrato de promessa compra e venda,

1.Se deverá o vendedor assegurar-se é realmente da verdadeira o proprietário situação do do imóvel. imóvel.

2.Se não incidem sobre o imóvel: ónus ou encargos, como o

usufruto, uso e habitação superfície, servidão, hipotecas,

penhoras, arrestos, apreensões, arrolamentos ou acções

judiciais.

3.Se o prédio já está construído em propriedade horizontal,

ou seja se já existem frações autónomas.

10

PROCESSO DE COMPRA

NA CÂMARA MUNICIPAL DO CONCELHO, onde o imóvel está construído, confirme o seguinte:

1.Se o imóvel tem licença de habitação emitida.

2.Se pretende construir casa, verifique se o terreno tem alvará de loteamento e quais as características e, áreas de habitação que pode construir.

NA REPARTIÇÃO DE FINANÇAS, verifique:

1.Se o proprietário tem dívidas para com o Estado (mesmo que não sejam relativas ao imóvel, este poderá ser alvo de acção judicial, no âmbito de dívidas pessoais).

2.Se o imóvel se encontra devoluto, isto é, se não existem herdeiros com o direito de preferência.

3.A fiscalidade aplicável (valor patrimonial, procedimentos necessários para pedir isenção de imposto municipal sobre imóveis ou, no caso de não ter direito a isenção, quanto é que poderá pagar). Se o imóvel for usado verifique também se o Imposto

REALIZAR OS REGISTOS PROVÍSÓRIOS

Municipal sobre Imóveis esta em dia.

Tem

como

objectivo tal

como

 

o

nome

indica, registar

provisoriamente

a

aquisição

a

favor

do

comprador

e

a

respectiva hipoteca a favor do banco, que vai financiar a

compra da habitação. Estes documentos conferem ao comprador

a legitima expectativa de que o negócio se vai realizar, sem

prevalência

de

ónus

ou

encargos,

não

aceites

ou

desconhecidos, garantindo-lhe assim a segurança de comércio

COMO PROCEDER

jurídico imobiliário.

1.Após a autorização do crédito, o comprador deverá proceder aos

registos provisórios de aquisição e, hipoteca na conservatória do registo predial da área o imóvel.

2.O comprador fica obrigado a tornar estes registos definitivos dentro do prazo de validade.

3.O comprador fica também obrigado a requerer na Conservatória do Registo Predial uma certidão de teor, de todos os registos em vigor relativos ao imóvel a adquirir, para solicitar estes documentos na conservatória. Faça-se acompanhar da caderneta predial urbana ou da certidão do pedido de inscrição na matriz passada pela repartição de finanças, caso aquela exista.

11

PROCESSO DE COMPRA

PAGAMENTO DO IMPOSTO SOBRE TRANSMISSÕES ONEROSAS DE IMÓVEIS (IMT)

•pagamento do referido imposto efectua-se numa repartição de

finanças e estação de correios, ou através do multibanco,

devendo o comprovativo da sua liquidação ser entregue na

altura da realização da escritura de compra e venda.

CELEBRAR A ESCRITURA

1.Escritura

pública

é

o

documento autêntico, realizado pelo

notário que constitui a forma legal do negócio de compra e venda

da habitação.

2.É no momento da celebração da Escritura que é celebrado o contrato definitivo de compra e venda do imóvel do vendedor para o comprador, que se assume como proprietário, enquanto que do lado do vendedor cessam todos os direitos sobre o imóvel.

3.O contrato de mútuo acordo com hipoteca é celebrado entre o comprador (devedor) e o Banco (credor) e, estipula tudo o que se relaciona com a dívida contraída (o seu valor, taxa de juros, prazos de pagamentos, penalização por amortização antecipada, etc.).

4.A celebração da escritura poderá ser feita na presença do notário ou através de Documento Particular, formalizando junto dos respectivos instituições de crédito devidamente habilitadas para

CONVERSÃO EM DEFINITVO DOS REGISTOS PROVISÓRIOS e

tal.

cancelamento dos ónus existentes

5.É no momento da formalização deste contrato que o comprador paga

ao vendedor a parcela do valor da transacção em falta.

Depois

de

realizada a escritura

de

compra

e

venda,

a

respectiva instituição de crédito procederá a conversão em

definitivo

dos

registos

provisórios

e

ao

eventual

cancelamento dos ónus existentes, nomeadamente hipotecas

existentes anteriormente.

12

PROCESSO DE COMPRA

DESPESAS

Quando decide comprar a sua casa nova, além do preço negociado

com o vendedor, e do IMT, terá que suportar um conjunto de

custos adicionais que serão devidos até a casa ser sua!

Desde logo, se recorrer a crédito imobiliário, poderão ser-lhe

cobrados custos relacionados com a abertura de dossier de crédito e com a avaliação do imóvel.
cobrados custos relacionados com
a
abertura
de dossier
de
crédito e com a avaliação do imóvel.
(consultar
preçario
da
entidade
bancária
que
concede
o
empréstimo)
Independentemente da forma de
pagamento por
que
optar,
no
processo de aquisição de um imóvel terá de suportar, consoante
os casos, os seguinte encargos:
P ROCESSO DE C OMPRA DESPESAS Quando decide comprar a sua casa nova, além do preço

13

TABELA IMT 2014

TABELA IMT 2014 14
TABELA IMT 2014 14
TABELA IMT 2014 14
TABELA IMT 2014 14
TABELA IMT 2014 14
TABELA IMT 2014 14
TABELA IMT 2014 14

GLOSSÁRIO

Angariação Imobiliária - A atividade de

Certidão de Teor - documento emitido pela

Angariação Imobiliária é aquela em que,

conservatória de

Registro

Predial,

que

por contrato de prestação de serviço, uma

permite

verificar

a

situação

em

que

o

pessoa singular se obriga a desenvolver as

imóvel

se

encontra,

designadamente

a

ações e a prestar os serviços previstos

indicação dos proprietários e a existência

necessários à preparação e ao cumprimento

de

hipoteca ou

qualquer

outro

ónus

e

dos contratos

de mediação imobiliária,

encargos constituído.

celebrados pelas imobiliária.

empresas

de

mediação

 
 

Distrate - Dissolução ou rescisão de um contrato. Quando relacionado com o crédito

Área

Bruta

-

Corresponde

à superfície

habitação,

significa

a

rescisão

da

total

do

fogo,

medida

pelo

perímetro

hipoteca

constituída

por

extinção

da

exterior das paredes separadoras dos fogos

divida.

 

e,

inclui

varandas privativas, locais

 

acessórios e

a

quota

parte

que

lhe

corresponda

nas

circulações

 

comuns

do

edifício (REGEU).

 

Escritura Pública - Ato jurídico praticado

 

pelo notário, advogado ou conservador, na

presença das

partes

que

visa conferir

validade

e

eficácia

jurídica

a

um

Área

Bruta

Privativa

-

Corresponde a

documento particular.

 

superfície

total,

medida pelo

perímetro

 

exterior e eixos

das paredes ou outros

elementos

separadores

do

edifício

ou

fração, inclui varandas privativas, caves

FIN

-

Ficha

Bancária

de

Informação

e

sótãos

privativos

com

utilização

Normalizada. Documento idêntico para todos

idêntica à do edifício (CIMI).

 

os bancos, disponibilidade ao cliente e do

 

qual

deve

constar

elementos

de

identificação e condições bancário.

do empréstimo

Área de Construção - Corresponde à soma

das áreas dos

tetos, ou dos pavimentos

cobertos, a todos os níveis da edificação.

Área Habitável

- compartimentos da habitação, com exceção

Soma

das

áreas

dos

dos

vestíbulos,

circulação

interior,

instalação sanitária,

arrumos

e

outros

compartimentos de função similar. Mede-se pelo perímetro interior das paredes que

limitam

o

fogo,

paredes

interiores,

divisórias e condutas.

Fiador -

Pessoa que presta a garantia ao

pagamento de uma divida de terceiro, sob a

forma de fiança. No caso de não pagamento da divida de terceiro, é ao fiador que

incube pagar

juros.

o

empréstimo e respetivos

Frações Autónomas - Unidades independentes em que se divide um edifício constituído em regime de propriedade horizontal.

Área Útil - Soma das áreas de todos os compartimentos da habitação, incluindo

vestíbulos,

circulações

interiores,

instalações sanitárias, arrumos, outros

compartimentos

de

função

similar

e

armários nas

paredes,

e

mede-se pelo

perímetro interior das paredes que limitam o fogo (REGEU).

Hipoteca - Direito real de garantia que confere ao credor o direito a ser pago

pelo

valor

de

certas

coisas

imóveis ou

equiparadas pertencentes ao devedor ou a

um terceiro com preferência na satisfação

do crédito sobre os demais credores que

não

gozem

de

privilégio

15

prioridade de registo.

especial

ou

de

Caderneta Predial

-

Documento

emitido

GLOSSÁRIO

IMI

-

(Antiga

Contribuição Autárquica)

Propriedade Horizontal

-

Trata-se

de

um

Imposto Municipal sobre imóveis que recaem

regime

aplicável

aos

prédios

urbanos

sobre o valor patrimonial tributário dos

edificados, em que cada proprietário detém

prédios rústicos

e

urbanos

situados em

a propriedade de sua fração autónoma e a

território nacional.

 

co-propriedade

das

partes

comuns

do

 

edifício

onde

se

entregar

a

fração

na

exata proporção desta última.

 

Imposto

de

Selo

-

Encargo

imposto pelo

 

estado que incide sobre todos os actos,

contractos, documentos, títulos, livros,

Sinal

-

Entrega de

uma quantidade para

papéis,

e

outros

factos

previstos

na

garantia das obrigações assumidas entre as

tabela geral do imposto selo.

 

partes.

IMT

-

(Antiga Sisa)

Imposto municipal

Spread

-

Componente

da

taxa

de

juro

sobre as transmissões onerosas de imóveis

definida

pelo

banco

quando

concede

um

que incide sobre as transmissões previstas

financiamento.

É

variável

em

função

dos

no respectivo código.

custos

de

financiamento

do

banco

no

mercado

interbancário,

do

risco

de

crédito, do cliente e do loan to value do

Licença de Utilização - documento que se destina a verificar a conformidade da obra concluída com o projecto aprovado e com as

empréstimo.

 

condições

do

licenciamento

ou

da

comunicação previa.

 

LTV

-

Loan

to

valeu

-

Relação

estabelecida

entre

o

montante

do

empréstimo bancário e o valor da avaliação do imóvel.

Matriz Predial - Registro de que constam designadamente a caracterização do prédio,

a

localização e

seu

valor patrimonial

tributário, a identidade dos proprietários e sendo caso disso do usufrutuários e superficiários. Existem matrizes rústicas ou urbanas.

Outorgante

-

Interveniente

 

como

interessado em

validade

formal

esteja

contrato cuja dependente de

escritura

pública.

Permuta

-

Contrato

inominado em

que

as

partes

transmitem

e

recebem,

simultaneamente, bens imóveis ou móveis, de igual valor ou valor diferente.

Taxa de Esforço - Proporção do rendimento do agregado familiar afecto ao pagamento

dos

empréstimos.

Permite

ao

cliente

conhecer

qual

a

percentagem

de

seu

rendimento

mensal

que

 

vai

ser

utilizada

para

fazer

face

a

seus compromissos

financeiros.

 

Teor

da Descrição

 

-

Registro Predial

Conjunto de elementos identificadores da

situação física, económica e fiscal do prédio. O extracto da descrição contem o número de ordem
situação física,
económica
e
fiscal
do
prédio. O extracto da descrição contem o
número de ordem privativo dentro de cada
freguesia,
natureza
do
prédio,
denominação, situação - por referencia ao
lugar,
rua,
numero
de
policia
ou
confrontações, composição e área, valor e
situação matricial (expresso pelo numero
de matriz ou indicação de omissão).

16

Deseja comprar, vender ou arrendar? Contacte-nos para um serviço 5 Estrelas! 17

Deseja comprar, vender ou arrendar?

Contacte-nos para um serviço 5 Estrelas!

17