Anda di halaman 1dari 35

CLASSIFICAÇÃO DOS SOLOS

Mecânica dos Solos

Introdução
Porquê classificamos os solos?
R: Para uniformizar, padronizar, sistematizar e
agrupar os solos cujas propriedade são
parecidas.

Introdução
É importante lembrar que os sistemas de
classificação são o primeiro passo para
determinar o comportamento de um solo.
Um mesmo solo poderá pertencer a mais de
um grupo dentro de um mesmo sistema de
classificação, devido a sua natureza variável.

.Tipos de Classificação Tipos de Classificação de Solos 1. 2. 3. Classificação genética geral. Classificação por tipo de solos. Classificação unificada (SUCS). 6. 4. Classificação granulométrica. 5. Classificação dos solos (AASHTO). Classificação MCT (solos tropicais).

CLASSIFICAÇÃO POR TIPOS DE SOLOS .I.

a partir do seu manuseio em campo ou em laboratório. .I. Classificação Tipo de Solos Classificação tátil visual Os solos podem ser estimados previamente através de análises simples e diretas.

Siltes são menos ásperos que a areia e perceptíveis ao tato.Areias são ásperas ao tato e visíveis ao olho nu.I. Classificação Tipo de Solos Os ensaios realizados são: a) Teste visual e tátil: Mistura-se uma pequena quantidade de solo e água. . . .

Classificação Tipo de Solos Os ensaios realizados são: a) Teste visual e tátil: . .As argilas se parecem a uma pasta de sabão escorregadia e quando secas. os grãos da argila proporcionam uma sensação de farinha ao tato.I.

I. Classificação Tipo de Solos Os ensaios realizados são: b) Teste de sujar as mãos: Após fazer uma pasta (solo+água) na palma da mão. . . .Solo siltoso: necessita de mais fluxo de água. .Solo argiloso: dificuldade de soltar. coloque a mão sob água corrente observando a lavagem do solo.Solo arenoso: lava-se facilmente.

Solo siltoso: tem desagregação rápida. . .Solo argiloso: tem desagregação lenta.I. . Classificação Tipo de Solos Os ensaios realizados são: c) Desagregação do solo submerso: Coloca-se parte de um torrão de solo imerso em água.

.Siltes e areias: baixa resistência. .argilas: grande resistência. . Classificação Tipo de Solos Os ensaios realizados são: d) Teste de resistência dos solos secos: Torrão seco tem certa resistência ao tentar desfazê-lo com a pressão dos dedos.I.

I.Solos siltosos: levam 15 a 60 minutos. . . agita-se e espera o tempo de deposição das partículas. Classificação Tipo de Solos Os ensaios realizados são: e) Teste de dispersão em água: Coloca-se o solo e água em uma proveta. .Solos arenosos: depositam rapidamente (30 a 60 s). .Solos argilosos: levam horas em suspensão.

II. CLASSIFICAÇÃO GENÉTICA GERAL .

Topografia regional. Processos orgânicos.II. Agente intempérico de transporte. Depende dos seguintes aspectos: - Natureza da rocha de origem. Classificação Genética Geral Classifica o solo de acordo com a sua formação originária. . Clima regional.

Classificação Genética Geral - - Solos residuais – resultado da decomposição de rochas que se encontram no próprio local em que se formaram. Retirada de colóides (argila) da superfície para camadas mais profundas. Solos antigos: muito intemperismo! . Solos transportados – foram levados ao local atual por algum agente de transporte Solos orgânicos – contém uma concentração alta de compostos orgânicos resultantes da decomposição de animais e vegetais Solos de evolução pedogênica ou lateríticos .II.

CLASSIFICAÇÃO GRANULOMÉTRICA .III.

É reprentada por uma curva de distribuição granulométrica. O ensaio de granulometria é feito de acordo com o tipo de solo. .III. Classificação Granulométrica Através da análise granulométrica é feito à medida dos tamanhos dos grãos dos solos.

III. Classificação Granulométrica Ensaio de Peneiramento .

III. Classificação Granulométrica Peneiras .

Classificação Granulométrica Agitador ou peneirador .III.

III. Classificação Granulométrica Ensaio de Sedimentação .

Curva granulométrica III. Classificação Granulométrica .

- Solos finos: finos é realizado o ensaio de sedimentação.III. Classificação Granulométrica - Solos grossos: grossos é realizado o ensaio de peneiramento. . Granulometria conjunta: utiliza o peneiramento + sedimentação.

. -Mal graduados: curva granulométrica uniforme. Classificação Granulométrica Solos grossos -Bem graduados: distribuição contínua de diâmetros. Esta característica pode ser expressa em função de CNU e CC.III.

III. Classificação Granulométrica .

.

.

Classificação Granulométrica Solos grossos CNU: coeficiente de não uniformidade CNU≤5: muito uniforme = mal graduada 5<CNU ≤ 15: uniformidade média CNU>15: não uniforme = bem graduada .III.

Classificação Granulométrica .III.

III. Classificação Granulométrica Solos grossos CC: coeficiente de curvatura da curva granulométrica 1<CC<3: solo bem graduado CC ≤ 1 ou CC ≥ 3: solo mal graduado .

82 D10 = 0.53 D10 = 0.9 D30= 0.15 .9 D30= 0.15 CC entre 1 e 3: curva suave melhor distribuição das partículas D60 = 0.D60 = 0.

Ábaco de classificação de solos .

Ábaco de classificação de solos % silte % argila % areia 22 29 49 .

.

 Classificar os seguintes solos. de acordo com a distribuição granulométrica: % argila % silte % areia 53 24 23 30 12 58 35 55 10 Classificação .