Anda di halaman 1dari 14

Introdução

 Motivos para a escolha desta Industria:

 Industrias inseridas no sector químico - empresas delicadas

 Produto de procura crescente - aumentos e evoluções na técnica de


produção - crescimentos desmedidos das empresas sem olhar para a
Segurança e Higiene.

 Objectivo
 Realizar um trabalho que se aplique a qualquer industria da área.
PRFV - Plástico ou Poliéster Reforçado com Fibra de
Vidro ou Fiberglass

 A constituição do PRFV “é” a combinação de Fibra de Vidro com


resinas.

 A resina transforma-se de líquido em sólido graças a acção de mais


duas substâncias: o acelerador Cobalto e o catalisador.

 O principal solvente dos poliésteres é o monómero de estireno


A Empresa de PRFV

1. Matérias primas e de consumo

2. Máquinas da produção
Produção- Avaliação de riscos

1. Preparação de fibras e tecidos

2. Preparação das resinas para colagem

3. Preparação das Máquinas Projectoras

4. Aplicação de gel

5. Moldagem manual em molde aberto por contacto (colagens)

6. Projecção em molde aberto (com pistola de projecção de resina)

7. Projecção de tubo

8. Corte

9. Montagem de peças
Método específico de avaliação de riscos químicos

 Perigos intrínsecos dos agentes


químicos, frases R;
 Frequência/Tempo de exposição;
 Quantidade utilizada;
 Volatilidade do agente;
 Forma de utilização;
 Tipo de controlo;
Método específico de avaliação
de riscos químicos - Conclusões

 Nível de risco 2 - A aplicar ao acelerador

 Medidas de prevenção específicas para controlar o risco.

 Extracção localizada

 Objectivo:
 conseguir que a concentração de substâncias químicas no
local de trabalho se encontre o mais abaixo possível do
valor-limite.
Método específico de avaliação
de riscos químicos - Conclusões
 Nível de risco 3 - A aplicar a acetona, catalisador, cera
desmoldante e gel coat

 Confinamento ou sistemas fechados que impeçam totalmente


que a substância química passe para a atmosfera durante as
operações.

 Após a implementação verificação da exposição, se é inferior


aos valores-limite de exposição profissional.

 O resultado da avaliação quantitativa revelará a eventual


necessidade de medidas de controlo adicionais ou mesmo de
um programa de medições periódicas da exposição
Método específico de avaliação
de riscos químicos - Conclusões

 Nível de risco 4 - A aplicar à resina e ao estireno

 Substâncias extremamente tóxicas, estireno, ou substâncias de


toxicidade moderada em grandes quantidades, resina, facilmente
libertadas para a atmosfera.

 É imprescindível adoptar medidas especificamente concebidas:


extracções, armazenagens especificas, indicação de EPIs e
formação.

 Requer avaliação quantitativa da exposição, aumento da


verificação periódica da eficácia dos sistemas de controlo.
Edifício

 Cruzamento do layout com os riscos, indicando a localização gráfica dos diferentes locais de trabalho,
capazes de acarretar prejuízos à saúde dos trabalhadores acidentes ou doenças de trabalho A
associação de cores aos riscos está descrita no próximo quadro.
Edifício – Riscos Zona a zona

 Armazenagem: R. Químicos e de Incêndio


 Lixos: Incêndio
 Projecção: Incêndio, Químico; Físico; Ergonómico; Mecânico
 Corte: Riscos Químico; Físico; Ergonómico; Mecânico
 Preparação de Resinas e Pastas: Riscos Químicos; Incêndios/ Explosão;
Mecânicos e Ergonómicos em pequena escala.
 Corte de Fibras: Apresenta risco Mecânico Químico de grau médio e
Ergonómico de grau leve;
 Colagens e Montagem: Apresenta Risco Mecânico Ergonómico e químico
e ainda neste sector o quando estamos em presença de confinamento o
risco químico e de incêndio/explosão é o mais grave.
Edifício

1. As descargas
2. Armazenamento
3. Projecção
4. Colagens
5. Corte e rebarbagem
6. Armazéns de produtos acabados
7. Lixos
8. Balneários e Vestiários
9. Edifícios já existentes
Conclusões:

 A abordagem feita neste trabalho não será total no que


diz respeito ao fabrico de PRFV, uma vez que esta é
uma industria em crescimento, há muitas técnicas,
matérias e máquinas que não mencionei. Mas à
primeira vista podemos concluir que este tipo de
industria é muita delicada

 Há algumas fábricas em que a segurança e a saúde já


se consideram a base de tudo, mas ainda há muito a
fazer.
Fim...