Anda di halaman 1dari 5

A crnica um comentrio noticioso de

factos, que vive do quotidiano, mas no visa a


informao.

Pode ser uma espcie de narrao de


acontecimentos, uma apreciao de situaes
ou, na definio tradicional, assumir-se como
relato histrico.
Antigamente, crnica era um relato
histrico ou uma narrao de factos histricos
redigida segundo a ordem do tempo .

A crnica moderna , muitas vezes, uma


apreciao crtica, um comentrio ou uma
narrao de acontecimentos reais ou
imaginrios, a que se exige oportunidade e
carcter pessoal; alterna a subjetividade
literria com o relato dos factos.
H um acontecimento/facto/ideia real que est na
gnese do texto;
O tema da atualidade pode ser diversificado;
Pode centrar-se sobre aspetos comuns da vida quotidiana
ou servir de palco para a criao literria;
No obedece a uma estrutura fixa, apresentando, por
isso, uma forma livre e pessoal.
Marcas de subjetividade;
Marcas de temporalidade;
Tom coloquial, que denota a presena do
interlocutor e a cumplicidade existente entre escritor e
leitor;
Recursos expressivos (como a linguagem metafrica,
o emprego expressivo da adjetivao) e outros
processos literrios.
Crtica;
Censura;
Elogio;
Aviso;
Finalidade sociolgica;
Objetivo satrico/humorstico.