Anda di halaman 1dari 40

Moluscos e Anelídeos

Professora e mestre em Ecologia


Fernanda Aires Guedes Ferreira
Blog: omelhordabiologia.blogspot.com
Malacologia
Estudo dos moluscos
FILO MOLUSCO
Moluscos (do latim mollis: “mole”)

Características gerais Corpo dividido em três


partes, sendo:
• Simetria bilateral,
1. Cabeça: Possui órgãos
• Não segmentados, sensoriais (olhos,
• Triblásticos, tentáculos, etc).
• Celomados 2. Pé: estrutura muscular
• Protostômios. para fixar, cavar ou
locomover.
3. Massa visceral: onde
ficam os órgãos
internos. Algumas vezes
protegido por uma
concha.
PARTES DO CORPO DE UM MOLUSCO
A concha dos Moluscos
A concha é uma estrutura calcária resistente que
atua como esqueleto, dando sustentação ao
corpo do animal.

• Lesma e polvo não possuem concha. Podem


ter perdido-a ao longo da evolução.

• Em caracóis e caramujos: concha externa e


formado por uma só peça (univalves).

• Em mexilhões e ostras: concha é externa e


formado por duas peças (bivalves). univalves bivalves

• Em lulas a concha é interna.


A concha dos Moluscos
• A concha é fabricada pelo manto ou prega paleal.
• Cavidade do manto ou cavidade paleal: Espaço entre
o manto e a concha, sendo muito vascularizado e
com funções respiratórias “pulmões” de moluscos
terrestres.
Diversidade dos Moluscos
• Compreende cerca de 100.000 sp.
• Diversificado em morfologia e tamanho.
FILO MOLUSCOS
REPRESENTANTES

Amphineura
FILO MOLUSCOS
REPRESENTANTES
Classe Gastrópodes
• Marinhos, dulcícolas ou terrestres. Concha
univalve ou ausente.
• Pé achatado em forma de palmilha.

LESMA – sem concha


CARAMUJO - aquático
CARACOL - terrestre
FILO MOLUSCOS
REPRESENTANTES
FILO DOS MOLUSCOS
REPRESENTANTES
Classe Bivalves
• Marinhos (maioria) ou dulcícolas.
• Concha bivalve e externa.
• Pé em forma de lâmina de machado.
• Cabeça pouco desenvolvida.

OSTRAS

MEXILHÃO
FILO DOS MOLUSCOS
Classe bivalves
FILO DOS MOLUSCOS
REPRESENTANTES
Classe cefalópodes
• Todos marinhos.
• Concha ausente, interna ou externa.
• Pés transformados em tentáculos ligados diretamente à cabeça

POLVO – concha ausente

LULA – concha interna

Nautillus – concha externa


FILO DOS MOLUSCOS
REPRESENTANTES
Classe Anfineuros
• Todos marinhos.
• Corpo mole protegido por oito placas calcárias
sobrepostas com telhas.

QUÍTON
FILO DOS MOLUSCOS
REPRESENTANTES
Classe Escafópodes
• Todos marinhos.
• Corpo protegido por uma concha tubular

Dentallium sp
Nos gastrópodes e
Digestão dos moluscos cefalópodes há presença
de glândulas salivares.
No gastrópode esôfago
Sistema digestório completo formado com dilatação em modo
por tubo digestório completo e uma de papo. No cefalópode
grande glândula digestiva (fígado). forte par de mandíbulas.

Mecanismo filtrador
• Pelo batimento de cílios
existentes nos palpos labiais
que circundam a boca e
buscam o alimento.
Presença de muco
aglutinador.
Ex: os Bivalves: Ostras, mariscos
e mexilhões.

Mecanismo raspador
• Boca com rádula, que são
dentes quitinosos
semelhantes a uma serra.
Ex: Todos, exceto os bivalves.
Respiração dos
moluscos

• Branquial: moluscos
aquáticos.

• Pulmonar: moluscos
terrestres.
Ex: caracol

• Cutânea indireta:
moluscos sem concha.
Ex: Lesmas terrestres
Circulação
nos
moluscos

• Possuem sistema circulatório aberto ( maioria) e fechado


(cafalópodes).
• Coração com um ventrículo e uma ou duas aurículas.
• Sistema mais complexo nos cefalópodes.
• Maioria possui o pigmento respiratório hemocianina (Cu)
cor azul.
• Poucos possuem hemoglobina (Fe) cor vermelha.

Trajetória do sangue
Coração – artéria Lacunas dos tecidos (hemocele) – Veias – Brânquias
Excreção
nos
moluscos

• Constituído por um par de nefrídios (rim primitivo).


• Sistema renal primitivo formado pelos túbulos que
recolhem os excretas nitrogenadas lançando- os no
meio externo.
• Tipos aquáticos liberam amônia e os terrestres
liberam uréia.
Sistema nervoso dos moluscos
• Ganglionar constituídos por
pares de gânglios localizados
em diferentes partes do corpo.

• Gânglios cerebrais: Cabeça.

• Gânglios pedais: pés

• Gânglios viscerais: Saco


visceral.
Reprodução dos moluscos
• Exclusivamente sexuada.
• Sexos separados (maioria) ou hermafroditas.
• A fecundação pode ser interna ou externa.
• O desenvolvimento pode ser direto ou indireto.

• Nos hermafroditas ocorre uma gônada


bissexuada denominada ovotestis que
produz espermatozóides e óvulos
alternadamente (dicogamia).
• As larvas podem ser: véliger ou
trocófora.
Formação de pérolas nos bivalves
- Vermes cilíndricos com corpo segmentado (dividido em
Anéis - metâmeros).
-Bilatérios, Segmentados, triblásticos, celomados, protostômios.

Aquáticos e terrestres (locais úmidos).

Ex: poliquetos, minhocas e sanguessugas.


CLASSE POLYCHAETA (muitas cerdas)
Marinhos.
Dioicos.
Tentáculos na cabeça.
Parapódios (expansões
laterais que contém as
as brânquias).
Desenvolvimento indireto.
Sem clitelo.
Locomoção por expansões
dermomusculares laterais,
através dos parapódios.
CLASSE OLIGOCHAETA (poucas cerdas)

Terrestres e dulcícolas.

Monoicos.

Desenvolvimento direto.

Com clitelo.

Ex: minhocas.
Locomoção por contrações
musculares e pressão do
líquidpo celomático.
As minhocas são benéficas são benéficas ao solo, pois
facilitam a aeração, infiltração de água e produzem o húmus.
CLASSE ACHAETA OU HIRUDINEA (sem cerdas)
Terrestres e aquáticos (principalmente).

Monoicos.

Desenvolvimento direto.

Com clitelo.

Presença de ventosas, chamada


mede-palmos
(locomoção e fixação).
Ex: sanguessugas.
Sanguessugas – tratamentos alternativos
Tegumento
Epiderme com cutícula permeável.

Glândulas mucosas (manutenção da umidade).

Células fotorreceptoras e sensitivas.

Cerdas quitinosas (locomoção e


fixação) - critério de classificação.
Digestão nos anelídeos
Tipo completo com digestão extracelular.

Papo – armazenamento.

Moela – trituração dos


alimentos.

Intestino – com uma dobra


interna para aumentar a
superfície de absorção
(tiflossole).

* Restos de alimentos não aproveitados juntamente com a


terra formam o húmus.
Circulação nos anelídeos
1os animais na escala evolutiva com sistema circulatório.

Tipo fechado (sangue


circula no interior de
vasos).

Hemoglobina dissolvida no plasma. Em poliquetos encontra-se


a clorocruorina verde)
Respiração nos anelídeos
Respiração cutânea (pele
vascularizada – difusão
indireta).

*As trocas gasosas somente


são possíveis mantendo a
pele úmida.

Poliquetos - respiração branquial.


Excreção nos anelídeos
Formado por um par de nefrídeos presentes em cada
segmento do corpo.

nefróstoma

Nefrídeos nefroducto

nefridióporo

Produto de excreção – amônia.


Sistema nervoso dos anelídeos
Gânglios cerebroides
Tipo ganglionar
ventral 1 par de gânglios por segmento
Fecundação externa.

* Em minhocas e
sanguessugas, a
fecundação ocorre
no interior de um casulo
formado pelo clitelo.
Fim

Próxima aula de zoologia Artrópodes

Baixe esta aula no


omelhordabiologia.blogspot.com