Anda di halaman 1dari 18

Flor

• Os vegetais superiores apresentam, na sua organização geral,


órgãos essencialmente vegetativos, como raiz, caule e folhas, e
órgãos essencialmente reprodutores, como flores e frutos.
Da flor ao fruto
• O fato de as flores se
revestirem das mais
variadas cores, formas e
aromas, revela um
mecanismo natural de
atração para animais, os
quais, ao visitarem as
flores em busca de
alimento, promovem a
polinização.
Caracterização
• Definição: um eixo com folhas metamorfoseadas
que, em conjunto, constituem o aparelho reprodutor
sexual das plantas superiores (fanerógamos).
• Origem: metamorfose foliar progressiva.
• Função: reprodução sexual.
• Caracteres gerais: constituída de folhas modificadas,
com diferentes especializações.
• Importância: reprodução sexual, classificação das
plantas (taxonomia), medicinal, etc.
Nomenclatura Floral
Classificação:
• Quanto ao pedúnculo e pedicelo;
• Quanto a disposição das peças florais;
• Quanto ao número de peças do perianto;
• Quanto a homogeneidade do perianto;
• Quanto ao sexo;
• Quanto a posição relativa do gineceu;
• Quanto ao número de estames em relação ao de
pétalas.
Brácteas e Bractéolas
São folhas modificadas, localizadas próximo
aos verticilos florais; geralmente há duas
bractéolas nas dicotiledôneas e uma nas
monocotiledôneas. Protegem a inflorescência
ainda no estado de botão.

Tipos: férteis, vazias, calículo, espata, glumas,


invólucro e periclínio.
Verticilos Florais
• Cálice
• Corola
• Gineceu
• Androceu
Cálice
É o conjunto de sépalas. 1º verticilo ou verticilo
protetor externo.

Classificação varia de acordo com:


• Cor;
• Soldadura das sépalas;
• Número de sépalas;
• Duração;
• Simetria.
Corola
É o conjunto de pétalas. 2º verticilo ou verticilo
protetor interno.

Classificação varia de acordo com:


• Cor;
• Soldadura das pétalas;
• Número de pétalas;
• Duração;
• Simetria;
• Morfologia da pétala.
Tipos:

• Dialipétalas e Actinomorfas;
• Dialipétalas e Zigomorfas;
• Gamopétalas e Actinomorfas;
• Gamopétalas e Zigomorfas;
• Anômola.
1. Androceu
É o conjunto de estames. Verticilos internos de
reprodução.

Classificação varia de acordo com:


• Morfologia do estame;
• Tamanho relativo de estames;
• Soldadura dos estames;
• Adelfia (união dos estames por meio de seus filetes).
1.1 Estames
Órgãos masculinos produtores de grãos de pólen,
onde se originam os gametas masculinos (tubo
polínico).

Classificação varia de acordo com:


• Ramificação do filete;
• Soldadura da antera;
• Posição em relação à corola e à soldadura.
1.2 Antera
Porção terminal do estame das flores. São sacos
revestidos internamente por tecido esporogênico, onde
são produzidos os grãos de pólen.

Classificação varia de acordo com:


• Inserção do filete na antera;
• Tipos de abertura;
• Posição de acordo com a abertura.
• Número de tecas.
1.2.1 Pólen
É o corpúsculo que dá origem aos gametas
masculinos.

Características:
• Apresenta número haploide de cromossomos;
• Em geral, apresenta coloração amarela;
• Forma – variável, em geral, arredondada ou ovoide;
• Agrupamento – isolado ou simples; massas políneas;
agrupado ou composto.
Estrutura do Pólen: