Anda di halaman 1dari 59

Conhecer a Bíblia

“ Bíblia é o conjunto de livros que, tendo sido escritos sob


a inspiração do Espirito Santo, têm Deus como autor, e
como tais foram entregues à Igreja".

A Bíblia (do grego βίβλια, plural de βίβλιον, transl. bíblion, "rolo"


ou "livro") é o texto religioso central do judaísmo e do
cristianismo. Foi Jerónimo, tradutor da Vulgata latina, que
chamou pela primeira vez ao conjunto dos livros do Antigo
Testamento e Novo Testamento de "Biblioteca Divina". A
Bíblia é uma coleção de livros catalogados, considerados
como divinamente inspirados pelas três grandes religiões
dos filhos de Abraão, (além do cristianismo e do Judaísmo, o
islamismo). São, por isso, conhecidas como as "religiões do
Livro". É sinónimo de "Escrituras Sagradas" e "Palavra de
Deus".
A Bíblia - um livro sempre atual!
Num mundo cheio de especialistas, não se
admira haver tantas "soluções" diferentes
para os problemas do homem. Olhando
apenas há alguns séculos, em nome da
ciência, livros foram escritos prescrevendo
tratamentos que iam desde o sangramento
do paciente - porque acreditava-se que a
doença estava no sangue
. As pessoas então morriam em
conseqüência do tratamento e não
da doença - chegando até mais
recentemente ao pensamento
positivo e outros tratamentos
alternativos. Aliás, a própria ciência
deixou de ser empírica (objetiva) e
passou a ser fenomenológica
(subjetiva).
A Bíblia é a Palavra de Deus,
a Sua revelação, o nosso
Manual do Fabricante, a
Verdade Objetiva de Deus
para as nossas vidas.
Levou mais ou menos 1500 a 1600
anos para ser escrita (entre 1450
antes de Cristo a 100 depois de
Cristo). 66 Livros, cerca de 40
escritores humanos, contudo tendo
unidade de pensamento de Gênesis
a Apocalipse, porque o seu autor é
Deus.
Como foi dito por alguém,
é confortante saber que a
Bíblia no Antigo e Novo
Testamento apresenta tão
somente:
A partir de hoje você vai
separar tempo
diariamente para estar a
sós com Deus em Sua
Palavra.
Leia, medite, aplique.
Cultive esse hábito e
incentive seus filhos a fazer
o mesmo. Talvez você tenha
que desplugar a TV da
tomada e só ligá-la depois
de fazer a sua devocional,
mas vale a pena.
A Bíblia
* O livro maior é o dos Salmos, com
150 capítulos.
* O livro menor é II João.
* O capítulo maior é Salmos 119.
* O capítulo menor é salmos 117.
* O capítulo 37 de Isaías e o 19 de
II Reis são iguais.
* Foram usados três idiomas
em sua confecção: Hebraico,
grego e aramaico.
* Foi escrita em
aproximadamente 1600
anos, por uns 40 autores e
contém 66 livros.
* A Palavra SENHOR é encontrada
na Bíblia 1853 vezes e
REVERENDO 1 vez no Salmo 111:9.
* O verso maior é Ester 8:9.
* O verso menor é Êxodo 20:13.
* O verso central é Salmos 118:8.
* Texto áureo da Bíblia: João 3:16
A tradução grega da palavra
Bíblia (biblia (pl.)) significa
livros. Seu tempo de
composição durou
aproximadamente 1600
anos, com um total de 40
autores aproximadamente.
Possui 66 livros, divididos
em Velho (Antigo)
Testamento com 39 livros
e Novo Testamento com
27 livros,
Assim classificados:
PENTATEUCO - Gênesis, Êxodo,
Levíticos, Números,
Deuteronômio.
HISTÓRICOS - Josué, Juízes,
Rute, I e II Samuel, I e II Reis, I e
II Crônicas, Esdras, Neemias e
Ester.
POÉTICOS - Jó, Salmos,
Provérbios, Eclesiastes e
Cânticos dos Cânticos.
PROFÉTICOS - (Maiores)
Isaías, Jeremias,
Lamentações de Jeremias,
Ezequiel e Daniel,
(Menores) Oséias, Joel,
Amós, Obadias, Jonas,
Miquéias, Naum,
Habacuque, Sofonias,
Ageu, Zacarias e
Malaquias.
NOVO TESTAMENTO

Sub-dividido em 5
partes
Evangelhos - Mateus, Marcos, Lucas
e João.
História - Atos.
Cartas de Paulo - Romanos, I e II
Coríntios, Gálatas, Efésios,
Filipenses, Colossenses, I e II
Tessalonicenses, I e II Timóteo, Tito
e Filemon.
Cartas Gerais - Hebreus,
Tiago, I e II Pedro, I, II e III
João e Judas.

Profético - Apocalipse.
As divisões da Bíblia
facilitam sua memorização.
Não se deve pensar que
somente os proféticos é que
têm profecia, ou só os
poéticos só têm poesia, ...
Ou os doutrinários
(Epístolas) só doutrinas; da
mesma forma os históricos
não são apenas para relatar
fatos, assim como não há
muitos fatos históricos.
Cada livro da Bíblia deve ser
estudado convenientemente
para que o seu ensino seja
apreendido.
Sem dúvida alguma, a Bíblia
é uma biblioteca
extraordinária!
QUAIS LIVROS SÃO
REALMENTE
PALAVRA DE DEUS?
O CÂNON BÍBLICO
• Grego  kanon: regra, medida, padrão
pelo qual se mede alguma coisa.
• Aplicado à Bíblia significa:
– Os livros canônicos seguem um padrão de
inspiração.
– Os livros canônicos servem de regra de fé,
de padrão ou norma para julgarmos toda a
revelação de Deus.
O CÂNON BÍBLICO
• Qual a necessidade do Cânon?
– A necessidade de colecionar e preservar as
Escrituras para as próximas gerações após a
morte dos apóstolos e profetas.
– A necessidade de excluir qualquer
possibilidade de acréscimos, pois logo
foram aparecendo escritos que pretendiam
ser divinamente inspirados. (II Tes. 2.2;
3.17)
O CÂNON DO ANTIGO TESTAMENTO
CÂNON JUDEU – 22 ou 24 livros
Lei (Tor á) Pr of etas (Nevi’in) Escr itos (Kethuvim)
Livr os Poéticos
Salmos
Provérbios
Pr of etas anter ior es Jó
Josué Cinco Rol os
Juízes (Megil l oth)
Gênesis
Samuel O Cântico dos cânticos
Êxodo
Reis Rute
Levítico
Pr of etas Poster ior es Lamentações
Números
Isaías Ester
Deuteronômio
Jeremias Eclesiastes
Ezequiel Livr os Histór icos
Os Doze Daniel
Esdras-Neemias
Crônicas
O CÂNON DO ANTIGO TESTAMENTO
CÂNON PROTESTANTE – 39 livros

A l ei (Pentateuco) - 5 l ivr os Histór ia – 12 l ivr os


Gênesis Josué II Reis
Êxodo Juízes I Crônicas
Levítico Rute II Crônicas
Números I Samuel Esdras
Deuteronômio II Samuel Neemias
I Reis Ester
Poesia - 5 l ivr os Pr of etas -17 l ivr os
Maior es Menor es
Jó Isaías Oséias Naum
Salmos Jeremias Joel Habacuque
Provérbios Lamentações Amós Sofonias
Eclesiastes Ezequiel Obadias Ageu
O Cântico dos Cânticos Daniel Jonas Zacarias
Miquéias Malaquias
O CÂNON DO ANTIGO TESTAMENTO
CÂNON CATÓLICO – 46 livros
A lei (Pentateuco) - 5 livros História - 12 livros
Gênesis Josué II Reis
Êxodo Juízes I Crônicas
Levítico Rute II Crônicas
Números I Samuel Esdras
Deuteronômio II Samuel Neemias
I Reis Ester
Poesia - 5 livros Profetas -17 livros
Maior es Menor es
Jó Isaías Oséias Naum
Salmos Jeremias Joel Habacuque
Provérbios Lamentações Amós Sofonias
Eclesiastes Ezequiel Obadias Ageu
O Cântico dos Cânticos Daniel Jonas Zacarias
Miquéias Malaquias
Apócrifos (chamados por eles de “Deuterocanônicos”) – 7 livros + acréscimos
Tobias Baruc
Judite I Macabeus
Sabedoria de Salomão II Macabeus
Eclesiástico acréscimos a Ester e Daniel
O CÂNON DO ANTIGO TESTAMENTO

Cânon Judeu (22ou 24 livros)


=
Cânon Protestante (39 livros)

Canôn Católico  7 livros acrescentados


posteriormente
O CÂNON DO ANTIGO TESTAMENTO AO COMEÇO DA ERA
CRISTÃ
1. Jesus:
– Deu sua autoridade ao Antigo Testamento
dizendo “A Escritura não pode falhar” (Jo. 10.35)
– Lc 24.27: “[Jesus]... expunha-lhes o que a seu
respeito contava em todas as Escrituras...”
– Lc 24.44: “A seguir, Jesus lhes disse: São estas as
palavras que eu vos falei, estando ainda
convosco: importava se cumprisse tudo o que de
mim está escrito na Lei de Moisés, nos Profetas e
nos Salmos.
O CÂNON DO ANTIGO TESTAMENTO AO
COMEÇO DA ERA CRISTÃ

2. Os Escritores do Novo Testamento:


– Falam das Escrituras como tendo autoridade: 2
Tm 3.16-17
– Falam das Escrituras como santas: “o qual foi
por Deus, outrora, prometido por intermédio
dos seus profetas nas Sagradas Escrituras” (Rm
1.2)
– Falam das Escrituras como oráculos de Deus:
“... aos judeus foram confiados os oráculos de
Deus” (Rm 3.2)
O CÂNON DO ANTIGO TESTAMENTO AO
COMEÇO DA ERA CRISTÃ

3. O Historiador Flávio Josefo (cerca de 100 d.C.)


– Escreveu o livro História dos Hebreus
– Disse: “Pois não temos um sem número de
livros, que se contradizem e diferem uns
dos outros, mas 22 livros apenas, que
contém os registros de todas as épocas
passadas, que com justiça são tidos por
divinos.”
O CÂNON DO ANTIGO TESTAMENTO AO
COMEÇO DA ERA CRISTÃ

4. O Concílio de Jâmnia (90 d.C.)


– Este concílio de rabinos judeus deu seu
apoio final e oficial ao cânon do Antigo
Testamento.
– Devemos notar que este concílio dos
judeus não adicionou nem tirou nada do
cânon do Antigo Testamento que já fora
aceito Há muito por todos os fiéis.
Por que não aceitamos os Apócrifos como
inspirados?
1. Jamais foram recebidos no Cânon
Hebraico. Nem o Senhor Jesus nem os
outros judeus (por exemplo, Josefo) os
aceitaram como divinamente inspirados.
2. Não constam no texto dos Massoretas, os
copistas judeus com maior cuidado em
conservar e transmitir as Escrituras
exatamente como tinham sido inspiradas.
3. Não houve “Targuns” ligados a eles.
4. Há abundante evidência de que os
cristãos primitivos não os consideravam
inspirados (Melito, Orígenes).

5. Os reformadores (Lutero, Calvino)


distinguiam claramente entre os livros
apócrifos e os canônicos.

6. Não são citados como Escritura no Novo


Testamento pelos Apóstolos.

7. A grande diferença na qualidade entre


os livros apócrifos e os canônicos.
O CÂNON DO NOVO TESTAMENTO
Evangel hos - 4 l ivr os Histór ia - 1 l ivr o
Mateus
Marcos
Atos dos Apóstolos
Lucas
João
Epístol as Ger ais – 7 Car tas Epístol as Paul inas – 13 Car tas

Hebreus Romanos
Tiago I Coríntios
I Pedro II Coríntios
II Pedro Gálatas
I João Efésios
II João Filipenses
III João Colossenses
Judas I Tessalonicenses
Pr of ecia – 1 Livr o II Tessalonicenses
I Timóteo
II Timóteo
Apocalipse Tito
Filemom
O CÂNON DO NOVO TESTAMENTO
EVIDÊNCIAS INTERNAS
1. A igreja primitiva recebeu dos judeus a idéia de
uma regra de fé e conduta escrita. Esta atitude foi
confirmada pelo Senhor Jesus e pelos apóstolos
que sempre se referiam ao Antigo Testamento
como sendo a Palavra de Deus escrita.
2. Os apóstolos declararam que o seu próprio ensino,
oral e escrito, possuía autoridade semelhante a do
Antigo Testamento (1 Cor. 2.7-13; 14.37; 1 Ts 2.13)
3. Foi natural que a literatura do Novo Testamento
fosse acrescentada ao Antigo Testamento e
reconhecida como Escritura. Podemos ver no
próprio Novo Testamento o início deste processo
(2 Pd. 3.1-2, 15-16)
O CÂNON DO NOVO TESTAMENTO
EVIDÊNCIAS HISTÓRICAS DA FORMAÇÃO DO CÂNON
DO NT
1) No primeiro século d.C.
– Novo Testamento escrito
– Evangelhos escritos entre 58 e 90 d.C.
– Epístolas escritas entre 55 e 90 d.C.
– Maior parte já escrita antes de 70 d.C.
– Já no fim do primeiro século escritores cristãos
reconhecem os livros do NT como inspirados e dotados
de autoridade divina.
O CÂNON DO NOVO TESTAMENTO
EVIDÊNCIAS HISTÓRICAS DA FORMAÇÃO DO CÂNON
DO NT
2) De 100 a 150 d.C.
– As Escrituras do Novo Testamento lidas nas
igrejas.
– Praticamente todos os livros do NT são
reconhecidos pela igreja em geral como Escritura
Sagrada.
– Justino Mártir (148 d.C.) fala destes livros como
“recordações dos apóstolos e os que os seguiam”.
O CÂNON DO NOVO TESTAMENTO
EVIDÊNCIAS HISTÓRICAS DA FORMAÇÃO DO CÂNON
DO NT
3) De 150 a 200 d.C.
– Surgem traduções e comentários do Novo
Testamento.
– Traduções para o latim, para o Siríaco e outras
línguas.
– Surgem listas, como o Fragmento Muratoriano
(170 d.C.), que mostram que só os livros do NT
eram reconhecidos como apostólicos e inspirados
por Deus.
O CÂNON DO NOVO TESTAMENTO
EVIDÊNCIAS HISTÓRICAS DA FORMAÇÃO DO CÂNON
DO NT
4) De 200 a 300 d.C.
– Os livros do NT são colecionados e agrupados nas
bibliotecas dos cristãos.
– Grandes homens de Deus defendem em seus escritos a
inspiração dos livros no NT: Orígenes, Tertuliano,
Agostinho, Jerônimo, Atanásio.
– Tertuliano (220 d.C.) usa pela 1ª vez o termo “Novo
Testamento” em referência a essa coleção de livros
apostólicos.
O CÂNON DO NOVO TESTAMENTO
EVIDÊNCIAS HISTÓRICAS DA FORMAÇÃO DO CÂNON
DO NT
5) De 300 a 400 d.C.
– Antes do fim do 4º século todas as igrejas já tinham
reconhecido o cânon do Novo Testamento como temos
hoje.
– O 3º Concílio de Cartago (397 d.C.) confirmou
definitivamente esse cânon e mandou que: “além das
Escrituras Canônicas, nada se lesse na Igreja sob o título
de Escrituras divinas”.
Todas essas Verdades históricas nos dão a
certeza de que os 66 livros que temos em
nossas Bíblias são os únicos livros que
podem corretamente ser chamados de
PALAVRA DE DEUS.
Agradeçamos a Deus por ter preservado sua
PALAVRA intacta e verdadeira através de
todos esses séculos, para que o Evangelho
da Graça pudesse chegar até nós.
Aleluia!
COMO A BÍBLIA
CHEGOU ATÉ NÓS?
CINCO PASSOS PARA A PALAVRA
DE DEUS CHEGAR ATÉ NÓS
REVELAÇÃO

INSPIRAÇÃO

TRANSMISSÃO

CANONIZAÇÃO

TRADUÇÃO
O TEXTO DO ANTIGO TESTAMENTO
• A Língua:
– Hebraico (maior parte do AT)
– Aramaico (Ed. 4.8-6.18; 7.12-26; Jr 10.11; Dn 2.4-
7.28)
• O Material: os livros eram em forma de rolos, feitos
normalmente de peles ou de papiro. Cf. Sl 40.7
TRÊS ELEMENTOS IMPORTANTES NA
TRANSMISSÃO DO TEXTO DO AT

• Os Targuns: depois do Exílio.

• O Talmude: entre 270-550 d.C.

• Os Massoretas:
Massoretas entre os século VII e XII d. C.
MASSORETAS
• Massorá - Denominação do corpo de tradições referentes à
correta grafia, estilo e leitura da Bíblia hebraica. Criado
para impedir as modificações no texto bíblico.
• Massoretas - Estudiosos judeus que cuidavam das
massorás. Eram extremamente cuidadosos:
– Só determinados tipos de peles podiam ser utilizados;
– O tamanho das colunas e o numero de letras em cada manuscrito
eram controlados por regras rigosoras;
– Havia um ritual minucioso que o escriba deveria seguir ao copiar
determinado manuscrito;
– Um único erro encontrado determinava a destruição do
manuscrito;
– Manuscritos velhos e já copiados eram normalmente destruídos
para evitar confusão.
MANUSCRITO HEBRAICO DO SÉCULO X
Já pensou como seria
difícil ler esse texto assim?
Já pensou como seria
difícil ler esse texto assim?
TEXTO HEBRAICO ORIGINAL (SEM VOGAIS)
berê'shiyth bârâ' 'elohiym 'êth
hashâmayim ve'êth hâ'ârets
Gn 1.1
TEXTO MASSORÉTICO
‫בראשית ברא אלהים את השמׂים ואת הארץ‬
Gn 1.1
O TEXTO DO NOVO TESTAMENTO
• A Língua: o grego koiné
– Língua internacional (como o inglês hoje)
– Um pouco diferente do grego clássico
• Os manuscritos: são todos cópias, visto que
os originais já não existem.
• A confiabilidade do texto: está baseada na
quantidade. Existem hoje mais de 4.700
manuscritos do Novo Testamento
descobertos e preservados.
TRANSMISSÃO DO TEXTO BÍBLICO

FASE DE IMPRESSÃO:

Quando João Guttemberg inventou a


imprensa, o primeiro livro por ele
impresso foi a Bíblia. Isso aconteceu em
1455.
BOM, CONTINUAMOS PODENDO
GRITAR BEM ALTO:
LEIA A BÍBLIA!
ELA É A PALAVRA
DE DEUS!