Anda di halaman 1dari 18

POLUIÇÃO

POLUIÇÃO DO AR

Poluente atmosférico qualquer forma de matéria ou energia

com intensidade e em quantidade, concentração, tempo ou

características em desacordo com os níveis estabelecidos e

que torne ou possa tornar o ar:


Impróprio, nocivo ou ofensivo à saúde;

Inconveniente ao bem estar público;

Danoso aos materiais, à fauna e flora;

Prejudicial à segurança, ao uso e gozo da propriedade e

às atividades normais da comunidade (Conama,1990)


Constituintes do ar Porcentagem Importância

Oxigênio 21 Respiração

Dióxido de Carbono 0,03 Fotossíntese

Azoto 76 Refrigeração

Vapor de água variável Regulação da


temperatura
os poluentes são divididos em duas categorias:

Poluentes Primários Poluentes Secundários


aqueles aqueles formados na atmosfera
emitidos diretamente através da reação química entre
pelas fontes poluentes primários e
de emissão. componentes naturais da
atmosfera.
As substâncias poluentes podem ser classificadas da seguinte forma:

Compostos
Compostos Compostos Monóxido Compostos Material
de Enxofre Ozônio
de Nitrogênio Orgânicos de Carbono Halogenados Particulado

SO2 NO hidrocarbone CO HCI mistura O3


SO3 NO2 tos, álcoois, HF de formaldeído
Compostos NH3 aldeídos, cloretos, compostos acroleína
de Enxofre HNO3 cetonas, fluoretos no estado PAN,
Reduzido: nitratos ácidos sólido etc.
(H2S, orgânicos ou
Mercaptanas, líquido
Dissulfeto de
carbono,etc)
sulfatos
Efeitos da poluição atmosférica na vegetação

A cobertura vegetal é mais sensível a poluição atmosférica do que os


animais.

eliminação de espécies sensíveis,

redução na diversidade,

remoção seletiva das espécies dominantes,

diminuição no crescimento e na biomassa e

aumento da suscetibilidade ao ataque de pragas e

doenças.
Injúrias típicas da ação do ozônio Injúria foliar de H. courbaril: pontos de
troposférico clorose e necrose distribuídos
irregularmente entre as nervuras
causados pelo SO2

Injúrias características da
ação do NO2 em Citrus sp

Injúrias foliares típicas da ação dos fluoretos


gasosos
Poluição das Águas
Lançamento ou infiltração de substâncias
nocivas na água.

Principais fontes de poluição das águas

As atividades agrícolas,
industriais,
mineradoras,
esgotos
Entre as substâncias despejadas estão

os compostos orgânicos, minerais, derivados do petróleo,


chumbo e mercúrio , pelas indústrias;

fertilizantes, pesticidas e herbicidas, pela agricultura.


Entre as doenças causadas direta ou indiretamente pela água

contaminada estão:

a disenteria,

a amebíase,

a esquistossomose,

a malária,

a leishmaniose,

a cólera, entre várias outras.


Os oceanos recebem boa parte dos poluentes
dissolvidos nos rios e riachos, além do lixo dos
centros industriais e urbanos.

Em muitas regiões litorâneas, onde isso


ocorre, as praias tornam-se impróprias para o
banho de mar.
O vazamento de óleo dos navios
petroleiros é outro grave agente de
poluição.

Anualmente, 1 milhão de toneladas


de óleo espalham-se pela superfície
dos oceanos causando verdadeiros
desastres ecológicos.

As manchas negras prejudicam a


fauna e a flora marítimas.
Poluição do Solo

A poluição do solo pode ser definida como a presença


de substâncias que têm ação nociva na saúde do
homem, nos recursos biológicos e nos ecossistemas
Resíduos urbanos
Domiciliares
hospitalares

Resíduos industriais
substâncias tóxicas
radioativos

Agroquímicos
Herbicidas
Pesticidas
Solos inférteis ou com
o que for produzido
nele contaminado
Doenças causadas devido a poluição do solo

Câncer

A maioria dos pesticidas e fertilizantes contêm benzeno, produtos

químicos de cromo e outros, que são carcinógenos.


Renal e doença hepática

Quando produtos químicos, como mercúrio e ciclodienos estão

presentes no solo, elas entram no corpo de um ser vivo através de

alimentos cultivados em solo tal. Estes poluentes persistentes podem

causar danos irreparáveis ​para os rins e fígado.

Verminose

Doença causada por verme. Alguns exemplos de doenças são:


ascaridíase, teníase, oxiuríase e ancilostomose.