Anda di halaman 1dari 22

 Esta apresentação visa introduzir os fundamentos da


“Computação em Nuvens” bem como abordar seus benefícios
proporcionados em um futuro próximo e discutir as dúvidas
que esta nova tecnologia traz consigo.

 Permite o acesso à informações;
 Possibilita transferências de dados de todo tipo;
 Acesso globalizado
 1,73 bilhões de pessoas tinham acesso à Internet em setembro de
2009 (25,6% da população mundial)*;
 Versatilidade;
 Principal tecnologia utilizada pela grande maioria dos atuais
usuários de computadores.

* Dados segundo a Internet World Stats



 Exemplos de sua versatilidade

 “Eu diria que o computador do futuro é a internet. Hoje, se você
tem um problema no computador, está tudo perdido, é terrível.
Mas, com a computação nas nuvens, não importa se você usa o
celular, o computador ou qualquer outro aparelho, tudo estará
guardado na internet”.

Eric Schmidt
Presidente do Google

 Termo “Computação em Nuvens” (Cloud Computing)
 Refere-se à possibilidade de utilizarmos computadores
menos potentes que podem se conectar à Web e utilizar
todas as ferramentas on-line. Assim, o computador seria
simplesmente uma plataforma de acesso às aplicações, que
estariam em uma grande nuvem – a Internet;
 Segue o princípio da “Computação em Grade”.


 Características dos Serviços:

 Tipos de Serviços:

 Categorias dos Serviços:
 Nuvem pública - Disponível a todos na Internet.
 Nuvem privada - Ambiente de nuvem proprietário que
fornece os serviços de nuvem apenas a um número
limitado de usuários.
 Nuvem híbrida (nuvem privada virtual) - Fornece serviços
executados em uma infra-estrutura de nuvem pública, mas
limita o acesso a ela com uma rede privada virtual (VPN).

 Possibilidade de utilização de softwares sem que estes
estejam instalados no computador;
 Na maioria das vezes o usuário não precisa se preocupar com
o sistema operacional e hardware que está usando em seu
computador pessoal, podendo acessar seus dados na "nuvem
computacional" independentemente disso;
 O trabalho corporativo e o compartilhamento de arquivos se
tornam mais fáceis, uma vez que todas as informações se
encontram no mesmo "lugar";

 Melhor controle de gastos ao usar aplicativos, pois a maioria
dos sistemas de computação em nuvem, quando não
gratuitas, são pagas somente pelo tempo de utilização dos
recursos;
 Redução considerável do preço de computadores devido ao
fato de que um computador não necessita de muitos recursos
para acessar a Internet ;
 O sistema operacional LINUX provavelmente ganhará força
pois sua pouca necessidade de recursos fará com que grandes
empresas como a Microsoft comecem a ter preocupações
quanto a seu futuro.

 Arquitetura em nuvem é muito mais que apenas um conjunto
(embora massivo) de servidores interligados.
 Requer uma infra-estrutura de gerenciamento desse grande
fluxo de dados que, incluindo funções para aprovisionamento
e compartilhamento de recursos computacionais, equilíbrio
dinâmico do workload e monitoração do desempenho.
 Idéia de que “tudo é de todos e ninguém é de ninguém” nem
sempre é algo bem visto.
 O fator mais crítico é a segurança, considerando que os dados
ficam online o tempo todo.

 Empresas como Google, IBM e Microsoft foram as primeiras a
iniciar uma grande ofensiva nessa "nuvem de informação"
(information cloud);
 O primeiro serviço na Internet a oferecer um ambiente
operacional para os usuários -- antigamente, disponível no
endereço www.webos.org -- foi criado por um estudante
sueco, Fredrik Malmer, utilizando as linguagens XHTML e
Javascript. Atualmente, o termo AJAX é adotado para definir a
utilização dessas duas linguagens na criação de serviços na
Internet;

 Em 1999, foi criada nos EUA a empresa WebOS Inc., que
comprou os direitos do sistema de Fredrik e licenciou uma
série de tecnologias desenvolvidas nas universidades do Texas,
Califórnia e Duke. O objetivo inicial era criar um ambiente
operacional completo, inclusive com API para o
desenvolvimento de outros aplicativos;
 O Google embarcou em 2002, com softwares de edição de
textos, planilhas eletrônicas, correio eletrônico e agendas,
todos desenvolvidos para que fossem usados online, sem a
necessidade de fazer o download para o computador.

 “Não tenho pesadelo com Bill Gates. Eles é
que estão lutando contra nós. Tentamos não
brigar com a Microsoft porque, se você olhar
pra história, as empresas que brigaram com
eles acabam se dando mal justamente por
terem gasto energia pra enfrentá-los”.

Eric Schmidt
Presidente do Google

 Acompanhar sistematicamente a evolução da tecnologia bem
como aprofundar os conhecimentos sobre a mesma;
 Demonstrar o uso e o funcionamento da plataforma Google
App Engine - Platform as a Service (PaaS);
 Desenvolver um aplicativo usando a plataforma Google App
Engine e as APIs fornecidas ou com uma GUI para
desenvolvimento.

17

Olhar Digital_ Cloud Computing ou computação nas
nuvens, sabe o que é isso_.mp4

 O conceito de “Computação em Nuvens” não é novo para
quem trabalha com internet;
 A Internet é o pilar de sustentação da “Computação em
Nuvens”;
 Os serviços em nuvens têm características, tipos e categorias;
 As vantagens proporcionadas por esta tecnologia são
significativas, como, por exemplo, “baratear” a tecnologia de
hardware;

 Por ser algo ainda não consolidado pairam dúvidas como, por
exemplo, a segurança dos dados;
 Empresas como Microsoft, IBM e Google, em especial esta
última, lideram a corrida por esta tecnologia.

 Computação em nuvem. Wikipédia: online. Disponível em:
<http://pt.wikipedia.org/wiki/Computa%C3%A7%C3%A3o_em_nuvem/>.
Acessado em: 23 de Maio de 2010.
 Computação nas nuvens vai baratear acesso à internet, aposta Google.
Globo: online. Disponível em:
<http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,MUL455811-
6174,00.html/>. Acessado em: 23 de Maio de 2010.
 CHAGANTI, P. Serviços em nuvem para sua infraestrutura virtual, Parte 1:
Infrastructure-as-a-Service (IaaS) e Eucalyptus. IBM: online. Disponível
em: <http://www.ibm.com/developerworks/br/library/os-cloud-virtual1/>.
Acessado em: 23 de Maio de 2010.
 KANARSKI, F. Computação em Nuvens: O futuro, segundo o Google!
Undergoogle: online. Disponível em:
<http://www.undergoogle.com/blog/2008/google/computacao-as-nuvens-
o-futuro-segundo-o-google.html/>. Acessado em: 23 de Maio de 2010.

 MAYUMI, D. Computação nas Nuvens – O Futuro da Internet.
BrasilSEO: online. Disponível em:
<http://www.brasilseo.com.br/google/computacao-nas-nuves-o-
futuro-da-internet/>. Acessado em: 23 de Maio de 2010.
 MÜLLER, N. Computação nas nuvens. Oficina da Net: online.
Disponível em:
<http://www.oficinadanet.com.br/artigo/923/computacao_nas_n
uvens/>. Acessado em: 23 de Maio de 2010.
 SUDRÉ, G. Computação nas nuvens - Parte I. Imasters: online.
Disponível em:
<http://imasters.uol.com.br/artigo/10157/tendencias/computaca
o_nas_nuvens_parte_i/>. Acessado em: 23 de Maio de 2010.

 “Google - Computação nas Nuvens - Jornal da Globo”. Youtube:


online. Disponível em:
http://www.youtube.com/watch?v=hmmKguFPG1o/. Acessado
em: 23 de Maio de 2010.