Anda di halaman 1dari 18

FUNDAMENTOS E PRÁTICAS DA

AGRICULTURA BIODINÂMICA

Palestrante: Julio Cesar Soraggi


Consultor da ABD
Associação Biodinâmica
A Agricultura biodinâmica nasceu
de um ciclo de 8 palestras
proferidas por Rudolf Steiner em
1924, em Breslau, hoje Polônia.
Primeira conferência
“Os interesses da agricultura estão intimamente
entrelaçados, em todas as direções, com a esfera
mais ampla da vida humana. Dificilmente, existe
um campo da vida que não pertença propriamente
à agricultura. Em qualquer direção, em qualquer
canto, todos os interesses da vida humana
participam intimamente da agricultura”
Continuação...
• As pessoas passaram a se alimentar de forma
incorreta: os alimentos já não contem mais o
que “realmente” os animais e os homens
necessitam para seu desenvolvimento pleno.
• “A única coisa que torna viável a vida física na
terra, é sem dúvida, a agricultura”.
• “De certa maneira, é a agricultura que está
sendo afetada seriamente, por toda a vida
espiritual moderna”.
O homem é aquilo que como.
Ehrempfried Pfeiffer( Nós vivenciamos R.Steiner-versão
Inglesa-1958), descreve o que R.Steiner teria dito:
Pfeiffer: “Como pode ocorrer que o impulso espiritual,
especialmente a força da vontade para transformar os
conhecimentos em ações, produza tão poucos frutos na
prática?”
Steiner:“Isto é um problema de nutrição. A nutrição tal
como se apresenta hoje não mais supre a energia
necessária para manifestar o espírito na vida física. Não
proporciona a construção da ponte ou conexão
essencial entre o pensar, o querer e a ação. As plantas
alimentícias não mais contêm as forças que as pessoas
necessitam para isso”
Principais fundamentos da
Biodinâmica.

• 1. A idéia de organismo agrícola –


individualidade coerente: o produtor deve
transformar sua propriedade em uma
individualidade agrícola, integrando todos os
elementos ambientais agrícolas como culturas
anuais ou perenes, horta, pomar, pastos, matas,
animais...
• 2. Adubar significa aviventar o solo, e não
fornecer nutrientes à planta. O solo é um
organismo vivo, e não um simples
substrato para adubos e irrigação.O solo
pode ser comparado ao diafragma.
• 3. A agricultura é vista de forma mais
ampla, e entendida como uma ciência
espiritual, e não apenas como a arte de
trabalhar a matéria.
• 4. O reino vegetal não se emancipou das
forças cósmicas, como os animais e o
homem. O cosmo se manifesta nas
plantas, e estas são uma repetição das
leis do universo. O que se configura em
cada planta é sempre a imagem de uma
constelação cósmica.
• 5. As plantas vivem entre duas
polaridades: a polaridade terrestre,
representada pela umidade e nutrientes
do solo e a polaridade cósmica,
representada pela luz e calor
• Forças terrestres são representadas pela
umidade e nutrientes, e atuam na
polaridade solo-raiz das plantas. São
responsáveis pelos processos de
expansão da planta: crescimento,
enchimento das formas.O elemento cálcio
é a “ancora material” de atuação destas
forças.
• Forças cósmicas são representadas
pelo calor e luz, e atuam na polaridade
caule, folhas, flores e frutos. São
responsáveis pelo valor nutritivo,
aromas, cores e sabores e pelos
processos de contração vegetal:
quando a expansão cede lugar ao
refinamento das formas e substâncias.
Preparados Biodinâmicos

• São ferramentas usadas pelos


agricultores para equilibrar as forças
terrestres e cósmicas, e para intensificar a
atuação do Cosmo no reino vegetal.
• São mensageiros e mediadores entre a
Terra e o Cosmo
• Preparado 500 ou chifre –esterco.
Trabalha a polaridade solo-raiz das
plantas. “Aviventa” o solo, proporciona
melhor desenvolvimento radicular das
plantas, melhorando assim, o
aproveitamento dos nutrientes pelas
raízes.
• Preparado 501 ou chifre-sílica. Trabalha a
polaridade vegetativa da planta,
intensificando o aproveitamento da luz
solar pelas plantas, melhorando seu valor
nutritivo, sabor, aroma e cor.
• Preparados de composto. São feitos de
ervas medicinais: mil-folhas, camomila,
dente de leão, urtiga, carvalho e valeriana.
Usados nos adubos, trabalham os
minerais do adubo, e dão condições às
plantas de receberem melhor as forças
atuantes do Cosmo
Calendário Agrícola Astronômico

• É baseado na movimentação da Lua ao redor


da Terra, no seu ciclo de 27 dias, e por sua
passagem através das 12 regiões do zodíaco.
• Durante este caminho, a Lua transmite forças
cósmicas à Terra e em cada um destes dias as
plantas recebem estímulos que atuam sobre o
desenvolvimento de seus diversos órgãos: raiz,
caule, folhas, flores, frutos e sementes.
• O papel do produtor biodinâmico é
harmonizar as relações existentes entre
os principais órgãos do organismo
agrícola:solo – planta- animal- ser humano
e cosmo.