Anda di halaman 1dari 32

Doenças de Bovinos

Doenças de Bovinos
 Rinotraqueite
 Brucelose; infecciosa;

 Tuberculose;  Aftosa;

 Diarreia viral bovina;  Carbúnculos.


Brucelose
 Febre de malta ou mediterrânea;

 Brucella abortus;

 Zoonose;

 Distribuição universal.
Sinais clínicos
 Abortos no 1/3 final da gestação;
 Natimortos;
 Nascimentos prematuros;
 Morte prematura;
 Esterilidade;
 Baixa produção de leite.
Sinais clínicos

 Machos:
 Orquite;
 Infertilidade;
 Lesões articulares.
Zoonose
 Transmissão para o homem:
 Produtos derivados de leite cru;
 Legumes contaminados com fezes de
portadores;
 Vísceras e carne de animais contaminados;
 Água contaminada por excremento de
animais doentes;
 Restos placentários.
Programa de erradicação
 Governo federal;
 Programa nacional de controle e erradicação
da Brucelose e Tuberculose animal (PNCEBT).

 Propriedades livres.
Vacina
 Fêmeas de 3 a 8 Meses;

 Vacina B19;

 Marca no lado esquerdo da cara.


Tuberculose
 Mycobacterium bovis;
 Nódulos de infecção em qualquer região
do corpo;
 Zoonose;
 Distribuição mundial.
Transmissão

 Compra de bovinos infectados;


 Secreção;
 Contato direto;
 Cocho.
Porta de entrada

 Respiratória;

 Digestório.
Sinais Clínicos

 Tosse seca e repetida;

 Emagrecimento progressivo;

 Perda de folego e resistência.


Diagnóstico

 Tuberculina;

 Curso e licença;

 Marca com P.
Diarreia Viral Bovina (BVD)
 Vírus: BVD1 e BVD2;

 Animais Permanentemente Infectados (PI);

 Distribuição mundial;

 Trato digestório e Reprodutivo.


Transmissão

 Direta: Focinho – focinho, Coito;

 Indireta: Focinho – Secreção, Focinho -


feto abortado.
Sinais Clínicos

 Lesões na vulva;
 Aborto;
 Nascimento de animais com má formação;
 Placenta preta e com cheiro de podre.
Doença das mucosas
 Aguda:

 Anorexia, Taquicardia, Diarreia Profunda.

 Crônica:

 Sinais inespecíficos: Diarreia intermitente.


Controle

 Vacina.
Rinotraqueite infecicosa bovina (IBR)
 IBR;
 Herpesvírus Bovino tipo 1;
 Distribuição mundial;
 Trato reprodutivo;
 Latência.
Sinais clínicos
 Rinotraqueite;
 Vulvovaginite;
 Balanopostite;
 Conjuntivite;
 Aborto.
Carbúnculo Sintomático
 Gangrena Gasosa;

 Clostridium spp;

 Anaeróbico;

 Flora bacteriana do animal.


Sinais clínicos
 Trauma não perfurativo;

 Mancando;

 Inchaço frio e crepitante;

 Morte de 12 a 48h.
Controle

 Vacinas.
Carbúnculo Hemático

 Bacilos Antraz;

 Anaeróbico;

 Distribuição mundial;
Sinais Clínicos
 Incordenação;

 Taquicardia;

 Morte em 6 a 12h;

 Inchaço e sangramento pelos orifícios.


Controle

 Vacina.
Aftosa

 Febre aftosa;
 7 sorotipos de vírus;
 Trato respiratório;
 Latência.
Sinais Clínicos
 Vesículas e aftas:  Salivação intensa;
 Manqueira;
 Boca;
 Emagrecimento;
 Patas;
 Fraqueza.
 Glândulas mamárias.
Diagnóstico

 Laboratorial;

 Comunicar a Inspetoria.
Controle

 Vacinação em massa;
 Controle de trânsito;
 Quarentena para animais de fora;
 Área livre.
Exercício
1) O que é brucelose?
2) Como controlar a BVD?
3) Qual a principal diferença entre
Carbunculo sintomático e Hemático?
4) O que é Zoonose?
OBRIGADO