Anda di halaman 1dari 9

Ir.

Luiz Ribeiro
A LEI DA PRIMOGENITURA E O MESSIAS

Ruben perde a primogenitura


para José, por ter se deitado
com Bila, concubina de seu
pai, Jacó. Porém o Messias
vem de Judá. Ver I Cr 5.1
Genealogia I Crônicas, cap. 1
a 8.
2
3
HISTÓRIA DA VIDA DE JACÓ
 Gn 25.23 - Profecia antes do seu nascimento
Gn 25.26 – Nascimento, seu nome Suplantador
Gn 25.33-34 – comprou a primogenitura de Esaú
Gn 27.22 – Junto com a mãe, engana o pai Isaac;
Gn 27.43 – separado da família e enviado para Harã;
Gn 28.19 – 1ª Experiência com Deus (Betel – Luz);
Gn 29.25 –Labão oferta Lia no lugar de Raquel;
Gn 31.3 – Deus manda Jacó retornar a Betel;
Gn 31.34 - A amada Raquel furtou ídolos escondido dele;
4
HISTÓRIA DA VIDA DE JACÓ
Gn 31.41 – Jacó é lesado por Labão por vinte anos;
Gn 32.2 - Vê o exército de Deus em Manaim;
Gn 32.30 – Luta com Deus em Peniel;
Gn 33.17 - Habita em Sucote;
Gn 33.18 –Vai morar em Siquém;
Gn 34.5 – Diná filha de Jacó é violentada;
Gn 35.10 – Em Betel, seu nome é mudado para Israel;
Gn 35.22 - Rúben deita-se Bila, concubina de seu pai;
Perdeu o convívio com o filho mais amado
5
OS PROBLEMAS DE JACÓ E A SOLUÇÃO DIVINA
Gn 33.18 –Desobedecendo Deus Gn 31.3, Vai morar em
Siquém;
Gn 34.5 – Diná filha de Jacó é violentada;
 Gn 34.6-29 – Os filhos de Jacó tramam contra vizinhos;
Gn 35.1 – Deus ordena a Jacó “Sobe a Betel, habita ali,
faze ali um altar”
Gn 35.10 – Em Betel, seu nome é mudado para Israel;
Gn 35.22 - Rúben deita-se Bila, concubina de seu pai;
Perdeu o convívio com o filho mais amado

6
7
COMO DEUS ATRAI SEU POVO
Assim como Deus Atraiu Abrão pelo seu maior
desejo: um filho (Gn 12.2), creu Abrão, mas não
entendeu o significado da promessa (Gn 15.2).
Quase sempre é assim, disse Jesus “digo que me
buscais, não pelos sinais que vistes, mas porque
comestes do pão e vos saciastes. Trabalhai, não
pela comida que perece, mas pela comida que
permanece para a vida eterna, a qual o Filho do
homem vos dará; porque a este o Pai, Deus, o
selou” (Jo 6.26-27). Deus espera que a nossa
conversão produza frutos divinos.
8
CONCLUSÃO
A VIDA DE JACÓ É UM RETRATO DO QUE PODEMOS
ESPERAR DO RELACIONAMENTO COM DEUS. AINDA QUE
NÃO SEJAMOS PERFEITOS, O SENHOR CONTINUA A INVESTIR
E ACREDITAR EM NÓS.
QUE POSSAMOS PERMANECER DESEJOSOS DE LUTAR
POR SER UM CRISTÃO DIGNO DE TODO INVESTIMENTO FEITO
POR DEUS E POR MUITOS IRMÃOS, EM PROL DA NOSSA
SALVAÇÃO E DOS NOSSOS SEMELHANTES.
Obrigado a todos!
9
Ir. Luiz Ribeiro