Anda di halaman 1dari 94

Culto de Estudo Bíblico

Igreja Cristã Evangélica


EM SANTA RITA

CONHEÇA
O ANTIGO TESTAMENTO

Jesus Cristo, nosso fundamento.


CONHEÇA O
Antigo Testamento

GÊNESIS & ÊXODO

Autor Data
Moisés 1.440 a.C.

Local Alvo
Foram escritos Povo de
no deserto Israel
CONHEÇA O
Antigo Testamento

GÊNESIS & ÊXODO


1. Esses livros têm algo em comum?

Gênesis e Êxodo são os livros dos começos.


CONHEÇA O
Antigo Testamento

GÊNESIS

Deus demonstra Seu amor por meio da


GÊNESIS criação, do juízo e da eleição de um povo
em uma sentença que O revelaria às nações.

a.C. a.C.
Criação Noé Nasce Nasce Nascem Nasce é vendido é preso é libertado morre
Abrão Isaque Jacó e Esaú
José
CONHEÇA O
Antigo Testamento

GÊNESIS
2. Gênesis: 50 capítulos de história!

Como guardar tanta informação?

CAPÍTULOS 1 – 11 CAPÍTULOS 12 - 50
Quatro eventos-chave Quatro Pessoas-chave
Criação Abraão
Queda Isaque
Dilúvio Jacó
Nações José
Palavras-chave Palavras-chave
Criação Chamada
Corrupção Aliança
4 EVENTOS-CHAVE 4 PESSOAS-CHAVE
CRIAÇÃO QUEDA DILÚVIO NAÇÕES ABRAÃO ISAQUE JACÓ JOSÉ

1 2 3 5 6 9 10 11 12 24 25 26 27 36 37 50

Complementar Corrupção Condenação Confusão Aliança Filho Mudança Cobertura

Luz Jardim do Maldade Torre de Babel Chamado Jacó x Esaú Decepção Túnica de Várias
Firmamento, Água Éden Ló cores
Noé Tabela das Primogenitura Sonho da escada
Terra, vegetação Adão Nações Aliança Escravidão no
A Arca Sara Bênção Aliança Lia Egito
Sol, lua, estrelas Eva Linguagem Ismael confirmada Raquel
O Dilúvio confundida Favor no Egito
Aves, peixes Satanás Promessa Luta com Deus
Novo começo Nações dispersas Circuncisão Preservação da
Animais, homem Pecado Nome muda família de Jacó
Arco-íris Sodoma, para Israel
Julgamento Gomorra

Caim e Abel

“DESCANSO” SACRIFÍCIO
Princípio da Humanidade Princípio da Nação de Israel
Histórico (4.000 a. C. – 2.100 a. C.) Biográfico (1.897 a. C – 1.804 a. C.)
“No princípio Deus criou” (1.1)
“Então o Senhor disse a Abrão... por meio de você todos os povos da terra serão abençoados” (12.1,3).
“Abrão creu no Senhor, e isso lhe foi creditado como justiça” (15.6).
CONHEÇA O
Antigo Testamento

GÊNESIS
2. Gênesis: 50 capítulos de história!

DESTAQUES: 4 EVENTOS-CHAVE

 CRIAÇÃO (Gn 1.1)

 QUEDA (Gn 3.15)

 DILÚVIO (Gn 6.1, 2)


 NAÇÕES (Gn 10.6)
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
2. Gênesis: 50 capítulos de história!

DESTAQUES

HISTÓRIA PRIMITIVA (1.1 – 11.26)

A. A criação (1.1 – 2.3)


I. Introdução (1. 1, 2):
II. Desenvolvimento (1.3-31):
III.Conclusão (2.1-3):
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento

ANALIZANDO UMA NARRATIVA

I. TEXTO: Gn 1.1 – 2.3


II. EXTRUTURA: CONTEXTO (situação inicial da narrativa):
A. PESSOA-CHAVE:
B. LUGAR-CHAVE:
C. REPETIÇÕES-CHAVE:
D. SENTIMENTOS-CHAVE:
E. PROBLEMA INICIAL:
F. PONTOS DE REFERÊNCIA NA SEQUÊNCIA
NARRADA:
G. SITUAÇÃO FINAL:
H. LIÇÕES TIRADAS DA NARRATIVA:
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento

ANALIZANDO UMA NARRATIVA

I. TEXTO: Gn 1.1 – 2.3


II. EXTRUTURA: CONTEXTO (situação inicial da narrativa):

Moisés inicia esta narrativa conduzindo seus leitores ao princípio


de tudo.
Observe que não há nada antes para que se possa traçar um
contexto imediato próximo.
Ele inicia do princípio. Sendo assim, ele deixa claro que tudo o
que existe foi criado por um ser muito poderoso, pois, este ser criou os
céus e a terra.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento

ANALIZANDO UMA NARRATIVA

I. TEXTO: Gn 1.1 – 2.3


II. EXTRUTURA: Situação inicial da narrativa: A criação dos céus e
da terra.
A. PESSOA-CHAVE: Deus como protagonista e o homem como
coadjuvante.
B. LUGAR-CHAVE: Os céus e a terra.
C. REPETIÇÕES-CHAVE:
i. Disse Deus = 10 vezes (3, 6, 9, 11, 13, 14, 20, 24, 26, 29);
ii. Houve tarde e manhã = 6 vezes (5, 8, 13, 19, 23, 31).
D. SENTIMENTOS-CHAVE: E viu Deus que isso era bom = 6
vezes (10, 12, 18, 21, 25, 31).
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento

ANALIZANDO UMA NARRATIVA

E. PROBLEMA INICIAL:

Os céus e a terra foram criados. No entanto, ambos estavam


imperfeitos, ou seja, “sem forma e vazia” e, também havia trevas
cobrindo toda a terra. Por estes motivos, o planeta terra ainda não
podia abrigar nenhum tipo de vida.
Portanto, este problema exigia que Deus tomasse algumas
providencias, pois, Ele não criou a terra para ser desabitada (Is 45.18).
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
ANALIZANDO UMA NARRATIVA

F. PONTOS DE REFERÊNCIA NA SEQUÊNCIA NARRADA:

Os pontos de referência são os seis dias da criação, onde Deus


da forma ao que está sem forma e preenche o que está vazio.
Deus criou os céus e a terra.
Sem Forma Vazia
Deus formou Deus preencheu
1º Dia: Os Céus, a Terra e a Luz. 4º Dia: Luminares – Sol, Lua e Estrelas.
2º Dia: O Firmamento. 5º Dia: Aves e seres marinhos.
3º Dia: Os mares e a Terra seca. 6º Dia: Animais e o Homem.
7º Dia: Descanso e bênção.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
ANALIZANDO UMA NARRATIVA

G. SITUAÇÃO FINAL:
Deus olhou para tudo o que havia criado e viu que havia ficado como Ele
queria, ou seja, muito bom. Assim, neste dia, o sétimo, o Senhor Deus descansou de
toda a sua criação e, não somente isto, Ele abençoou este dia para que servisse de
descanso para o homem também. Desta forma, a obra de Deus estava completa.

H. LIÇÕES TIRADAS DA NARRATIVA:


 A origem do universo e da vida na terra não foram acidentais;
 Deus criou tudo que existe;
 Tudo que Deus fez era bom;
 Em meio a toda a criação maravilhosa de Deus, os seres humanos são especiais:
só eles foram feitos à “semelhança” de Deus e receberam autoridade sobre as
demais criaturas;
 Os seis “dias” de atividade criativa de Deus, seguidos de um “dia” de descanso,
estabelecem o padrão para a vida de trabalho dos seres humanos.
Culto de Estudo Bíblico

Igreja Cristã Evangélica


EM SANTA RITA

CONHEÇA
O ANTIGO TESTAMENTO

Jesus Cristo, nosso fundamento.


CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
TEORIAS DA CRIAÇÃO

I. TEORIA DO BIG BANG

“Big Bang” significa grande explosão em inglês. Esta teoria se


tornou a mais popular no meio científico, por isso, é a mais ensinada nas
escolas e a mais aceita entre aqueles que não creem em um Deus criador.

De acordo com esta teoria, a mais ou menos 4,5 (Quatro bilhões e


meio) de anos atrás o universo estava com sua massa, sua densidade
energética e sua temperatura, que era extremamente alta, concentradas
num espaço muito pequeno. Eles explodiram e começara a se expandir no
vazio do universo. Assim, as partículas de hidrogênio e poeira cósmica
começaram a juntar-se lentamente e progressivamente. Isto deu origem as
estrelas, aos planetas e aos demais corpos celestes existentes no universo.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento

II. TEORIA DO DIA-ERA

Os proponentes desta teoria tentam harmonizar a narrativa bíblica


da criação com os dados apresentados pelos Geólogos e Paleontólogos.
De acordo com eles, a palavra “Yom” (hebraico), traduzida por
“dia”, na narrativa da criação, necessariamente não significa um dia de
vinte e quatro horas literalmente, porém, representa uma Era Geológica,
durando milhares de anos. Eles se baseiam na afirmação de II Pedro 3.8
que diz: “Há, todavia, uma coisa, amados, que não deveis esquecer: que,
para o Senhor, um dia é como mil anos, e mil anos, como um dia”.
Portanto, para eles, Deus criou todas as coisas não em seis dias
literais de vinte quatro horas, mas em bilhões de anos.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
III. TEORIA REVELACIONAL

Os proponentes desta teoria ensinam que os dias da criação


registrados na narrativa bíblica não foram seis dias literais de Criação,
mas estes dias foram os dias em que Deus passou revelando a Moisés
sobre a Sua atividade criadora. Assim, Deus não criou a luz no
primeiro dia, mas Ele revelou a Moisés que criou a luz no primeiro dia
e assim, sucessivamente. Isto, portanto, possibilita que Deus tenha
levado milhares de anos para criar todas as coisas.
Também de acordo com esta teoria, a ordem da criação relatada
na narração bíblica, não necessariamente, aconteceu da maneira como
foi relatada por Moisés.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
IV. TEORIA DO INTERVALO

Os defensores desta teoria acreditam que há um intervalo entre Gn 1.1 e 1.2


de bilhões de anos. Conforme esta teoria, Deus criou todo perfeito (Gn 1.1), porém,
Lúcifer se rebelou contra Deus e o Senhor o julgou e o expulsou do céu. E, junto com
Satanás, todo universo também foi julgado e destruído (Cf. Is 14.12-15; Ez 28.12-
18). Assim sendo, este julgamento tornou a criação original “sem forma e vazia” (Gn
1.2). No entanto, como Deus não criou a terra para permanecer sem forma e vazia (Is
45.18), Ele a recriou novamente (Gn 1.3ss).
Os autores desta teoria creem que a tradução da palavra “era” na frase sem
forma e vazia, seria mais bem traduzida por “tornou-se” sem forma e vazia. Eles
também acreditam que Deus não poderia criar algo “sem forma e vazio”, ou seja,
imperfeito, como descrito em Gênesis 1.2. Os proponentes desta teoria afirmam que a
criação em seis dias, portanto, uma criação recente, na verdade, foi apenas uma
recriação e não a criação original.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
V. TEORIA DA IDADE IDEAL

Os que defendem esta teoria, acreditam que Deus criou todas as coisas
literalmente em seis dias de vinte e quatro horas e apenas a aproximadamente 10.000 (dez
mil anos) atrás. No entanto, quando Deus criou as todas coisas, Ele as criou com
aparência envelhecida, ou seja, em seu estado ideal. Por exemplo, O Senhor criou o
homem já em uma idade ideal, ele foi criado já adulto e não como um bebê. Portanto,
assim como Deus criou o homem em seu estado ideal, Ele também criou todas as coisas,
incluindo a terra, como tendo uma aparência envelhecida. Isto explicaria porque os
cientistas chegam a conclusões de que a terra tem milhares de anos.

Para os proponentes desta teoria a ordem da criação é a seguinte:

1º dia – Deus criou os céus, a terra e a luz e a separou das trevas (1.1-5);
2º dia – Deus criou o firmamento (1.6-8);
3º dia – Deus criou os Mares, e fez aparecer a terra seca e surgir as plantas (1.9-13);
4º dia – Deus criou o Sol, a Lua e as Estrelas (1.14-19);
5º dia – Deus criou as aves e os seres aquáticos (1.24-31);
6º dia – Deus criou os animais e também o homem (1.24-31);
7º dia – Deus descansou e abençoou o dia de sábado (2.1-3)
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
GÊNESIS E A CIÊNCIA

DEFINIÇÃO DE TERMOS

A. GÊNESIS (Substantivo): origem, fonte, início, começo, desenvolvimento,


formulação, propagação.
B. CIÊNCIA (Substantivo): corpo de conhecimento ou informação, área de estudo,
disciplina.
Dados a respeito da Ciência:
I. Ciência não significa o estudo das origens. Cosmogonia é a área que estuda a
origem.
II. Uma das funções da Ciência é procurar desvendar os mistérios relacionados com o
surgimento da vida e do universo.
III. A Ciência trabalha com uma quantidade limitada de evidências, mais as limitações
da capacidade de raciocínio e lógica que todo cientista possui para interpretar
corretamente essas poucas evidências.
IV. A Ciência é limitada, e, portanto, não tem condições de explicar todas as coisas. Ex.
Céu e Inferno.

Assim, precisamos conhecer as limitações da ciência e o propósito do livro de Gênesis


CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
GÊNESIS E A CIÊNCIA
O Propósito de Gênesis

A Bíblia tem como propósito básico que as pessoas conheçam a


verdade. Para tanto, oferece um conhecimento da verdade que seja
abrangente a todas as áreas da experiência e do conhecimento humano.
A veracidade da narrativa bíblica também faz parte desse propósito
geral. O Deus que a escreveu deixa claro que o seu relato é
completamente fidedigno (Cf. Is 41.22-23).

As evidências seriam:
a. Contar como eram as coisas anteriores (a história passada);
b. Declarar as coisas vindouras (a história futura).

Portanto, o propósito da narrativa de Gênesis é oferecer ao leitor um


conhecimento verídico sobre a origem do universo e da vida.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
Esse objetivo é atingido em dois capítulos, utilizando apenas duas
características importantíssimas:

I. Uma narrativa que não seja cheia de detalhes para que o leitor não
fique perdido, e...
II. Uma narrativa que não seja tão geral para que o leitor não fique
confuso.

Em outras palavras, o Autor foi preciso e conciso, não faltando no


texto detalhes científicos. Pelo contrário, eles aparecem de forma
relevante e na quantidade certa para estabelecer e esclarecer o que foi
narrado.
No entanto, precisamos compreender que o objetivo primeiro do livro
de Gênesis não é ensinar ciência, mas apresentar uma narrativa
histórica fiel e verdadeira.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
Isso pode ser visto na maneira como o livro apresenta a narrativa da
criação do universo e da vida:

Introdução: Gênesis 1.1


Criação: Gênesis 1.2-2.3
Criação do ser humano: Gênesis 2.4-25.

Eis a metodologia que Deus usa para ensinar o ser humano.


Primeiro, Ele ensina o geral, depois volta e trabalha os detalhes
necessários para que a compreensão seja clara. Observe:
Gênesis 1.1 Resumo da criação de todas as coisas.
Gênesis 1.2 a 2.3 Explicação detalhada de como elas foram criadas.
Gênesis 1.26-28 Resumo da criação dos seres humanos.
Gênesis 2.4-25 Explicação detalhada de como os seres humanos foram
criados
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
O Propósito da Ciência
A melhor maneira de conhecermos o propósito da ciência é termos uma
definição prática do que é ciência.

Ciência é o conhecimento do significado da realidade e esse conhecimento


pode ser dividido em vários tipos e significados da realidade... Ciência é
composta de discernimento por parte daquele que tem a capacidade de
conhecer, significado por parte dos objetos que ele conhece, e compreensão
por meio do intelecto, que serve como meio de pensamento. Ela não é uma
mera coleção de fatos não relacionados e verificados experimentalmente. Ela é
conhecimento estruturado e essa estruturação vem do desenvolvimento natural
da própria mente.

Colocando de forma simples, ciência é a forma de expressarmos a nossa


percepção da realidade, seja ela do presente ou do passado.
Assim, o propósito da ciência é o de discernir as evidências, dando um
significado a cada uma delas, para que haja uma compreensão da realidade
presente e passada.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
Teoria, Realidade e Verdade

No contexto científico, realidade é sinônimo de verdade.


No contexto bíblico, Realidade também significa verdade, a verdade dos
fatos, dos eventos, das pessoas, da situações, dos resultados. Realidade, no
contexto bíblico, é algo objetivo e não subjetivo, que possa mudar com o
tempo. Vamos ilustrar.

Onde tem água tem?


R: Onde tem água, PODE ter vida. – Essa é uma proposição científica.
R: onde tem água tem água! – Essa é uma verdade científica.

Existe uma diferença muito grande entre essas as duas coisas:


Uma, é verdade e expressa exatamente a realidade (onde tem água tem
água);
A outra, não expressa a realidade (onde tem água, tem vida) devido à
possibilidade de não haver vida nenhuma naquela água.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
Teoria, Realidade e Verdade

No contexto bíblico, Realidade também significa verdade, a verdade dos


fatos, dos eventos, das pessoas, da situações, dos resultados. Realidade, no
contexto bíblico, é algo objetivo e não subjetivo, que possa mudar com o
tempo.

Toda realidade bíblica está fundamentada em Deus, o qual é a realidade


final.
Se Deus não existisse, nada existiria!
Tudo existe porque Deus existe!

Deus não trabalha com teorias.


Nós seres humanos é que trabalhamos com teorias.

Portanto, existe uma grande diferença entre o relato histórico proposto


pela ciência e a narrativa histórica bíblica.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
O Criacionismo Científico

A ciência pesquisa evidências para compreender a realidade. A ciência


busca a verdade constantemente.
Proposta Científica Criacionista:

A. Essa propostas não estão baseadas em literaturas religiosas;


B. Elas também não estão baseadas em crença ou superstição;
C. Elas trabalham com evidências.

I. O Universo foi Criado!


Nossa intuição demonstra que a natureza foi criada (Rm 1.19-20)
II. O Universo foi Criado!
As leis da natureza demonstram que o universo foi criado.
Assim é possível provar cientificamente que a natureza (o universo e a
vida) foi criada. Só não é possível demonstrar cientificamente quem ou quê a
criou, ou ainda, como ela foi criada.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
O Criacionismo Bíblico

Estamos tratando com duas afirmações:


A. A primeira é que o universo foi criado;
B. A segundo é que Deus criou o universo.

Como saber se ambas são verdadeiras?

A primeira já foi demonstrada anteriormente.


A segunda é um pouca mais complicada.

Vamos partir da seguinte suposição: se Deus criou o mundo, Ele teria


deixado evidências disso. Assim como um artista e um escritor deixam suas
marcas em suas obras.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
II. Deus criou o universo.

Sinais de Deus na criação.


A. Deus é trino: Pai, Filho e Espírito Santo. Não são três deuses, mas um
Deus em três pessoas. Essa é uma característica de Deus.

I. A natureza existe no tempo e no espaço:


a. O tempo existe na seguinte forma: Passado, Presente e Futuro
(três em um).
b. O espaço existe na seguinte forma: Largura, Altura e
Profundidade (três em um).
c. A natureza é constituída de matéria (átomos). Os átomos
existem na seguinte forma: prótons, nêutrons e elétrons (três
em um).
d. O DNA é a sequência de pequenas letras: A – adenina, T –
timina, C – citosina, G – guanina) que são divididas em códons e
cada códon possui três letras (três em um).
Culto de Estudo Bíblico

Igreja Cristã Evangélica


EM SANTA RITA

CONHEÇA
O ANTIGO TESTAMENTO

Jesus Cristo, nosso fundamento.


CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
A CRIAÇÃO

INTRODUÇÃO A TEOLOGIA
A introdução à teologia trata dos pressupostos necessários para o estudo da teologia
sistemática.
A teologia nada mais é do que um discurso racional a respeito de Deus.

OS PRESSUPOSTOS DA TEOLOGIA EVENGÉLICA

Os teólogos evangélicos creem que a Bíblia corresponde a um comunicado infalível e absolutamente verdadeiro,
feito em linguagem humana, que se originou em um Deus infinito, pessoal e moralmente perfeito.

Está fé pressupõe que muitas coisas são verdadeiras:

I. Pressupõem a existência de um Deus teísta que criou o mundo e que pode intervir miraculosamente nele;
II. Pressupõem que Deus se revelou tanto na forma geral quanto na especial;
III. Pressupõem que a Revelação Especial está sujeita as leis da lógica e contém afirmações com significado
objetivo que são objetivamente verdadeiras e exclusivamente verdadeiras;
IV. Pressupõem que as afirmações bíblicas, por sua vez, podem ser apropriadamente compreendidas em
linguagem análoga, sendo que a sua verdade e sentido podem ser objetivamente compreendidas, inclusive
os elementos relacionados aos eventos históricos;
V. Pressupõem que esta revelação pode ser sistematizada por um método teológico completo e compreensivo.
CONHEÇA O
Antigo Testamento

GÊNESIS
A CRIAÇÃO

A IMPORTÂNCIA DOS PRESSUPOSTOS

Um pressuposto é importante porque torna possível o que nele se baseia.


Por exemplo, as condições para que dois seres humanos se comuniquem entre si,
minimamente falando, incluem:

I. A existência de uma mente capaz de enviar uma mensagem.


II. A existência de outra mente capaz de receber esta mensagem.
III. A existência de uma meio comum de comunicação (por exemplo, um idioma)
compartilhado por ambos.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
DEUS: O PRESSUPOSTO METAFÍSICO

DEFINIÇÃO DE METAFÍSICA
A metafísica é o estudo do ser ou da realidade. É o estudo do ser como ente, no sentido de
algo oposto ao estudo do ser como físico, ou do ser como matemático.

O SIGNIFICADO DA METAFÍSICA

A existência de um Deus Teísta é o alicerce da Teologia cristã.

Isto porque, não faz sentido falar da Bíblia como Palavra de Deus, se esse Deus
não existe. Semelhantemente, não faz sentido falar de Cristo como filho de
Deus, sem que haja um Deus que possa ter gerado um Filho. Da mesma forma,
os milagres, como atos especiais de Deus, não são possíveis sem que exista um
Deus capaz de realizar estes atos especiais. De fato, toda a Teologia evangélica
está baseada neste alicerce metafísico chamado Teísmo.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
DEUS: O PRESSUPOSTO METAFÍSICO

A TEOLOGIA EVANGÉLICA
IMPLICA O TEÍSMO METAFÍSICO

O evangelicalísmo crê que Deus existe além deste mundo e


que foi Ele que trouxe esse universo à existência.
Ela também abarca a crença de que este Deus é um ser
eterno, infinito, absolutamente perfeito e pessoal.

O nome dado a esta visão de que Deus criou tudo que existe,
é Teísmo.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
DEUS: O PRESSUPOSTO METAFÍSICO

O TEÍSMO E AS COSMOVISÕES CONTRÁRIAS

Existem sete cosmovisões que se destacam, sendo uma diferente


da outra.
As sete cosmovisões mais importantes são as seguintes:
I. Teísmo,
II. Ateísmo,
III. Panteísmo,
IV. Pan-en-teísmo,
V. Deísmo,
VI. Deísmo Finito
VII.Politeísmo.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
DEUS: O PRESSUPOSTO METAFÍSICO

TEÍSMO:
UM DEUS PESSOAL E INIFINITO QUE EXISTE TANTO
DENTRO COMO ALÉM DO UNIVÉRSO

Para o Teísta, existe um Deus infinito e pessoal que vai além


do universo e, que é o seu criador, seu sustentador, e que
pode agir dentro deste universo de maneira sobrenatural.
Este Deus está tanto “lá fora” como “aqui dentro”, pois Ele é
transcendente e imanente.
Assim sendo, o Teísmo é a cosmovisão que preconiza um
universo que vai além das coisas que existem.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
DEUS: O PRESSUPOSTO METAFÍSICO

ATEÍSMO:
NÃO EXISTE DEUS ALGUM, NEM DENTRO NEM ALÉM
DO UNIVERSO.

Para os ateus, somente o universo físico existe; não existe


nenhum Deus, em parte alguma.
Eles creem que o universo é tudo o que existe e tudo o que
existirá, e ele é auto-sustentado.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
DEUS: O PRESSUPOSTO METAFÍSICO

PANTEÍSMO:
DEUS É O PRÓPRIO UNIVERSO (ELE É TUDO).

Para o panteísta não existe um Criador além do universo;


antes, tanto o Criador quanto a criação são duas maneiras
diferentes de perceber a mesma realidade.
Portanto, para eles, Deus é o próprio universo, e o universo
é Deus; existe, em última análise, somente uma realidade.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
DEUS: O PRESSUPOSTO METAFÍSICO

PAN-EN-TEÍSMO:
DEUS ESTÁ NO UNIVERSO.

Para o pan-en-teísta o universo é o corpo de Deus.


Eles acreditam que Deus habita o universo da mesma forma
que uma mente habita um corpo.
Contudo, eles também creem que além do universo físico
real, existe outra pilastra de sustentação para Deus. Esta
outra pilastra é o potencial eterno e infinito de Deus, o qual
vai além do universo físico e real.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
DEUS: O PRESSUPOSTO METAFÍSICO

DEÍSMO FINITO:
UM DEUS FINITO EXISTE TANTO ALÉM QUANTO
DENTRO DOS LIMITES DO UNIVERSO.

O deísmo finito é semelhante ao Teísmo, salvo o fato de que


eles sustentam que o deus que transcende o universo e está
ativo nele não é um ser infinito, mas limitado na sua
natureza e poder.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
DEUS: O PRESSUPOSTO METAFÍSICO

POLITEÍSMO:
EXISTEM MUITOS DEUSES ALÉM DESTE MUNDO,
COMO TAMBÉM DENTRO DELE.

O politeísta acredita que existem muitos deuses finitos.


O politeísmo nega qualquer Deus infinito que transcenda este
mundo, da forma como sustenta o Teísmo; no entanto, crê que
estes deuses finitos estão ativos neste mundo, em oposição ao
Deísmo. Também em contraste com o Deísmo Finito, o politeísta
acredita em uma pluralidade de Deuses finitos, tendo cada um
normalmente o seu próprio domínio de atuação.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
DEUS: O PRESSUPOSTO METAFÍSICO

CONCLUSÃO

Obviamente, se o Teísmo é verdadeiro, todas as outras


formas de não-teísmo são falsas.
Pois, Deus não pode ser, por exemplo, ao mesmo tempo
finito e infinito, pessoal e impessoal, estar além do universo
e não estar além do universo, ser imutável e mutável, ou, ao
mesmo tempo, ter capacidade de fazer milagres e não poder
realiza-los.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
A DIVISÃO DOS DIAS DE GÊNESIS

Deus criou os céus e a terra.

Sem Forma Vazia

Deus formou Deus preencheu

1º Dia: Os Céus, a Terra e a Luz. 4º Dia: Luminares – Sol, Lua e


Estrelas.
2º Dia: O Firmamento. 5º Dia: Aves e seres marinhos.

3º Dia: Os mares e a Terra seca. 6º Dia: Animais e o Homem.

7º Dia: Descanso e bênção.


CONHEÇA O
Antigo Testamento

GÊNESIS
O PROCESSO CRIADOR DE DEUS

Curiosidades

Dois verbos são utilizados com frequência no


texto de Gênesis 1.

São os verbos bara e asah

Bara = criar. Seu significado é trazer algo à existência daquilo que


ainda não existe.
Asah = fazer. Significando trazer à existência daquilo que já existe.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
Vejamos como eles são usados no primeiro capítulo:

 v.1: No princípio Deus bara’ os céus e a terra.


 v.7: Então Deus ‘asah o firmamento e separou as águas que estavam
abaixo do firmamento das que estavam por cima.
 v.16: Deus “asah os dois grandes luminares: o maior para governar o
dia e o menor para governar a noite; “asah também as estrelas.
 v.21: Assim Deus bara’ os grandes animais aquáticos e os demais seres
vivos que povoam as águas.
 v.25: Deus ‘asah os animais selvagens de acordo com as suas espécies,
os rebanhos domésticos de acordo com as suas espécies.
 v.26: Então disse Deus: “asah o homem à nossa imagem conforme a
nossa semelhança...”
 v.27 bara’ Deus o homem à sua imagem, à imagem de Deus o bará;
homem e mulher os bara.
 v.31: E Deus viu tudo o que asah, e tudo havia ficado muito bom.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
O que isso significa?

Significa que Deus trouxe algumas coisas à existência do nada e outras


daquilo de Ele mesmo já havia criado.

Para entendermos esse conceito, vamos usar a criação do ser humano


como exemplo:

 26 Também disse Deus: Façamos (asah) o homem à nossa imagem, conforme


a nossa semelhança...
 Criou (bara) Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou
(bara); homem e mulher os criou (bara).

O Primeiro versículo o processo pelo qual Deus formou o ser humano: do


pó da terra.
O segundo explica o processo pelo qual Deus criou o ser humano: elo o
tronou um ser vivente. Por meio do sopro divino.
Culto de Estudo Bíblico

Igreja Cristã Evangélica


EM SANTA RITA

CONHEÇA
O ANTIGO TESTAMENTO

Jesus Cristo, nosso fundamento.


CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
OS TRÊS PRIMEIROS DIAS DA CRIAÇÃO

No primeiro dia Deus traz a luz à existência.

A luz nada mais é do que radiação eletromagnética. A luz visível é apenas uma pequena
de toda a extensão (expectro) dessa radiação que o olho humano é sensível o suficiente
para perceber. Essa radiação é compreendida por meio de ondas.

Mas a luz visível não é o único tipo de radiação eletromagnética que existe. Ele varia
desde a radiação gama indo até as frequências extremamente baixas. E todos essas
frequências são encontradas na natureza. Algumas encontradas apenas no espaço sideral,
outras nos corpos celestes, outras nos elementos químicos radioativos e outras nas formas
de vida.

O calor é em forma de radiação eletromagnética (radiação infravermelha). Assim como o


calor, temo os raios-x, radiação ultra violeta e muitos outros tipos de radiação.

ESSAS SÃO AS FORMAS DE RADIAÇÃO QUE FORAM CRIADAS NO


PRIMEIRO DIA.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
OS TRÊS PRIMEIROS DIAS DA CRIAÇÃO

No segundo dia Deus faz a separação águas.

Observe que o que foi criado no segundo dia não foi a água. A água foi um dos elementos
primordiais criados por Deus. Ela já existia no primeiro dia.

O que foi criado (asah) no segundo dia foi o firmamento.

A Bíblia nos informa nos seu primeiro verso que no princípio Deus criou os céus e a terra.
Esse três elementos básicos da criação, que são: o tempo (no princípio), espaço (os céus) e
a matéria (a terra), foram trazidos a existência no princípio (do nada) e são fundamentais
no processo de criação.

Deus utilizou-se desses elementos básicos para trazer outras coisas à existência. Esse é
justamente o caso do da criação do firmamento.
Atmosfera Terrestre
Atmosfera Terrestre
O Campo Magnético da Terra
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
OS TRÊS PRIMEIROS DIAS DA CRIAÇÃO

No terceiro dia Deus ordena que as águas se ajuntem num só lugar e que a
porção seca apareça.

Agora o planeta Terra tem uma atmosfera, uma única porção seca (um
supercontinente, a Pangeia) e um único oceano (Pantalassa).
Pelo fato de haver água líquida nesse oceano, o planeta Terra possui uma temperatura
adequada para sustentar vida.
Ele também possui luz (radiação eletromagnética) banhando a sua superfície.
Ele também está girando ao redor de seu próprio eixo.
Assim, tudo está preparado para que a vida seja criada no planeta Terra.
Culto de Estudo Bíblico

Igreja Cristã Evangélica


EM SANTA RITA

CONHEÇA
O ANTIGO TESTAMENTO

Jesus Cristo, nosso fundamento.


CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
OS TRÊS ÚLTIMOS DIAS DA CRIAÇÃO
No quarto dia Deus traz à existência os corpos celestes.
Estrelas: Corpos celestes massivos que produzem a sua própria luz.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
OS TRÊS ÚLTIMOS DIAS DA CRIAÇÃO
No quarto dia Deus traz à existência os corpos celestes.
Galáxias:Sistemas celestes massivos contendo entre algumas dezenas de milhões de
estrelas até centenas de trilhões. A Via láctea é uma galáxia no qual o Sol é apenas
uma das outras 200 a 400 bilhões de estrelas.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
OS TRÊS ÚLTIMOS DIAS DA CRIAÇÃO
No quarto dia Deus traz à existência os corpos celestes.
Planetas: Corpos celestes que orbitam uma estrela e possuem massa suficiente para ter
um formato esférico.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento

OS TRÊS ÚLTIMOS DIAS DA CRIAÇÃO


No quarto dia Deus traz à existência os corpos celestes.
Asteroides: Pequenos corpos celestes orbitando o Sol.
Meteoroides: nomes referentes aos objetos sólidos que se movem no
espaço interplanetário.
Cometas: São pequenos corpos celestes formados de gelo que orbitam
o Sol.
Luas: São satélites naturais que orbitam um planeta.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
OS TRÊS ÚLTIMOS DIAS DA CRIAÇÃO
O quinto e o Sexto dia da Criação:
No quinto dia Deus cias os animais que vivem na água e os animais que voam no ar (Gn.
1.21).
Duas considerações importantes:
I. Deus criou os animais aquáticos
A água não produziu os animais aquáticos. Foi Deus que os trouxe à existência.
II. Deus criou as criaturas que voam
O texto nos informa que Deus criou as criaturas que voam, e não somente as aves.
O sexto dia da criação:
No sexto dia Deus fez todos os animais terrestres e também as aves a partir da terra (Cf.
Gn 1.24 2 2.19):
I. Todos os animais terrestres e também as aves foram criados da terra;
II. O Homem também foi criado da terra.
Culto de Estudo Bíblico

Igreja Cristã Evangélica


EM SANTA RITA

CONHEÇA
O ANTIGO TESTAMENTO

Jesus Cristo, nosso fundamento.


CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
RECAPTULAÇÃO

1. A CRIAÇÃO DE TODAS AS COISAS (Gn 1.1)


A. PRIMEIRO DIA: Criação da luz (Gn 1.2-5);
B. SEGUNDO DIA: A Criação do firmamento e a separação das águas
(Gn 1.6-8);
C. TERCEIRO DIA: A Criação da vida vegetal (Gn 1.9-13);
D. QUARTO DIA: A Criação do sol, da lua e das estrelas (Gn1.14-19);
Esses corpos celestes desempenham três funções simultaneamente:
i. São sinais – pois, ensinam e rememoram ao homem a obra criativa
de Deus (Sl 8.3; Rm 1.19, 20);
ii. São para Estações e anos – pois funcionam com um calendário,
dividindo as estações, os dias e os anos, e tornarão possível ao
homem planejar acuradamente o seu trabalho;
iii. São luzes – pois substituíram as fontes de luzes temporárias dos
dias anteriores.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento
RECAPTULAÇÃO
1. A CRIAÇÃO DE TODAS AS COISAS (Gn 1.1)
E. QUINTO DIA: A Criação dos peixes e das aves (Gn 1.20-23);
F. SEXTO DIA: A Criação das criaturas terrestres e do homem (Gn 1.24-31)
O homem tornou-se imediatamente o destaque desse dia e de toda a semana durante a qual se deu a
criação:
i. O homem foi feito à imagem de Deus e possui o mais alto modo de vida.
a) A vida vegetal adquiriu vida inconsciente.
b) A vida animal adquiriu vida consciente.
c) Somente o homem adquiriu vida autoconsciente.
ii. O homem se sujeitaria e encheria a terra (Gn 1.28).
iii. Ele foi estimulado a desfrutar da árvore da vida e de todas as outras árvores da criação,
exceto de uma (Gn 2.9, 16).
iv. Ele foi proibido de comer da árvore da ciência do bem e do mal (Gn 2.17).
v. Ele deu nome a todos os animais (Gn 2.19)
vi. Ele recebeu uma esposa (Gn 2.18-25). Essa é a primeira das três grandes instituições dada ao
homem por Deus, que são: o casamento, o governo humano (Gn 9) e a greja (Mt 16).
vii. SÉTIMO DIA: Deus descansa (Gn 2.1-3).
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento

A QUEDA
A CORRUPÇÃO DE TODAS AS COISAS (Gn 3-5).

A Teoria do intervalo posiciona a queda de Satanás entre Gênesis 1.1 e


1.2. Contudo, Moisés parece afirmar que tal queda deu-se entre os
segundo e o terceiro capítulos de Gênesis.
A. A Sutileza de Satanás (3.1)
i. Ele fala por meio da serpente.
ii. O demônio começa pondo em dúvida a Palavra de Deus
(Gn 3.1)
iii. Satanás termina negando a Palavra de Deus (Gn 3.4)
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento

A QUEDA
A CORRUPÇÃO DE TODAS AS COISAS (Gn 3-5).
A. A Sutileza de Satanás (3.1)
B. O Pecado de Adão.
i. Ele tornou-se o primeiro ser humano pecador.
ii. A princípio, Adão tentou cobrir sua nudez diante de
Deus (Gn 3.7).
iii. Ao final, Adão tentou esconder-se de Deus (Gn 3.8)
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento

A QUEDA
A CORRUPÇÃO DE TODAS AS COISAS (Gn 3-5).
A.A Sutileza de Satanás (3.1)
B.O Pecado de Adão.
C.A Redenção dada por Deus.
I.Sua Santidade: quando Deus lida com o pecado.
a)Sobre o Homem (3.7)
b)Sobre a Mulher (3.16)
c)Sobre a Natureza (3.18)
d)Sobre a Serpente (3.14)
e)Sobre o Demônio (3.15)
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento

AS COSEQUÊNCIAS DO PECADO

INTRODUZIDO PELO PRIMEIRO ADÃO TRATADO PELO SEGUNDO ADÃO

Em Gn 2.17, ele introduziu... A morte. Em João 11.25, Ele tratou com... A morte.
Em Gn 3.7, ele introduziu... A nudez. Em João 19.23, Ele tratou com... A nudez.
Em Galatas 3.13, ele tratou com... A
Em Gn 3.17, ele introduziu... A maldição
maldição.
Em Gn 3.17, ele introduziu... A dor. Em Isaías 53.3, Ele tratou com... A dor.

Em Gn 3.18, ele introduziu... Os espinhos. Em João 19.5, Ele tratou com... Os espinhos.

Em Gn 3.19, ele introduziu... O suor. Em Lucas 22.44, Ele tratou com... O suor.

Em Gn 3.24, ele introduziu... A espada. Em João 19.34, Ele tratou com... A espada.
Paulo declarou os resultados gloriosos da missão de Cristo:
Havendo riscado a cédula que era contra nós nas sua ordenanças, a qual de alguma maneira nos
era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz.
Culto de Estudo Bíblico

Igreja Cristã Evangélica


EM SANTA RITA

CONHEÇA
O ANTIGO TESTAMENTO

Jesus Cristo, nosso fundamento.


CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento

A QUEDA
A CORRUPÇÃO DE TODAS AS COISAS (Gn 3-5).
O ASSASSINATO DE ABEL (Gn 4)
Eva dá à luz a Caim e Abel (Gn 4.1, 2)

Caim traz uma oferta sem Abel oferece um sacrifício


sangue a Deus e é com seus cordeiros e é
rejeitado (Gn 4.3, 5) aceito (Gn 4.4)

Caim é afastado das


Caim mata seu irmão
bênçãos de Deus (Gn
(Gn 4.8)
4.16,17)
A DESCENDÊNCIA DE CAIM E SETE

CAIM

FILHO NETO BISNETO


ENOQUE IRADE MEUJAEL

TRISNETO TATARANETO
MATUSAEL LAMEQUE

JABAL
JUBAL
TUBALCAIM
O projeto urbano de Caim certamente
CONSTRUIU UMA CIDADE
foi uma tentativa de lutar contra a
CHAMADA ENOQUE
A vida de Caim e dos seus maldição de Deus (Gn 4.12)

O Primeiro polígamo registrado na


Seu tataraneto, Lameque, tornou-se: Bíblia (Gn 4.23)
Descendentes

O Primeiro compositor de músicas


(4.23 Este texto é conhecido como a
canção da guerra)

O Segundo assassino registrado na


Bíblia (Gn 4.23)

Ele também elaborou sistemas formais


Jabal tornou-se o Inventor das tendas e de domesticação e criação comercial
cultivou um estilo de vida nômade. de outros animais fora as ovelhas. Seu
nome significa “peregrino” (4.20)

Jubal tornou-se o inventor de


Tubalcaim tornou-se o inventor da
instrumentos musicais de sopro e de
metalurgia em cobre e em ferro 4.22
corda. Seu nome significa “Som” 4.21
SETE
FILHOS E
FILHAS

ENOS
NOÉ FILHOS E
FILHAS

LAMEQUE CAINÃ
FILHOS E FILHOS E
FILHAS FILHAS
ADÃO
E EVA

MATUSALÉM MAALALEL
FILHOS E FILHOS E
FILHAS FILHAS

ENOQUE JAREDE
FILHOS E FILHOS E
FILHAS FILHAS
IDADE DOS PATRIARCAS
1200

1000
950 969 962
910 905 912 93
895
800
777

600

400
365

200

0
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento

A QUEDA
A CORRUPÇÃO DE TODAS AS COISAS (Gn 3-5).
O MINISTÉRIO DE ENOQUE (Gn 5)
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento

1. ELE É UM DOS HOMENS QUE TERIA


2. ENOQUE FOI UM HOME DE GRANDE FÉ
CAMINHADO COM DEUS ANTES DO
(Hb 11.5)
DILÚVIO

O MNISTÉRIO
DE ENOQUE (Gn 5)

4. ENOQUE FOI UM DOS HOMENS QUE 3. ENOQUE FOI O PRIMEIRO PREGADOR


FOI PARA OS CÉUS SEM MORRER REGISTRADO NA BÍBLIA E ELE PREGOU
FISICAMENTE SOBRE O JULGAMENTO DIVINO.
CONHEÇA O
GÊNESIS Antigo Testamento

O DILÚVIO
A CONDENAÇÃO DE TODAS AS COISAS (Gn 6 – 9)
Culto de Estudo Bíblico

Igreja Cristã Evangélica


EM SANTA RITA

CONHEÇA
O ANTIGO TESTAMENTO

Jesus Cristo, nosso fundamento.


CONHEÇA O
Antigo Testamento

GÊNESIS
2. Gênesis: 50 capítulos de história!

Como guardar tanta informação?

CAPÍTULOS 1 – 11 CAPÍTULOS 12 - 50
Quatro eventos-chave Quatro Pessoas-chave
Criação Abraão
Queda Isaque
Dilúvio Jacó
Nações José
Palavras-chave Palavras-chave
Criação Chamada
Corrupção Aliança
UMA JORNADA QUE LEVOU A PERFEIÇÃO DA FÉ

Uma jornada que exigiu separação.


Gn 12.1,4-6

Sai de sua terra Da casa de seu pai


Do meio de seus Ir para a terra que
parentes Deus lhe mostraria
UMA JORNADA QUE LEVOU A PERFEIÇÃO DA FÉ

Uma jornada que exigiu mudança. Gn 13.14-18

I. Risco de Morte (Gn 12. 10-13)


Riscos envolvidos nesta II. Risco de uma tragédia familiar (Gn 13.1-
mudança: 9)
III. Risco de Perder a sua família (Gn 20.1-7)
UMA JORNADA QUE LEVOU A PERFEIÇÃO DA FÉ

Uma jornada que exigiu fé numa promessa. Gn 12. 1-3


Elementos envolvidos na promessa divina:

I. Far-te-ei uma grande nação. V. Abençoarei os que te abençoarem.


II. Abençoar-te-ei. VI. Amaldiçoarei os que
amaldiçoarem.
III. Engrandecerei o teu nome.
VII. Em ti serão benditas todas as
IV. Tu serás uma bênção. nações da terra.
UMA JORNADA QUE LEVOU A PERFEIÇÃO DA FÉ

Uma jornada que envolveu uma aliança com Deus. Gn


15.1, 7-18.
Elementos envolvidos nessa aliança:

Deus seria seu Escudo


Abrão não deveria temer; Lhe recompensaria
Deus estava com ele. Lhe daria um filho
Lhe daria a terra de Canaã
Os descendentes de Abrão seriam
A aliança e sua profecia Gn 15.13-16 estrangeiros em uma terra
distante (13a)

Eles seriam servos nessa terra


(13b)

O próprio Deus julgaria aquela


nação que os escravizaria (14a)

Eles deixariam o Egito com


grande riqueza (14b)

Abrão seria poupado de tudo isso


(15)

Na 4ª geração seus descendentes


retornariam para Canaã (16)
O FILHO COM AGAR Gn 16

Eis que o SENHOR me tem impedido de dar à luz


O PLANO DE SARAI: filhos; toma, pois, a minha serva, e assim me
edificarei com filhos por meio dela (V. 2)

Desprezou sua senhora;


O ORGULHO DE AGAR E Foi humilhada por sua senhora;
Fugiu de sua Senhora;
SUAS CONSEQUÊNCIAS: Foi obrigada a retornar para sua senhora.

Quis saber sobre sua situação;


Ordenou que retornasse para a casa de sua Senhora;
O AUXÍLIO ANGELICAL: Prometeu-lhe um filho;
Seu nome seria Ismael;
Ela invocou o nome do Senhor (O Deus que me vê)

O NASCIMENTO DE Abrão tinha 86 anos quando Ismael nasceu;


ISMAEL:
NOVOS
NOMES

Exige um
De Abrão
Selo como
para
sinal de sua DEUS Abraão.
aliança
FALA
COM
ABRÃO 17

Deus se
apresenta De Sarai
como para Sara
El-Shaddai
DEUS VISITA ABRAÃO Gn 18 -19

• DEUS LHE DÁ DUAS NOTÍCIAS:


1ª Sara terá um filho e Seu nome será
Isaque

• 2ª Sodoma será destruída por causa dos seus


pecados.
DEUS DESTROI SODOMA E GOMORRA

Os anjos visitam a cidade Ló os recebe em sua casa

Os homes querem ter relação sexual com os anjos


Os anjos defendem Ló e cegam os
Lós os defende
homens daquela cidade

A destruição da cidade
Os Anjos salvam Ló e sua família A mulher de Ló olha para trás e se
da destruição transforma em uma estátua de Sal
O nascimento do filho da Promessa
Gn 21

Isaque

Foi desmamado e Ismael caçoava


Foi circuncidado
Abraão deu um dele e foi expulso
ao 8º dia
grande banquete por Abraão
Tipo de sacrifício:
Holocausto
Um sacrifício é
exigido: Local do sacrifício:
Monte Moriá
A provação
Gn 22

O que ou quem deveria


Seu único filho Isaque.
ser Sacrificado:

Depois de sacrificar
voltaremos
A certeza da provisão
divina Deus proverá um
sacrifício para si meu
filho
A morte de
Sara Gn 23

É Sepultada Sara morre


em Macpela aos 127 anos
Uma Esposa para
Isaque Gn 24

A ordem de Abrão:
Busque uma noiva
para Isaque

A oração de Eliezer: A resposta do


Mostra-me a moça Senhor:
certa Rebeca é a Escolhida
Simbolismos envolvidos neste

Simboliza Deus
Abraão:
Pai
Simboliza Deus
Isaque:
capítulo

Filho
Simboliza Deus
Eliezer:
Espírito Santo
Simboliza a
Rebeca:
Igreja
Casamento com
Quetura Gn 25.1-6

Ele lhe deus O 4º filho foi


Midiã, o pai dos
6 filhos midianitas.
A MORTE DE ABRAÃO Gn 25.7-10

IDADE COM QUE MORREU 175 anos

TUMULO EM MACPELA, LOCAL


LOCAL DO SEU SPULTAMENTO
ONDE SARA ESTAVA SEPULTADA
Pela fé, Abraão, sendo chamado,
obedeceu, indo para um lugar que havia
de receber por herança; e saiu, sem saber
para onde ia. Pela fé, habitou na terra da
EPITÁFIO: promessa, como em terra alheia, morando
em cabanas com Isaque e Jacó, herdeiros
com ele da promessa. Porque esperava a
cidade que tem fundamentos, da qual o
artífice e construtor é Deus (Hb 11.8-10)