Anda di halaman 1dari 18

NUTRIÇÃO E DIETÉTICA

Daniela Infantina Martins Bernardes


Nutricionista Hospital Regional de Cáceres “Drº Antonio Fontes”
Esp. em Nutrição Humana e Saúde, Administração Hospitalar e
Sistema de Saúde e Saúde e Segurança do Trabalhador

Eliani Bonfim Soldera


Nutricionista Hospital Regional de Cáceres “Drº Antonio Fontes”/
ACSC
Esp. em Nutrição Clínica
APARELHO DIGESTIVO
O sistema digestório humano
é formado por um longo tubo
musculoso, onde estão
associados órgãos e
glândulas que participam da
digestão.

É formado pela boca, faringe,


esôfago, estômago, intestino
delgado, intestino grosso e
glândulas anexas.
CONSTITUIÇÃO DO APARELHO
DIGESTIVO

Boca:
 É a abertura pela qual
o alimento entra no
tubo digestivo. Aí
encontram-se os
dentes e a língua, que
preparam o alimento
para a digestão, por
meio da mastigação.
PARTES DA BOCA

 Dentes: Os dentes
reduzem os alimentos
em pequenos
pedaços, misturando-
os à saliva, o que irá
facilitar a futura ação
das enzimas.
PARTES DA BOCA

 Língua: Ela participa da


mastigação ,mantendo o
alimento na linha de
ação dos dentes ,atua
na deglutição (ato de
engolir) ,é fundamental
para a articulação das
palavras e o órgão
responsável pela
percepção do paladar.
FARINGE E ESÔFAGO;

 A FARINGE: está situada no final da


cavidade bucal, é um canal comum ao
sistema digestório e respiratório. Por
ela passam o alimento, que se dirige
ao esôfago, e o ar, que se dirige à
laringe.
 O ESÔFAGO: É um tubo membranoso
formado por músculos lisos e
involuntários, que empurram
delicadamente o bolo para o estômago
por meio de contrações e relaxamentos
(movimentos peristálticos). O bolo
alimentar leva de 5 a 10 segundos para
percorrê-lo.
ESTÔMAGO

 O ESTÔMAGO: é uma
bolsa de parede
musculosa, localizada no
lado esquerdo abaixo do
abdome, logo abaixo das
últimas costelas. É um
órgão muscular que liga
o esôfago ao intestino
delgado. Sua função
principal é a digestão de
alimentos.
SECREÇÃO DO ESTÔMAGO

 SUCO GÁSTRICO: É um líquido claro,


transparente, altamente ácido, que contêm ácido
clorídrico, muco, enzimas e sais. O ácido
clorídrico mantém o pH do interior do estômago
entre 0,9 e 2,0.

 A pepsina, enzima mais potente do suco gástrico,


é secretada na forma de pepsinogênio. Em meio
ácido o pepsinogênio transforma-se em pepsina
que cataliza a digestão das proteínas.

 A mucosa gástrica produz também o fator


intrínseco, necessário à absorção da vitamina
B12.
INTESTINO DELGADO

 NO INTESTINO DELGADO:é
um tubo digestivo que tem
um pouco mais de 6 m de
comprimento por 4 cm de
diâmetro, e é dividido em:
jejuno (cerca de 5m),
duodeno (cerca de 25 cm) e
íleo (cerca de 1,5 cm). É no
intestino delgado que
ocorre a maior parte da
digestão enzimática e quase
toda a absorção.
INTESTINO GROSSO

 INTESTINO GROSSO:é feita


por ele a absorção de água,
que determina a consistência
do bolo fecal. O intestino
grosso se divide em: ceco,
cólon ascendente, cólon
transverso, cólon
descendente, cólon sigmóide
e reto. Ele se localiza no
abdômen e possui a forma
de um U invertido.
GLÂNDULAS ANEXAS
PÂNCREAS
É uma glândula semelhante às glândulas
salivares, situada na cavidade abdominal,
apresentando uma porção endócrina
(insulina e glucagon) e outra exócrina (suco
pancreático). Relaciona-se intimamente com
o duodeno.
– Partes: cabeça, corpo e cauda.
1. Ducto pancreático principal
(Wirsung): desemboca na papila duodenal
maior juntamente com o ducto colédoco.
2. Ducto pancreático acessório
(Santorini): inconstante. Desemboca no
ducto pancreático principal ou na papila
duodenal menor.
SUCO PANCREÁTICO
 É produzido pelo pâncreas, contém
água, enzimas e grandes
quantidades de bicarbonato de
sódio. O pH do suco pancreático
oscila entre 8,5 e 9. Sua secreção
digestiva é responsável pela
hidrólise da maioria das moléculas
de alimento, como carboidratos,
proteínas, gorduras e ácidos
nucléicos.
GLÂNDULAS ANEXAS
FÍGADO
É a maior glândula do corpo
humano. Pesa aproximadamente
1.400g, tem cor vermelho-
escuro. Tem várias funções, entre
elas está a de produzir a bile, que
é conduzida ao duodeno pelo
canal colédoco. A bile é formada
principalmente de sais biliares,
colesterol e pigmentos.
FUNÇÕES DO FÍGADO:
 Secretar a bile, líquido que atua no emulsionamento das gorduras
ingeridas, facilitando, assim, a ação da lipase;

 Remover moléculas de glicose no sangue, reunindo-as


quimicamente para formar glicogênio, que é armazenado; nos
momentos de necessidade, o glicogênio é reconvertido em
moléculas de glicose, que são relançadas na circulação;

 Armazenar ferro e certas vitaminas em suas células;

 Metabolizar lipídeos;

 Sintetizar diversas proteínas presentes no sangue, de fatores


imunológicos e de coagulação e de substâncias transportadoras
de oxigênio e gorduras;

 Degradar álcool e outras substâncias tóxicas, auxiliando na


desintoxicação do organismo;

 Destruir hemácias (glóbulos vermelhos) velhas ou anormais,


transformando sua hemoglobina em bilirrubina, o pigmento
castanho-esverdeado presente na bile.
AS GLÂNDULAS SALIVARES
 São os órgãos encarregados
de produzir a saliva, suco
digestivo que contém a
ptialina, que age sobre o
amido, transformando-o em
moléculas menores. Três
pares de glândulas salivares
lançam sua secreção na
cavidade bucal: parótida,
submandibular e
sublingual:
DIGESTÃO

 É o processo de transformação dos


alimentos em pequenas moléculas,
os NUTRIENTES que são
necessários ao funcionamento do
organismo.
 O processo digestório começa no
momento em que os alimentos
chegam à boca.
DIGESTÃO
 Durante sua permanência na boca e seu
trajeto ao longo do intestino, o alimento é
transformado e simplificado em pequenas
moléculas que são absorvidas pela
mucosa intestinal e passam para o
sangue.
 Uma vez no sangue, esses nutrientes são
levados a todas as células do organismo
para satisfazer suas necessidades
metabólicas e assim nutrir o nosso corpo.
VIDEO DIGESTÃO DOS
ALIMENTOS