Anda di halaman 1dari 65

Processos de Usinagem

Prof. Eng. Paulo Roberto O. Brito


Início
Fabricação
Obtenção do Ferro
Classificação
Processo de Usinagem
 O processo de usinagem é um dos mais antigos processos
utilizados pelo homem para produção em série. A história da
usinagem acompanha o desenvolvimento da indústria,
desenvolvimento de novos materiais, necessidade de aumento
de produção e produtividade.

CINZEL
Furação de Corda Puxada

Furadeira Primitiva
Definição
 O processo de usinagem pode ser definido com um processo
que utiliza como ferramenta um material mais duro que o da
peça.
Operações de Usinagem

As mais utilizadas são:

 Torneamento

 Fresamento

 Aplainamento

 Furação

 Retificação
Máquinas Ferramenta

 É uma máquina utilizada na fabricação de peças de diversos


materiais (metálicas, plásticas, de madeira etc.), por meio da
movimentação mecânica de um conjunto de ferramentas.
Componentes das Máquinas Ferramentas

 Subsistema de Suporte (1)


 Subsistema de Fixação da Peça (2)
 Subsistema de Movimento de Ferramenta (3)
 Subsistema de Avanço (4)
 Subsistema de Acionamento Principal (5)

1 4

5
Fundamentos da Usinagem
 Movimento
É quem causam diretamente a saída do cavaco, e podem ser:
 Movimento de Corte (1): movimento entre a peça e a
ferramenta, no qual sem o movimento de avanço, origina uma
única retirada do cavaco;
 Movimento de Avanço (2): movimento entre a peça e a
ferramenta que juntamente com movimento de corte origina a
retirada de cavaco;
 Movimento Efetivo (3): movimento resultante dos movimentos
de corte e avanço realizado ao mesmo tempo;
Direção dos Movimentos

Furação

Torno
Fresa
Velocidade de Corte
Faceamento
Tabelas de Velocidade de Corte
 Torno
 Fresa
 Plaina
Calculo da Velocidade de Corte
 Para processos com movimento de rotação

Vc = π.d.n / 1000 ( m/min)


Onde: d – diâmetro da peça ou ferramenta (mm)
n – número de rotação por minuto (rpm)

 Para processos com movimento retilíneo

Vc = 2.c.gpm / 1000 ( m/min)


Onde: gpm – número de golpes por minutos
c – percurso da ferramenta
Observações

 Os valores da velocidade de corte são encontradas em tabelas


fornecidas pelos fabricantes de ferramentas de corte;

 Os fatores que influenciam na velocidade de corte são:


- Material da ferramenta;
- Material a ser usinado;
- Condição de refrigeração;
- Condições da maquina.
Exercício
1– Quantas rotações por minuto (rpm) deve-se empregar
para desbastar no torno um tarugo de aço 1060 de
100 mm de diâmetro, usando uma ferramenta de aço
rápido?
Dados: ferramenta de aço rápido 1060
VC = 15m/min. (tabelado)
d= 100 mm
Solução
n = VC. 1000 / d. π
n = 15. 1000 / 100. 3,14
n = 47,77
n = 48 rpm
2 – Qual deve ser a gpm de aplainamento de uma placa
de aço 1020 de 150 mm de comprimento com uma
ferramenta de aço rápido. Sabendo que a folga de
entra e de saída e 10 mm.
Dados: VC = 12m/min. (tabelado)
c= 150 mm + 10 mm = 160 mm
Solução
gpm = VC. 1000 / 2. c
gpm = 12. 1000 / 2. 160
gpm = 37,5
gpm = 38
Ferramenta de Corte
Geometria das Ferramentas de Corte
 A geometria da ferramenta de corte exerce influência,
juntamente com outros fatores, a usinagem dos metais. É
necessário, portanto, definir a ferramenta através dos ângulos
da cunha para cortar o material

Cunha de Corte
Ângulos da Ferramenta de Corte
 Ângulo de Cunha
Material para Ferramenta de Corte
Dureza x Temperatura
Fluidos de Corte
 As principais funções dos fluidos de corte são: refrigerar a altas
velocidades e lubrificação a baixas velocidades
Usinabilidade

 É o grau de dificuldade de usinar um determinado material.

 Vida das ferramentas;


 Acabamento superficial da peça;
 Esforço de corte;
 Temperatura de corte;
 Produtividade;
 Características do cavaco.
Energia da Usinabilidade
Força da Usinagem
Formação do Cavaco
Tipos de Cavaco
Classificação dos Cavacos
Fatores de Influencia na Formação dos
Cavacos
Qualidade Superficial

Superfície Rugosa
Rugosidade
 A norma ABNT NBR 8404 normaliza a indicação do estado de
superfície em desenho técnico por meio de símbolos.
Torneamento
O torneamento é a operação realizada pelo torno. Trata-se
da combinação de dois movimentos: rotação da peça e
movimento de avanço da ferramenta.
No torneamento podemos realizar as operações de
rosqueamento, ranhuramento, mandrilamento e outras.
Torno Mecânico
É uma máquina-ferramenta que permite usinar peças de forma
geométrica cilíndrica.
Componentes do Torno
Classificação
 Torno CNC
Máquina na qual o processo de usinagem é feita por
Comandos Numéricos Computadorizados (CNC) através de
coordenadas X (vertical) e Z (longitudinal).Sua grande
vantagem em relação ao torno mecânico é o acabamento e o
tempo de produção.

 Torno revolver
Torno simples com o qual é possível executar processos de
usinagem com rapidez, em peças pequenas[Ex: buchas]

 Torno vertical
Usado para trabalhar com peças com um diâmetro elevado.

 Torno horizontal universal


Usado para várias funções principalmente em peças de
pequeno diâmetro e grande comprimento.
Tipos de Torno

Horizontal

Vertical

Revolver CNC
Tipos de operação

Torneamento Interno Faceamento


Torneamento Externo

Rosqueamento Recartilhamento
Sangramento
Peças Torneadas
Segurança na Operação
Extremo cuidado é necessário ao operar este tipo de máquina,
pois por ter suas partes giratórias, necessariamente expostas,
pode provocar graves acidentes. Você não pode utilizar luvas,
correntes, anel, roupas com mangas compridas e folgadas para
que não ocorra risco de se machucar. As castanhas
necessariamente devem ficar protegidas com anteparos,
preferencialmente, transparentes, como Policarbonato, e ter
um sistema de intertravamento de segurança.
Fresamento

É um processo de usinagem mecânica, feito por fresadoras e


ferramentas especiais chamadas fresas.
Partes de uma Fresadora

1 - Base
2 - Coluna
3 - Console
4 - Carro transversal
5 - Mesa
6 - Cabeçote
7 - Eixo porta ferramenta
Tipos de Fresadoras
Fresadoras Horizontais
É quando seu eixo-árvore é paralelo à mesa da máquina. Neste tipo de
fresadora podemos realizar as operações indicadas ao lado da fresadora.
Fresadora Vertical
Dispõe somente do eixo árvore vertical. São máquinas muito robustas
e empregadas em serviços com necessidade de grandes potenciais.
Fresadoras Universal
É a máquina mais versátil, chamada assim porque permite que sejam
efetuados diversos tipos de trabalhos diferentes. Essa versatilidade
deve-se a seus acessórios especiais.
Tipos de Fresas
Tipos de Movimento de Fresagem
Aplicação
Furação
É processo de usinagem onde o movimento de corte é principal
rotativo, e o movimento de avanço é na direção do eixo.
Tipos de Fredeira
Fixação da Ferramenta
A broca é fixa na furadeira através de um elemento chamado
de mandril que pode ter aperto manual ou com auxilio de uma
chave.
Tipos de Brocas
 As Brocas de Vídia
As Brocas de Vídia são apropriadas para a perfuração de
concreto, tijolos, pedras. Essas Brocas possuem a cabeça cega
e em formato triangular, e elas conseguem perfurar o material
por causa do impacto.
 As Brocas de Aço Carbono
As Brocas em Aço Carbono são aquelas apropriadas para a perfuração
de materiais como madeira, mas podem ser usadas na perfuração de
alvenaria e metal.
 As Brocas em Aço Rápido
 A Broca em Aço Rápido são brocas helicoidais (em formato de hélice),
apresentando uma base cilíndrica e corte à direita. Essas brocas são
apropriadas para a perfuração de metal.

 A Broca para metal também terá variação de acordo com a ferramenta


(furadeira) e a superfície de metal que será aplicada (exemplos: ferro,
cobre, alumínio, etc.).
Brocas Helicoidais
 A furação com brocas helicoidais é o processo de maior
importância de 20 a 25% dos processos de usinagem.

 A broca helicoidal é a ferramenta mais fabricada e mais


difundida para usinagem, são utilizadas para furos
curtos, profundos, cheios ou com pré-furo
Tipos de Furação