Anda di halaman 1dari 30

A MONARQUIA

Tem que ser como os outros


A CRISE PEDE SUPERAÇÃO
O Povo não consegue mais enfrentar os desafios
que aparecem
A causa mais próxima,que determinou o fim da
experiência do tribalismo foi o aparecimento
dos filisteus
QUEM ERAM OS
FILISTEUS
 São chamados
pelos egípcios
de “ Povos do
mar”
 Eles vinham das
ilhas do Mar
Mediterrâneo e
da Grécia
O POVO PEDE UM REI:POR
QUE UM REI?
 1º dificuldades
econômicas – “revolução
da boiada!”( 1
Sam.11,5;Pr 14,4)

 2º a crescente
desigualdade social:
Umas tribos se
enriquecem mais do
outras e o juiz tem que
procurar fazer as pazes
3º Falta de um governo central
enfraquece o povo junto aos
inimigos
4º Um exército de voluntários
não tem motivação suficiente
para morrer...(Jz 5
5º A desigualdade crescente
produz de novo bandos
armados de mercenários ao
serviço do príncipe mais
poderoso.
ALERTA DE SAMUEL:
O que significa ter um Rei?
1Sam.8,10-18
- Ele cobraria logo impostos diretos e
indiretos
- Qualquer propriedade seria de direito do
rei
- Ele teria direitos legais sobre as pessoas(
alistamento-posse sobre as jovens)
AFINAL CHEGA O REI:
SAUL(1010 a.C)
Três histórias sobre a eleição
de Saul:
1 Sam.9,10-0 – Unção
1 Sam.10,9-27 – sorteio
1 Sam.11,1-15 - aclamação
A mais provável é a 3ª
versão
Características do reinado
de Saul
- Não havia estado
propriamente dito

- Não havia uma maquina


administrativa nem
palácio real

- O rei era mais


comandante militar que
soberano(1Sam.8,20)
A ASCENSÃO DE DAVI
1 Sam.16 – 2 Sam.6
 Saul reinou por poucos anos porque:
 se apoderou da função sacerdotal(1
Sam. 13,1-15)
 desobedeceu à ordem de extermínio( 1
Sam.15,7-9|)
 se deixou levar pelo ciúme contra o
jovem Daví
DAVI,LIDER DOS
CAMPONESES
EMPOBRECIDOS
 POLITICAMENTE:

 Reorganizou as tribos
 Começou a levantar
impostos
 Recrutou militares(1 Cr.27,1-
5)
 Conquistou Jerusalém( 2
Sam.5,6-12)
 Conquistou quase todos os
territórios circunvisinhos
 MILITARMENTE:

 Constituiu dois exércitos: uma guarda pessoal


e um exército profissional( 2 Sam.8,16;8,18)
 Derrotou definitivamente os filisteus
 Conquistou a Planície da palestina
 SOCIALMENTE:
 Não cobrou tributos diretos das tribos
 iniciou o comércio internacional
 Procurou beneficiar o povo com os
impostos arrecadados
 Deixou ampla autonomia as
assembléias locais das tribos
 A RELIGIÃO

 Trouxe a Arca para


Jerusalém
 Nomeou um sacerdote
cânaneu(Sadoc) para
agradar os povos
submetidos
 Nomeou um sacerdote das
tribos(Abiatar) para agradar
os israelitas
 Quis construir o templo,mas
não pode.
 Davi deixa de ser o rei
modelo,se envolvendo
em tramas de corte e
traições: o próprio filho
Absalão o trairá
 Ele mesmo se deixa
levar pela paixão e pelo
pecado(2 Sam.11)
 Começa a oprimir o povo
com a corvéia( 2
Sam.20,24)
SALOMÃO,O REI-
IMPERADOR

 Salomão,filho de
Bersabéia,o filho
mais querido de
Davi, acaba
vencendo a corrida
pela sucessão
dinástica;
 Ele aperfeiçoa o sistema
administrativo do pai.
Davi,ampliando o território do
seu reino,o tinha organizado
em 12 distritos
administrativos,deixando,poré
m a cada distrito o nome das
12 tribos
 Salomão aperfeiçoou os
distritos mas mudando o
nome.O que não agradou o
povo
O QUE FOI IMPORTANTE NO
REINADO DE SALOMÃO

 Incentivou a cultura e se
apresentou como um rei
sábio
 Estabeleceu relações
diplamaticas com outros
Países
 Aumentou o
comércio,especialmente via
mar( Os navios de
Tarsis),trazendo muita
riqueza, em ouro e outros
metais preciosos
 Foi um grande
construtor,aumentando e
aperfeiçoando a infra-
estrutura do País

 Introduziu cavalos e carros


de guerra no exército

 Construiu o templo

 Transformou a
confederação das 12 tribos
em um verdadeiro império
O QUE FOI RUIM E
DESAGRADOU NO SEU
REINADO
 Não respeitou as
autonomias
locais,mudando até de
nome os distritos que
seu pai lhe tinha deixado
 Começou a cobrar
pesados
impostos,usando os
distritos como meio de
arrecadação
 Aumentou muito os
trabalhos forçados(
corvéia)
 Enriqueceu
enormemente às custas
do povo e favoreceu
funcionários da sua tribo
( nepotismo)
 Teve muitas mulheres
estrangeiras,favorecend
o o sincretismo religioso
 Centralizou o culto no
Templo,desconhecendo
os santuários locais
 Os sacerdotes se
tornaram meros
funcionários de
corte.
 Javé se tornou o
deus da dinastia
davídica
A CRISE BATE ÀS PORTAS

 Se ainda em vida,Salomão mantinha o


respeito do povo,não foi assim com seu
filho Roboão.
 Ele não soube escutar as queixas do
povo que queria ser aliviado do jugo,que
afetava de forma especial as tribos do
Norte...
AS REEVINDICAÇÕES

 As tribos do norte - pois o povo sempre


ficou dividido) exigiam o fim dos
trabalhos forçados.
 Roboão não aceita.Querendo ser duro
como o pai,mas sem a autoridade moral
dele,acaba provocando a separação das
11 tribos do Norte ( 1 Rs. 12,1-20)
 ESTAMOS NO ANO DE 931 a.C.)
DIVISÃO DO REINO
 Reino de Israel,no
Norte – 11 tribos
800 mil habitantes –
capital:Siquém e
depois Samaria
Reino de Judá,no Sul
– 1 tribo – 200 mil
habitantes, capital,
Jerusalém
REINO DE ISRAEL

 Tem como capital Siquém,cidade


histórica,cheia de simbolismo,especialmente
pelas tribos que estavam em Canaã.Em
seguida Samaria.
 Jeroboão é o primeiro rei.Não há sucessão
dinástica
 A história deste reino é breve e conturbada
OS SAMARITANOS
 A origem dos
Samaritanos remonta à
época da destruição do
reino de Israel e à
deportação do seu povo
pelos assírios.

A políticas do Assírios era misturar


as populações, desenraizado-as de
suas terras.
Assim os lugares vazios da Samaria
foram preenchidos por outros povos
ali deportados,dando origem a um
povo novo: Os Samaritanos
 A bíblia condena quase todos os reis de
Israel,de forma especial Acaz e sua mulher
Jezabel,no tempo do Profeta Elias
 O reino de Israel é destruído pelos Assírios
em 722 a.C. e deportam boa parte da
população
 No reino de Israel atuam os profetas Amós e
Oséias
O REINO DE JUDÁ

 Reino pequeno, 200 mil habitantes,somente


uma tribo e a forte herança da sucessão
davídica na cidade de Jerusalém.
 Poucos reis escapam do julgamento do autor
bíblico,embora bem menos severo de Israel.
 Judá,com a sua capital passou a ter um papel
muito importante por causa do templo e da
sucessão davídica,especialmente depois do
fim do reino de Israel.
 Entre os reis bons se destacam:
 EZEQUIAS – 716-687 -
 JOSIAS – 640 – 609 –
 Os profetas que atuam no reino de Judá
são Isaías e Miquéias
 O reino de Judá termina com a deportação
para Babilônia em 586-87 a.C.