Anda di halaman 1dari 24

pH e tampões

Auto-ionização da água

H20 D H+ + OH-

[H+] [OH-]
K = ________ = 1,8 x 10-16
[H20]
Conceito de Kw
Massa molar Densidade
[H+] [OH-] da água da água
1,8 x 10-16 = ________ (g/mol) (g/mL)
A [H20] é sempre
[H20] = 55,5 mol/ L
H–1 1 g/mL
O – 16 1000 g/L
[H+] [OH-] H2O – 18
Reorganizando a
1,8 x 10-16 = ________ equação, temos: [H20] = ? mol/L
55,5 (mols por litro)
Calculando o
1,8 x 10-16 x 55,5 = [H+] [OH-] produto no 18 g – 1 mol
primeiro membro 1000 g (1 L) – x mol
da equação:
Kw = 1,0 x 10-14 = [H+] [OH-] X = 1000 / 18
X = 55,5 mol / L
O produto entre as
concentrações de H+
Kw = 10-14 = [H+] [OH-] e OH- é sempre igual
[H20] = 55,5 mol/L
a 10-14
Conceito de Kw
constante de dissociação da água

C
O produto entre as
concentrações de H+
Kw = 10-14 = [H+] [OHc -] e OH- é sempre igual
a 10-14
Escala de pH
Para evitar a utilização de números muito pequenos e
de notação exponencial estabeleceu-se o uso do termo

p
Que significa “menos logaritmo de... ”

Ex.:
[H+] = 0,0000001 M = 1,0 x 10-7
log [H+] = -7
pH = -log[H+] = 7

C pH, então, significa


“logaritmo negativo” da concentração de H+
OBS - É mais correto dizer “o simétrico do logaritmo da concentração de H+”
Definição de pH

C pH é o “logaritmo negativo” da
concentração dec H+
pH = -log[H+]
Relações entre [H+], [OH-], pH e pOH
[H+] mol/L pH [OH-] mol/L pOH
1 (1 x 100) 0 1 x 10-14 14
OBSERVAÇÕES
1x 10-1 1 1x 10-13 13
1 x 10-2 2 1 x 10-12 12 [H+] x [OH-] é sempre igual a 10-14
ácido
1 x 10-3 3 1 x 10-11 11 pH + pOH é sempre igual a 14
1 x 10-4 4 1 x 10-10 10
Em pH 7 a [H+] é igual a [OH-]
1 x 10-5 5 1 x 10-9 9
por isso esse valor é considerado
1 x 10-6 6 1 x 10-8 8 neutro
neutro 1 x 10-7 7 1 x 10-7 7
Em pH < 7 a [H+] é maior que a
1 x 10-8 8 1 x 10-6 6
[OH-] por isso esses valores é
1 x 10-9 9 1 x 10-5 5 considerados ácidos
básico 1 x 10-10 10 1 x 10-4 4
(ou alcalino) Em pH > 7 a [OH-] é maior que a
1 x 10-11 11 1 x 10-3 3
[H+] por isso esses valores é
1 x 10-12 12 1 x 10-2 2 considerados ácidos
1 x 10-13 13 1 x 10-1 1
1 x 10-14 14 1 (1 x 100) 0
Ácido e base
definição de Bronsted e Lowry

C
Ácidos são substâncias que podem doar prótons

Bases são substâncias que podem aceitar prótons

Ácido clorídrico
HCl + H2O g H+(aq) + Cl-(aq)

Hidróxido de sódio (base)


NaOH + H2O g Na+(aq) + OH-(aq)
OH-(aq) + H+(aq) g H2O
Ácido forte e ácido fraco
Ácido forte se dissocia totalmente
quando dissolvido em água.
Ex.: Ácido clorídrico
HCl g H+(aq) + Cl-(aq)

Ácido fraco se dissocia parcialmente


quando dissolvido em água.
Ex.: Ácido acético
HAc D Ac- (aq) + H+(aq)
Ácido: Base conjugada:
Ácido acético Íon (ânion) acetato

C Na dissociação de um ácido fraco o ácido e sua


base conjugada coexistem em equilíbrio dinâmico
Exemplos de
ácidos e bases
Ácido sulfúrico Hidróxido de sódio

H2SO4 gH2SO4- + H+ Na OH gNa+ + OH-


Ácido clorídrico

HCl gH+ + Cl-

Ácidos carboxílicos Aminas

R-COOH D R-COO- + H- R-NH + H+DR-NH3+


Constante de
dissociação
com a
Conceito de Ka e pKa
concentração
de água Constante de dissociação
“embutida”
[CH —COO -] [H+]
K = __________________
3

[CH3—COOH] [H2O] Como a [H2O] é


praticamente constante e
igual a 55,5 mol/L.
[CH —COO -] [H+]
Podemos “embutir” na
Ka = _______________
3
constante K
[CH3—COOH] transformando-a em Ka

Para o ácido acético:


pKa = -logKa
Ka = 1,74 x 10-5
-log da
pKa = -log (Ka)
constante de
dissociação
pKa = -log (1,74 x 10-5)
Constantes de dissociação de alguns ácidos
fracos importantes em bioquímica
Ácido Ka pKa
Equilíbrio químico

dissociação
Grau de
na dissociação de um ácido fraco
HA D H+ + A-
HA Pouco dissociado
HA HA HA HA
HA HA H+ A-
HA [HA]>>[A-]
HA
HA HA HA HA
HA
HA HA HA H+ A- [A-] /[HA]<<1
HA HA HA

H+ A- H+ A- H+ A- Semi dissociado
HA HA HA
HA H+ A- H+ A- H+ A-
HA [HA]=[A-]
HA HA H+ A- H+ A-
HA H+ A-
HA HA HA [A-] /[HA]=1
H+ A- H+ A-
H+ A- H+ A- H+ A- H+ A-
Muito dissociado
H+ A- H+ A- H+ A- H+ A-
HA H+ A- H+ A- H+ A- [HA]>>[A-]
HA H+ A- H+ A- H+ A- H+ A-
H+ A- H+ H+ A- [A-] /[HA]>>1
A- H+ A- H+ A-
Equação de Handerson-Hasselbach
UTILIDADE
Permite calcular o pH de uma solução à partir das concentrações do ácido e da base conjugada
Permite calcular as quantidades relativas do ácido e da base conjugada à partir do pH

Para a dissociação do ácido fraco: Tomando-se o logaritmo negativo de


ambos os membros temos:

Temos a seguinte equação

Aplicando as definições de pH e pK:

Que pode ser rearranjada desta forma

Ou, escrita numa forma genérica:

c
Equação de Handerson-Hasselbach

C c
Tampões
C Solução que evita mudanças bruscas de pH mesmo
quando um ácido ou uma base forte são adicionados

C É composto por um sistema ácido fraco / base conjugada


Os sistemas biológicos são sempre
tamponados
Zona de tamponamento
e capacidade tamponadora
Curva de titulação (ácido triprótico)
Espécies
predominantes pKs e zonas de
tamponameto
PO43-

HPO42-
Relação entre
os equivalentes
adicionados , os
pKs e os
patamares de
H2PO4- tamponamento

H3PO4