Anda di halaman 1dari 51

Eletrocardiograma - ECG

Pós-Graduação FENG
MicroG
2009
Histórico
• Willem Einthoven
– Fisiologista Holandes,
nascido em Java
(Samarang – Índias
Holandesas do Leste), em
1860 – morreu em 1927 na
Holanda.
– Primeiro ECG em 1903
– Prêmio Nobel em 1924
Willem Einthoven
in 1906
Histórico
• Antes de Einthoven já se sabia da
atividade elétrica do coração, porém o
registro era feito com eletrodos
diretamente sobre o coração.
• 1901 início dos registros
– Protótipo pesava cerca de 300 Kg,
necessitava 5 pessoas para a operação e
água gelada para os eletromagnetos
Histórico
ECG – Músculo Cardíaco
ECG
• É o registro da atividade elétrica do
coração por meio de eletrodos
colocados externamente às células
miocárdicas;
– Mais comum é a colocação dos eletrodos
na superfície corporal, sobre a pele.
ECG
R

• A atividade mecânica
do coração é P
(a)
T
precedida de J U

fenômenos elétricos. P
PRs Q
QRS
S ST

– Eletrodo extracelular = PRi


QT

ECG (a)

– Eletrodo intracelular = (b)

potencial de ação (b)


ECG
• Onda P
• Primeira manifestação do registro
• Despolarização atrial ou auricular
– Segmento P-R (trânsito do estímulo pelo nódulo
Atrioventricular (AV)
R

P
T
J U

P
Q S
PRs ST
QRS
PRi
QT
ECG

Nodo sinoatrial Átrio esquerdo

Átrio direito Feixe de His

Nodo
Ramo esquerdo
Atrioventricular

Ramo direito Ventrículo esquerdo

Ventrículo direito Fibras de Purkinje


ECG
• Complexo QRS
• Despolarização ventricular
– Coincide com a fase 0 do potencial de ação

P
T
J U

P
Q S
PRs ST
QRS
PRi
QT
ECG
• Segmento S-T
• Platô do potencial de ação
• Onda T
• Representa a repolarização ventricular
R

P
T
J U

P
Q S
PRs ST
QRS
PRi
QT
ECG – Ciclo Cardíaco
Potencial de ação
Potencial de ação
Potencial de ação
Potencial de ação
Potencial de ação
Potencial de ação
Triângulo de Einthoven

Conceito de ativação vetorial


Triângulo de Einthoven
Triângulo de Einthoven

Conceito de ativação vetorial


Triângulo de Einthoven
Ciclo Cardíaco
ECG – Ciclo Cardíaco
ECG – Ciclo Cardíaco
ECG

Nodo sinoatrial Átrio esquerdo

Átrio direito Feixe de His

Nodo
Ramo esquerdo
Atrioventricular

Ramo direito Ventrículo esquerdo

Ventrículo direito Fibras de Purkinje


ECG
ECG
• É o registro dos potenciais elétricos produzidos pelo
tecido cardíaco
• Avalia
• condução atrial e ventricular dos impulsos elétricos,
• arritmias,
• isquemia e infarto do miocárdio,
• hipertrofia atrial e ventricular,
• pericardite,
• efeitos de drogas,
• distúrbios eletrolíticos,
• atividade elétrica de marcapassos e,
• efeitos de doenças sistêmicas que possam afetar o coração.
ECG
• Um indivíduo normal pode ter um ECG
alterado e, um indivíduo portador de
doença cardíaca, pode ter um ECG
normal.
ECG
• Derivações
– Doze (standard)
• I, II, III, aVR, aVL e aVF
• Precordiais
– V1, V2, V3, V4, V5 e V6

– Derivações extras
• Precordiais direitas
• Posteriores
ECG
• DI
– Positivo MSE (membro superior esquerdo)
– Negativo MSD (membro superior direito)

• D II
– Positivo MIE (membro inferior esquerdo)
– Negativo MSD
ECG
• D III
– Positivo MIE
– Negativo MSE

• AVR
– Positivo MSD
– Negativo MSE e MIE
ECG
• AVL
– Positivo MSE
– Negativo MSD e MIE

• AVF
– Positivo MIE
– Negativo MSE e MSD
ECG
• V (precordiais)
– Positivo nas posições V (1 a 6)
– Negativo MSE, MSD, MIE

• MID
– Terra
ECG
• Colocação dos eletrodos
– Derivações periféricas
• Punhos e tornozelos
– Amputados?
– Agitados?
– Tremores?
ECG
• Derivações
– Precordiais
• Anteriores
– Standard e,
– Direitas (R)
• Posteriores

– V1 e V2 (C1 e C2)
• 4º espaço
intercostal
ECG
ECG
• Correspondência Derivações / Parede
• V1 a V4 ↔ Anterior
• DII, DIII e aVF ↔ Inferior ou Diafragmática
• V5, V6, DI e aVL ↔ Lateral
• V7-V8 ou espelho V1-V2 ↔ Dorsal ou Posterior
• V3R, V4R ↔ Ventrículo Direito

• V1 a V3 ↔ Parede ântero-septal
• V4 a V6 ↔ Parede ântero-lateral
• V1 a V6 ↔ Parede anterior extensa
• D1 e aVL ↔ Parede lateral
ECG
• DI - MSD e MSE
• DII - MSD e MIE
• DIII - MSE e MIE
• aVR - MSD
• aVL - MSE
• aVF - MIE
• V1 - 4º EIC borda esternal direita
• V2 - 4º EIC BORDA ESTERNAL esquerda
• V3 - 5º EICE entre V2 e V4
• V4 - 5º EICE na linha hemiclavicular esquerda
• V5 - 5º EICE na linha axilar anterior
• V6 - 5º EICE na linha axilar média
– V7 - 5º EICE na linha axilar posterior
– V8 - 5º EICE na linha hemiclavicular posterior
ECG
ECG
• Cuidados com a pele
– Raspar excesso de pelos
– Limpeza da pele com álcool
– Secar a pele para aplicação dos eletrodos

• Mamas
– Colocar os eletrodos sob a mama (não
sobre)
ECG
ECG
Arritmias
• Arritmias
– Coração batendo acelerado
• Taquiarritmias

– Coração batendo lento


• Bradiarritmias
Arritmias
• Atriais
– Supraventriculares

• Ventriculares
– Com pulso
– Sem pulso = PCR (parada
cardiorrespiratória)
• Avaliação de Risco de Vida = ação imediata
Fibrilação Ventricular
Taquicardia Ventricular
Taquicardia Ventricular
Início
Taquicardia Ventricular
Final
Desfibriladores
Desfibrilador Externo
Automático
Cardioversor Implantável
Cardioversor Implantável