Anda di halaman 1dari 15

SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO

PROFA. DRA. CAMILA EMANUELLA P. NEVES


O PROCESSO DE SOCIALIZAÇÃO

Sociedade Indivíduo

Internalização

Socialização
O PROCESSO DE SOCIALIZAÇÃO

Família
 1. Cite exemplos da socialização na primeira relação social que
a criança tem?
 2.A família educa os filhos do jeito que quer?
 3. O que acontece quando vão para a escola?
Escola
O SER HUMANO É FRUTO DA SOCIEDADE OU CONSTRÓI A SOCIEDADE?

Chico Brito Pra Não Dizer Que Não Falei Das Flores
Paulinho da Viola Geraldo Vandré

Lá vem o Chico Brito, Vem, vamos embora, que esperar não é


Descendo o morro nas mãos do Peçanha, saber
É mais um processo!
É mais uma façanha! Quem sabe faz a hora, não espera acontecer
Chico Brito fez do baralho seu melhor esporte,
É valente no morro,
Dizem que fuma uma erva do norte.
Quando menino teve na escola,
Era aplicado, tinha religião,
Quando jogava bola era escolhido para capitão,
Mas, a vida tem os seus revezes, 4. Fazemos a hora ou ela já vem marcada?
Diz sempre Chico defendendo teses, Qual o tamanho da nossa liberdade?
Se o homem nasceu bom e bom não se conservou,
A culpa é da sociedade que o transformou.
O SER HUMANO É FRUTO DA SOCIEDADE OU CONSTRÓI A SOCIEDADE?

Estudos e pesquisas
Sociólogos

Tensão: Sociedade com poder de coerção e determinação à ações individuais ou


individuo com poder criador e transformador da vida coletiva
SOCIOLOGIA

 Grécia Antiga, Sofistas discutiam política, economia e sociedade – “Sociologia”


 Idade Média – vida social sob rédeas dos senhores feudais e da Igreja Católica
 Idade Moderna – (séc XV e XVIII) Absolutismo do rei, Renascimento (humanismo, antropocentrismo),
Grandes Navegações, Reforma Protestante influenciam o pensamento social
Séc XVIII – Revolução Industrial 1760 (econômico) – transformações sociais: divisão social do
trabalho, êxodo rural, urbanização, consumo, modo de vida, normas, desemprego, epidemias, miséria
Revolução Francesa 1789 (histórico-política) – clero e nobreza com privilégios, população na
miséria e burguesia articulando a tomada do poder. Declaração Universal dos Direitos do Homem
(direitos fundamentais: liberdade, igualdade e fraternidade), maior participação social (influenciada pelo
Iluminismo – razão x religião)
SOCIOLOGIA

 August Comte (francês) começa a analisar a Revolução Industrial e a Revolução Francesa,


reconhecendo nelas objetos de estudo. (principalmente os problemas sociais). Percebe que a
sociedade precisa de uma análise metodológica e sistemática (antever os fatos e prever crises)
Pensa numa disciplina: Física Social a partir do Positivismo (racionalismo e cientificismo),
defendendo a secularização da sociedade (afaste das crenças religiosas, morais) e o lema: Ordem
e Progresso. Acreditava que a Sociologia deveria ensinar a aceitar a ordem vigente.
 Surgiu no século XIX enquanto ciência que explicava a complexidade da sociedade.
 Compreender a forma como as relações sociais se configuravam.
 Sociologia da Educação como campo de pesquisa surgiu na década de 1950/60 pela necessidade do Estado ter um
maior conhecimento sobre a população escolar e sobre o sistema de ensino, que permitisse seu planejamento e
controle. Outro motivo foi o intenso debate sobre as desigualdades educacionais e sociais e sobre a
democratização das oportunidades escolares.
COMO OLHAR PARA O ALUNO? QUAL POSTURA ASSUMIR?
 5. Como conceber o/a aluno/a sem considerar a sociedade em que vive e que é fruto de uma
construção histórica (da qual faz parte)?
 6. A educação deve contribuir para conservar a situação vigente ou para transformá-la?

Educar para a vida

7. Para qual vida??


SOCIOLOGIA E DOCÊNCIA

 A importância da sociologia para a profissão docente se dá justamente na possibilidade


de oferecer recursos para que os educadores possam instrumentalizar-se pra desenvolver
análises da sociedade e, desse modo, ajudá-los a compreender o próprio lugar da educação na
sociedade e também compreender as relações das instituições educacionais com as demais
instituições que constituem a sociedade (família, igreja, trabalho).

 A educação não deixa de ser também um agente da manutenção da ordem social


(essencial para a sobrevivência e perpetuação da própria sociedade). Mais do que os
conteúdos básicos, a escola perpetua as relações sociais e de trabalho presentes na sociedade,
acabando por ensinar a viver em sociedade.
SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO

 É uma disciplina que dedica-se a estudar os processos sociais de ensino e


aprendizagem, os processos organizacionais e institucionais que permeiam o
desenvolvimento da educação, bem como as relações sociais existentes neste meio e nestes
processos.

 Visa estudar a realidade socio educacional, os ambientes onde há os processos


educativos, mas, além disso, busca compreender os processos de socialização que se
desenvolvem nesse meio, a partir de relações que não se dão apenas entre professores e
alunos, visto que inúmeros outros sujeitos estão envolvidos neste processo: a saber, a
existência de diretores, coordenadores, supervisores, inspetores, pedagogos e mesmo os pais
dos estudantes.
SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO

 Permite pensar e compreender que a educação se dá num contexto social e que essa
sociedade, por sua vez, também se forma a partir da educação e dos processos educativos.
Este pensamento é reflexo da crença de que os homens são produtos da sociedade e de
maneira semelhante a sociedade também é um produto dos homens.
 Permite a análise de outros pormenores do ambiente escolar, que podem interferir nos
resultados escolares (fracasso escolar, evasão, comportamentos ditos adequados ou não,
disciplina ou indisciplina, postura docente)
 Permite perceber a interação do ambiente escolar com outros segmentos da
sociedade e que indivíduos não devem ser enquadrados em notas ou conceitos fechados.
 Não há uma educação universal, boa em si. Ela é uma forma irresistível, imposta sobre os outros para cumprir fins
determinados de fora. Se não podemos nos libertar totalmente do seu poder, o conhecimento dele pode atenuar
seus efeitos. Se cada sociedade considerada em determinado momento histórico do seu desenvolvimento, impõe
um tipo de educação, é necessário que conheçamos esta sociedade e seu momento histórico se queremos
desnudar o seu sistema de educação. Especialmente quando é preciso reverter o processo em que se está
mergulhado (RODRIGUES, 2001, p.78)
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 RODRIGUES, Neidson. Lições do príncipe e outras lições. 20ª. Ed. São Paulo: Cortez, 2001