Anda di halaman 1dari 38

FUNDAMENTAL I 2008 TURMA D

MONITORES
Equipe da FEB
Federação Espírita Brasileira
Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita
Programa Fundamental – Tomo I

Módulo I
Introdução ao Estudo do Espiritismo.

Objetivo Geral

Propiciar conhecimentos gerais


sobre a Doutrina Espírita.
Programa Fundamental – Tomo I - Módulo I

Roteiros

1. O contexto histórico do século XIX


na Europa.
2. Espiritismo ou Doutrina Espírita:
conceito e objeto.
3. Tríplice aspecto da Doutrina Espírita.
4. Pontos principais da Doutrina
Roteiro 1 : O contexto histórico do
século XIX na Europa.

Objetivo específico do estudo

Identificar o contexto histórico do


século XIX na Europa, por ocasião
do surgimento da Doutrina Espírita.
Introdução

O progresso do Espírito se dá
em dois campos do conhecimento:

intelectual
moral
Introdução (cont.)

Quando o Espírito encarnado está


em condições de receber novos
ensinamentos, o Plano Espiritual
envia Espíritos mais evoluídos, nos
dois campos do conhecimento,
para ajudá-lo no seu progresso.
O Século XIX foi um desses
momentos em que a humanidade foi
agraciada com um grande número
de Espíritos iluminados que vieram
efetuar profundas transformações
na conjuntura política, social,
científica, cultural e econômica
daquela época.
Alguns desses pensadores importantes da época

Poeta, ensaísta, dramaturgo,


filósofo, historiador, responsável
por várias reformas na França
(liberdade de imprensa, tolerância
Voltaire religiosa, tributação proporcional).

Político, filósofo e escritor


francês. Famoso pela sua Teoria
da Separação dos Poderes.
Montesquieu
http://pt.wikipedia.org/wiki/
Filósofo suíço, escritor, teórico
político e um compositor musical
autodidata. Defendia um Estado
social legítimo.
Rousseau

Economista francês. Criou a idéia


da “oferta-procura”, fundamento
da economia moderna. Defendia a
agricultura como a principal
Quesnay atividade criadora de riqueza.
http://pt.wikipedia.org/wiki/
Filósofo e escritor francês. Era um
crítico ferrenho do absolutismo e
Diderot do clero. Editor da “Encyclopédie”.
Sua edição, em 28 volumes,
demorou 21 anos.

Filósofo, matemático e físico


francês. Participou na edição da
“Encyclopédie”. Foi um expoente no
desenvolvimento teórico da física e
Alembert da matemática.
http://pt.wikipedia.org/wiki/
Rei francês, criou o Estado-Geral, aboliu
o feudalismo e a tortura, reduziu a força
da Igreja, mas não desenvolveu todas as
reformas prometidas, provocando a
Louis XVI revolução francesa.

Imperador da França por 15 anos. Fez


grandes reformas em prol da liberdade
individual, igualdade perante a lei,
direito à propriedade, entre outras.
Napoleão
http://pt.wikipedia.org/wiki/
Outros personagens importantes da época

Músicos

Wagner Beethoven

Bellini
Chopin Rossini
Pintores

Manet

Renoir Monet
Escritores

Victor Hugo Lamartine

Stendhal

Goethe Zola
Cientistas

Darwin
Louis Pasteur

Pierre e Marie Curie


As Grandes Transformações ...

Apoiados, principalmente, nas idéias


renovadoras divulgadas pelos Espíritos
reformadores, denominados iluministas
e enciclopedistas,dão-se:

os grandes movimentos sociais


europeus;

 a queda do absolutismo.
Os Estados Unidos foram a primeira
nação a absorver o pensamento
renovador dos iluministas, advindo,
como consequências:

 proclamação da sua independência


(04/07/1776);

 a Constituição de Filadélfia – modelo


das futuras constituições democráticas.
A independência americana
repercutiu intensamente na
França, acendendo a fagulha que
levaria o povo francês à Revolução
Francesa (1789), marco que
separa a Idade Moderna da Idade
Contemporânea.
A Revolução Francesa fez

desencadear sucessivos progressos

culturais, fazendo o século XIX

entrar para a história como o

Século da Razão.
Outra revolução diferente marcou,
também, esse período: a revolução
moral proposta pelo espiritismo.

Em 31 de março de 1848, numa tosca


cabana, residência da família Fox
(EUA), cria-se um código para
conversar com espíritos e inicia-se o
diálogo com o Plano Espiritual.
“Foi nesse contexto histórico que
surgiu o Espiritismo, como um
conjunto de leis e princípios
destinados à Humanidade, a qual já
se encontrava amadurecida para
receber o Consolador, a nova
revelação prometida por Jesus”

TORCHI, CHRISTIANO. Espiritismo passo a passo com Kardec. Rio de Janeiro:


Federação Espírita Brasileira, 2007. p.47.
Questão para nossa reflexão ...

Em que aspectos essas


manifestações filosóficas, políticas,
religiosas, científicas e sociais, que
tiveram o poder de influenciar as
gerações posteriores, contribuíram
para tornar o ambiente propício ao
advento do Espiritismo?
Em 5 Grupos
Tarefas

a) Ler os subsídios do Roteiro 1 “Contexto histórico do século


XIX na Europa”, do Módulo I “Introdução ao Estudo do
Espiritismo”;

b) Analisar, responder e comentar a questão proposta para o


grupo.

c) Grupo 1 – Questão:

Grupo 2 – Questão:

Grupo 3 – Questão:
Resultados
do estudo
1. Em que aspectos a “Revolução Francesa e suas
conseqüências” tornaram o ambiente do século
XIX propício ao surgimento do Espiritismo?

Com a difusão dos conceitos de liberdade,


fraternidade e igualdade entre os homens e a
separação entre o estado e a igreja, a
sociedade francesa ficou mais tolerante e
madura, tornando, assim, o ambiente político-
social propício ao advento do Espiritismo.

ROCHA, C. Estudo sistematizado da doutrina espírita: programa fundamental v. 1. G.1


Federação Espírita Brasileira, 2007. p.15-17.
2. Em que aspectos a Revolução Industrial e
suas repercussões contribuíram para tornar o
ambiente do século XIX propício ao surgimento
do Espiritismo?

O progresso tecnológico pela invenção de


máquinas e equipamentos propiciou o
desenvolvimento das relações internacionais,
especialmente nas áreas econômicas,
comerciais e políticas, transformando o mundo
numa aldeia global, tornando, assim, o ambiente
político-social propício ao surgimento do
Espiritismo.
ROCHA, C. Estudo sistematizado da doutrina espírita: programa fundamental v. 1. G.2
Federação Espírita Brasileira, 2007. p.17-18.
3. Em que aspectos as manifestações artísticas e
culturais do século XIX contribuíram para tornar o
ambiente propício ao surgimento do Espiritismo?

As atividades artísticas e culturais, inspiradas


nos ideais de liberdade, igualdade e
fraternidade, procuravam retratar no âmbito
da literatura, da música e da pintura a
realidade das lutas políticas e sociais da época,
enaltecendo as manifestações antielitista e
antiaristocrática da sociedade, contribuindo
para tornar o ambiente daquela época propício
ao advento do Espiritismo.
ROCHA, C. Estudo sistematizado da doutrina espírita: programa fundamental v. 1. G.3
Federação Espírita Brasileira, 2007. p.18-19.
4. Em que aspectos as manifestações filosóficas,
políticas, religiosas, sociais e científicas do século
XIX contribuíram para tornar esse ambiente
propício ao advento do Espiritismo?
Naquela época, a sociedade estava dominada pelo
racionalismo, que negava tudo que não pudesse ser
comprovado cientificamente. A filosofia tornou-se
eminentemente positivista; os movimentos
políticos e sociais procuravam formas de governo
mais liberais; os movimentos religiosos
contestavam o papel desempenhado pela Igreja; a
ciência progredia rapidamente. Tudo isso criava
um cenário propício para o advento do Espiritismo.
ROCHA, C. Estudo sistematizado da doutrina espírita: programa fundamental v. 1. G.4
Federação Espírita Brasileira, 2007. p.19-22.
5. Em geral, que fatores principais, resultantes dos
avanços no conhecimento do século XIX, podemos
destacar como fundamentais para tornar o
ambiente propício ao advento do Espiritismo?

 A expansão do livro e da imprensa;


 A expansão dos meios de comunicação;
 A eclosão da era industrial;
 O desenvolvimento da educação;
 Vulgarização da cultura;
 Ascensão e domínio da burguesia;
 Aumento considerável do proletariado urbano.
ROCHA, C. Estudo sistematizado da doutrina espírita: programa fundamental v. 1. G.5
Federação Espírita Brasileira, 2007. p.19-22.
Conclusões
do estudo
O século XIX representou uma época
de profundas transformações para a
humanidade, em vários campos:

 FILOSOFIA  POLÍTICA

 CIÊNCIAS  RELIGIÃO

 ESPIRITISMO
No campo da Filosofia...

 O ascendente dos dogmas absurdos da Igreja


nas ciências da alma são rejeitados;

 Suas manifestações seguem os mesmos


princípios da ciência racional e materialista
(negativismo transcendente);

 O estado teológico e o metafísico são superados


pelo positivismo (certeza racional e científica);

 A fé na ciência passa ser a verdadeira fé,


tornando inúteis a religião e a metafísica.
No campo da Política...
Anarquismo – sociedade estruturada sem a
presença do Estado, a força coercitiva que
impedia os indivíduos de usufruir liberdade plena;

Coletivismo – defendia a revolução universal pelos


camponeses com a destruição do sistema social
existente;

Marxismo – abolição de todas as formas de


governo, em favor de uma sociedade regulada pela
cooperação mútua dos indivíduos;

Comunismo – sociedade, sem divisão de classes e


sem a presença de um Estado coercitivo.
No campo das Ciências – vários avanços...
Astronomia - descoberta do planeta Netuno;
Microbiologia - trabalhos de Pasteur;

Física - estudos de Pierre e Marie Curie sobre


energias emitidas pelo rádio;
Biologia - teoria da evolução das espécies, de
Darwin;
Física - os meios de transporte, pela máquina
à vapor;

Social - a ascensão da burguesia rica,


tornando-se classe dominante (força política).
No campo da Religião...

Os movimentos políticos confrontam


as práticas religiosas da Igreja
católica, ligada, em demasia, à
nobreza governante, abrindo
espaço à expansão das igrejas
reformadas (Protestantismo).
Surgimento do Espiritismo ...

É nesse cenário de transformações, que

surge Allan Kardec com sua missão de

esclarecimentos e de consolação,

lançando as bases da Doutrina Espírita

e promovendo uma verdadeira revolução

moral para o progresso da humanidade.