Anda di halaman 1dari 17

Cultura do Milho

Origem e distribuição

 Origem: México, América Central

 Distribuição: para europa e África.


Importância económica

 O milho é principal cereal produzido no mundo.

 Fonte de renda para agricultores e contribui para


aumentar o PIB do pais produtor e que faz
transformação.

 Expressiva capacidade de absorção de mão-de-obra.


Classificação cientifica – Taxonomia

• Reino: Plantae
• Divisão: Magnoliophyta
• Classe: Liliopsida
• Ordem: Poales
• Família: Poaceae
• Sub Família: Ponicoideae
• Género: Zea
• Nome cientifico: Zea mays
Morfologia (características);
Caule tipo colmo, estolão e rizoma
• Raiz: fasciculadas
• Caule: Tipo colmo, erecto, não ramificado
• Folhas: lanceolado;
• Fruto: tipo cariopse
Ciclo Fenológico
Fases do crescimento e desenvolvimento da planta de
milho.

 vegetativa;

 reprodutiva;

 maturação.

 seu ciclo varia entre 60, 90 e 120 dias dependendo da


variedade.
• Estádio 0 –Germinação/emergência
• Estádio 1 –Planta com 4 folhas totalmente
desdobradas
• Estádio 2 –Planta apresentando 8 folhas totalmente
desdobradas
• Estádio 3 –Plantas com 12 folhas totalmente
desdobradas
• Estádio 4 –Emissão do pendão
• Estádio 5 –Florescimento e polinização
• Estádio 6 –Grãos leitosos
• Estádio 7 –Grãos pastosos
• Estádio 8 –Grãos farináceos (início da formação de
"dentes")
• Estádio 9 – Grãos duros
• Estádio 10 –Grãos maduros fisiologicamente
Condições edafo-climáticas

O clima
• Milho exigi temperatura elevada e regular para bom
desenvolvimento
• A temperatura ideal para o desenvolvimento do milho,
da emergência à floração, entre 24ºC e 30ºC.
• baixa temperatura causam diminuição do rendimento
de grãos .
• Luminosidade: importante, baixa luz diminui o rendimento
da cultura, porque diminui a fotossíntese.

• Precipitação : exigente em água durante o seu ciclo de vida


(floração até a formação do grão); e baixa precipitação pode
comprometer o ciclo.

• Precipitação ideal esta entre 250 mm até 5000 mm anuais,


durante seu ciclo, está em torno de 600 mm
O Solo
• De textura leve, bem drenado, impermeável ,rica em
matéria orgânica.

• Solo recomendado é latossolos,

• Solos arenosos (teor de argila inferior a 15%) devem ser


evitados, devido à sua baixa capacidade de retenção de
água e nutrientes disponíveis para as plantas.
Técnicas agronomicas

• Preparação do solo : mecanizado( área superior 1ha),


arado, gradagem, semeadoura e adubadora.

• pode ser tradicional(por cova)


• Adubação de acordo com analise do solo
• Rotação cultura
Plantio
 Sementeira: no início de época chuvosa (manual ou
mecanizado)
 Densidade tradicional : 3 a 4 semente por cada cova.
25kg/ha com 10.000 cova por hectare
 Compasso: de 1 metro vezes 1 metro
• Profundidade : 3 à 4 cm
• rendimento de produção 7t/ha depende de variedades
Amanhos culturais

 Destaca-se o desbaste, monda, amontoa, colheita etc


• Amontoa
• Monda
Pragas e Doenças

• Percevejo Castanho: ataca as raízes.


• Lagarta Rosca: uma lagarta de hábitos noturnos, ataca o
colo das plantas no início do crescimento.

• Crostha ataca o colo da planta

• Gafanhoto ataca as folhas e causam danos nas culturas.

• Lagarta Elasmo: ataca as plantas no início do crescimento,


sintoma galerias no interior do colmo, prejudicando
grandemente o desenvolvimento das plantas.
Larva de sesamia nonagrioides.
Crisálida de sesamia nonagrioides

Adulto de Sesamia nonagrioides.


Foto do autor: sintoma de ataque de gafanhoto
Doenças
• Antracnose do milho (colletotrichum graminicula)
• Hemintosporiose (Bipolaris maydis) Ataca apenas as
folhas. Produz lesões de cloração marron de formato
elíptico, margem amareladas ou cloróticas.
• Mancha foliar de Diplodia ( diplodia macrospora)
• Sintomas: as lesões são alongadas,
• Manejo da doença: plantio de cultivares resistentes
e rotação de culturas.
Obrigado