Anda di halaman 1dari 82

Defeitos na Estrutura

Cristalina e Difusão



a prata de lei é uma liga composta por
92,5% de prata e 7,5% de cobre.
O alumínio comercialmente puro tem uma resistência
à tração de aproximadamente 90 Mpa.

Aumentos maiores na sua resistência


podem ser obtidos com pequenas adições
de outros metais como elementos de liga,
tais como: silício, cobre, manganês,
magnésio, cromo, zinco, ferro etc.

E as “ligas tratáveis” podem ainda apresentar aumento


de resistência através de tratamento térmico, tanto que
hoje algumas ligas podem ter resistência à tração de
aproximadamente 700 MPa
Definições e Conceitos Básicos
Definições e Conceitos Básicos

– Limite de solubilidade: é a concentração máxima de soluto


que pode ser dissolvido no solvente para formar uma solução
sólida (uma única fase).
10 0
Limite de
solubilidade L
80
(líquido)

Temperatura (°C)
60 +
L
Solução líquida S
40 (açúcar sólido)
(xarope)
20

0 20
65
40 60 80 100
Água Co = Composição Açucar
pura (%p de açúcar) pura
Características das Fases do
Ferro
FERRO  = FERRITA FERRO  = FERRITA 
FERRO  = AUSTENITA
 Estrutura= ccc  Estrutura= cfc (tem + Estrutura= ccc
 Temperatura posições intersticiais)
Temperatura
“existência”= até 912 C  Temperatura

 Fase Magnética até 768


“existência”= 912 - “existência”= acima de
1394C 1394C
C (temperatura de
 Fase Não-Magnética
Curie) Fase Não-Magnética
 Solubilidade máx do
 Solubilidade máx do
Carbono= 2,14% a É a mesma que a
Carbono= 0,02% a 727 1148C
C ferrita 
Como é estável
somente a altas
temperaturas não
apresenta interesse
comercial 16
CEMENTITA (FE3C)

• Forma-se quando o limite de solubilidade


do carbono é ultrapassado (6,7% de C)
• É dura e frágil
• é um composto intermetálico metaestável,
embora a velocidade de decomposição em
ferro  e C seja muito lenta
• A adição de Si acelera a decomposição da
cementita para formar grafita
17
Abaixo, estão tabulados os valores para o raio atômico, a estrutura cristalina,
a eletronegatividade e as valências mais comuns para vários elementos.
Para aqueles que são não-metais, apenas os raios atômicos estão
indicados.

Quais desses elementos você esperaria que formassem o seguinte com o


cobre:
(a) Uma solução sólida substitucional com solubilidade completa?
(b) Uma solução sólida substitucional com solubilidade incompleta?
(c) Uma solução sólida intersticial?
Difração de raios X

1000
Cu
Ni
Intensidade (U.A)

500

0
40 60 80
2()
Difusão de impurezas ou interdifusão

Autodifusão – ocorre nos metais puros, os átomos que mudam de posição


são do mesmo tipo
* Usada para melhorar as
propriedades mecânicas de
alguns materiais;

• Temperaturas e tempos
podem ser estimados através
das taxas de difusão.
Aplicações industriais de processos
de difusão
• De uma perspectiva atômica difusão é a migração em etapas de átomos
de um sítio ao outro do reticulado cristalino.
• Os átomos em materiais sólidos estão em movimento constante
• Para o átomo se movimentar é preciso:
• deve existir um sítio adjacente vazio;
• o átomo deve possuir energia suficiente para quebrar as ligações atômicas e
causar alguma distorção na rede cristalina durante deslocamento
• Essa energia é de natureza vibracional e aumenta com aumento da
temperatura;
• Nos metais os átomos se movimento de 2 maneiras: por lacuna ou por
difusão intersticial.
• Difusão por lacuna: tanto a
autodifusão como a interdifusão
ocorrem por este mecanismo;
• Ao aumentar a temperatura
aumenta o número de lacunas;

• Difusão intersticial: difusão de


impurezas intersticiais, átomos
muito pequeno, como H, C, N, O;
• Átomos de impurezas ou
hospedeiros substicionais
raramente se difundem por este
mecanismo;
Na maioria das ligas metálicas, a difusão intersticial
ocorre muito mais rapidamente do que a difusão por
lacunas, uma vez que os átomos intersticiais são
menores, e dessa forma são também mais móveis.
Além disso, existem mais posições intersticiais vazias
do que lacunas; portanto, a probabilidade de um
movimento atômico intersticial é maior do que para
a difusão por lacunas.
Difusão
Processo espontâneo de transporte de massa
num sistema, por efeito de gradientes de
concentração.
Quão rápido ocorre a difusão?
perfil de concentração

gradiente de concentração
Há um esgotamento líquido do
componente que se encontra em difusão.

perfil de concentração
Outro exemplo de carbonetação:

• Sample Problem: An FCC iron-carbon alloy initially


containing 0.20 wt% C is carburized at an elevated
temperature and in an atmosphere that gives a surface
carbon concentration constant at 1.0 wt%. If after 49.5 h
the concentration of carbon is 0.35 wt% at a position 4.0
mm below the surface, determine the temperature at
which the treatment was carried out.

C( x, t )  Co  x 
Use:  1  erf  
Cs  Co  2 Dt 
C( x ,t )  Co  x 
 1  erf  
Cs  Co  2 Dt 

– t = 49.5 h x = 4 x 10-3 m
– Cx = 0.35 wt% Cs = 1.0 wt%
– Co = 0.20 wt%

C( x, t )  Co 0.35  0.20  x 
  1  erf    1  erf ( z )
Cs  Co 1.0  0.20  2 Dt 

 erf(z) = 0.8125
z  0.90 0.8125  0.7970
z erf(z) 
0.95  0.90 0.8209  0.7970
0.90 0.7970
z 0.8125 z  0.93
0.95 0.8209

Now solve for D x x2


z D
2 Dt 4 z 2t

 x2  3 2
( 4 x 10 m) 1h
D      2.6 x 10 11 m2 /s
 4z 2t  ( 4)(0.93)2 ( 49.5 h) 3600 s
 
Qd
T
R(lnDo  lnD)

from Table 5.2, for diffusion of C in FCC Fe

Do = 2.3 x 10-5 m2/s Qd = 148,000 J/mol

 148,000 J/mol
T
(8.314 J/mol - K)(ln 2.3x105 m 2 /s  ln 2.6x1011 m 2 /s)

T = 1300 K = 1027°C