Anda di halaman 1dari 84

“É de toda a evidência que, se os homens

fossem alimentados, desde a infância,


com ideias de natureza a serem mais
tarde confirmadas pela razão, não
haveria incrédulos.”

Allan Kardec, Obras Póstumas – Capítulo: As cinco alternativas para a Humanidade.


maternidade
O SIGNIFICADO ESPIRITUAL DA RELAÇÃO MÃE E FILHO

2
“Ó espíritas! Compreendei
agora o grande papel da
Humanidade; compreendei
que, quando produzis um
corpo, a alma que nele encarna
vem do espaço para progredir;“
Kardec, A. 1864. (S. Agostinho). O evangelho segundo o espiritismo. C. 14. I. 9
“Inteirai-vos dos vossos
deveres e ponde todo o
vosso amor em aproximar
de Deus essa alma; tal a
missão que vos está
confiada [...].“
Kardec, A. 1864. (S. Agostinho). O evangelho segundo o espiritismo. C. 14. I. 9
“Lembrai-vos de que a
cada pai e a cada mãe
perguntará Deus: Que
fizestes do filho confiado
à vossa guarda? [...].”
Kardec, A. 1864. (S. Agostinho). O evangelho segundo o espiritismo. C. 14. I. 9
O ESPÍRITO E O RECOMEÇO

Kardec, A. 1864. (S. Agostinho). O evangelho segundo o espiritismo. C. 14. I. 9


“O que é nascido da
carne é carne, e o que
é nascido do Espírito é
Espírito.”
JESUS – João 3:6. 7
“Não te admires de eu
LEI DOS RENASCIMENTOS SUCESSIVOS
LEI DE REENCARNAÇÃO
te haver dito:
Necessário vos é
nascer de novo.”
JESUS – João 3:7. 8
ETAPAS DO PROCESSO ENCARNATÓRIO
Dimensão espiritual (Erraticidade)

Dimensão física
Início: encontros no P. E.

Ligações fluídicas
entre o reencarnante
e os futuros pais.
Xavier, F.C. (André Luiz, Espírito).1945. Missionários da Luz.
39ª ed. Cap. 12,13,14.
Dimensão espiritual (Erraticidade)

Dimensão física
Transição: passagem da D. E. para D. F.

Gravidez: relação
entre o Espírito
reencarnante e a Mãe.
Dimensão espiritual (Erraticidade)

Dimensão física
Final: amadurecimento do corpo

Infância: término do
processo de reencarnação
aos sete anos.
Dimensão espiritual (Erraticidade)

Dimensão física
LIGAÇÕES MÃE E FILHO: PREPARANDO A REENCARNAÇÃO

Kardec, A. 1864. (S. Agostinho). O evangelho segundo o espiritismo. C. 14. I. 9


Dimensão espiritual (Erraticidade)

Dimensão física
Caso Segismundo

19
Xavier, F.C. (André Luiz, Espírito).1945. Missionários da Luz. 39ª ed. Cap. 12,13,14.
“[...] ao influxo magnético de
Alexandre e dos
construtores Espirituais, a
forma perispiritual de
Segismundo tornava-se
reduzida.” 20

Xavier, F. C. (A. Luiz). 1945. Missionários da Luz. 39ª ed. C. 13. p. 270.
Xavier, F. C. (A. Luiz). M. da Luz. 1945. 39ª ed. FEB. C. 13 p. 266, 3º §.
21
“Por fim, com grande
assombro meu,
verifiquei que a forma
de nosso amigo
assemelhava-se à de
uma criança.” 22

Xavier, F. C. (A. Luiz). 1945. Missionários da Luz. 39ª ed. C. 13. p. 270/1.
Xavier, F. C. (A. Luiz). M. da Luz. 1945. 39ª ed. FEB. C. 13 p. 270, 1º §.
23
E a criança é entregue
pela genitora
desencarnada à Raquel.

24
Xavier, F. C. (A. Luiz). 1945. Missionários da Luz. 39ª ed. C. 13. p. 290.
Xavier, F. C. (A. Luiz). M. da Luz. 1945. 39ª ed. FEB. C. 13 p. 290, 1º §.
25
“[...] vi [Raquel] apertar a
‘forma infantil’ de
Segismundo de
encontro ao coração.”
26

Xavier, F. C. (A. Luiz). 1945. Missionários da Luz. 39ª ed. C. 13. p. 290.
“[Ele] ligara-se a
ela como a flor
se une à haste.”
27

Xavier, F. C. (A. Luiz). 1945. Missionários da Luz. 39ª ed. C. 13. p. 290.
Xavier, F. C. (A. Luiz). M. da Luz. 1945. 39ª ed. FEB. C. 13 p. 290, 3º §.
28
“[...] desde aquele
momento, era a alma de
sua alma aquele que
seria carne de sua
carne.”
29
Xavier, F. C. (A. Luiz). 1945. Missionários da Luz. 39ª ed. C. 13. p. 290.
Dimensão espiritual (Erraticidade)

Dimensão física
INFLUÊNCIAS DO FILHO SOBRE A MÃE
“A gestante é uma
criatura hipnotizada
a longo prazo.”

32
Xavier, F. C. (A. Luiz). Entre a Terra e o Céu. 1954. 22ª ed. FEB. C. 30. p.243
“Tem o campo
psíquico invadido
pelas impressões e
vibrações do
Espírito.”
33
Xavier, F. C. (A. Luiz). Entre a Terra e o Céu. 1954. 22ª ed. FEB. C. 30. p.243
“É comum a verificação de
exagerada sensibilidade
na mulher que engravida.”

34
Xavier, F. C. (A. Luiz). Entre a Terra e o Céu. 1954. 22ª ed. FEB. C. 30. p.242
“A transformação do
sistema nervoso,
nessas circunstâncias,
é indiscutível.”
35
Xavier, F. C. (A. Luiz). Entre a Terra e o Céu. 1954. 22ª ed. FEB. C. 30. p.242
“Muitas vezes, a gestante
revela decréscimo de
vivacidade mental e, não
raro, enuncia propósitos
da mais rematada
extravagância.” 36

Xavier, F. C. (A. Luiz). Entre a Terra e o Céu. 1954. 22ª ed. FEB. C. 30. p.243
“O organismo materno,
absorvendo as emanações da
entidade reencarnante, funciona
como um exaustor de fluidos em
desintegração [...] nem sempre
[...] aprasíveis ou facilmente
suportáveis pela sensibilidade
feminina.” 37

Xavier, F. C. (A. Luiz). Entre a Terra e o Céu. 1954. 22ª ed. FEB. C. 30. p.245
“Há mulheres que
adquirem antipatias
súbitas. [...].”

38

Xavier, F. C. (A. Luiz). Entre a Terra e o Céu. 1954. 22ª ed. FEB. C. 30. p.243
INFLUÊNCIAS DA MÃE SOBRE O FILHO
“Certos estados íntimos
da mulher alcançam [...]
o princípio fetal,
marcando-o para a
existência.”
40

Xavier, F. C. (A. Luiz). Entre a Terra e o Céu. 1954. 22ª ed. FEB. C. 30. p.242
“[...] o trabalho da
maternidade assemelha-
se a delicado processo de
modelagem, requisitando
[...] muita cautela e
harmonia para que a
tarefa seja perfeita.” 41

Xavier, F. C. (A. Luiz). Entre a Terra e o Céu. 1954. 22ª ed. FEB. C. 30. p.242
Dimensão espiritual (Erraticidade)

Dimensão física
EDUCANDO O FILHO PARA DEUS

Kardec, A. 1864. (S. Agostinho). O evangelho segundo o espiritismo. C. 14. I. 9


Qual é, para o
Espírito, a utilidade
de passar pelo
estado de infância?
Kardec, A. 1857. O Livro dos Espíritos. Questão 383.
Encarnado, com o objetivo de se
aperfeiçoar, o Espírito, durante
esse período, é mais acessível às
impressões que recebe, capazes
de lhe auxiliarem o adiantamento,
para o que devem contribuir os
incumbidos de educá-los.
Kardec, A. 1857. O Livro dos Espíritos. Questão 383.
“[O período infantil] é
o mais sério e mais
propício à assimilação
dos princípios
educativos.”
Xavier, F.C. (Emmanuel).1940. O consolador. Questão 109.
“A delicadeza da idade
infantil os torna brandos,
acessíveis aos conselhos
da experiência e dos que
devam fazê-los progredir.”

Kardec, A. 1857. O Livro dos Espíritos. Questão 385.


47
“Nessa fase é que se
lhes pode reformar o
caráter e reprimir os
maus pendores.”
Kardec, A. 1857. O Livro dos Espíritos. Questão 385.
48
“As crianças são os seres
que Deus manda a novas
existências e [...] dá-lhes
todos os aspectos da
inocência.”

Kardec, A. 1857. O Livro dos Espíritos. Questão 385.


“Ainda quando se trata
de uma criança de maus
pendores, suas más
ações são cobertas com
a túnica da inocência.”
Kardec, A. 1857. O Livro dos Espíritos. Questão 385.
“Essa inocência não
constitui superioridade
real com relação ao que
eram antes, não.”

Kardec, A. 1857. O Livro dos Espíritos. Questão 385.


“É a imagem do que
deveriam ser [...].”

Kardec, A. 1857. O Livro dos Espíritos. Questão 385.


“Passada a época infantil
[...] os processos de
educação moral, que
formam o caráter, tornam-
se mais difíceis [...].”

Xavier, F.C. (Emmanuel).1940. O consolador. Questão


ESCOLA DE PREPARAÇÃO
Qual a melhor escola
de preparação das
almas reencarnadas
na Terra?
Xavier, F.C. (Emmanuel).1940. O consolador. Questão 110
“A melhor escola ainda
é o lar, onde a criatura
deve receber as bases
do sentimento e do
caráter.”
Xavier, F.C. (Emmanuel).1940. O consolador. Questão 110
“Os estabelecimentos de
ensino, propriamente do
mundo, podem instruir,
mas só o instituto da
família pode educar.”
Xavier, F.C. (Emmanuel).1940. O consolador. Questão 110
“Eis por que o lar é tão
importante para a
edificação do homem, e
porque tão profunda é a
missão da mulher perante
as leis divinas.”
Francisco C. Xavier. Emmanuel. O Consolador. 24ª ed. Pergunta 109.
58
“Indubitavelmente, a
Sabedoria Universal
colocou imperscrutáveis
segredos no carinho
materno.”

Xavier, F. C. (André Luiz). 1954. Entre a Terra o Céu - 22ª ed; cap 5926;
“Algo de milagroso e
divino existe nos laços
que unem mães e filhos
que, por enquanto, não
podemos apreender.”

Xavier, F. C. (André Luiz). 1954. Entre a Terra o Céu - 22ª ed; cap 6026;
“A escola educativa
do lar só possui uma
fonte de renovação
que é o Evangelho.”
Xavier, F.C. (Emmanuel).1940. O consolador. Questão 112
Inteirai-vos dos vossos deveres
em aproximar de Deus essa alma.

EVANGELHO E DEVERES
FILHOS DA PRÓPRIA CARNE

Kardec, A. 1864. (S. Agostinho). O evangelho segundo o espiritismo. C.


Que deve fazer a mãe
terrestre para cumprir
evangelicamente os seus
deveres, conduzindo os
filhos para o bem e para a
verdade?
Xavier, F.C. (Emmanuel).1940. O consolador. Questão
A mãe terrestre deve
compreender, antes
de tudo, que seus
filhos, primeiramente,
são filhos de Deus.
Xavier, F.C. (Emmanuel).1940. O consolador. Questão
... e assim ...
“Buscará na piedosa Mãe de Jesus
o símbolo das virtudes cristãs,
transmitindo aos que a cercam
os dons sublimes da humildade e
da perseverança [...].”

Xavier, F.C. (Emmanuel).1940. O consolador. Questão


66
“Desde a infância,
deve prepará-los para
o trabalho e para a
luta que os esperam.”

Xavier, F.C. (Emmanuel).1940. O consolador. Questão


“Desde os primeiros anos,
deve ensinar a criança a fugir
do abismo da liberdade,
controlando-lhe as atitudes e
concertando-lhe as posições
mentais [...].”
Xavier, F.C. (Emmanuel).1940. O consolador. Questão
REFLEXÕES
69
FILHOS REBELDES
Quando os filhos são
rebeldes e incorrigíveis,
impermeáveis a todos os
processos educativos,
como devem proceder os
pais?
Xavier, F.C. (Emmanuel).1940. O consolador. Questão
“Depois de movimentar
todos os processos de
amor e energia no
trabalho de orientação
educativa dos filhos...”
Xavier, F.C. (Emmanuel).1940. O consolador. Questão
“...é justo que os responsáveis
pelo instituto familiar, sem
descontinuidade da dedicação
e do sacrifício, esperem a
manifestação da Providência
Divina...”

Xavier, F.C. (Emmanuel).1940. O consolador. Questão


“compreendendo que essa
manifestação deve chegar
através de dores e de provas
acerbas, de modo a semear-
lhes, com êxito, o campo da
compreensão e do
sentimento.”
Xavier, F.C. (Emmanuel).1940. O consolador. Questão
“A dor tem possibilidades
desconhecidas para
penetrar os espíritos,
onde a linfa do amor não
conseguiu brotar.”

Xavier, F.C. (Emmanuel).1940. O consolador. Questão


“Faz-se mister que
os pais estejam
revestidos de
suprema
resignação.”
Xavier, F.C. (Emmanuel).1940. O consolador. Questão
São responsáveis os pais
pelo transviamento de um
filho que envereda pelo
caminho do mal, apesar dos
cuidados que lhe
dispensaram?
Kardec, A. 1857. O Livro dos Espíritos. Questão 583.
“Não; porém, quanto piores
forem as propensões do
filho, tanto mais pesada é a
tarefa e tanto maior o mérito
dos pais, se conseguirem
desviá-lo do mau caminho.”
Kardec, A. 1857. O Livro dos Espíritos. Questão 583.
“Deus permite que às
vezes sejais pagos com a
ingratidão, para provar a
vossa perseverança em
fazer o bem.”
Kardec, A. 1864. O evangelho segundo o espiritismo. C. 13. I. 19
Inteirai-vos dos vossos deveres
em aproximar de Deus essa alma.

EVANGELHO E DEVERES
FILHOS DA CARNE ALHEIA

Kardec, A. 1864. (S. Agostinho). O evangelho segundo o espiritismo. C.


LAMENTOS DO ÓRFÃO

Xavier, F. C. (João de Deus, Espírito). 1932. Parnaso de Além-Túmulo. Lamentos do órfão.


“Amais os
órfãos. Se
soubésseis
quanto é triste
ser só e
abandonado,
sobretudo na
infância!”
Kardec, A. 1864. O evangelho
segundo o espiritismo. C. 13.
“Deus
permite que
haja órfãos,
para exortar-
nos a servir-
lhes de pais.”
Kardec, A. 1864. O evangelho
segundo o espiritismo. C. 13. I.
Que fizestes
do filho
confiado à
vossa guarda?
Santo Agostinho - O
evangelho segundo o