Anda di halaman 1dari 13

Argumentos Informais

Argumentos Informais

O que são os argumentos informais?

• Geralmente utiliza-se o termo argumento informal para


designar os argumentos que expressamos em linguagem
natural.
• Estes argumentos são não dedutivos, pelo que não são
formalmente válidos.
• Os argumentos informais são avaliados pela força da sua
prova e não pela validade da sua forma.
• As suas conclusões não são necessárias mas apenas
prováveis.

EXEMPLO:
As esmeraldas observadas até hoje são verdes.
Logo, todas as esmeraldas são verdes.

Argumentação e Retórica
Argumentos Informais

Quais os principais argumentos informais?

ARGUMENTOS NÃO DEDUTIVOS

ARGUMENTOS ARGUMENTOS POR ARGUMENTOS DE


INDUTIVOS ANALOGIA AUTORIDADE

GENERALIZAÇÕES PREVISÕES

Alguns X são Y.
Logo, todos os X são Y.
X é semelhante a Y. O especialista X
No passado todos os X foram Y. X é imortal. defende a opinião Y.
Logo, todos os X serão Y. Logo, Y também é imortal. Logo, Y é verdade.

Argumentação e Retórica
Argumentos Informais

Argumentos indutivos:

• Um argumento indutivo é um raciocínio em que a conclusão é


mais ampla do que as premissas.
• A amplificação da conclusão pode ocorrer, por exemplo, através
da generalização de casos particulares ou através de uma
previsão a partir de eventos passados.
• A avaliação de um argumento indutivo depende da maior ou
menor probabilidade de a sua conclusão se verificar. Quando a
sua probabilidade é elevada diz-se que o argumento é forte.
• Um argumento indutivo não tem validade formal.
• Ainda que possa parecer improvável, é possível que um
argumento indutivo tenha todas as premissas verdadeiras e a sua
conclusão seja falsa.
• As conclusões de uma indução não são necessárias, mas apenas
prováveis.

Argumentação e Retórica
Argumentos Informais

Exemplos de argumentos indutivos:

Todos os seres vivos observados até hoje são


GENERALIZAÇÃO
mortais, logo, nenhum ser vivo é imortal.

Até hoje não foi possível encontrar qualquer


forma de vida na lua, pelo que no futuro a lua
PREVISÃO
continuará a não reunir condições de
sobrevivência para nenhum organismo vivo.

Argumentação e Retórica
Argumentos Informais
Regras para argumentos indutivos fortes
Para se obter uma generalização forte…

• As fontes da informação utilizada devem ser fidedignas.


• Não se deve extrair uma generalização com base num número
limitado de exemplos.
• Os elementos que fundamentam a generalização devem ser
representativos e relevantes para a conclusão.

Para se obter uma previsão forte…

• Devemos basear a previsão em fontes fiáveis.


• Não deve estar oculta informação que influencie a conclusão.
• Os elementos que sustentam a conclusão devem ser relevantes
para a previsão extraída.

Argumentação e Retórica
Argumentos Informais

Argumentos por analogia:

• Uma analogia estabelece um raciocínio comparativo:


Se A e B são semelhantes nas características Y e Z,
se A tem a característica X,
então B também tem a característica X.
• Os argumentos por analogia extraem conclusões com base em
semelhanças conhecidas entre objetos ou acontecimentos.
• As analogias são muito utilizadas em situações complexas como
forma de simplificação do raciocínio, persuadindo-nos de forma
mais intuitiva.
• Um argumento não dedutivo que recorra a uma analogia não tem
validade formal.
• As conclusões de uma analogia não são necessárias mas apenas
prováveis.

Argumentação e Retórica
Argumentos Informais

Exemplo de um argumento por analogia:

Os seres humanos, independentemente da sua raça ou


etnia, dão valor à liberdade. As populações dos países
europeus que viveram em ditaduras prolongadas
acabaram por conquistar a democracia.
Alguns países africanos ainda reprimem a liberdade das
ANALOGIAS
suas populações através de regimes políticos
ditatoriais.
Pelo que, mais tarde ou mais cedo, os povos africanos
acabarão por se revoltar e conquistar a democracia tal
como os europeus.

Argumentação e Retórica
Argumentos Informais
Regras para argumentos por analogia
Para se obter um argumento por analogia forte …

• As semelhanças verificadas entre objetos ou acontecimentos


devem ser suficientes.
• As semelhanças identificadas devem ser relevantes para a
comparação pretendida.
• Deve ser considerado, sempre que possível, um número amplo de
objetos ou fenómenos.
• Não se deve partir do princípio que dois objetos têm de ser
semelhantes em todas as suas características pelo simples facto
de o serem em alguns aspetos.

Argumentação e Retórica
Argumentos Informais

Argumentos de apelo à autoridade:

• Estes argumentos fundamentam a sua conclusão com base na


posição de uma pessoa ou instituição reconhecidas:
A pessoa A, perita no assunto X, é da opinião que X é verdadeiro,
então X é verdadeiro.
• Num argumento de apelo à autoridade assume-se que a sua
conclusão é verdadeira partindo-se de posições de pessoas ou
instituições reconhecidas como peritas no assunto em causa.
• Os argumentos que recorrem a autoridades são muito utilizados
como forma de simplificar a nossa análise da realidade, pois não
nos é possível sermos peritos em todas as matérias.
• Um argumento de autoridade não tem validade formal.
• As conclusões destes argumentos não são necessárias, mas
apenas prováveis.

Argumentação e Retórica
Argumentos Informais

Exemplo de um argumento de apelo à autoridade:

“(…) Os cientistas da NASA dizem que é irreversível o


degelo que se verifica na Antártida. Face a esta
situação, avisam que o nível do mar pode vir a subir
APELO À muito mais do que tinha sido previsto.”
AUTORIDADE http://www.rtp.pt | 13-05-2014

Daqui se pode concluir que o nível da água do mar


subirá inevitavelmente.

Argumentação e Retórica
Argumentos Informais
Regras para argumentos de apelo à autoridade
Para se obter um argumento de apelo à autoridade forte …

• As fontes dos argumentos de autoridade devem ser


pormenorizadamente citadas.
• Só devem ser utilizadas fontes imparciais.
• Sempre que possível, as fontes de informação devem ser
comparadas.
• Devem ser utilizadas fontes com amplo consenso na matéria em
questão.
• A fonte citada deve ser reconhecida como especialista na matéria
em questão.

Argumentação e Retórica
Argumentos Informais