Anda di halaman 1dari 31

½ 



  

V 
 
   

  
  




      
 

     




 


  
   
     
|        !!"
Conceito
‡ Ausência da menstruação em uma época da vida
em que deveria habitualmente ocorrer, isto é,
no menacme.
‡  , que pode expressar alterações:
² Sistema neuroendócrino: hipotálamo, hipófise e
ovário;
² Útero, VaginaA sistema canalicular
² Tireóide, Supra-renal, Doenças genéticas
² Distúrbios nutricionais e até emocionais


|
Definição
½½ ½
nenhuma menstruação até a idade dos 14 anos, na
ausência do desenvolvimento dos caracteres sexuais
secundários (CSS);
nenhuma menstruação até os 16 anos, independente
da presença ou não dos CSS;
 Nenhuma menstruação após 3 anos da TELARCA
(broto mamário);
½½  ½
 ausência da menstruação na mulher que estava
menstruando, por período equivalente a 3 ciclos
menstruais ou por período superior a 6 meses.

|
|
Classificação
‡ ½ !
 


‡ ½ "#$ 
²Infância, Gravidez, Lactação, Pós-Menopausa
²Gravidez: os ovários estão em repouso
²Lactação: a PRL em altas concentrações, inibe
a liberação do FSH e LH
²Pós-Menopausa: não há folículos


|
Classificação
½  
   
‡Fluxo não se exterioriza
por um obstáculo. Por
causas congênitas
(agenesia de vagina ou do
colo uterino, septo vaginal
transverso,..) ou
adquiridas (sinéquias
cervicais ou vaginais)

|
|
Incidência
‡ Difícil avaliação estatística: inferior a 5%.
² Primária: 0,3%
² Secundária: 1-3%

‡ Amenorréia Secundária:
² Estudantes do ensino médio: 3-5%
² Atletas de competição:5-60%
² Bailarinas: 19-44%
² Pacientes c/ infertilidade:20%


|

|
Du 

ë ½  £  £  


  £ 

£ 

  A  


 


  
 

 
 

      

|
Diagnóstico
‡ % : anamnese e exame físico
² Detectar anomalias anatômicas ou falhas no
desenvolvimento dos caracteres secundários

‡ &   ! 

‡  : de acordo com a etiologia


|
½  ½ 

½   D       

 
  D          

D £
D 

 D    


 

½   


|
½ 

D £ 
D  
D    

'
 

  
"  
½
  ½
#   
! 
  $%&

   £ £


|
½  (

D       

D !"   

 
½
 

 

  /
 
½)  *
D #  $   
+ ,- .
D      

0  )


  D       

|
|
½  (

  '

  
"  
½
#    &
1

$%&

-
  
 

3$ & 
&
2
$2
, )
  

 % 
2&* $04)'5)'!610')7 £  
½ 8A 0   91:;


|
½  (

Possíveis causas

‡ Alterações Ovarianas
‡ Uso de drogas
‡ Alterações Anatômicas Uterinas
Adquiridas
‡ Alterações Hipotalâmicas
‡ Alterações na Hipófise Anterior


|
½
# )
‡ Síndrome do ovário policístico
‡ Insuficiência/Falência ovariana prematura
² Menopausa antes dos 40 anos
² Ocorre em 0,9% da população e em 5-15% das
mulheres com amenorréia secundária.
² Etiologia:
‡ Genética: falência ovariana familiar, 45X e 47XXY
‡ Rádio e quimioterapia, infecções, tabagismo
‡ Distúrbios auto-imunes: Doença de Adison.


|
½'(½)  ½* 
D &   ' (     
!"  )         %*  + 

    
       !, -./0


|
Amenorréia Secundária

½'(+!,  
‡ Adquiridas
‡ Lesões : tumorais (craniofaringiomas,
germinomas), TCE, sarcoidose, tuberculose.
‡ Doença crônica, anorexia nervosa, atividade
física exacerbada, excesso de corticóide,
psicogênica (pseudociese).


  
   
     
|        !!"
½ +!,  +!"

‡ Adquiridas
² Lesões : tumorais (craniofaringiomas,
germinomas), TCE, sarcoidose, tuberculose.
² Doença crônica, anorexia nervosa, atividade física
exacerbada, excesso de corticóide, psicogênica
(pseudociese).
Exemplo:
‡ Síndrome de Sheehan, síndrome da sela vazia, adenomas
hipofisários (hiperPRL)


|
$ - .


‡ ½   /: antipsicóticos (fenotiazina);


antidepressivos (tricíclicos, IMAO); antihipertensivos
(bloqueadores dos canais de cálcio).

‡ ½  0$1 2digitálicos,


maconha, contraceptivos hormonais, flavenóides.

‡ 3& 0: busulfan, clorambucil, fluoracil,


ciclofosfamida, cisplatina.


|
½  (

ë 

!
"
# 
$
  
         
    
  
      
! "#$  %&'
( ) 
  
   *+*, + - " %  . 
( /  01/2 -
( 3+      " %/ 
( 3 

4     "#$& 556
( " +   
( ) 0     %


|
½  (

D  % (     -'   $ 0+


D  % (     -  $ 0
D  % (   */ 

 1

2* 2


/  !   
<
 

|
$4
   &  


‡ Síndrome de Turner
² 30-40% das amenorréias primárias
² Prevalência de 1 mulher entre 3.000 nascimentos
² Cariótipo 45,X
² Quadro clínico

m 

m 

       
    |
|
% 5 
   &  


‡ Prevalência de 1:10.000 homens e 1:50.000


mulheres
‡ Hipogonadismo Hipogonadótrofico
‡ Forma recessiva ligada ao cromossomo X
‡ Etiologia: causada por um defeito de migração
dos neurônios que produzem o GnRH e dos
neurônios que formam os nervos olfatórios;


|
½  (

1 1

 ,

1 ,

&  & 
/      1 (
;
 #   &  
;      
=

       
  
    
"  

D      -&  2  23


13 /4  £ 0
D 1 !,     14 
D  % £  
D  % £  5 
D 6        
|
% 667878598+ 

Agenesia uterovaginal ² 46,XX:


‡ Genitália externa normal
‡ 1:5000;- é a 2ªcausa de amenorréia 1ária.
‡ Ausência congênita total ou parcial da vagina e
útero rudimentar (agenesia mulleriana
bilateral
‡ Função ovariana normal;
‡ Anomalias renais;
‡ Genitália externa normal;
‡ TTO: Cirurgia plástica
m  #  

 #$ $ #  
   
|
½  (
1 1 */ 

‡  8+½: 3 


:Ahiper- plasia da supra-renal
congênita/ tumor virilizante de supra-renal:
46XX (mulheres c sinais ´androgênicosµ)
‡ Deficiências enzimáticas na cadeia de produção
dos glicocorticóides (21-hidroxilase) ² desvio
de precursores para formar androgêniosA
virilização ² genitália ambígua.


|

|
½  (
1 1 */ 

‡  8+½: 3 


½ /ASind. Morris-
Feminização testicular: 46XY,
indivíduos geneticamente masculinos e
fenótipos femininos e como tal são
conduzidos


|
½  (
1 1 */ 

‡ 3%  "  , porém seus receptores


são incapazes (mutações) de responderem à
testosterona A virilização insuficiente; 3ª causa mais
freqüente de Amenorréia primária;
‡ :#!" : vagina curta em fundo cego; útero
ausente; pêlos escassos ou ausentes; mamas normais;
Herança recessiva ligada ao X;
² TTO: Retirada dos testículos pós-puberdade + TRH com
estrogênios.
‡ + " 0 ² rara

|
|
  ½  (

‡ RX do punhoA idade óssea = idade cronológica

‡ Urografia excretoraA má formaões

‡ US pélvica

‡ RX de perfil da sela turca, TC, RM

|
|