Anda di halaman 1dari 42

INDÚSTRIA

ESPAÇO MUNDIAL: INDÚSTRIA

A localização das indústrias relaciona-se a


uma série de fatores que podem atrair um
tipo de indústria para um determinado lugar:
disponibilidade de matérias-primas e água;
presença de fontes energéticas; mão de
obra abundante que permita o pagamento
de baixos salários; mercado consumidor;
rede eficiente de transportes e
telecomunicações; e incentivos fiscais
fornecidos pelo governo local.
“O processo de desenvolvimento da
atividade industrial desde o século XVIII
não só representa a mundialização das
relações capitalistas, como também
exerce papel fundamental nas
transformações ocorridas na organização
do espaço geográfico e nas relações
existentes entre as diversas partes desse
espaço, nos mais diferentes níveis.”
Distribuição industrial no
mundo
I. Países industrializados
EUA, Canadá, Reino Unido, França, Alemanha, Itália e Japão:

 Maiores potências industriais da atualidade


 71% do total das exportações industriais mundiais
 Grande destaque na produção de tecnologia de ponta
Também têm destaque no cenário global:

 BRIC: Brasil, Rússia, Índia e China


 México, Turquia e Tigres Asiáticos: Taiwan, Coréia do Sul, Cingapura e
Hong Kong
Estágios da produção
industrial
• Artesanato
• Manufatura
• Maquinofatura (Indústria
moderna)
*Revolução técnico-científica
Primeira Revolução Industrial
Primeira Revolução Industrial
• 1760...
• Inglaterra
• Máquina a vapor
• Indústria têxtil
• Carvão mineral
• Locomotivas e navios a vapor
Por que a Inglaterra?
• Capital
• Burguesia no poder
• Carvão mineral e minério de ferro
• Matérias-primas das colônias
• Mão-de-obra
• Posição geográfica
• Portos e guerras
Máquina a vapor
Segunda Revolução
Industrial
Motor a combustão interna
Segunda Revolução Industrial
• Estados Unidos (1860)
• Petróleo, eletricidade, aço
• Motor a combustão interna
• Indústria automobilística
• Taylorismo e Fordismo
• Produção em série
• Consumo em massa
Novos métodos de trabalho
• Frederick W. Taylor
–Taylorismo ou organização
científica do trabalho
• Fordismo (H. Ford)
–Especialização do trabalhador
–Linha de montagem
–Produção em série
Taylorismo
• Características
• No livro Principles of Scientific Management, de 1911,
Frederick Taylor enumera os cinco princípios da
administração científica.
• Planejamento – substituição dos métodos empíricos
pelos métodos científicos e testados
• Preparo – seleção dos trabalhadores para suas
competência e especialização para cada cargo através
de treinamento
• Controle – supervisão constante do trabalho por uma
autoridade
• Execução – disciplina do trabalho e regras claras a
serem cumpridas pelos funcionários
• Singularização das funções – particularização do
trabalhador para uma função apenas
Fordismo

• Características

• Intensificação: permite dinamizar o tempo de produção.


• Economia: tem em vista manter a produção equilibrada
com seus estoques.
• Produtividade: visa extrair o máximo da mão de obra de
cada trabalhador.
Terceira Revolução
Industrial
Revolução técnico-científica
• Computador.
• Comunicações.
• Satélites.
• Máquinas CNC. (Controle Numérico Computadorizado).
• Robótica.
• Ilhas de montagem.
• Biotecnologia.
Robótica
Outras mudanças...
• Trabalhador criativo e polivalente.
• Just-in-time ou toyotismo.
• Pós-fordismo.
• Terceirização.
• Desconcentração industrial.
• Transferências de empregos.
Fordismo X Toyotismo
• “No conceito do passado [fordismo],
de verticalização da produção, uma
montadora precisaria de cerca de
400 fornecedores para montar um
determinado carro. Na estrutura
modular, na qual uma montadora
assume sua essência – montar –
esse número cai para 17.”
IMPORTANTE !!!
• A Terceira Revolução Industrial,
iniciada com a industrialização
da União Européia, Estados
Unidos e Japão, tem como base a
criação das linhas de montagem
e a produção em série.
Tipos de industrialização
• Industrialização original ou clássica:

– Inglaterra.
– França.
– Alemanha.
– Itália.
– Estados Unidos e Canadá.
– Japão.
Industrialização Tardia
Substitutiva de importação
• Industrialização tardia e dependente.
• Voltada ao mercado interno.
• Transnacionais.
• Capital: estatal, privado nacional e
internacional.
• Brasil, Argentina e México.
• Índia e África do Sul.
Plataformas de exportação
• Novos Países Industrializados.
• New Industrializing Countries (NICs).
• Tigres Asiáticos:
• Taiwan.
• Cingapura.
• Hong-Kong.
• Coréia do Sul.
IMPORTANTE !!!
• Os países com industrialização
rápida e recente, impulsionados pela
globalização da economia,
apresentam tecnologia sofisticada e
alto grau de nacionalização de suas
empresas, a exemplo da Coréia do
Sul, da Tailândia, do Brasil, do
México e do Canadá.
Toyotismo

• Características

• Produção adequada à demanda;


• Redução dos estoques;
• Diversificação dos produtos fabricados;
• Automatização de etapas da produção;
• Mão de obra muito mais qualificada e multifuncional.
IMPORTANTE !!!

• O Brasil faz parte de um pequeno


grupo de países considerados
subdesenvolvidos industrializados,
como o México e a Argentina, que
apresentaram rápido processo de
industrialização após a Segunda
Guerra Mundial.
Concentração industrial
• Fatores locacionais:
• Capital.
• Fontes de energia.
• Matéria-prima.
• Transportes e comunicações.
• Mercados consumidores.
• Incentivos fiscais.
Volvismo

• Presença humana
• É valorizada a participação do trabalhador em processos
de produção.
• Possui autonomia de trabalho.
• Incentivo para aperfeiçoamento e treinamento do
trabalhador.
• O trabalhador é valorizado a partir das ações de
planejamento dos Recursos Humanos.
• Os trabalhadores se sentem motivados e engajados.
Volvismo

• Estrutura da fábrica
• Sistema de manuseio de materiais centralizado e
automatizado.
• Possui baixo índice de ruídos.
• Apresenta infraestrutura de apoio aos funcionários,
como cozinha, banheiro e chuveiros.
• Utilização da luz natural.
Volvismo

• Organização do trabalho
• Os trabalhadores são organizados em grupos, que
possuem autonomia para solucionar os problemas que
surgem no processo de produção.
• Para realização do trabalho, são oferecidos cursos de
treinamento a fim de proporcionar conhecimento
necessário para exercer a função.
• Os trabalhadores são multifuncionais, ou seja, podem
exercer diferentes funções na produção.
Classificação das indústrias
• Indústrias extrativas:
• Minérios, madeira, pescado.
• Beneficiamento ou de processamento
• cereais, petróleo.
• Indústria de construção.
• Indústria de transformação.
• Calçados, computadores
Outras classificações
• Uso de energia e matéria-prima:
• Indústrias leves.
• Indústrias pesadas.
• Tecnologia empregada:
• Tradicionais.
• Dinâmicas.
Mais classificações
Destino dos produtos
• Bens de produção:
–Bens intermediários.
–Bens de capital ou de equipamentos.
• Bens de consumo:
• Duráveis.
• Semiduráveis.
• Não-duráveis.
Divisão Internacional
do Trabalho (D.I.T)
• Países produtores de manufaturados
• Metrópoles:
–Inglaterra, França, Alemanha.
• Países produtores de matérias-primas
• Colônias:
–América, África e Ásia.
Nova D.I.T
• Países ricos industrializados ou
centrais: alta tecnologia
• Países industrializados semi-
periféricos: tecnologia tradicional
• Países não-industrializados
periféricos :produtos primários
Não esqueça!
• Setor primário
• Agropecuária
• Setor secundário
• Indústria (transformação)
• Setor terciário
• Prestação de serviços
• Setor quaternário?
• Biotecnologia, robótica...