Anda di halaman 1dari 43

CENTRO UNIVERSITÁRIO JORGE AMADO

DISCIPLINA: BIOFÍSICA
BACHARELADO & LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
DOCENTE: SÉRGIO MECCA

Grupo: Andriele Mentes, Ariadne Sampaio, Daniela


Nascimento, Igor Macedo, Lucas Góes e Rodrigo
Poubel

Salvador, Maio de 2011


A LUZ
E SUA HISTÓRIA

Antiguidade:

Luz = Partículas

Leonardo da Vinci:

Luz = Onda
ADEPTOS

Isaac Newton:

Teoria = Modelo corpuscular da luz

Christiaan Huyghens (1629-1695):

Teoria = Modelo ondulatório da luz


ADEPTOS
Robert Hooke (1635-1703)

Concepção mecânica luz

Thomas Young (1773-1829):

Fenômeno da interferência
ADEPTOS

Augustin Fresnel (1788-1827)

Não tinha conhecimendo das


teorias.

``Lente de Fresnel''
ADEPTOS

Foucault (1862)

Velocidade da luz na água

Max Planck (1901)


Einstein (1905)

Teoria dos quanta ou fótons


Dualidade onda-partícula
Princípios da Propagação da Luz

• Princípio da propagação
retilínea
- Nos meios Homogêneos e
transparentes a luz se
propaga em linha reta.
• Princípio da independência
dos Raios de luz
- A propagação da luz é
independente da existência
de outros raios de luz que
atravessam o mesmo.
Princípios da reversibilidade de raios de
luz
Reflexão, Refração e Absorção
Difração

É quando o raio de luz passa por um


orifício ou contorna um objeto
Espelhos

• Reversão da
Imagem

“O espelho provoca
a reversão da
imagem”
Espelho Côncavo Espelho Convexo
Lentes Esféricas

• São objetos
homogêneos e
transparentes, em que
uma das faces
apresenta uma
curvatura. Podendo
ser côncava ou
convexa (esféricas)
Lente côncava, Divergente
Lente convexa, Convergentes
Objetos a frente de uma lente Côncava

• A imagem de uma
lente divergente é
sempre virtual,
direita e menor
que o objeto.
Para lentes convergentes, Depende da
posição do objeto em relação à lente.

* Quando o objeto se encontra no foco a imagem é imprópria


Anatomia Ocular

O Globo Ocular é constituído por três


camadas:

•Camada Externa: Córnea e esclera


Função - Protetora
•Camada Média: Íris, Coróide e Corpo
Ciliar
Função - Vascular
•Camada Interna: Retina
Função - Nervosa
Componentes do olho e Funções

• Córnea: Ela é composta por 6 camadas: Epitélio, Bowman,


Estroma, Descement, Endotélio e sua Zona Óptica Central.

• Íris: A parte colorida do olho.

• Humor Aquoso: Este é uma substância viscosa que permanece


abaixo da córnea.

• Pupila: A pupila ajusta-se as condições de luminosidade sofrendo


Miose ou Midríase.
Componentes do olho e Funções

• Cristalino: Localizado atrás da Íris

• Músculo Ciliar: Ele é responsável pela acomodação do


Cristalino

• Corpo Vítreo ou Humor Vítreo: Liquido que preenche todo o


globo ocular

• Esclerótica ou Esclera: É a parte branca do olho


Componentes do olho e Funções

• Coróide ou Úvea: Garante condição para uma boa visão

• Retina: Nela existem milhares de células fotossensoras que são


de dois tipos: Cone (cores) e Bastonete (P&B e Visão noturna).

• Fóvea Central: Registrar os feixes luminosos


(toda a luz que entra no olho converge nela).

• Ponto Cego: É um ponto que fica no fundo da retina e é onde o


nervo óptico se liga a retina, esse ponto fica ao lado da fóvea
Central.
Componentes do olho e Funções

• Nervo Óptico: É um grupo de fibras nervosas.

• Musculatura Externa: Os globos oculares têm seus movimentos


conduzidos pelos músculos externos: Reto superior, Reto inferior,
Reto interno e Reto externo
Outros dois músculos são: Oblíquo superior e
Oblíquo inferior.
IRIS - PUPILA
 Íris: é a parte mais visível e
colorida do olho. No centro
da íris encontra-se a pupila.
Ela está localizada atrás da
córnea e só pode ser vista
porque esta é transparente.

 Pupila: é a conhecida
"menina dos olhos".
Situada entre a córnea e o
cristalino.
• Dilatação = midríase
• Contração = miose
 A pupila tem a dupla
função de reunir e
modular a luz.
 O controle é feito por
atos reflexos.
 A aparência preta da
pupila é enganadora.
 E, se ainda assim
houver pouca luz a ser
captada no ambiente,
nosso organismo ainda
tem um "plano B": a
Rodopsina
 Esta característica
ocular curiosa é
chamada de
heterocromia e é um
traço hereditário
muito incomum, que
costuma ser
benigno, sem
maiores
complicações a não
ser a questão
estética.
Formação de imagens no olho humano

A luz atravessa a córnea, o humor aquoso e o cristalino


e se dirige para a retina, que exerce a mesma função
de um filme de uma maquina fotográfica.
Formação de imagens no olho humano
A imagem que chega a retina é invertida, devido aos
raios luminosos das partes de cima e de baixo da
imagem que se cruzam na pupila. O cérebro fica
encarregado de interpretar os impulsos nervosos
(causados pela luz) trasmitidos pelo nervo óptico,
nos permitindo ver os objetos corretamente.
Formação de imagens no olho humano
O cérebro humano reúne em uma só imagem os impulsos nervosos
lançados pelos doi olhos. Pelo fato das imagens de cada olho ser
diferentes conseguimos ter uma visão em 3D (altura, largura e
profundidade), com a imagem de apenas um olho perdemos a noção de
profundidade, tornando a visão em apenas duas dimenções.
Doenças Refrativas da Visão

Olho Humano

Normal Com anomalia

Emétrope Ametrópe

Córnea lisa e curvada igualmente


em ambas as direções

Raios focados na retina


=
Imagem formada nítida
Doenças Refrativas da Visão

Irregularidades na visão ou erros de refração são causadas por defeitos na forma do


globo ocular que afetam a maneira como o olho direciona os feixes de luz para focar
na retina.
São elas:

• Miopia
• Hipermetropia
• Astigmatismo
• Presbiopia

• Sintomas: desconforto,
dor de cabeça, diminuição da visão.

Foco para perto e


para longe
Miopia
Possíveis causas:
• Eixo ocular muito longo
• Curvatura da córnea exagerada

Para objetos distantes, os raios são focados antes da retina, onde a imagem é formada

• Condição herdada
• Descoberta aos 8 a 12 anos
• Piora com a adolescência
• Correção feita por lentes de contato,
cirurgia a laser ou óculos de grau com lentes divergentes
Hipermetropia
Causa:
• Eixo ocular mais curto

Para objetos a pequena distância a imagem se forma atrás da retina

Visão embaçada para objetos próximos

• Geralmente hereditária
• Comum em bebês e crianças
• Pode desaparecer até 7 ou 8 anos ou não
• Correção pode ser feita por lentes de contato,
Cirurgia ou lentes do tipo convergente
Astigmatismo
Causa:
• Córnea mais ovalada
• Raramente, cristalino mais curvado

Alguns raios de luz são focados e outros não

Os objetos próximos ou os distantes se distorcem e fica nublada

• Pode ser hereditário ou congênita


• Comum em quem possui miopia e hipermetropia
• Correção pode ser feita por lentes de contato,
Cirurgia ou lentes do tipo cilíndricas para concentrar
em um único plano.
Presbiopia

Causa:
• Endurecimento do cristalino
• Perda de flexibilidade da lente

Dificuldade de ver de longe e também de perto

• Comum depois dos 40 anos


• Confundida muitas vezes com a miopia
• Pode ser corrigida com lentes bifocais ou
ainda lentes multifocais
Curiosidades sobre o Olho

Em geral, a luminosidade é maior fora do que dentro


do olho, então enxergamos a pupila preta. Mas, o
fundo do olho, é irrigado por vasos sanguíneos, o que
lhe dá uma cor vermelho-alaranjada. Por isso quando
uma luz intensa, como o "flash" de fotografia, entra no
olho, a cor vermelha é preferencialmente refletida.
Os cães não enxergam tudo preto e branco, como se
acredita. Ele só não vê algumas cores. Não distingue
uma bolinha vermelha em um gramado verde, pois
fica tudo no mesmo tom. Os cães se guiam também
pelo movimento das coisas. Algo parado chama muito
menos atenção do que algo em movimento.

Os olhos compostos são muitos sensíveis ao


movimento. Alguns artrópodes têm o olho
composto de algumas facetas cada um, com
uma retina capaz de criar uma imagem de
múltipla. Cada olho vê em um ângulo diferente,
e as imagens se fundem no cérebro.
Ilusão de Ótica
Ilusão de Ótica
Ilusão de Ótica
Ilusão de Ótica
Referências Bibliográficas

• Anatomia do olho, Disponível em: http://luizmeira.com/anatomia.htm


• O Olho Humano, Anatomia. Rigor Laboratório Óptico. Disponível em:
http://www.laboratoriorigor.com.br/anatomia.html
• Programa educ@r, CDCC –USP SC. Ótica para Alunos de Ensino Médio.
Disponível em: http://educar.sc.usp.br/otica/curiosid.htm
• Órgãos dos sentidos. O olho humano. Disponível em:
http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Corpo/sentido.php
• HENEINE, Ibrahm Felippe. Biofísica Básica. Ed. Atheneu. Parte 5, Cap 18.
• Sentidos. A visão de diferentes animais, por Dr. Pet. Disponível em:
http://entretenimento.r7.com/bichos/fotos/saiba-mais-sobre-a-visao-das-
diferentes-especies-de-animais-20110426-10.html#fotos