Anda di halaman 1dari 13

AS CONDIES SOCIAIS DA LEITURA: UMA REFLEXO EM CONTRAPONTO

MAGDA BECKER SOARES (UFMG)

LA LISEUSE - RENOIR

A LEITURA NO UM ATO SOLITRIO

- INTERAO VERBAL ENTRE INDIVDUOS. - INDIVDUOS SOCIALMENTE DETERMINADOS.

INTERAO VERBAL

LEITOR/AUTOR
SEU UNIVERSO
SEU LUGAR NA ESTRUTURA SOCIAL SUAS RELAES COM O MUNDO E COM OS OUTROS

DILOGO

A LEITURA DO PONTO DE VISTA DA ORDEM SOCIAL


DOIS NVEIS DE ANLISE
A QUESTO DAS CONDIES SOCIAIS

DE ACESSO LEITURA DE PRODUO DA LEITURA

CULTURA GRAFOCNTRICA
O ACESSO LEITURA TRADUZ:
- ETNOCENTRISMO
LEITURA VISTA COM DESCONFIANA. INSTRUMENTO DE OPRESSO.

- PERSPECTIVA UNILATERAL
VISO DOS GRUPOS QUE TM A POSSE E O CONTROLE DA PRODUO.

PARA QUE SERVE A LEITURA?


ALUNOS EM PROCESSO DE ALFABETIZAO CAMADAS POPULARES CLASSES FAVORECIDAS

A IMPORTNCIA DA LEITURA
ALUNOS EM PROCESSO DE ALFABETIZAO CAMADAS POPULARES CLASSES FAVORECIDAS

A BIBLIOTECA
DEPOIMENTO DE PROFESSORAS DE CRIANAS DAS CAMADAS POPULARES CLASSES FAVORECIDAS

LEITURA DO LIVRO DIDTICO


NVEL DE COMPREENSO

CRIANA - CAMADA POPULAR.


CRIANA - CLASSE FAVORECIDA.

LEITURA DE UM POEMA
ALUNOS DO ENSINO MDIO
NVEL SOCIOECONMICO ALTO NVEL SOCIOECONMICO MDIO-BAIXO

LEITURA: PROCESSO POLTICO

QUAL A FUNO DOS QUE ATUAM NA FORMAO DOS LEITORES?

FORMADORES DE LEITORES
ALFABETIZADOR PROFESSOR BIBLIOTECRIO FAMLIA ESCOLA GOVERNO SOCIEDADE ?